Quem te viu, quem te vê: estudo revela tendência ao conservadorismo do novo rico.

Autor Mensagem
Die Kunst der Fuge
Veterano
# fev/14 · Editado por: Die Kunst der Fuge


Segundo pesquisadores britânicos, após ganharem na loteria, pessoas tendem a apoiar partidos de direita e se tornam menos igualitários

RIO - O clássico de Chico Buarque “Quem te viu, quem te vê” tratou do assunto com lirismo, reclamando da saudade que a mais bonita das cabrochas deixou ao se afastar da turma do carnaval. A mais brilhante foliã não se cansava, mas, depois, mudou de vida, enriqueceu e passou a dar “chá dançante” onde o poeta não era convidado. O que os versos narram poeticamente, dois pesquisadores britânicos descrevem a partir de uma pesquisa realizada com novos ricos. E concluem: o dinheiro, sim, muda as pessoas.

Nattavudh Powdthavee, da London School of Economics, e Andrew J. Oswald, do Departamento de Economia da Universidade de Warwick, no Reino Unido, reconhecem que são múltiplas e variadas as razões do posicionamento político das pessoas, mas descobriram que muitas delas que enriqueceram, após ganhar na loteria, tenderam a se tornarem mais conservadoras politica e moralmente. E quanto maior a fortuna, maior a mudança de postura, afirmam os pesquisadores.

“Comparando as pessoas antes e depois de receberem um inesperado prêmio de loteria, mostramos que os vencedores tendem a mudar, no sentido de apoiar um partido de direita e se tornarem menos igualitários”, afirmam os pesquisadores no resumo do ensaio, intitulado “Does Money Make People Right-Wing and Inegalitarian? A Longitudinal Study of Lottery Winners” (O dinheiro tornam as pessoas de direita e menos igualitárias? Um estudo longitudinal sobre vencedores de loteria).

Trata-se de um estudo quantitativo e qualitativo, que aponta uma tendência maior a uma postura conservadora entre os que receberam prêmios maiores mediante a comparação de seu posicionamento político antes e depois do enriquecimento. Embora afirmem se preocupar com a pobreza, por exemplo, esses novos ricos passam a ser contrários a qualquer política de redistribuição de riqueza, afirmando que já há, no Reino Unido, uma política eficaz de Bem-Estar social.

Os autores reconhecem que estabelecer as motivações subjetivas das pessoas diante da política é algo extremamente complexo e de difícil execução. Essas motivações envolvem questões de ordem psicológica, sociológica, cultural etc. Diante da dificuldade de fazer um levantamento dessa natureza, que exigiria uma pesquisa de campo do tipo etnográfico, os dois propuseram um teste empírico, comparando o posicionamento político antes e depois do enriquecimento súbito.

Powdthavee e Oswald cuidadosamente tentam mostrar que a posição política, expressa empiricamente nas eleições, normalmente é justificada pelo eleitor moral e eticamente. Mas o que o estudo sugere é que, no fundo, as pessoas são movidas por interesses pessoais e buscam justificar suas preferências eleitorais por meio de retóricas de alto valor ético. Algo que os poetas já haviam percebido.

Fonte

----------------------

Dissertem.

Die Kunst der Fuge
Veterano
# fev/14
· votar


Post pro santo.

Snakepit
Veterano
# fev/14 · Editado por: Snakepit
· votar


A diferença entre capitalistas e socialistas é basicamente uma: o sucesso.

Simonhead
Veterano
# fev/14
· votar


Die Kunst der Fuge

Eu achava que esse lance fosse desde sempre.

Insufferable Bear
Membro
# fev/14
· votar


A diferença entre capitalistas e socialistas é basicamente uma: Capitalistas não comem bebês.

makumbator
Veterano
# fev/14
· votar


A diferença entre capitalistas e socialistas é basicamente uma: Capitalistas não comem bebês., mas os vendem no Ebay pelo melhor lance.

CindyFerrari
Veterano
# fev/14
· votar


hue

Black Fire
Gato OT 2011
# fev/14
· votar


Todo mundo gosta de ser caridoso com o dinheiro alheio.

Antoine Roquentin
Membro
# fev/14
· votar


caridade com o dinheiro dos outros é fácil.

Die Kunst der Fuge
Veterano
# fev/14
· votar


^

Isso que é sintonia, hein?

landlord
Veterano
# fev/14
· votar


Isso que é sintonia, hein?

Isso que é frase batida da vovó...

CindyFerrari
Veterano
# fev/14
· votar


Isso que é sintonia, hein?

Insufferable Bear
Membro
# fev/14
· votar


http://www.theonion.com/articles/worlds-85-richest-as-wealthy-as-half- global-popula,35035/

A essa altura nenhum de vocês perderiam dinheiro... Just sayian.

Atenção: The Onion é um site de humor, mas a notícia é verdadeira: http://www.theguardian.com/business/2014/jan/20/oxfam-85-richest-peopl e-half-of-the-world

sallqantay
Veterano
# fev/14
· votar


Insufferable Bear

estabeleça uma relação de causalidade entre pessoas serem ricas e pessoas serem pobres

Insufferable Bear
Membro
# fev/14
· votar


sallqantay
Mágica.

sallqantay
Veterano
# fev/14
· votar


Insufferable Bear

exato, por isso o estado tem que ser um hobbin hood e trazer à terra a justiça dos deuses

VAI PLANETA!

AtalaBukas
Membro Novato
# fev/14
· votar


Algo que os poetas já haviam percebido.

Os poetas estão no mundo há milênios denunciando os absurdos sociais. É um grande trabalho que fazem.

Rafael Walkabout
Veterano
# fev/14
· votar


Capitalismo \o/

One More Red Nightmare
Veterano
# fev/14
· votar


tudo bem virar conservador

agora ficar postando frase clichê de tiozão microempresário nouveau riche não dá

Insufferable Bear
Membro
# fev/14
· votar


sallqantay
Desculpa aí, mas hobin rood não era mágico.

'Arry Potter para rei do mundo.

Ancient_CTHULU
Veterano
# fev/14
· votar


Snakepit


Onde eu assino?

_Excelion
Veterano
# fev/14
· votar


estabeleça uma relação de causalidade entre pessoas serem ricas e pessoas serem pobres

cara, tem tanta.

primeiramente, alguém só é rico relativo a algo. ou seja, para o rico existir, pressupõe-se a existência de pobres e vice-versa

depois que pela natureza do modo de produção, o valor gerado em qualquer atividade, vai para a mão de quem a detém, seja uma fábrica ou o facebook. aos que não detém porra nenhuma, resta vender a si mesmo por um valor abaixo do que vale (senão, o valor gerado não seria excedente). pode-se argumentar que se o camarada estudar e blablabla o cara fica rico. possível, sim, improvável mais ainda, uma vez que excetuando (em partes) áreas de vanguarda, o starting ground já é desigual e se ele for empregado, pode viver bem, mas rico, não é.

depois que grana atrai mais grana. e a quantidade de grana (sendo bem simples e sucinto, tratemos como banco imobiliário, sem entrar em termos técnicos) em determinado momento t é finita (pode-se imprimir mais, mas aí é outra história). portanto, se 85 caras detém 50% disso, os outros 99,999% da população ficam com os outros 50%. O que significa que em t+1, qualquer grana que tiver sido gerada (considerando manutenção do valor, para simplificar) no delta desse tempo, será atraída para quem já tinha em t. e assim vai indo

fora que a existência de pobres e ricos é condicio sine qua non de qualquer meio de produção humano que eu já vi.

os dois são intrínsecos um ao outro.

mas você sabe disso, só está de mimimi.

_Excelion
Veterano
# fev/14 · Editado por: _Excelion
· votar


novo rico é só um lascado que ganhou um osso e agora acha que a vida é bela enquanto masca tutano.

e agora tem medo dos seus ex-colegas roubarem o osso.

Black Fire
Gato OT 2011
# fev/14
· votar


_Excelion
Você repara que nada do que você fala faz sentido fora do DCE, né?

Black Fire
Gato OT 2011
# fev/14
· votar


A lógica é: mesmo que as condições de vida, trabalho, econômicas, etc, do sujeito melhorem muito, ele está empobrecendo pelo fato de alguém estar enriquecendo mais que ele. Mas se tomar como referência alguém muito pobre, então o sujeito é rico, mesmo que esteja pagando um gol bola financiado desde 1995, e pobreza e riqueza viram conceitos subjetivos que não servem pra nada.

sallqantay
Veterano
# fev/14
· votar


_Excelion

aí esse pessoal capitalista reinveste o dinheiro em outros campos, gerando mais emprego. Chega um ponto onde a MDO começa a se tornar escassa, exigindo alta intensividade de capital para poupar a MDO (que se torna especializada e cara, como nos países centrais).

Ou pode-se exportar capital para a periferia do capitalismo, mas aí vai ter que aceitar o risco de um país sem instituições confiáveis para poder explorar a MDO barata (a não ser que seja a China e seu todo poderoso PC)

claro que isso num mundo onde a financeirização não tenha virado uma putaria desenfreada

Black Fire
Gato OT 2011
# fev/14
· votar


sallqantay
Não, cara. Você só enriquece se os outros (todos eles, pois o ponto de referência é mutável) empobrecem, enriquecer não é melhorar suas condições de trabalho, moradia, saúde e consumo, enriquecer é quando os outros ficam pobres, mesmo que você continue igual. Até parece que perdeu a aula da prô Marilena. Desse jeito nunca vai ganhar uma carta de recomendação.

sallqantay
Veterano
# fev/14
· votar


Black Fire

é que eu sou um fascista-nazista de classe média

_Excelion
Veterano
# fev/14 · Editado por: _Excelion
· votar


claro que isso num mundo onde a financeirização não tenha virado uma putaria desenfreada

pois é

Não, cara. Você só enriquece se os outros (todos eles, pois o ponto de referência é mutável) empobrecem, enriquecer não é melhorar suas condições de trabalho, moradia, saúde e consumo, enriquecer é quando os outros ficam pobres, mesmo que você continue igual. Até parece que perdeu a aula da prô Marilena. Desse jeito nunca vai ganhar uma carta de recomendação.

acho que você precisa ler keynes primeiro, mas comece pela Joan Robinson que é Keynes for dummies, aí você vai progredindo.

quando tiver lido uns 15 livros, poste novamente.


mas só se enriquece enquanto alguém tá sendo miserável por você. as condições de trabalho aqui são satisfatórias? é porque a indústria de base é chinesa, onde o pau come solto.

por sinal, a maior flexibilização dos contratos (de trabalho) é outro problema global que já começou mas só será mais na cara daqui a uns anos.

PS: o cara falando de DCE e nem tá ligado que já assinei pacto de sangue com os porcos capitalistas

_Excelion
Veterano
# fev/14 · Editado por: _Excelion
· votar


A lógica é: mesmo que as condições de vida, trabalho, econômicas, etc, do sujeito melhorem muito, ele está empobrecendo pelo fato de alguém estar enriquecendo mais que ele. Mas se tomar como referência alguém muito pobre, então o sujeito é rico, mesmo que esteja pagando um gol bola financiado desde 1995, e pobreza e riqueza viram conceitos subjetivos que não servem pra nada.

as condições materias dele melhoram, claro.

compare os dados pós-2007 da classe média nos estados unidos. repare como ela encolheu e os famigerados '1%' expandiram seu espólio.

aguarde, tá chegando a hora do bananão, todo mundo passa por isso e o saldo é sempre pró-centralização.

e a parada do multiplicador keynesiano não tá mais funfando, não é mais fofo como 'o cara tem grana, gera emprego'. onde ele gera emprego? como ele gera emprego? ele gera emprego?

Você não pode enviar mensagens, pois este tópico está fechado.
 

Tópicos relacionados a Quem te viu, quem te vê: estudo revela tendência ao conservadorismo do novo rico.