Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Para quem acha que "cientistas deviam pesquisar algo útil"

      Autor Mensagem
      Bog
      Veterano
      # mai/10 · Editado por: Bog


      Trechinho de uma entrevista com um ganhador do prêmio Nobel. Meu comentário no fim.

      ----
      Pressão por pesquisa aplicada estrangula a ciência, diz Nobel

      O biólogo Martin Chalfie, Prêmio Nobel de Química de 2008, chegou ontem a Águas de Lindoia (SP) trazendo um alerta: a pressão para que toda pesquisa ganhe alguma utilidade está minando o financiamento à produção de conhecimento puro, matéria-prima da ciência.

      Atraído à reunião da Sociedade Brasileira de Química, em parte, por gostar de música brasileira e ser fã de Jorge Amado, Chalfie criticou a política científica dos EUA para exemplificar sua posição.

      Mal sabia que a comunidade científica do Brasil discute agora o mesmo problema.

      Nos EUA, nenhuma coleção científica acabou incendiada por falta de abrigo adequado, como aconteceu com as cobras do Instituto Butantan, em São Paulo. A esperança de que a atenção à ciência básica ganhasse mais destaque após o fim da era Bush, porém, ainda não se traduziu, diz o cientista.

      Chalfie ganhou o Nobel, em conjunto com Osamu Shimamura e Roger Tsien, por descobrir como usar a GFP, uma proteína luminescente de águas-vivas, para marcar a ativação de genes.
      Em entrevista à Folha, ele explica por que não imaginava de cara que sua técnica ganharia tantas aplicações, mas se entusiasmou com o trabalho mesmo assim.

      Folha - Qual é o assunto da sua palestra aqui?

      Martin Chalfie - O título da palestra é "GFP iluminando a vida". O subtítulo, que não contei a ninguém ainda, é "Aventuras em ciência não-translacional". Essa é uma expressão que inventei, então vou explicar.

      Há uma pressão muito grande para justificar a pesquisa científica com supostas implicações imediatas que ela pode trazer. Pessoas têm defendido que deveria haver muito mais pesquisas que apliquem informação diretamente ao combate a doenças. Em outras palavras: "traduzir" ["translate", em inglês] o que foi feito no laboratório para a clínica.

      O problema é que a maioria das pessoas que eu vejo defenderem isso querem que absolutamente tudo seja translacional. Agora, se você não tem informação básica para traduzir, não sobra nada para fazer.

      Minha apresentação é, em parte, um apelo para que não esqueçamos o fato de que, para quase tudo o que sabemos sobre medicina, há uma sustentação de ciência básica que é muito importante.

      A política científica americana está esquecendo a ciência básica, então.

      Acho que há alguns erros. Quando as pessoas pressionam pela pesquisa translacional, às vezes elas assumem que nós já aprendemos o suficiente. Para mim e para a maioria dos meus colegas, porém, isso é uma falácia.

      Quero mostrar como uma coisa maravilhosa [a GFP] foi encontrada acidentalmente por alguém pesquisando questões básicas sobre águas-vivas, e como ela teve implicações e se tornou útil para estudar doenças e para desenvolver biotecnologia.

      Além disso, muitas pessoas pressupõem que pesquisadores de ciência básica não pensam nas implicações do que fazem. Isso é falso.

      Acho irônico que nos EUA haja esse apelo por pesquisa translacional, e pelo que vejo, quando treinamos pessoas nas faculdades de medicina, a quantidade que eles aprendem do básico está encolhendo. Ao mesmo tempo, querem que a ciência básica seja aplicada ao combate a doenças. É uma contradição.

      Quando o pacote de estímulos do governo Obama foi lançado nos EUA, os NIH [Institutos Nacionais de Saúde] receberam um bocado de dinheiro. A primeira coisa que fizeram com parte desse dinheiro foi abrir uma disputa pelas chamadas "Challenge Grants" [bolsas desafio]. Essas bolsas eram maravilhosas e cobriam cem diferentes tópicos. O problema é que, das cem áreas que eles escolheram, apenas duas não eram translacionais.

      Eu não sou contra pesquisa aplicada, mas não acho que ela deva suplantar a ciência básica numa escala de 92 contra 2.

      Uma coisa inusitada sobre seu trabalho que lhe rendeu o Nobel é que ele não é sua linha de pesquisa principal.

      É estranho receber o reconhecimento por algo que era uma parte relativamente pequena da minha carreira. De vez em quando ainda faço algo sobre GFP, mas é mesmo um trilho secundário. No nosso laboratório, estávamos tentando descobrir quais células estão ativando os genes nos quais estávamos interessados e, quando ouvi falar da GFP, me dei conta que elas poderiam ser uma maneira maravilhosa de fazer esses experimentos.

      A maneira como a maioria dos cientistas trabalha é a seguinte: eu tenho uma ideia e vou atrás dela. Mas, se no meio dos experimentos, algo diferente aparece, eu vou seguir aquela pista.
      Quando recebemos verbas, o que temos não é um contrato, é uma bolsa.

      Em um contrato, prometemos fazer A, B, C, e temos de fazer. Minha visão sobre como bolsas devem ser é dizer: "neste momento, acredito que a resposta para essa questão seja fazer A, B e C".

      Mas se eu fizer A, e descobrir depois disso que é mais importante fazer D e E em vez de B e C, o financiamento precisa lhe conceder a liberdade de seguir suas ideias.

      Se eu tivesse a ideia de usar a GFP como marcador e tivesse de ter escrito um contrato para obter uma verba, eu teria levado nove meses, reclamariam que eu não tinha dados preliminares e não saberia se iria funcionar.

      Mas nós nunca tivemos de escrever um pedido de verba para obter o financiamento que usamos para produzir a GFP. Ela era parte da verba geral dos NIH que eu tinha para meu laboratório, e eles ficaram muito felizes de eu ter feito esse trabalho.

      Fonte

      ---------------------

      Eu acredito que muitas das pessoas que sempre aparecem falando que "em vez de ficar com essas pesquisas idiotas*, esses cientistas deviam pesquisar algo útil, como a cura do câncer" o fazem por pura ignorância a respeito de como funciona a ciência. A maior parte das pessoas desconhece por completo a diferença entre pesquisa básica e aplicada, e a necessidade de que AMBAS existam para que a ciência tenha algum impacto (positivo ou negativo) no mundo real. No fim das contas, é de se pensar que um sistema que coloca as crianças por 10 anos estuando "ciências" na escola, e que no fim solta elas no mundo sem saber esse tipo de coisa, no mínimo está falhando em algum ponto.

      De toda forma, nessas situações, eu sempre gosto de lembrar de George Boole, que no século XIX trabalhou em uma formalização matemática para uma lógica usando apenas dois valores - uma pesquisa "inútil" (ou "idiota") em sua época, mas que anos depois acabou se tornando a pedra fundamental de toda a computação (e continua sendo). Existem outros exemplos - na verdade, acho que qualquer tecnologia tem por baixo a sua cota de pesquisa básica "idiota".

      Bog, atualmente fazendo pesquisa na fronteira entre o básico e o aplicado.

      *Onde "idiota" é algo como um acelerador de partículas, uma bactéria com genes alterados, e coisas do tipo.

      Bog
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      A versão resumida, para quem tem preguiça:

      Se você é daqueles que diz que "em vez de ficar com essas pesquisas idiotas*, esses cientistas deviam pesquisar algo útil, como a cura do câncer", você muito provavelmente está criticando algo sem entender. Dada a tua preguiça de ler, a ignorância não surpreende. ;)

      *Onde "idiota" é algo como um acelerador de partículas, uma bactéria com genes alterados, e coisas do tipo.

      [M]@a.[K]!ller
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Bog
      Aham. Mas, pra que serve um acelerador de partículas, e uma bactéria com genes alterados???

      Minow
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      LeondelFefon
      Porra, sério isso?!

      TWT ICE
      Veterano
      # mai/10
      · votar



      Aham. Mas, pra que serve um acelerador de partículas, e uma bactéria com genes alterados???


      hahahahahahahahhahahaha

      Bog
      Veterano
      # mai/10 · Editado por: Bog
      · votar


      LeondelFefon

      Você não leu a entrevista, né?

      (Mas respondendo a tua pergunta: servem, respectivamente, para aumentar a compreensão a respeito do mundo das partículas sub-atômicas e da genética)

      [M]@a.[K]!ller
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Bog
      Não li a reportagem, e continuo achando que os cientistas deviam pesquisar algo útil.

      Minow
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      LeondelFefon
      Sim, como o LHC e bactérias com genes alterados.

      Eu nem cientista sou, mas consigo enxergar a utilidade desse tipo de pesquisa. Basta ler um pouco de jornal ou a Wikipedia!
      Não me leva a mal não, mas parece que você ainda tem uma visão muito simplista e infantil sobre isso. Não é culpa sua, afinal você ainda está no ensino fundamental, só o que quero dizer é que você não deve tentar argumentar sobre algo que não conhece, porque vai acabar falando besteira.

      Kaíque
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Bog
      Eu li o resumo, nem por isso acho tais pesquisas besteiras e nem sou idiota..
      Várias coisas influenciam ..

      Bog
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Kaíque
      Eu li o resumo, nem por isso acho tais pesquisas besteiras e nem sou idiota..

      Se você leu o resumo, deve ter notado que eu comecei ele com um ***Se**** você é daqueles que diz, e que não chamei qualquer pessoa de idiota.

      LeondelFefon
      continuo achando que os cientistas deviam pesquisar algo útil

      Críticas: faça quando tiver embasamento. ;)

      [M]@a.[K]!ller
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Bog
      De acordo com meus conceitos iluministas, se é algo cientifico e que eu não concordo, posso simplesmente não acreditar. Logo, embasamentos cientificos para mim não funcionam.

      Bog
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      LeondelFefon
      12 anos

      Bom, caro peidi... Leondel, se você quer continuar ignorante, vai fundo, campeão!

      Minow
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      LeondelFefon
      De acordo com meus conceitos iluministas

      ...que você aprendeu semana passada na escola.

      Essa sua argumentação não tem o menor peso, você sabe disso, né?

      Críticas: faça quando tiver embasamento. (2)

      Obs: não tente criar o embasamento dentro de algo que você não conhece. Você vai se frustrar e fazer papel de bobo. (:

      Bigtransa
      Veterano
      Esse post foi marcado como inapropriado mostrar
      O autor recebeu uma advertência por publicar conteúdo contra as regras do fórum.

      mai/10

      LeondelFefon
      Aham. Mas, pra que serve um acelerador de partículas, e uma bactéria com genes alterados???
      pra enfiar no cu de quem pergunta

      Ricardo Yuji
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Trechinho de uma entrevista com um ganhador do prêmio Nobel. Meu comentário no fim.


      Trechinho???

      guschard
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      LeondelFefon
      Lê a porra da reportagem...

      Bog
      Já entrei em discussões aqui no fórum sobre esse assunto, e as pessoas realmente não entendem a ciência e não têm vontade de entender. Vou contar um caso exatamente igual ao da reportagem:

      Ontem, lá na faculdade, uma professora convidou um pesquisador chamado Pery Shikida pra dar uma aula sobre Economia do Crime. Ele falou que, quando começou, não tinha pretensão nenhuma de seguir esse tema, já que seu principal foco era Economia Agrária, mas um aluno dele resolveu fazer uma monografia sobre esse tema e ele acabou se interessando mais pelo assunto.

      Depois de um tempo, esse assunto se tornou altamente aplicável e ele começou a dar cursos pra polícia. Agora ele foi convidado pela equipe de um dos candidatos à presidência para fazer uma pesquisa aplicada sobre o crime.

      Ou seja, de uma pesquisa totalmente "básica", ele acabou chegando à algo extremamente útil.

      BokuWa
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Deveria ser regra, só abre a boca se tiver um conhecimento minimo!

      Bigtransa
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      guschard
      não entendem a ciência e não têm vontade de entender....

      Na verdade muita gente não entende nada e não quer entender..... Parece que o que todo mundo quer é falar qualquer merda sem ser contestado..... Todo mundo sabe tudo e não tem a menor humildade para ouvir os outros e reconhecer quando erra.....

      Minow
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      BokuWa
      Aí os posts do fcc caem pra uma média de 4 posts por dia. Contando com todos os fóruns.

      Bog
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Ricardo Yuji

      Inho. :)

      guschard

      Pois é... aparentemente, não é muito claro para algumas pessoas que as cirugias cardíacas de atualmente só existem porque há muuuito tempo pessoas com atitudes suspeitas resolveram fuçar dentro de cadáveres só "para ver como é por dentro", enquanto outras que vieram depois resolveram colocar tecidos cardíacos num microscópio só "para ver do que é feito" (aliás, microscópios também são inúteis, para que alguém vai querer ficar olhando coisas minúsculas com tantos problemas visíveis por aí?), sem contar no pessoal que ficava combinando substâncias esquisitas e injetando em pobres bichinhos só "para ver qua o efeito", e um enorme etcetera.

      Acho que tem gente que senta na frente de um computador, de uma TV ou coisa do tipo, e toma aquilo como um negócio que surgiu em um passo, uma coisa meio mágica, que um inventor maluco criou num estalo de genialidade. É difícil conceber que essas coisas "pulam" do meio de uma infinidade de pesquisas aparentemente inúteis, feitas por um monte de gente de quem nunca ouvimos falar.

      Benjamin_the_Linus
      Veterano
      # mai/10 · Editado por: Benjamin_the_Linus
      · votar


      a ciência é a consequência da natureza básica do ser humano de questionar o porquê das coisas.





      ainda bem q Deus nos deu o dom de meditar e raciocinar.
      /e lá vamos nós

      BokuWa
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Minow

      Pelo menos não leria coisas do tipo, LHC é um desperdício de grana.
      Eu não falo de música em forum algum, por que sou uma besta musical, algumas pessoas mais deveriam ter essa noção.

      Benjamin_the_Linus
      Veterano
      # mai/10 · Editado por: Benjamin_the_Linus
      · votar


      Bog
      Acho que tem gente que senta na frente de um computador, de uma TV ou coisa do tipo, e toma aquilo como um negócio que surgiu em um passo, uma coisa meio mágica, que um inventor maluco criou num estalo de genialidade.

      q nada
      tudo q existe a nossa volta não teve um criador inteligente.

      na verdade uma bomba explodiu num local onde se encontravam resquícios de metal e fibra óptica, e então, com o passar de milhões de anos após esse acontecimento, os computadores e as TVs foram se montando sozinhas, até assumirem a forma q conhecemos hj e que é funcional.

      É tudo um processo evolutivo.

      brunohardrocker
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Algo me diz que esse tópico vai bombar.

      Começou com um menino de 12 anos que não foi perdoado, agora vai partir pra outro rumo mais "emocionante".

      brunohardrocker
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Bog

      Li tudo, e achei interessante. Achei curioso o biólogo que ganhou o Nobel de química, só por esse começo já podemos observar como as coisas feitas 'sem muita pretensão' podem se tornar grandiosas e importantes.

      -Toolbar-
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Bog

      Ah, vá! Então o estudo que comprovam que a nudez no telefone é mais comum entre homens é útil?

      http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u19813.shtml

      BokuWa
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      q nada
      tudo q existe a nossa volta não teve um criador inteligente.

      na verdade uma bomba explodiu num local onde se encontravam resquícios de metal e fibra óptica, e então, com o passar de milhões de anos após esse acontecimento, os computadores e as TVs foram se montando sozinhas, até assumirem a forma q conhecemos hj e que é funcional.

      É tudo um processo evolutivo.


      H'm... Vou esperar a resposta do Bog, deve ser bem interessante.

      Shredder_De_Cavaquinho
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      -Toolbar-
      Sim, este assunto foi pesquisado durante anos em laboratórios com tecnologia extremamente avançada.

      Minow
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      BokuWa
      É vero, mas acho que querer bom senso na internet é uma idéia utópica demais.

      Minow
      Veterano
      # mai/10
      · votar


      Benjamin_the_Linus
      q nada
      tudo q existe a nossa volta não teve um criador inteligente.

      na verdade uma bomba explodiu num local onde se encontravam resquícios de metal e fibra óptica, e então, com o passar de milhões de anos após esse acontecimento, os computadores e as TVs foram se montando sozinhas, até assumirem a forma q conhecemos hj e que é funcional.

      É tudo um processo evolutivo.


      My point exactly.
      A gente usa a internet, aí é obrigado a ler uma asneira surreal dessas.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Para quem acha que "cientistas deviam pesquisar algo útil"

      306.422 tópicos 7.907.499 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital