Construíndo um Atenuador de Potência - Tutorial

Autor Mensagem
LUCAS531
Veterano
# mai/10
· votar


Ía esquecendo..
Dessa historia toda me sobrou um Resistor Variável:

27R 10% 100W


Dá prá repassar sem lucro..

LUCAS531
Veterano
# mai/10
· votar


RAMSAY

Eu acabei ficando com um resistor variavel de 27R.
E se eu colocasse este junto aos de 25R e 100R que estão no meu atenuador? Melhoraria, tanto faz ou é impossível?

Outra: Levando-se em conta que a diferença de atenuação entre usando com 8 Ohms e virando a chave para 4 Ohms não é tão grande, compensa usar com 4 Ohms, digo, isso não causa nenhum prejuízo para o equipo ao longo do tempo ?

Valeu

Ramsay
Veterano
# mai/10
· votar


LUCAS531

Esse resistor variável de 27R que sobrou vc pode, se quiser, colocá-lo em série com o variável de 100R pra conseguir mais atenuação ainda!!
Só não mexa no resistor fixo de 25R.

Quanto a segunda pergunta, eu testei recentemente aqui e notei que quando se vira a chave do amp pra 4 ohms, e o alto-falante é de 8 ohms, a atenuação até aumenta, devido ao descasamento de impedância, mas, não vale a pena porque se perdem graves!!

Aliás, a quem for montar o atenuador pra tocar num quarto, em casa, e com amps de 100W ou mais, eu recomendo que use mesmo o resistor variável de 100R e não o de 30R.

Eu usei o de 30R pq é similar ao do projeto original, mas, a atenuação que ele propicia é branda e só é útil em ensaios de bandas e para a guitarra não encobrir outros instrumentos!!

Tanto que eu já encomendei um resistor variável de 120R/100W que vou pôr em série com o variável de 30R que já faz parte do atenuador que eu montei!!

Se eu pudesse editar o tópico, eu modificaria o projeto original, inserindo mais 5 jacks e esse resistor de 100/120 ohms por 100W como uma opção.

LUCAS531
Veterano
# mai/10
· votar


RAMSAY

Beleza...Então não vou mais de desfazer do 27R.
Vou tentar a atenuação máxima com 02 variáveis e na minha caixinha tem espaço para por mais alguns jacks.
Aí me dê uma força mais uma vez:
Para ligar em série como voce diz eu devo colocar 3 abraçadeiras no novo resistor e ligar a abraçadeira 01 do resitor de 100R na abraçadeira 01 do resistor de 27R e assim por diante ou nada a ver?

Valeu

MauricioBahia
Moderador
# mai/10 · Editado por: MauricioBahia
· votar


Ramsay

Estou pensando seriamente em fazer num atenuador pro meu Blues Jr. pra tocar no quarto. :-)

Vamos ver se ainda este ano a coisa sai.

Abs

banhaz
Veterano
# mai/10
· votar


Muita informação de uma vez só! Eu não quero me lembrar do meu terceiro ano, então vou ter que ir no Pedrone pra ver se ele consegue me salvar de minha ignorância....
Ou eu faço a isobox pro meu 2x12 que tá pra chegar, vou poder até gravar em silêncio né, e mexer com madeira e placas de isolamento parece ser beeem mais fácil que esses esquemas de louco! auhahuhau
Muito bom tópico, um dia eu aprendo a mexer nisso

kosmiktubes
Veterano
# mai/10
· votar


No início deste projeto eu elogiei a iniciativa do Ramsay de não só tentar seu próprio projeto de atenuador, como também achei(e continuo achando) muito bacana ele compartilhar com todos.

NO ENTANTO

Desde então, este que era um projeto de hobby dele e era um tópico "normal" no forum, se tornou um tópico fixo aqui encima. E como tópico fixo, ele passa a ter valor de referência técnica. Se é assim é preciso um disclaimer aí nesse tópico avisando que se trata de um experimento de um membro do forum.

Eu faço questão de elogiar aí a iniciativa dele de não só tentar construir um atenuador como também de compartilhar conosco. Mas foi isso que elogiei, e o fato dele ter usado resistores, pois na minha opinião os atenuadores ideais são resistivos.

PORÉM, é preciso avisar aos incautos que este projeto é um experimento, foi INICIALMENTE baseado na idéia de um Air Brake, mas tem muito pouco a ver com o projeto original do Ken Fischer.

Muito cuidado em especial com afirmações do tipo:

O fato é que como os amplificadores valvulados tem um rendimento acústico muito superior ao de um amplificador transistorizado ou solid-state

É uma afirmação absurda. Não poderia estar num tópico de referência como este... Desculpe aí Ramsay, mas este fórum é lido por milhares de pessoas, não entendí como este tópico se tornou fixo contendo essa afirmação.

Outra:

Antes de mais nada, é importante frisar que atenuadores de potência são estritamente para uso em amplificadores valvulados.

Tampouco é uma afirmação correta. Casando a impedância usando resistores o atenuador pode ser usado em qualquer amplificador desde que o amp enxergue a impedância correta, o amp não vê diferença entre resistores bem casados e falantes. Essa é a vantagem da carga resistiva.

Então aviso aos membros aí: eu elogiei a INICIATIVA do Ramsay e o fato dele ter usado resistores, como no projeto do Ken Fischer.

A impedância descasada, em especial no projeto novo dele(O "Upgrade" logo abaixo no forum que insere até 180 OHMs de resistência equivalente num circuito feito pra 16 OHM) na minha opinião é um erro.

Quem quiser fazer um atenuador, eu recomendo o seguinte projeto:
http://www.speedyshare.com/130845309.html

Esse é o original do Ken Fischer. Não casa 100% a impedância tampouco, mas tenta mantê-la dentro de uma faixa de 10 a 16 OHM.


Lembrando que ficar mexendo na saída do amp(QUALQUER TIPO DE AMP) pode levar a danos, em especial se decidir testar o seu projeto com seu amp predileto, aquele valvulado de R$ 10 mil que você adoraria ouvir no volume 10.

Em valvulados o perigo é abrir os terminais, nos transistorizados o perigo é fechá-los. Mas o perigo é o mesmo: um estágio de saída torrado. No valvulado pode custar pra lá de R$ 1000 um conserto de um importado, trafo, válvulas, etc.

Agora, colocar como tópico fixo pra outros usuários, aí eu acho que tem que ter este disclaimer. É chato pra caramba eu fazer isso, e em momento algum eu critiquei o projeto dele, só agora que virou tópico fixo eu acho que é obrigação avisar aí.

Sem qualquer crítica ao Ramsay, que é um membro super gente fina aí, que compartilha o que faz e que sempre está enriquecendo o forum. Acho que o erro aí é apresentar este tópico como referência sem fazer esses avisos.

Um abraço.

MauricioBahia
Moderador
# mai/10
· votar


zefonseca

Bom, tirei do "stick" por cautela.

Aguardo manifestações de outros users, incluindo o Ramsay.

É uma afirmação absurda. Não poderia estar num tópico de referência como este... Desculpe aí Ramsay, mas este fórum é lido por milhares de pessoas, não entendí como este tópico se tornou fixo contendo essa afirmação.

Poderia explicar pq a afirmações é absurda? Acho que enriqueceria o conteúdo.

Abs

kosmiktubes
Veterano
# mai/10 · Editado por: kosmiktubes
· votar


Fala aí MauricioBahia, acho que é o correto... Novamente, sem julgar o trabalho do amigo, só mesmo pelo que já foi dito aí acima.

Poderia explicar pq a afirmações é absurda? Acho que enriqueceria o conteúdo.

O parâmetro "rendimento acústico" não existe pra circuito elétrico. Amplificador nenhum, valvulado ou transistorizado, tem rendimento acustico... É absurdo porque não existe...e estava postado aí como uma referência em atenuação.

Quantas vezes não chegaram clientes pedindo tal coisa que viram no Cifraclub? Pois é, isso vira "verdade" depois de um tempo....por isso é preciso ter cuidado em distinguir o que é bate-papo e o que é material de referência técnica.

Quem tem rendimento acustico é a caixa de som, os falantes e o ambiente onde a caixa está - material das paredes, angulos das paredes, palco, etc. É um estudo diferente.

O que ele quis dizer é que os 100 Watts do valvulado são mais que os 100 Watts do transistorizado. Essa é uma afirmação que é feita aqui todo dia, em vários tópicos do forum, e todo mundo acha normal. E é outro absurdo. Mas seria chato ficar corrigindo toda vez que isso é dito aqui, então passa batido.

Voltando pro segundo grau: 100 Watts de potência elétrica realizam exatamente o mesmo trabalho em um transistor, uma válvula, um ventilador de teto ou uma torradeira de pão.

Existem transistores ruins que produzem harmônicos desagradáveis e 100 Watts desagradáveis? Sim, existem. Existem válvulas que produzem 100 Watts desagradaveis? Não conheço, mas talvez válvulas pra RF ou alta potência não tenham resposta linear em AF... Afirmar sobre todos os transistores e todos os valvulados é errado também.

Se o amplificaodr é desses que vemos por aí que dizem ter 100 Watts mas não tem, o assunto é outro, trata-se dos padrões "desonestos" que estão sendo usados em aparelhos domésticos por toda parte. PMPO é um padrão completamente sem sentido. Tem aparelho de som pra computador com transformadorzinho de 5 Watts pra ligar no estabilizador e na caixa diz 1000 Watts PMPO.... Isso é desonestidade.

Mas "Watts RMS" são uma medida padronizada no mundo todo. Essa potência é aferida utilizando-se, como tudo na elétrica, a lei de ohm. Um sinal senoidal de entrada de 1 khz deve sustentar uma tensão constante V, e gerar uma corrente I dada uma carga R(os falantes).

De acordo com a carga R, a tensão e a corrente devem ser diferentes. Por isso é importante casar a impedância, coisa que este projeto de atenuador não faz. Falar em impedância e potência é exatamente a mesma coisa que falar em tensão e corrente. Ligar uma impedância errada é igual ligar um aparelho em voltagem errada, é exatamente a mesma afirmação, usando nome diferente pros parâmetros elétricos.

Ligar um liquidificador de 110 V em 220 V não torra o mesmo? Pois é, o projeto "Upgrade" do Ramsay oferece uma impedância de mais de 180 OHMs pra uma carga de 16 OHMs, mais de 11 vezes mais impedância. Isso significa que vai passar umas 3.3 vezes menos corrente e PODE gerar uma tensão 3.3 vezes maior na saída do amp(não é bem assim, as válvulas diminuem o funcionamento antes, mas vamos aproximar pra ilustrar o quanto este projeto está errado). Ligar este atenuador na última posição é como ligar um aparelho de 110 Volts em 330 Volts, porém com um resistor em série pra limitar a corrente - não tem como funcionar. Era melhor ligar uma lâmpada na saída do amp.


Em 8 OHMs, 100 Watts RMS devem produzir 28 Volts AC e deve sustentar uma corrente de 3.57 Amperes através da bobina do falante ENQUANTO o amplificador estiver ligado. Todo o sistema deve aguentar o uso contínuo nesses termos.

Se um transistorizado não for capaz de sustentar essa operação, então não tem 100 Watts RMS. Se começar a esquentar demais e começar a abaixar a corrente, se a tensão cair, o aparelho não tem 100 Watts RMS.

Se um valvulado produzir e sustentar mais corrente ou mais tensão que essa referência aí, em 8 OHMs, ele tem mais que 100 Watts RMS.

O único fato é que 100 Watts RMS é medida igual pra qualquer amplificador de audio.

(Se ainda estiver lendo este lero, desde já agradeço.)

Construtores como a Fender testam rigorosamente seus amps. Os protótipos ficam dias ligados produzindo 100 Watts RMS, por isso você pode jogar no volume 10 e ele aguenta uma turnê inteira do Eric Clapton.... Porque eles são realmente 100 Watts RMS.

Se um outro fabricante não testa com o mesmo cuidado, e mesmo assim afirma ter 100 Watts, quem vai julgar é o músico. A Fender tem 60 anos produzindo amps cuja potência em muitos casos é inclusive maior que a anunciada. Isso traz a fama da marca, a satisfação do músico, e nosso reconhecimento.

Já alguns outros que não precisamos citar, movidos apenas pelo lucro e por departamentos de marketing de gente que nunca pegou num instrumento, ligam o amplificador durante 10 segundos, se saiu um grito dele e não saiu fumaça, colocam o adesivo de 100 Watts RMS e publicam anúncios caríssimos em revistas mensais e sites especializados.

Mas isso é questão de "honestidade intelectual" e não de "rendimento acústico", parâmetro este que não existe pra circuitos elétricos.

Um abraço.

edalko
Veterano
# mai/10
· votar


zefonseca

Só vc mesmo para me fazer sair do meu "não posto mais aqui!"

Mas a grande questão é que tenho a muito tempo procurado um esquema de atenuador, dummy load, etc.


Sempre caí na regra chata do L-PAD e seu calculo, mas queria algo mais... perguntei para uns entendidos, mas as respostas foram tão complexas que, se fosse para buscá-las teria ido numa biblioteca ou feito um curso de eletrônica.

Fórum, no meu entendimento, é tanto para leigos como para entendidos, e esstes devem ensinar aqueles, e não ficar dizendo que, por eles nao terem conhecimento que devem esquecer de projetos um pouco mais ousados.

Como vemos no projeto do Ramsay, aliás, o único que postou um projeto fácil e assimilação para todos, ele nao segue o esquema de calculo de resistores do L-PAD.

Fiz o meu atenuador e estou usando no meu Mesa Boogie Mark 3. Não é um amp de 10000 reais, mas é carinho...

Portanto, como vc está questionando o projeto do Ramsay, eu pediria a gentileza para que vc, numa didática bem simples e de fácil entendimento, nos mostrasse porque o projeto do Ramsay não deve ser usado.
Além de nos dizer como é feito o cálculo no projeto dele para vc chegar a um valor de 180ohms.

Só espero que não haja formulas indecifráveis, ou que essas venhas minunciosamente explicadas, para que nós, leigos em eletronica possamos entender do assunto. Ou indo mais longe, para que nós que não estamos mais familiarizados com a Física possamos entender e trabalhar com o projeto sem danos ao equipo.

Grato

edalko
Veterano
# mai/10
· votar


zefonseca

E mais: no projeto do Ramsay, inserindo as modificações do Airbrake, como poderiam ser feitas?

poderia ser colocada uma chave de 4 posições referente à regulagem de atenuação referente ao curso do resistor variável, substituindo o Mouser 10WA365?

COntudo, como substituir o Mouser de 50W/150ohms? o que daria para usar em seu lugar? já que esse produto aqui é difícil localização?

kosmiktubes
Veterano
# mai/10 · Editado por: kosmiktubes
· votar


edalko

Fala aí edalko. Eu acho que realmente fórum é pra trocar idéias. Eu, como outros aqui, leio fóruns fora do Brasil também, os melhores técnicos do mundo trocam informação numa boa, ensinando, trocando idéias e ajudando a sair música melhor por toda parte ;) - O que importa é a música.

MAS para produzir boa música existe uma certa técnica no meio, existe um pouco de ciência, apesar de que na minha opinião a arte vale 99% no mundo da música. Mesmo assim, é importante divulgar a ciência correta, não é?

Mas vamos lá.

Portanto, como vc está questionando o projeto do Ramsay, eu pediria a gentileza para que vc, numa didática bem simples e de fácil entendimento, nos mostrasse porque o projeto do Ramsay não deve ser usado.


Essa resposta está explicada em detalhes acima, mas em resumo, é o seguinte parágrafo: .... é importante tentar casar ao máximo a impedância, coisa que este projeto de atenuador não faz. Falar em impedância e potência é exatamente a mesma coisa que falar em tensão e corrente. Ligar uma impedância errada é igual ligar um aparelho em voltagem errada, é exatamente a mesma afirmação, usando nome diferente pros parâmetros elétricos.

Além de nos dizer como é feito o cálculo no projeto dele para vc chegar a um valor de 180ohms.


Veja o upgrade sugerido pelo Ramsay:

http://i223.photobucket.com/albums/dd90/Kroydon/RamsayUpgradeesquema.j pg

Na última entrada à esquerda, usando o maior dos valores sugeridos :

AMP ---> 150 R --- > 30 R ---> 25 R || 16 R

Donde ---> significa em série com, o || significa em-paralelo-com e 16 R é a impedância da caixa passiva - substitua pela sua.

25 com 16, em paralelo, use os multiplos pela soma : 25 * 16 / 25+16 = 9.75 OHM

150 + 30 + 9.76 = 189.76 OHMs de impedância apresentados ao amp.

E mais: no projeto do Ramsay, inserindo as modificações do Airbrake, como poderiam ser feitas?


Editado: Use este esquema: http://i.imgur.com/d12Nt.png - Mas não deixe de baixar o arquivo abaixo que contém esse e alguns outros.


Baixe o arquivo Airbreak.ZIP daqui: http://www.speedyshare.com/130845309.html

Tem fotos em alta resolução, é jóia esse ZIP. São raras essas fotos, detalhes da montagem de um Air Brake da Kendrick- baixe o ZIP antes que saia do ar.


Essa construção foi da época em que o Ken Fischer ( http://www.trainwreck.com/ ) terceirizou(ou participou com, não tenho certeza) pro Gerald Weber(Kendrick) a construção do seu atenuador.

Esse projeto foi um sucesso, porque preservava bem o timbre. E por que preservava o timbre? Porque é resistivo(não tem reatância no atenuador, contrário ao Marshall Powerbrake e outros) e porque casava a impedância pras válvulas trabalharem achando que é um falante. Os falantes são uma carga majoritariamente resistiva. Usar resistores é o mais próximo que se chega.


O KF não tinha tempo pra produzir em grande escala, e parece que ele tinha algum problema de saúde, então ele licenciou o circuito pra Dr. Z e assim surgiu o Air Brake.


poderia ser colocada uma chave de 4 posições referente à regulagem de atenuação referente ao curso do resistor variável, substituindo o Mouser 10WA365?


Neste projeto aqui, não no Upgrade, não é? Você poderia ter uma entrada e a cada posição da chave compensar com uma rede resistiva pra dar a impedância certinha. Baixou as fotos do arquivo sugerido? Vai ver que nesse caso você estaria reinventando a roda.

COntudo, como substituir o Mouser de 50W/150ohms? o que daria para usar em seu lugar? já que esse produto aqui é difícil localização?

Monta o Air Brake. Resistores iguais em série dividem a potência. O quebra-cabeças fica aí.

No post em resposta ao Ramsay eu sugerí como testar: http://forum.cifraclub.com.br/forum/10/233924/

"Faz assim, liga a caixa de som na saída e vai colocando o cabo em cada entrada. Mede com multimetro a resistencia entre a cabeça do cabo e o corpo do plug(o terra) em cada um. Tem que dar 8 OHMs em todos."

No caso do Ramsay era 16 OHMs, não 8.

Um abraço.

edalko
Veterano
# mai/10
· votar


zefonseca
Ramsay


Olha só o desenho do esquema:
http://img714.imageshack.us/img714/6648/atenuador.jpg

Segundo o que entendi, e usando os valores totais dos resistores, teriamos que o de 100ohms está ligado em paralelo com o de 25ohms, de modo que: 1/r1 + 1/r2...

Ou seja: 1/100 + 1/25 = 5/100 = 20ohms

Considerando que o falante é de 8ohms e utilizando sua regrinha teríamos:

20*8/20+8 = 5,71ohms finais, que estaria dentro do limite de 30% tolerável.

kosmiktubes
Veterano
# mai/10
· votar


edalko

O falante está em série com os 100 ohm. A corrente dos 100 + falante está em paralelo com os 25.

Então fica assim: AMP ---> (100 OHM ---> FALANTE) || 25 OHM

Pro falante de 8:

100 + 8 = 108 OHM é a parte em série com o falante.
Esses 108 estão em paralelo com o 25

R = 25 * 108 / 25+108 = 2700 / 133 = ~ 20 OHMs - É a impedância que o AMP enxerga nesse exemplo aí que você deu.

Dê uma olhadinha lá no zip que recomendei, é um bom projeto de atenuador.

Um abraço.

Ramsay
Veterano
# mai/10
· votar


zefonseca

Primeiro, vc falou algumas inverdades e as verdades são:

1) Tomo mundo sabe que o amplificador valvulado tem um rendimento acústico superior a um solid state, ou seja em amps com a mesma potência de saída, o valvulado fala mais alto!!

2) Não existem atenuadores de potência (ninquém fabrica) para amps solid state, porque seria o mesmo que chover no molhado.
Atenuadores de potência são feitos exclusivamente para amps valvulados, porque um amp solid state não tem válvulas de saída para serem saturadas, então, num amp solid state, pra se baixar a potência basta abaixar o volume que o som diminui sem perder a qualidade!!

Agora quanto ao circuito vc está certo, tá errado mesmo!!

E isso aconteceu porque o atenuador do tópico foi feito com base no chapeado "attenuatorlayoutfinalco2", ou seja, eu não tinha esse esquema elétrico do Airbrake mostrado no arquivo zipado que vc postou e por ele pude ver que a resistência de 25 ohms está ligada ao jack de saída do amp e não ao de entrada da caixa.

Mas, eu pensei que fosse assim, porque num L-Pad convencional o resistor fica em paralelo com o alto falante e não com a saída do amp, como comprova o link abaixo:
http://amps.zugster.net/articles/attenuation

Mas, como o Airbrake não é um L-Pad convencional, então vc tem razão.

Mas, de toda forma, quando se põe a chave na posição 1 que é a de bedrom level, e se põe o potenciômetro no máximo, fica em série entre a saída do amp e a entrada da caixa uma resistência de 25+150=175 ohms que não difere muito daquela de 180 ohms, só que com o resistor de 25 Ohms em paralelo com a saída do amp o que já serve como carga para o valvulado!!

Eu vou fazer a modificação no meu, mas, segundo o Edalko o som não deve mudar muita coisa, pq ele testou dos 2 modos, mas, o importante é que preserva a saúde do amp!!

Ainda bem que o resistor variável de 100/150 ohms só faz parte do upgrade e não do tópico original!!

Nele eu corrijo em breve!!
Valeu pelo toque, esse esquema elétrico foi mesmo uma mão na roda!!

edalko
Veterano
# mai/10 · Editado por: edalko
· votar


Ramsay
zefonseca

Nao tem como vc fazer um projeto aí, mas usando apenas resistores de potencia variáveis (de barra) ao inves do reostato?

Qual o nome daquela chave de 2 polos e seis posições?

edalko
Veterano
# mai/10
· votar


zefonseca
O falante está em série com os 100 ohm. A corrente dos 100 + falante está em paralelo com os 25.
Então fica assim: AMP ---> (100 OHM ---> FALANTE) || 25 OHM
Pro falante de 8:
100 + 8 = 108 OHM é a parte em série com o falante.
Esses 108 estão em paralelo com o 25
R = 25 * 108 / 25+108 = 2700 / 133 = ~ 20 OHMs - É a impedância que o AMP enxerga nesse exemplo aí que você deu.



Então, se eu reduzir o resistor fixo de 25ohms, para 20ohms, eu terei, segundo seu cálculo:

100+8 = 108ohms em serie com o falante e paralelo com o resistor fixo de 20ohms
assim, no final o amp enxergaria: 16,87ohms.

Mesmo a saída do amp sendo de 8ohms, ele "enxergando" 16ohms no final não há problema.
Haveria problema se exergasse impedancia menor, ou aquela absurda de 180ohms.

Deste modo, meu atenuador está dentro dos conformes, seja com o resistor fixo de 25ohms (o amp enxergando 20ohms) ou com 20ohms (o amp exergando 16,87ohms).

E outra, utilizado em um amp com saída de 16ohms, está praticamente perfeito!

LUCAS531
Veterano
# mai/10
· votar


ZEFONSECA

Olá, meu caro.
Poderia me auxliar? Sou completamente leigo, por isso, talvez, minhas perguntas sejam básicas demais. Mas...
Montei o atenuador para meu amp de 120 W pelo esquema final do Ramsay depois que vcs se entenderam, usando um Resistor Fixo 25R 100W + Resistor Variável 27R 100W + Resistro Variável 100R 100W.

01 - Para saber se está certo o casamento das impedâncias tenho que fazer somente isto?
"Faz assim, liga a caixa de som na saída e vai colocando o cabo em cada entrada. Mede com multimetro a resistencia entre a cabeça do cabo e o corpo do plug(o terra) em cada um. Tem que dar 8 OHMs em todos."

02 - Cabeça do cabo seria o polo positivo do plug P10?

03 - O teste seria na cabeça e corpo do mesmo plug ou do plug de entrada e do de saída?

04 - A Posição das abraçadeiras tanto faz ou tenho que procurar um ponto certo para colocá-las?

Valeu pela força.

Lucas531

diego gr
Veterano
# ago/10
· votar


Parabéns pelo tópico, Ramsay! Excelente

Ramsay
Veterano
# ago/10
· votar


diego gr

Obrigado, e a razão de ser do FCCs é essa mesma, passar e trocar informações e conhecimento e propiciar discussões saudáveis com os colegas do fórum!!

diego gr
Veterano
# ago/10
· votar


Ramsay
Só uma pergunta que te faço...
Mas não fica bravo comigo cara, por favor... kkkkk
Essa tranquera que tu montou funciona legal? Daí eu monto também xD

*tranquera é uma palavra creio eu sulina, de mesmo significado de "bagulho"

Ramsay
Veterano
# ago/10 · Editado por: Ramsay
· votar


diego gr

Claro cara, funciona que é uma beleza!
Com ele eu ponho o volume do amp valvulado em 4 ou 5 e o som fica num nível sonoro que não abafa o acompanhamento de baixo e bateria.
Isso em se tocando num quarto.
Sem ele se eu botar o volume do amp acima de 1 abafa tudo, bateria, baixo, você só escuta a guitarra.
Mas o atenuador só se justifica pra sons distorcidos.
Pra tocar clean basta deixar o volume no 1 mesmo que o som fica legal!!

Mas, pela prática, se eu fosse montar um atualmente, ao invés de montar essa "tranqueira" toda, eu usaria apenas 2 resistores fixos:
Um de 25 ohms/100W em paralelo com a saída do amp e outro de 60 ohms/100W em série com a caixa.
É só esse ajuste que eu tenho usado ultimamente e isso com as 4 válvulas EL34 de saída ligadas e despejando 100W.

O meu amp, tem uma chave atrás que desliga 2 das 4 EL34 reduzindo a potência de 100 para 50W. Mas, com o atenuador eu tenho mantido as 4 válvulas fritando, porque com elas o headroom fica incrível!!
O único senão do atenuador é uma certa perda de sustain, mas que pode ser parcialmente compensado pelo aumento no ganho da distorção.

kosmiktubes
Veterano
# ago/10
· votar


LUCAS531

Amigo, me desculpe a resposta 3 meses depois, realmente passou batido. Este forum podia adicionar uma função que envia um email havendo citação, ajuda para quem está sempre na correria.

01 - Isso. Retire o plug que liga o amp às caixas. A resistência que você pegar no plug é exatamente a impedância o que o amp vai "enxergar".

02 - Cabeça do cabo seria o polo positivo do plug P10?

Isso.

03 - O teste seria na cabeça e corpo do mesmo plug ou do plug de entrada e do de saída?

De um lado do cabo tens as caixas de som e o atenuador, certo? Do outro, o plug que vai no amp. Nesse plug meça a resistência entre o corpo dele e a cabeça. Se a impedância das caixas for 2 ou 4 ohm, essa medida vai estar um pouco deturpada. Mas pra 8 ohm aproxima bem(deve dar entre 6 e 10 ohm).

04 - A Posição das abraçadeiras tanto faz ou tenho que procurar um ponto certo para colocá-las?

A posição delas determina a resistência daquele "tap" para a extremidade. O ajuste aí é essencial pra impedância casar corretamente.

Ramsay
Veterano
# ago/10 · Editado por: Ramsay
· votar


zefonseca

Você é o cara!! entende das coisas!!
Há meses eu não visito o tópico e não tinha reparado nessas dúvidas do Lucas531.

Aliás, há essa altura, ele já deve ou não ter montado o atenuador de potência.

Mas, é justamente esse descasamento de impedância que o atenuador do tópico provoca que dá uma certa perda de sustain no som!!

Mas, o importante para um amp valvulado não dar pane é ter sempre alguma carga ligada nele, certo?

Os atenuadores resistivos tradicionais utilizam resistores de baixo valor, pra casar a impedância corretamente entre o amp e a caixa.
Mas esse tipo de atenuador tem 2 problemas:
1) A combinação resistiva de baixo valor, não raro, torra o trafo de saída e danifica as válvulas de potência, pois a alta demanda de corrente provocada pelos resistores de baixo valor é constante, ao contrário do que aconteceria se só o(s) alto-falante(s) estivessem ligado(s) na saída do amp.
2) Eles só servem ou pra 4 ou 8 ou 16 ohms.

Eu nunca construí e nem testei nenhum desses atenuadores tradicionais com resistores de baixo valor ohmico e então não sei o quanto ou se eles pioram o som.

Mas, o atenuador do tópico que é baseado no Airbrake, por utilizar resistores de alto valor ohmico, de certa forma, preserva a saúde do amp valvulado, mesmo no caso da queima do alto-falante!

banhaz
Veterano
# out/10
· votar


NOSSA! EXCELENTE TÓPICO
Parabéns Ramsay, vc quebrou o galho de muita gente aqui que tem amp valvulado potente mas em casa fica usando vst (vergonhoso né!)
quando puder vou dar uma estudada nesses assuntos aí pra entender e fazer esse troço!
pq comprar o hot plate é meio foda - e mil pau tá muito errado, um produto desse tipo não pode custar isso, e mesmo nos eua já tá carinho....
valeu mesmo

Ramsay
Veterano
# out/10 · Editado por: Ramsay
· votar


banhaz

Valeu, mas o esquema tinha um erro, e por isso eu desativei a imagem.
Ando meio sem tempo, mas, em breve, eu traço num papel o esquema de montagem correto do atenuador, escaneio e posto aqui.

O Esquema da versão de upgrade do link abaixo está correto, mas, sai mais caro, porque usa três resistores ao invés de dois.

Tópico:
http://forum.cifraclub.com.br/forum/10/233924/

Esquema de montagem corrigido:
http://i223.photobucket.com/albums/dd90/Kroydon/AtenuadorUpgradeesquem a.jpg

Jandira
Veterano
# out/11
· votar


Ramsay
zefonseca

Tive que ressucitar o tópico pois tive a mesma dúvida do edalko:
Se eu trocasse esse resistor fixo de 25r por um de 20r para falantes de 16 Ohms ou um resistor fixo de 10r para falantes de 8 Ohms.

O Resistor variável será de 150r ou 200r.

Fazendo a conta, levando-se em conta com falante de 16r e um resistor fixo de 20r:

(150r + 16r) * 20r / 150r + 16r + 20r = 17,84 Ohms

(200r + 16r) * 20r / 200r + 16r + 20r = 18,30 Ohms

Fazendo a conta, levando-se em conta com falante de 8r e um resistor fixo de 10r:

(150r + 8r) * 10r / 150r + 8r + 10r = 9,40 Ohms

(200r + 8r) * 10r / 200r + 8r + 10r = 9,54 Ohms

Conclusão e Plantão Tira-Dúvidas abaixo...
Poderia trocar o resistor fixo original de 25r por um variável de 20r?

Poderia colocar uma presilha em 10r neste resistor e colocaria uma chave que faria a troca 20r para 10r, assim teria configurações de 8 e 16 Ohms?

Pode existir algum problema de variação nesses resistores durante o uso de forma que essa quantidade de Ohms diminua a ponto de ir abaixo do limite (16 e 8 Ohms)?

Ramsay
Veterano
# out/11
· votar


Jandira

- Independente de cálculos esse atenuador funciona indistintamente com 4, 8 ou 16 ohms.

- O resistor de 25r tem que ser fixo e só nesse valor, para se obedecer ao projeto original do Airbrake da Dr. Z.

- 200 ohms é exagero!!
Com 150 ohms em série, o som de tão atenuado já fica bem ruim.

O ideal é que o resistor em série tenha 120 ohms e tenha no mínimo 3 braçadeiras ajustáveis.

Jandira
Veterano
# out/11 · Editado por: Jandira
· votar


Ramsay

O Motivo da troca do resistor fixo é tentar chegar a impedância mais próxima da impedância de saída do amp, entende?

Nas suas contas com o resistor fixo de 25r e um variável de 150r ou de 120r:

Falante de 4r:
(150r + 4r) * 25r / 150r + 4r + 25r = 21,50 Ohms
(120r + 4r) * 25r / 120r + 4r + 25r = 20,80 Ohms

Falante de 8r:
(150r + 8r) * 25r / 150r + 8r + 25r = 21,58 Ohms
(120r + 8r) * 25r / 120r + 8r + 25r = 19,63 Ohms

Falante de 16r:
(150r + 16r) * 25r / 150r + 16r + 25r = 21,72 Ohms
(120r + 16r) * 25r / 120r + 16r + 25r = 21,11 Ohms

Po, eu tô botando 20 Ohms numa saída de 4 Ohms, 5 vezes o valor original, isso pelo que eu li no tópico não é muito bom, degrada o som e dependendo da quantidade de Ohms pode dar algum problema no ampli por conta da mudança da voltagem.

Vamos dizer que eu gostaria de otimizar essas impedâncias que deveriam estar perfeitamente casadas, independente do projeto original, a quais riscos eu estaria me expondo trocando o resistor fixo de 25r por um variável de 20r?

Quanto ao resistor variável de 200r, não irei utilizar, acho que vou de 150r ou 120r como você aconselhou.

EDIT: Esqueci de responder tudo.. heheh

Jandira
Veterano
# out/11 · Editado por: Jandira
· votar


Ramsay
Calculei aqui novamente e percebi uma coisa:

Se eu usar somente 60r do resistor variável de 120r, com o resistor fixo de 20r e com falantes de 16r, vou acabar tendo problemas por impedância baixa:

(60r + 16r) * 20r / 60r + 16r + 20r = 15,83 Ohms...

Agora eu entendi o porquê dessa 'gordurinha' no resistor fixo... Bom não muda meu pensamento de trocar o resistor fixo por um variável de 25r, para casar com falantes de diferentes impedâncias.

E aí Ramsay o que você me diz?

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Construíndo um Atenuador de Potência - Tutorial