Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Problema emocional, pessoal e de setup! (Quero parar de tocar)

      Autor Mensagem
      storrecilha
      Veterano
      # 08/ago/17 21:22 · Editado por: storrecilha
      · votar


      Estava pesquisando sobre um teclado recente e esse post me chamou a atenção.
      Depois de perceber que os comentários expressam o mesmo sentimento eu percebi que o que o mercado de musica ao vivo tem passado nos últimos anos foi o mesmo que o mercado de fotografia passou alguns anos atrás.
      Eu não sou um profissional nem na música nem na fotografia, mas já fiz freelance nas duas áreas.
      Até o início da revolução digital, quando as máquinas de filme se tornaram obsoletas para o público geral, um fotógrafo profissional atuava nos editoriais de moda, aventura, viagens ou no fotojornalismo. Fotógrafo de casamento era bico, freela, até mau visto entre os pros.
      Após a disseminação da imagem digital, qualquer cidadão com um celular tira uma foto do furo na hora e já compartilha na internet.
      Os editoriais continuam o sonho de todo fotografo profissional, mas os casamento se tornaram o verdadeiro ganha-pão, por que o noivos pagam pela qualidade.
      Comparando diretamente os dois movimentos, hoje, as festinhas de aniversário, batizado, 15 anos, até formaturas, para fotógrafos são como os pubs, bares, butecos para os músicos.
      Eu penso que o melhor nicho de trabalho, para músicos e fotógrafos, são os casamentos.
      Enfim, há anos não postava no forum, mas achei que deveria compartilhar.

      Ismah
      Veterano
      # 09/ago/17 02:47
      · votar


      A fotografia não perdeu espaço, perdeu valor, que um dia pode voltar ou não... Tirar foto com o celular é fácil, tirar uma foto boa numa noitada de cliques é outra... Acompanho via rede social, o trabalho de uma belga de quase 100 anos, que fotografa com o iPhone, a mulher põe inveja em muita gente com 4 câmeras no pescoço... Segundo ela "comecei fotografando com menos que isso, é bobagem ficar escolhendo milhares de configurações, aponte a câmera quando ficar bom clique na tela ", a única coisa que eu consegui fazer foi arregalar os olhos e me sentir um bosta...

      Fumar, ter uma bengala e usar chapéus eram hábitos de extremos finesse no passado, hoje fumar é feio, bengala é coisa de velho, e chapéu é no máximo um boné... Homens de barba era uma tendência do século retrasado, que voltou a tona...

      Estava pensando a pouco sobre a volta do podcast... Sei de alguns vários canais do U2B, que tem lançado vídeos ao vivo, e o áudio dessa gravação como podcast... Não é estatística, mas tirando as transmissões de rádio amador, a última vez que lembro ter uma menção a popularidade do podcast, foi na segunda guerra, e lá se vão 50 e tantos anos...
      Será que é porque celular é algo muito visado pra roubo, e o áudio, pode ser ouvido com o celular na mochila? É uma hipótese!

      waltercruz

      Muito bom o texto... É uma triste realidade que em vários lugares tá acontecendo... Tem gente enchendo o saco porque aqui no interior, é hábito secular tocar o sino da capela, o número de vezes correspondente a hora (de 1 a 12), as 6, as 11:30, e as 18... Quando há missa (2hs antes, 1hs, quando começa), ou quando falece alguém...

      Porto Alegre alguns campanários com carrilhões estão silenciados... Mecanismos de relógio absurdamente caros, e complexos feitos em forjas e martelada ainda... A noite está fadada ao fim...

      Canadá, até as 23hs tu compra bebida e pode circular com ela pela rua... Depois é fim...

      Alemanha no máximo até a uma hora... Pode ver que os grandes festivais migraram para o interior, e segue os moldes de escoteiros...

      Dinamarca, Finlândia até as 23 horas, no inverno nem sempre até as 21 (ok, tem motivos para isso)... E assim vai indo... Voltamos aos tempos medievais dos matinês, quando todos estão em sono profundo até as duas...

      Buja
      Veterano
      # 09/ago/17 10:34
      · votar


      Ismah
      Essa vida 24hrs por dia, naturalmente nao foi feita pra nenhum ser vivo.
      É por isso que as mentes ativas assim estão indo a falencia. Vai caindo mesmo. Chega uma hora que nao da pra virar madrugadas e estar aceso no dia seguinte.

      Ja pra realidade de quem trabalha a noite, a coisa é diferente. O taxista, uber, donos de bares, musicos, e todos que ralam no turno da noite, precisam descansar uma hora, e essa hora é durante parte do periodo diurno.

      Ja a galera que vira madrugada curtindo, vai descansar que horas? Durante o expediente? Perder emprego, ser improdutivo? Alguns meses (ora periodo universitario) até rola. Depois, vai virando galinha mesmo.

      Por isso, acho que a capital melhor pra isso é sampa mesmo.
      La tem congestionamento as 3 da matina. Todo dia.
      É uma loucura de cidade. Um inferno pro amante da paz e silencio.
      Um paraiso pra quem rala de noite e quem busca a night.
      Tem opcao pra todo mundo. E eu gosto disso. Faz mais sentido pra uma metropole.

      Ismah
      Veterano
      # 09/ago/17 13:25
      · votar


      Um paraiso pra quem rala de noite e quem busca a night.

      Descobri porque gosto tanto dessa cidade kkk

      jorget
      Membro Novato
      # 10/ago/17 01:10
      · votar


      Buja
      Por isso, acho que a capital melhor pra isso é sampa mesmo.

      Tá de brincadeira!!!!
      Essa cidade é um inferno
      Violência pura. Só perde pro RJ
      É querer morrer antes de chegar à tal night, tocar ou ouvir
      Olhe aí, foi hoje:

      Banda de rock é assaltada a caminho de show beneficente e perde R$ 70 mil em equipamentos
      http://noticias.r7.com/sao-paulo/banda-de-rock-e-assaltada-a-caminho-d e-show-beneficente-e-perde-r-70-mil-em-equipamentos-09082017

      makumbator
      Veterano
      # 10/ago/17 03:27 · Editado por: makumbator
      · votar


      jorget
      Essa cidade é um inferno
      Violência pura. Só perde pro RJ


      Tecnicamente as duas não são nem de longe as mais violentas do Brasil, e até onde me lembro, Ambas perdem para cidades como Recife, Fortaleza, natal, Grande Vitória e outros infernos nacionais.

      Ismah
      Veterano
      # 10/ago/17 03:28
      · votar


      jorget

      "eles fazem shows em CEUS de comunidades carentes e, após as apresentações, promovem palestras que falam sobre a profissão do músico."

      Sim, sentaram na "porta" do bandido...

      Mas se eles tem um pingo de juízo, fizeram seguro disso antes de querer subir o morro...

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 10/ago/17 09:50
      · votar


      SP e RJ podem não ter as maiores taxas de homicídios do Brasil e porisso não serem consideradas as mais violentas, porém, dá uma olhada nos índices dos outros crimes. SP e RJ são as piores do Brasil SIM! Quem vive lá já manja como é o modus operandi, então sabe como se precaver... eu mesmo que sou do "interior" paulista tenho minhas precauções e ando ligeiro com o movimento. Mesmo assim, eventualmente ocorre um assaltozinho aqui, um carro furtado acolá... O povo aqui anda até com o dinheiro e celular do ladrão já separado pra quando acontecer rsrsrs

      Observação interessante:
      Aqui na minha cidade, homicídio é algo que costuma ocorrer mais na quebrada, porém, ocorre mais com gente ruim, digamos assim. Gente que tá sempre na biqueira, que rouba carro, estepe, avião, olheiro, etc... Gente 'normal" quase não morre por alí. Carro roubado quase nunca acontece na quebrada, é sempre no centro e em uns outros becos específicos e manjados pra todo mundo. Assalto a residência é em bairro de classe média afastado do centro. Assalto na rua é no centro.
      Por aqui, homicídio, latrocínio, estupro, etc não é tão comum (proporcionalmente). Nem por isso podemos dizer que a cidade é segura, aqui rola bastante assalto/roubo.

      Outras observações:
      A taxa de homicídios intencionais por arma de fogo a cada 100k habitantes, segundo o mapa da violência de 2016, é até um pouco baixo em SP, no RJ é quase o triplo, e no Alagoas é mais que o dobro do RJ. E nessa estatística bem tá entrando os homicídios por "peixeira" da vida.

      Buja
      Veterano
      # 10/ago/17 10:02
      · votar


      acabaramosnicks
      O povo aqui anda até com o dinheiro e celular do ladrão já separado pra quando acontecer rsrsrs


      Infelizmente tambem faço isso. Nao compro celular novo mais porque to cansado de ser assaltado. Tenho 3 celulares, todos antigos e com tela quebrada, cada um pra uma finalidade, e qualquer um deles, é pro ladrao levar. Infelizmente.
      E nem moro em BH propriamente dito. Moro na cidade no entorno. Mas a taxa de roubo, assalto, a mao armada, aqui é alta.
      Normalmente vejo um assalto a carro por semana (vejo pessoalmente).
      E não, não moro na região de maior criminalidade. Moro em bairro comum, residencial, predio comum da mrv, com pessoas que pagam aluguel de meio salario, e tem um carro popular e no maximo uma moto fan 125. Nada demais.

      Pé de chinelo
      Veterano
      # 10/ago/17 10:31
      · votar


      Rick Santos

      Desde 2015 eu recusei uns 5 convites pra banda e projetos musicais, eu meio que tive um burnout em relação à ensaios, conciliação de agendas, stress constante de ser assaltado ao carregar equipamentos por aí, alto custo financeiro e de tempo etc. Nessas condições a satisfação vai embora e a sensação é de que estou fazendo por obrigação, pra cumprir tabela e ganhar muito pouco, nada ou até perder tempo e dinheiro.

      Nesses últimos dois anos eu me concentrei em dar aulas e fazer gravações no meu humilde home studio e acho que está muito melhor assim, se um dia eu tiver uma boa oportunidade de gigs ou a situação do Brasil mudar e tivermos mais segurança e uma economia mais forte com mais poder de compra talvez eu volte, atualmente é improvável.

      Hoje de manhã vi essa notícia de uma banda em SP que teve carros e equipamentos roubados, é complicado.

      http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/08/imagens-mostram-assalto- integrantes-de-banda-de-rock-em-sp.html

      Buja
      Veterano
      # 10/ago/17 11:50
      · votar


      Pé de chinelo
      Nessa reportagem cita um musico chamado Og Nobrega. Achei na hora que se tratava do ogner daqui do forum. Acho improvavel, tomara que nao seja. Mas mesmo nao sendo daqui do forum, é musico, ganha a vida ralando muito, é revoltante bicho

      strinbergshredder
      Veterano
      # 10/ago/17 11:54
      · votar


      Buja
      Acredito que não seja ele não velhão. Salvo engano o nome dele é Ógner Gonzaklez...

      Mas uma coisa é verdade, revoltante é!

      Buja
      Veterano
      # 10/ago/17 12:00
      · votar


      strinbergshredder
      E na reportagem ainda diz que o certo PM se negou a fazer a varredura no bairro, por causa da troca de turno. Na delegacia, as vitimas poderiam ter 'denunciado' eles. Ja ralei na pm e digo. Isso nao da em nada. Denunciar pm na delegacia é igual colocar curriculo em portaria terceirizada de empresa grande. Nunca chega no RH. Isso nunca chega no batalhao, e se chega, na mao do comandante da tropa é que nao passa. A vitima nao quis foi perder tempo com essa bobagem. O pm sairia ileso no fim das contas mesmo.

      Pior é que nao se acha o equipamento, nem o veiculo tomado de assalto. Isso é revoltante, isso é triste. Denunciar pm nao ajudaria a vitima em nada nesse respeito.

      jorget
      Membro Novato
      # 10/ago/17 19:10 · Editado por: jorget
      · votar


      makumbator
      Tecnicamente as duas não são nem de longe as mais violentas do Brasil, e até onde me lembro, Ambas perdem para cidades como Recife, Fortaleza, natal, Grande Vitória e outros infernos nacionais.

      http://g1.globo.com/bahia/noticia/carro-roubado-com-instrumentos-de-ba nda-e-encontrado-na-bahia.ghtml

      Pro azar do pessoal deste forum, somos os mais visados pois teclados de longe, muito longe mesmo, é o equipamento mais caro.

      Sair pra tocar a noite com um teclado, nos dias de hoje, é coisa de doido (vale mais que uma moto e ate as vezes mais caro que um carro usado)

      jorget
      Membro Novato
      # ontem às 20:33
      · votar


      E "pra variar um pouco", mais uma banda tem seus instrumentos roubados:

      Banda dos Seguranças do Metrô de SP tem prejuízo de R$ 40 mil após furto de instrumentos.

      Instrumentos da Banda dos Seguranças do Metrô de São Paulo foram furtados na madrugada desta segunda-feira (15). Mais de 20 instrumentos e objetos sumiram da sala na Estação Brás. O prejuízo foi em torno de R$ 40 mil, de acordo com um dos integrantes do grupo.....continua

      https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/08/15/band a-dos-segurancas-do-metro-de-sp-tem-prejuizo-de-r-40-mil-apos-furto-de -instrumentos.htm

      Pé de chinelo
      Veterano
      # há 14 horas
      · votar


      Acharam alguns equipamentos da banda do metrô de SP:

      http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/policia-prende-tres-suspeitos-e- recupera-instrumentos-furtados-da-banda-dos-segurancas-do-metro.ghtml

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Problema emocional, pessoal e de setup! (Quero parar de tocar)

      302.990 tópicos 7.841.731 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital