Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      【FIXO】 Batida no Violão - Tópico Central

      Autor Mensagem
      kiki
      Moderador
      # mar/08 · Editado por: kiki


      Batida no Violão - Tópico Central

      Leiam os 9 primeiros posts completos, eles formam um conjunto.
      Se estiver com preguiça, leiam pelo menos os 3 primeiros posts.

      Atenção: este tópico NÃO serve pra pedir "qual é a batida da musica tal".

      A dica aqui é justamente "aprenda a fazer a sua batida". Treine o ouvido, tire voce mesmo, improvise.

      =============================================

      Batida e ritmo é um tema que sempre aparece.

      E é uma coisa mais difícil de transmitir por escrito do que a formação dos acordes. Eu mesmo cansei de repetir as mesmas dicas em diversos tópicos.
      Resolvi organizar o que eu sei e o que eu encontrei esparso em diversos tópicos, de um modo um pouco mais didático do que os métodos usados, como "cima cima baixo baixo", "peteleco", "batida de rock". A idéia é ajudar as pessoas que estão começando a tocar por conta própria.

      Não sou nenhum profissional, na verdade estudei muito pouco. Aprendi mais na prática, com ajuda de amigos. Vou relatar da maneira que eu aprendi, podendo inclusive haver erros no que eu digo.

      Peço que outras pessoas contribuam com correções, complementos, etc. Neste tópico, pra evitar a criação de infinitos tópicos, deixando as informações esparramadas.

      kiki
      Moderador
      # mar/08 · Editado por: kiki
      · votar


      A primeira dica que eu sempre dou a qualquer um que ta começando: veja outra pessoa fazendo.
      Pode ser um amigo que já saiba tocar, pode ser um dvd do show do artista que você curte. Pra aprender batida é muito bom ver outras pessoas fazendo, e ficar de olho como cada um movimenta a mão.

      Segunda dica: ouça a música.
      Pra aprender o ritmo de uma música, ouça ela varias vezes, tentando acompanhar com o violão, ou batucando. Não existe um meio eficiente de se transcrever uma batida, o melhor mesmo é pegar de ouvido. E ouvido é treino.

      Não é necessário fazer exatamente a batida que se faz na musica, na musica popular a batida permite improvisações. Contanto que se mantenham as mudanças dos acordes, é possível alterar o ritmo e a velocidade da musica livremente.
      Inclusive é muito conveniente alterar a batida e a velocidade com finalidades didáticas.
      Além disso, cada um pode fazer sua própria versão da música, criar seu arranjo.

      Acho que quem quer ser auto-didata tem
      que ser naturalmente curioso, experimentar coisas
      diferentes, testar tocar de jeitos diferentes, e ver o
      que soa melhor.

      kiki
      Moderador
      # mar/08 · Editado por: kiki
      · votar


      Existem basicamente três maneiras de se tocar as cordas:
      1 - Batida: "bater" todas as cordas com os dedos (uma explicação mais completa virá mais adiante). Também pode ser feito com palheta. O mais utilizado em música pop/rock;
      2 - Dedilhado/Batida (ou puxada): tocando cada corda com um dedo (mas não as seis cordas, a não ser que você seja polidáctilo), mas todos ou quase todos simultaneamente (às vezes o polegar se destaca como bordão). Muito utilizado em Bossa Nova, MPB;
      3 – Dedilhado: tocar cada corda com um dedo, com pouca sobreposição entre as notas. Ou seja, sem tocar varias cordas ao mesmo tempo. É o que se chama de arpejo em música erudita, que é onde é mais utilizado;
      Lembrando que não há uma relação direta entre estas técnicas e os estilos citados como exemplo. Assim como também não há uma separação tão nítida entre as técnicas, sendo perfeitamente possível misturá-las.

      kiki
      Moderador
      # mar/08 · Editado por: kiki
      · votar




      No vídeo toquei a mesma música (Asa Branca, do Luiz Gonzaga) usando uma técnica de cada vez. A intenção é mostrar como uma mesma música pode ser tocada de diversas maneiras diferentes.
      - Primeiro, passei apenas o polegar por todas as cordas nos tempos fortes (1 e 3), onde geralmente ocorrem as mudanças de acorde.
      - Depois, com uma batida simples (P I T I P I T I).
      - Em seguida, um Dedilhado/Batida (P / IMA / P / IMA).
      - Depois um Dedilhado (P / I / A / M).
      - Por fim, uma batida feita de improviso.

      Quem não entendeu nada essas letras nos parênteses, leia a explicação lá embaixo.

      Eu acho essa música muito didática pra quem tá aprendendo, pois, além de ser um clássico de um dos grandes mestres da música brasileira, usa acordes simples e sem pestana.

      Acordes da música:

      / E / A / E B7 / E / E7 / A / B7 / E /

      E 022100
      A 002220
      B7 021202
      E7 020100

      Cifra: Asa Branca - Luiz Gonzaga

      kiki
      Moderador
      # mar/08 · Editado por: kiki
      · votar


      Tempo
      Uma coisa que é importante é contar os tempos. Ainda que as musicas possam ter qualquer tipo de contagem de tempo, a grande maioria das musicas que conhecemos são em 4 tempos, e eventualmente em 3, que são ritmos que apreendemos facilmente. Também são comuns 2, 6, 12, que nada mais são que múltiplos e/ou divisores daqueles mesmos. Musicas experimentais rítmicas utilizam números impares e primos, como 11 e 13, o que tornam o ritmo da música difícil de apreender.

      Vamos nos ater aqui ao tempo 4, que é o mais utilizado. Entendendo sua lógica, fica fácil aprender os demais. O primeiro passo é contar:

      1, 2, 3, 4

      Ao ouvir uma música, conte junto.

      O tempo 1 costuma ser mais forte, e o 3 "semiforte", marcado mas não tanto. Ouvindo uma musica de rock, quem marca estes tempos fortes é o bumbo da bateria, aquele som grave (tum). Ás vezes o tempo forte é deslocado, alterando também a mudança do acorde.

      Pra contagem das batidas, eu costumo contar cada tempo com um "e" no meio:

      1 e 2 e 3 e 4 e 1 e 2...

      com um "e" depois do 4, pra voltar pro um. É como se contássemos 8, onde cada "e" é um meio-tempo.

      Violonistas têm o costume de bater o pé enquanto tocam. É um meio de marcar o ritmo enquanto tocam, e depois acaba virando uma mania.

      kiki
      Moderador
      # mar/08 · Editado por: kiki
      · votar


      Batida
      Pra começar, é legal aprender uma batida bem simples, comportada. Com o tempo a gente se desprende destas regras, e passa a fazer a batida como da vontade.
      Pra uma batida simples, utilizamos três modos de tocar as cordas:
      - Polegar: passando a "barriga" do dedão (o lado de dentro da ponta do dedo), de cima pra baixo.
      - Indicador: passando a "barriga" do indicador, de baixo pra cima.
      - Todos: passando as unhas de todos os dedos, exceto o polegar, de cima pra baixo. Na verdade não é bem passar. É mais como de estivesse com a mão fechada e abrisse os dedos.

      Pras batidas simples usadas aqui, será definido que os toques para baixo serão nos tempos (números) e os toques para cima serão nos meios-tempos ("e"). Mesmo quando algum tempo não é tocado, é interessante a mão manter o movimento de balanço para cima e para baixo.
      Há quem faça este movimento apenas com a mão, mantendo o pulso estático. Pra outros, a mão toda faz o movimento para cima e para baixo, movimentando o pulso, e às vezes até o braço.

      Batida utilizada no vídeo:

      1 e 2 e 3 e 4 e
      P I T I P I T I

      Lembre-se de repetir diversas vezes esse padrão.
      Essa batida é didática, mas muito monótona, pois ocupa todos os espaços. O ritmo se faz com cheios e vazios.

      Uma batida mais interessante, e mais útil:

      1 e 2 e 3 e 4 e
      P T I I T

      Com uma batida dessa e os principais acordes maiores e menores você toca uma infinidade de músicas pop, como Legião, Paralamas, Capital Inicial, Skank...
      Por mais que não fique idêntico, fica "tocável" e "cantável", já dá pra horas de rodinha de violão.

      Depois vá fazendo variações. A partir daquele padrão inicial, basta ir omitindo alguns tempos, que você vai criando padrões rítmicos diferentes.

      Pra tocar batida com palheta (o que é mais recomendável para violões aço), basta pensar apenas em "para baixo" e "para cima".
      Fica mais simples ainda:

      1 e 2 e 3 e 4 e
      B B C C B




      kiki
      Moderador
      # mar/08 · Editado por: kiki
      · votar


      Dedilhado/Batida
      ou levada, ou puxada

      Esta técnica e o Dedilhado utilizam a corda pinçada, ou seja, os dedos não "passam" pelas cordas como na batida, mas "puxam" apenas uma corda por vez.

      Bem simplificadamente, há duas maneiras de usar a mão:
      - Polegar: para os bordões. Os sons graves, as "cabeças" dos acordes. Geralmente nas três ultimas cordas (que por isso são chamadas bordões também).
      - Indicador/Médio/Anelar: os outros três dedos tocam três cordas, que podem ser as três primeiras (chamas primas), ou a 2ª, 3ª e 4ª cordas. Eventualmente tocam a 3ª, 4ª e 5ª, afinal não é necessário se ater às regras, mas é menos usual.

      Geralmente os desenhos de acordes existentes nas revistinhas e nos sites indicam quais cordas são mais recomendadas para se dedilhar desta maneira, através de umas bolinhas na pestana do braço desenhado.

      Esta técnica é praticamente irreprodutível com palheta.

      Batida utilizada no vídeo:

      1 e 2 e 3 e 4 e
      P P P P
      I I I I
      M M M M
      A A A A

      Preste atenção ao modo como eu montei o desenho, os tempos estão alinhados na vertical. Ou seja, o P está nos tempos com número, e o IMA está no tempo "e".
      Essa batida também é bem básica, e como a outra, é bem monótona. A partir dela, faça diversas variações:

      1 e 2 e 3 e 4 e
      P P
      I I I I
      M M M M
      A A A A

      1 e 2 e 3 e 4 e
      P P P P
      I I I I
      M M M M
      A A A A

      É interessante treinar esta técnica com acordes cujos bordões variem de corda (por exemplos G, C e D), pra treinar o movimento do polegar.



      Também é possível também separar o movimento dos dedos indicador, médio e anular, o que nos leva ao...

      kiki
      Moderador
      # mar/08 · Editado por: kiki
      · votar


      Dedilhado
      Esta técnica também utiliza a corda pinçada, onde os dedos "puxam" apenas uma corda por vez.

      O que eu vou passar, aqui bem resumidamente, é um dedilhado popular. Nem vou chegar perto de um dedilhado erudito, pois não entendo quase nada disso e não quero cometer nenhum crime aqui. A explicação aqui é apenas um desenvolvimento da técnica anterior.

      Dedilhado utilizada no vídeo:

      1 e 2 e 3 e 4 e
      P P
      I I
      M M
      A A

      Esse já não é tão monótono. É que eu fiquei entediado.
      Talvez algo mais simples fosse assim:

      1 e 2 e 3 e 4 e ou 1 e 2 e 3 e 4 e
      P P P P
      I I I I
      M M M M
      A A A A

      Pra quem acompanhou desde o começo, já deu pra entender a lógica. Aprendendo um desses, depois é só ficar alternando os tempos. E treinando com acordes variados, que use cordas diferentes.
      Mas não se engane: Apesar da lógica ser a mesma, cada variação de dedos é um novo treino. É necessário praticar todas as combinações possíveis!

      Dá pra fazer coisas semelhantes com a palheta, mas acaba saindo um pouco diferente. Com a palheta não há uma marcação tão evidente dos bordões, e também é mais difícil tocar cordas simultâneas.
      Uma técnica de guitarra que se assemelha ao dedilhado é o "Chicken Picking", que é uma mistura de palhetada e dedilhado, muito utilizado em country.



      kiki
      Moderador
      # mar/08 · Editado por: kiki
      · votar


      Abafamentos
      É um recurso que ajudam a dar ritmo no violão, principalmente em violão solo ou violão e voz. O abafamento é o toque das cordas sem deixar que soe nenhuma nota, ele é apenas rítmico.

      Existem basicamente dois tipos de abafamento:
      - no acorde: é o abafamento na mão da escala. Enquanto faz a batida, você dá uma folgada no acorde, mantendo a mão nas cordas. Eventualmente segura as outras cordas, se estiverem soltas. Essa técnica é muito usada em guitarra, cuja distorção acentua as "rasgadas" da batida.
      - na batida: abafamento na mão que faz a batida. O mais tradicional é a "batidinha" nas cordas, com a mão meio fechada. Mas pode ser feito de outras maneiras. É usado tambem no baixo, com a ponta do dedo batendo na corda.

      Existe um outro tipo de abafamento que é mais usado na guitarra, chamado palm muting, onde se abafa as cordas perto da ponte, com a palma da mão que palheta.

      Há diversas variações e combinações possíveis de abafamento. Esse tipo de técnica é feito muito no improviso, e é até difícil ficar descrevendo ou explicando demais. Por isso acho que o vídeo ajuda a entender.



      É isso, acabou o que eu havia preparado. Espero que seja útil praqueles que estão começando como eu comecei, "na raça".
      Agradecimentos ao Bog, que deu uma ajuda. Inclusive peguei emprestado uma frase dele aqui.

      Bog
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      Cara, ficou bem simples mas legal, os videozinhos devem ajudar bastante a acabar de vez com as dúzias de tópicos que sempre aparecem com o velho "como faz batida". Parabéns pelo esforço.

      Denis_the_jedi
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      ow...bom os video rapaiz x)


      ateh baxei =x hauahuahauha

      vlw as explicação ae =o

      may the force be with you x)

      LeandroP
      Moderador
      # mar/08
      · votar


      kiki

      Muito legal mesmo. Parabéns!

      Pardal
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      kiki

      E depois o mestre sou eu...

      Parabéns pelo tópico!! Estávamos precisando de um desses. Up!!

      Eu conhecia dedilhado/batida como "puxada", quando você toca mais de uma nota de cada vez mas apenas uma corda por dedo, dispondo assim a mão a um dedilhado que não acontece.

      Só acrescentar:

      Uma das outras formas de fazer abafgamentos ocorre no repertório de música clássica também (sim, nós também abafamos). Mesmo nas primeiras músicas que se aprende, é bom começar a praticar o não deixar sobrar notas.

      Na música erudita, as notas são todas bem pensadas pelo compositor. Tudo é pensado, até a duração. Isso também acontece na música popular. Na música dedilhada, porém, às vezes é tocada uma nota em corda solta. Essa corda continuará a soar, se não for abafada. Em geral, usa-se um dedo livre que abafe aquela corda somente, e pode ser da mão direita (mais comum) ou esquerda (também vale). Assim, a nota durará exatamente o mesmo tanto que o compositor queria que durasse. Isso porque certos silêncios podem ser muito importantes.

      Abafamos certas notas para que não durem mais do que queremos por vários motivos. Dentre eles: estabelecer um ostinato rítmico dentro de uma voz, seja da melodia, seja do acompanhamento.

      Traduzindo do grego, é como se houvessem várias melodias sendo tocadas ao mesmo tempo no violão, mas em geral, temos uma como principal. Para facilitar a identificação da mesma, simplificamos as outras, damos-lhes menor volume, etc... Uma forma de simplificar é diminuir a criatividade com que criamos a melodia. Assim, adotamos para aquela melodia não-principal alguma coisa que a caracterize como simples, fácil de assimilar.

      Uma destas formas é fazer com que, em si mesma, tenha um ritmo mais lento e/ou mais repetitivo. Também podemos colocar várias "respirações" ou pausas para que ela não seja tão fluente como a melodia principal. E é aí que a abafada entra: abafamos aquela voz sem abafar a principal, e para isso às vezes só abafamos uma corda.

      Isso ajuda a criar na música certa clareza entre o que é acompanhamento e o que é melodia. E também pode-se brincar bastante com isso, pois podemos introduzir um ritmo que depois poderá acontecer na melodia principal.

      Mas isso é um tópico sobre batida e nã0o composição.

      Só para terminar, de novo congratular o kiki pela genial idéia deste tópico.

      Bog
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      Tá, mas... por que mesmo este tópico não está stickado?

      kiki
      Moderador
      # mar/08
      · votar


      Bog
      Denis_the_jedi
      LeandroPanucci
      Pardal
      valeu!

      Pardal
      Eu conhecia dedilhado/batida como "puxada", quando você toca mais de uma nota de cada vez mas apenas uma corda por dedo, dispondo assim a mão a um dedilhado que não acontece.
      pois é, eu nunca aprendi nenhum nome, eu inventei esse...
      esse nome seria melhor... mas agora não dá mais pra eu editar.

      e valeu pelos acrescimos mais eruditos. eu até sei um pouco dessa parte, mas não me sinto a vontade pra tentar explicar, a sua explicação com certeza ta mais organizada.

      Pardal
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      Upando o super-tópico do kiki!!

      strmaker
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      eu postei várias batidas usando um seviço que eu mesmo criei :)

      na maioria dos topics sobre batidas aqui na primeira página eum postei, posso agrupar todos aqui?

      kiki
      Moderador
      # mar/08 · Editado por: kiki
      · votar


      strmaker
      por mim, tudo bem
      afinal, essa é a ideia desse tópico, postar tudo nele, pra não ficar criando mil tópicos.

      strmaker
      Veterano
      # mar/08
      · votar


      Rock Clássico - Essa é do Have you ever seen the rais (escrevinhei ceru?)
      http://users5.nofeehost.com/streditor/showrtm.asp?batida=060q0r0w0r0q0 r0w0r0u0b0g0p0o0p0g0p0o0p0j&nome=Rock_Cl%E1ssico

      Beat Pop - Compasso cheio (4/4)
      http://users5.nofeehost.com/streditor/showrtm.asp?batida=060q0i0w0i0w0 r0w0i0u0b0g0j0o0j0g0p0o0j0j&nome=Beat_Pop

      Rock Inglês
      http://users5.nofeehost.com/streditor/showrtm.asp?batida=030w0i0i0i0q0 i0i0r0i0r0w0i0w0i0i0i0u0b0o0j0j0j0g0j0j0p0j0p0g0j0g0j0j0j0j&nome=Rock_ Ingl%EAs

      Pop Swing, aliás para Eduardo e Mônica
      http://users5.nofeehost.com/streditor/showrtm.asp?batida=060w0i0q0i0i0 r0w0i0u0b0o0j0g0j0j0p0g0j0j&nome=Pop_Swing

      quem puder editar mais batidas, por favor, fiquem mais que à vontade

      kiki
      Moderador
      # mar/08
      · votar


      strmaker
      Rock Clássico - Essa é do Have you ever seen the rais (escrevinhei ceru?)
      have you ever seen the rain

      rodfeliz
      Veterano
      # abr/08
      · votar


      up!

      E... cara... mano... irmão... velho... tu é foda...
      Nunca em minha vida vou fazer algo assim :/
      Eu to treinando dedilhado direto e não toco nada parecido.
      :(

      rsf
      Veterano
      # abr/08 · Editado por: rsf
      · votar


      Bog
      Tá, mas... por que mesmo este tópico não está stickado? 2

      e o que é necessário para um tópico bom com esse ficar "stickado"?

      são os moderadores que fazem isso?

      Pardal
      Veterano
      # abr/08
      · votar


      rsf

      são os moderadores que fazem isso?

      Sim. E deveria ficar upado sim!!!

      Quanto à puxada, descobri um novo nome: levada.

      Pardal
      Veterano
      # abr/08 · Editado por: Pardal
      · votar


      Quem quer conferir dedilhado não pode deixar de conferir Abel Carlevaro. Procure o método dele. Se não conseguir dedilhar melhor depois de horas de exercício, mate-se, você realmente não tem talento (sim o método dele é bom mesmo).

      A mão direita deve também se mover pouclo do lugar. Só agora que pude ver os vídeos todos...

      kiki, a sua mão direita mexe muito quando você dedilha, olhe os vídeos denovo. Isso de deslocar a sua mão diminui a velocidade do seu dedilhado. Tente manter o pulso no mesmo lugar. Dica: treine o 1234 apoiando o polegar no 6º corda. quando chegar a ela, apenas levante um pouco o polegar e torne a colocá-lo quando voltar à quinta corda. Isso vai ajudar sua mão a ficar num lugar só. Seu pulso, quando fizer batida, deve preferencialmente não sair muito do lugar também. Em geral, as pessoas movem o braço na direção da batida, ao invés de girar o braço, o que diminuiria movimentos e cansaria bem menos. E quanto menos se cansa, mais se pratica. e quanto mais se pratica, melhor fica!

      kiki
      Moderador
      # abr/08
      · votar


      Pardal
      Quanto à puxada, descobri um novo nome: levada.
      legal...
      pena que nao consigo mais editar aqueles posts.

      kiki, a sua mão direita mexe muito quando você dedilha, olhe os vídeos denovo. Isso de deslocar a sua mão diminui a velocidade do seu dedilhado. Tente manter o pulso no mesmo lugar
      é eu sei... já desisti do erudito faz tempo, por que nao sou tão disciplinado.

      Dica: treine o 1234 apoiando o polegar no 6º corda. quando chegar a ela, apenas levante um pouco o polegar e torne a colocá-lo quando voltar à quinta corda. Isso vai ajudar sua mão a ficar num lugar só. Seu pulso, quando fizer batida, deve preferencialmente não sair muito do lugar também.
      vou treinar sim, pode deixar! valeu pelos toques!

      Pardal
      Veterano
      # abr/08
      · votar


      kiki

      Disponha!

      billy ramone
      Veterano
      # abr/08
      · votar


      Ainda não está em stick?!?!?!

      Schiavon0
      Veterano
      # abr/08
      · votar


      gostei mais tinha q fica no stick pq se n daki uns tempos ja lota de topico de duvida =)

      Schiavon0
      Veterano
      # abr/08
      · votar


      ebaa foi pro stick!

      kiki
      Moderador
      # abr/08
      · votar


      ebaa foi pro stick!
      \o/

      valeu a galera que apoiou!

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a 【FIXO】 Batida no Violão - Tópico Central

      302.033 tópicos 7.823.586 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital