Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

Modos Gregos (Método facilitado)

Autor Mensagem
Denis Guitar
Veterano
# nov/12
· votar


marcosaalcantara
Se você quiser uma escala que funcione em cima de todos os acordes terá que ser a do tom, ou seja, G maior. Agora podes pensar por acorde:

G pode ser os graus 1, 4 ou 5 do campo harmônico maior.
Usando a escala de G maior o efeito será G Jônico.
Usando a escala de D maior o efeito será G Lídio.
Usando a escala de C maior o efeito será G Mixolídio.

Dizer que o G é Jônico é a mesma coisa que dizer que o G é o primeiro acorde do campo harmônico. Então a escala será G maior.
Dizer que o G é Lídio é a mesma coisa que dizer que o G é o quarto acorde do campo harmônico. Então a escala será D maior.
Dizer que o G é Mixolídio é a mesma coisa que dizer que o G é o quinto acorde do campo harmônico. Então a escala será C maior.

D pode ser os graus 1, 4 ou 5 do campo harmônico maior.
Usando a escala de D maior o efeito será D Jônico.
Usando a escala de A maior o efeito será D Lídio.
Usando a escala de G maior o efeito será D Mixolídio.

Bm pode ser os graus 2, 3 ou 6 do campo harmônico maior.
Usando a escala de A maior o efeito será B Dórico.
Usando a escala de G maior o efeito será B Frígio.
Usando a escala de D maior o efeito será B Aeólio.

Am pode ser os graus 2, 3 ou 6 do campo harmônico maior.
Usando a escala de G maior o efeito será A Dórico.
Usando a escala de F maior o efeito será A Frígio.
Usando a escala de C maior o efeito será A Aeólio.

Em pode ser os graus 2, 3 ou 6 do campo harmônico maior.
Usando a escala de D maior o efeito será E Dórico.
Usando a escala de C maior o efeito será E Frígio.
Usando a escala de G maior o efeito será E Aeólio.

marcosaalcantara
Veterano
# nov/12 · Editado por: marcosaalcantara
· votar


foi duplicado

marcosaalcantara
Veterano
# nov/12
· votar


Denis Guitar
valeu!!!!!!!! até que enfim tirei essa dúvida rs. Mas por exemplo até usando esse conceito de pegar por nota , não teria notas em certos modos que eu deveria evitar por estar em sol , mesmo pegando a escala por cada nota da base?

Denis Guitar
Veterano
# nov/12
· votar


Não entendi direito a tua pergunta, quando você está se referindo a nota e quando quer dizer acorde? Nota é apenas uma única nota (C ou D ou E, etc...). Um acorde é um conjunto de notas tocadas juntas. Se puder reformular a tua pergunta seria melhor. Mas vou tentar responder algo:

Na escala maior evita-se repouso na quarta nota quando ela não existe no acorde da base. Exemplo:
Dó maior-> C D E F G A B
Quarta nota-> F
Acordes do campo de Dó maior-> C7M, Dm7, Em7, F7M, G7, Am7, Bm7(b5). Podes pensar nesses acordes sem a sétima também.

Analisando cada acorde:

C7M tem as notas C E G B-> não tem a nota F, então não repouse na nota F durante o solo.
Dm7 tem as notas D F A C-> tem a nota F, então podes repousar na nota F durante o solo.
Em7 tem as notas E G B D-> não tem a nota F, então não repouse na nota F durante o solo.
F7M tem as notas F A C E-> tem a nota F, então podes repousar na nota F durante o solo.
G7 tem as notas G B D F-> tem a nota F, então podes repousar na nota F durante o solo. Mesmo se o formato for apenas G, com as notas G B D, vais poder repousar no F pois esse acorde pode desempenhar função de dominante (tensão de trítono), provocada pelas notas Fá e Si.
Am7 tem as notas A C E G-> não tem a nota F, então não repouse na nota F durante o solo.
Bm7(b5) tem as notas B D F A-> tem a nota F, então podes repousar na nota F durante o solo.

Na tua base só evite repousar na quarta nota da escala quando tiver tocando em Jônico e Aeólio.

marcosaalcantara
Veterano
# nov/12
· votar


Denis Guitar
Era isso mesmo . eu estou me referindo a notas tetrádes poxa cara valeu denovo. oh paciencia essa tua! =)
Abrçs!

Denis Guitar
Veterano
# nov/12
· votar


Valeu, abração!

LeandroP
Moderador
# nov/12
· votar


Como nota de repouso, em todos os graus do campo harmônico, observo primeiro as notas das tríades, e depois das respectivas pentatônicas (que são duas notas a mais que as tríades - as tríades são as referências). E dependendo da linguagem, do gênero, aí eu posso ser um pouco mais ousado e trabalhar algumas ideias com as outras tensões disponíveis pra cada grau.

Um exemplo bacana sobre isso está em um tópico criado recentemente pelo mathwild, abordando os acordes dominantes (mixolídio) no country, mas que serve muito bem pra qualquer outro gênero.

Tópico:
http://forum.cifraclub.com.br/forum/3/297294/

ou

Link da vídeo aula:
http://www.youtube.com/watch?v=hkAzaIaHmHA

marcosaalcantara
Veterano
# nov/12 · Editado por: marcosaalcantara
· votar


LeandroP
E quais notas eu devo evitar em cada modo?
e Quais devo dar enfase?

LeandroP
Moderador
# nov/12 · Editado por: LeandroP
· votar


marcosaalcantara
E quais notas eu devo evitar em cada modo?


Evite os intervalos que formam uma 2a menor com algum grau da tríade. Essas notas, você pode detectar facilmente através da relação "escala pentatônica x escala diatônica". A escala diatônica possui 7 notas e a pentatônica possui 5, certo?! Essas duas notas de diferença são "as evitadas", e por isso a pentatônica soa tão bem, e é mais fácil do ouvido assimilar. Então pense nos intervalos que semitonam (2a menor) com algum grau da tríade. Por exemplo, por que a nota Fá sobre um acorde Dó maior, não é legal pra repousar, por que ela é uma "nota evitada"? Porque ela semitona com a 3a maior do acorde Dó maior (nota Mi), provocando uma tensão. As notas mais próximas exercem uma atração maior entre elas, e o semitom é o nosso menor intervalo (música ocidental).

LeandroP
Moderador
# nov/12
· votar


marcosaalcantara
e Quais devo dar enfase?

Essa o Denis Guitar respondeu logo acima:
( http://forum.cifraclub.com.br/forum/3/295803/p1#8546595 )

marcosaalcantara
Veterano
# nov/12
· votar


LeandroP
então por exenplo se eu tenho uma digitação
-------------------------------------------------------------5--7--8-- --
--------------------------------------------------5--7--8------------- --
------------------------------------4--5--7--------------------------- --
----------------------------4--5--7----------------------------------- --
-----------------3--5--7---------------------------------------------- -
------3--5--7--------------------------------------------------------- -

eu vou evitar as notas contidas no quarto traste e no sétimo?

LeandroP
Moderador
# nov/12
· votar


marcosaalcantara
eu vou evitar as notas contidas no quarto traste e no sétimo?

Pelo que notei, esta é a escala diatônica de Sol maior, ou Sol jônio.

As notas evitadas são, como disse antes, as notas que formam semitom com um dos 3 graus do acorde (com a tônica, a terça ou a quinta).

As notas da tríade de Sol maior são: Sol (tônica), Si (terça maior) e Ré (quinta justa).

Vejamos as notas que semitonam com algumas das notas da tríade:

Nota Dó - Semitona com a nota Si, que é a terça maior de Sol.

Nota Fá# - Semitona com a nota Sol, que é a própria tônica.

Eliminamos essas duas notas e nos resta a escala pentatônica de Sol maior, veja:

G - A - B - D - E

Sendo as notas "mais apropriadas" pra um repouso as notas da tríade. Ainda sim, as notas da pentatônica sempre soarão bem sobre o acorde de Sol maior, porque não tem nenhuma nota semitonando.

Escala diatônica:

e------------------------------------5-7-8--
B-----------------------------5-7-8---------
G----------------------4-5-7----------------
D---------------4-5-7-----------------------
A--------3-5-7------------------------------
E--3-5-7------------------------------------


Retirando as "notas evitadas" = pentatônica (notas alvo):

e---------------------------3-5--
B----------------------3-5-------
G-----------------2-4------------
D------------2-5-----------------
A-------2-5----------------------
E--3-5---------------------------


Retirando as duas notas da pentatônica, restando apenas as notas da tríade - arpejo (notas alvo):

e-------------------3--7--
B----------------3--------
G-------------4-----------
D----------5--------------
A-----2-5-----------------
E--3----------------------


marcosaalcantara
Veterano
# nov/12
· votar


LeandroP
Muito Obrigado! Como você mesmo já disse depende muito do jeito da explicação pra alguém entender , meu professor tava se matando pra me fazer entender isso, com quatro postes você eo Denis Guitar
mataram a charade de como me explica hehe.Sei que já aluguei teu tempo de mais , mas posso te pedir explicação só de mais uma coisinha?

marcosaalcantara
Veterano
# nov/12
· votar


Bom aproveitando quem puder ajudar. A perguntas é:
Pode ocorrer por exemplo de eu pegar uma base e acha um campo harmonico pra solar dentro dela que se encaixe perfeitamente, mas por causa de uma tetrade em apenas um acorde da base, ou em um grau do modo escolhido pra solar , não se encaixarem? Formulando melhor , se ler os post entre mim eo Denis Guitar, agente chegou em uma parte que perguntei se poderia escolher campos harmonicos diferentes pra solar em uma mesma base , e ele me citou exemplos de que desde que as notas tivessem na base e fosse do mesmo tipo de modo (maior ou menor) poderia sim, mas agora minha duvida : Pode ocorrer de eu fazer isso , mas ter campos harmonicos que não possa escolher só por causa de uma das tetrades ,ou do acorde, ou do campo escolhido está diferente?

MusicDan
Veterano
# nov/12
· votar


...

Denis Guitar
Veterano
# nov/12
· votar


marcosaalcantara
Olá...

Nem todos os acordes estão em apenas um campo harmônico, então por consequência não é possível usar apenas uma escala maior para solar. A dica que dou é achar uma escala que funcione para a maioria dos acordes e mudar apenas no acorde que não faça parte do campo harmônico.

Exemplo 1:

C | G | F | Fm

Os acordes de C, G e F estão no campo harmônico de Dó maior, então use em cima deles a escala de Dó maior. O acorde de Fm não faz parte desse campo harmônico, ele vem de Dó menor (=Eb maior), então em cima dele use a escala de Dó menor (=Eb maior).

Podes usar pentas que existam em diferentes campo harmônicos.

Exemplo 2:

C | F | D | G7

Os acordes de C, F e G7 fazem parte do mesmo campo harmônico mas o acorde de D pertence a um campo harmônico diferente (normalmente é visto como quinto grau de Sol maior). Como uma penta é uma redução de uma escala maior podemos pensar da seguinte forma:

Penta de Am7 = escala de Dó maior sem as notas Fá e Si (A C D E G).
ou
Penta de Am7 = escala de Sol maior sem as notas Fá# e Si (A C D E G).

Então podes usar a penta de Am7 em cima de todos os acordes.

marcosaalcantara
Veterano
# nov/12
· votar


Denis Guitar
Muito obrigado denovo!
Denis,aproveitando pra agregar assuntos, sobre a explicação de graus de modos e da menor Harmonica, por exemplo
se eu quero solar em um campo Harmonico que está em G Jônio, pra solar na menor Harmonica , eu posso simples mente usar a escala de menor Harmonica de E , pois tem seu grau jônio em G?

Denis Guitar
Veterano
# nov/12
· votar


Somente nos acordes que são comuns nos dois campos, observe:

G maior:

G7M Am7 Bm7 C7M D7 Em7 F#m7(b5)

Em harmônico:

Em7M F#m7(b5) G7M(#5) Am7 B7 C7M D#o

Os acordes em comum são: F#m7(b5), Am7 e C7M. Nesses você pode alternar entre as escalas de G maior e Em harmônica.

"eu posso simples mente usar a escala de menor Harmonica de E , pois tem seu grau jônio em G?"

Na menor harmônica o modo é Jônico #5, que é diferente de Jônico (fundamental da diatônica). É outro modo, terceiro grau da menor harmônica. Os modos da harmônica em sequência são:

Grau 1-> Menor harmônica ou Aeólio 7M
Grau 2-> Lócrio 6M
Grau 3-> Jônico #5
Grau 4-> Dórico #4
Grau 5-> Mixolídio b9, b13 ou Frígio 3M
Grau 6-> Lídio #9
Grau 7-> Diminuta harmônica

Observe que são outros modos. Essencialmente existem 21 modos gregos (7 inversões da maior, 7 da menor harmônica e 7 da menor melódica).

marcosaalcantara
Veterano
# nov/12
· votar


Denis Guitar
então por exemplo , quais seriam os tons da escala menor harmonica mais apropiados pra solar em G jônio (o da escala maior natural)?

Denis Guitar
Veterano
# nov/12
· votar


Tens que pensar por acorde, não tem jeito.

Cada escala gera pelo menos 7 acordes nos quais você poderá solar em cima. Se o acorde existe no campo harmônico, use a escala, independente se for maior, menor harmônica ou melódica. Observe os campos harmônicos:

Maior

Dó maior-> C7M Dm7 Em7 F7M G7 Am7 Bm7(b5)
Sol maior-> G7M Am7 Bm7 C7M D7 Em7 F#m7(b5)
Ré maior-> D7M Em7 F#m7 G7M A7 Bm7 C#m7(b5)

Lá maior-> A7M Bm7 C#m7 D7M E7 F#m7 G#m7(b5)
Mi maior-> E7M F#m7 G#m7 A7M B7 C#m7 D#m7(b5)
Si maior-> B7M C#m7 D#m7 E7M F#7 G#m7 A#m7(b5)

Fa# maior-> F#7M G#m7 A#m7 B7M C#7 D#m7 E#m7(b5)
Dó# maior-> C#7M D#m7 E#m7 F#7M G#7 A#m7 B#m7(b5)
Fá maior-> F7M Gm7 Am7 Bb7M C7 Dm7 Em7(b5)

Sib maior-> Bb7M Cm7 Dm7 Eb7M F7 Gm7 Am7(b5)
Mib maior-> Eb7M Fm7 Gm7 Ab7M Bb7 Cm7 Dm7(b5)
Láb maior-> Ab7M Bbm7 Cm7 Db7M Eb7 Fm7 Gm7(b5)

Réb maior-> Db7M Ebm7 Fm7 Gb7M Ab7 Bbm7 Cm7(b5)
Solb maior-> Gb7M Abm7 Bbm7 Cb7M Db7 Ebm7 Fm7(b5)
Dób maior-> Cb7M Dbm7 Ebm7 Fb7M Gb7 Abm7 Bbm7(b5)

Exemplo:

Olhe o acorde de Em7, ele aparece em 3 campos harmônicos.
É o terceiro grau (=frígio) de Dó maior.
É o sexto grau (=aeólio) de Sol maior.
É o segundo grau (=dórico) de Ré maior.

Isso quer dizer que você pode usar qualquer uma dessas escalas em cima do Em7, cada uma dará um efeito diferente (será um modo diferente).

Monte agora os campos harmônicos menor harmônico e melódico. Verás que existem acordes que reaparecem em diferentes tons te dando diferentes possibilidades.

marcosaalcantara
Veterano
# nov/12
· votar


Denis Guitar
o Harmônico eu montei um pouco aqui realmente acontece isso, agora o melódico , não gosto muito (não estudei muito ainda)rs.
Poxa cara muito Obrigado pela terceira vez , se não perdi as contas , acho que vou pedir pro meu prof me da aulas escritas agora , que eu entendo melhor rs.

thms555
Veterano
# nov/12
· votar


cara, alguém sabe me dizer um lugar pra ver esses tipos de penta, ou que me explicasse por aqui, meu antigo professor só me ensinou uma penta com cinco notas, tipo Lá menor seria
A, C, D, E, G. Que outro tipo de penta tem? To procurando algo aqui, mas não achei.

Denis Guitar
Veterano
# nov/12
· votar


thms555
Exemplos em A então:

Penta de Am7 (aeólio)-> A C D E G
Penta de Am6 (dórico)-> A C D E F#
Penta de A7 (mixolídio)-> A C# D E G
Penta de Am7M (menor harmônica)-> A C D E G#
Penta Jônico-> A C# D E G#
Penta Frígio-> A Bb D E G
Penta Lídio-> A C# D# E G#
Penta Lócrio-> A C D Eb G
Penta Diminuta-> A C D Eb Gb
A lista não acaba nunca, ainda existem variações dentro dessas que passei, e outras categorias.

be5
Veterano
# nov/12
· votar


Sou um cara que toca a 11 anos e isso td pra mim é grego mesmo. A única coisa que eu sei referente a teoria é a penta menor. E só sei os shapes ainda, mal sei quando aplicá-la, rs. Tentei entender, mas pra iniciante é realmente mto difícil.

LeandroP
Moderador
# nov/12
· votar


Espero que nenhum moderador considere como flood ou spam, porque postei isso em outro tópico. Acho que pode ser bem utilizado aqui também.

-----------------------------------------------------------

Para entender a relação intervalar nos desenhos de escalas e acordes, utilize como referência a tônica do acorde/escala em uma determinada corda grave (cordas Ré, Lá e Mi (bordão). Partindo desta tônica, memorize os intervalos na mesma casa da tônica, conforme a ilustração abaixo:

Intervalos no braço da guitarra - Relação com a tônica nas cordas Ré, Lá e Mi (bordão)

Com esses intervalos em mente, fica fácil localizar os demais intervalos em relação a tônica. Por exemplo, a terça maior está uma casa a frente (um semitom) da terça menor. A oitava está duas casas a frente (um tom) da sétima menor.

Observe também no desenho, que a tônica tem logo na corda abaixo da sua, o intervalo de quarta justa (4J), e na corda acima, um intervalo de quinta justa (5J).

Nomenclatura utilizada na imagem acima:

M = maior
m = menor
J = justa
T = tônica
numerais = intervalos

thms555
Veterano
# dez/12
· votar


Mas uma coisa que eu ainda não saquei é a tônica, ou aquela chave para a sonoridade da escala, por exemplo:
Solando em Lá menor você tende a intensificar a nota Lá, mesmo sendo a penta de Dó, a mesma escala da penta de lá, há uma diferença quando se intensifica como tônica a nota dó ou a nota lá (formando ou uma escala maior, ou uma menor, respectivamente).

Seu eu estiver com C, e usar o modo mixolídio por exemplo, isso configura uma Escala Maior de G, logo a tônica seria a própria nota G, ou continuaria sendo o que originou o modo, ou seja a nota C?

LeandroP
Moderador
# dez/12
· votar


thms555

A nota G é uma das tríades de C. A nota G é a sua 5a justa.

thms555
Veterano
# dez/12
· votar


não, eu disse errado foi mal. C Mixolídio configura uma escala de Fá Maior (já que C é o quinto grau da escala maior de F), certo? Então eu intensifico a nota que origino o modo no caso a do acorde que está rolando C, ou a da escala que eu estou tocando, no caso F?

(Obs: leiam meu post de cima, e veja a minha dúvida por favor)

Abraço

thms555
Veterano
# 24/fev/13 17:35
· votar


up

thms555
Veterano
# 25/fev/13 19:33
· votar


up2

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Modos Gregos (Método facilitado)

291.271 tópicos 7.598.252 posts
Fórum Cifra Club © 2001-2014 Studio Sol Comunicação Digital