Será o fim do Rush?

    Autor Mensagem
    Beto Guitar Player
    Veterano
    # 22/jan/18 15:50


    Após 41 anos de carreira, será que essa fantástica banda vai realmente se aposentar?

    Fonte.

    Wade
    Membro Novato
    # 22/jan/18 16:06
    · votar


    Não vai, já foi.

    Mas já era uma decisão praticamente tomada desde o ano passado.

    O documentário "Time Stand Still" de 2016 é basicamente um tchau e uma justificativa para o fim.

    Mas acho bom. Neil não tá aguentando mais, já passou E MUITO do limite. A artrite do Alex tá começando a comprometer os dedos...

    Melhor parar agora do que um dia eles subirem no palco e fazer um trabalho ruim, o que NUNCA aconteceu.

    xXBAUGLIRXx
    Membro Novato
    # 22/jan/18 16:24
    · votar


    Uma pena, o tempo chega pra todos.

    renatocaster
    Moderador
    # 22/jan/18 16:29
    · votar


    É, todo ciclo tem seu início, meio e fim. A idade chega para todo mundo, 41 anos de estrada é coisa pra cacete. Uma hora essa conta chega, não tem como. Também acho melhor parar agora, assim eles encerram as atividades de forma digna.

    De qualquer forma, fica o meu agradecimento ao Rush, por ter me proporcionado um dos momentos mais legais da minha vida: aquele show que eles fizeram no Maracanã, em 2002. Foi inesquecível.

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 22/jan/18 18:22
    · votar


    Normal...
    A vida é assim. As gravações, os shows, ficam.
    Eu tive o privilégio de vê-los no Maraca em 2002 e fiquei satisfeito.
    A grande pena é que não há mais como surgir uma banda como o Rush (e outras) no mundo...

    Adler3x3
    Veterano
    # 22/jan/18 19:08
    · votar


    As grandes bandas tem uma imensa infraestrutura para Shows.

    É uma verdadeira empresa, cujos sócios são insubstituíveis e o tempo passou.

    Duvido que consigam outro batera no mesmo nível.

    SteveRayMorse
    Veterano
    # 22/jan/18 19:20
    · votar


    Uma pena, mas contra o tempo ninguém pode. Felizmente tive a oportunidade de ver um show ao vivo desses caras. Realmente inesquecível.

    Abs

    entamoeba
    Membro Novato
    # 22/jan/18 19:22
    · votar


    Também estava lá em 2002. De lá para cá, não ouvi nada de novo da banda.

    A missão do Rush para com entamoeba está cumprida. Boa aposentadoria a todos!

    Lelo Mig
    Membro
    # 22/jan/18 20:02 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    Perder a filha e a esposa em um período de menos de um ano é uma experiência inimaginável para a maioria de nós.

    Ele nunca mais foi o mesmo... O Rush vem "em marcha lenta" a mais de uma década.

    Agora, com uma filha pequenina... O cara quer ficar em casa.

    Ele atingiu o máximo em sua profissão, é o maior baterista do mundo, ficou rico pra caralho, vai ficar viajando em turne exaustiva pra que.

    Aproveita a familia enquanto tem saude e disposição... Uma criança de 6 anos exige muita energia.

    makumbator
    Veterano
    # 22/jan/18 20:24
    · votar


    Boa aposentadoria a todos! (2)

    Pra mim eles também cumpriram sua vocação e nos brindaram com décadas de grandes músicas. Não dá pra pedir mais nada. Agora eles tem que curtir os anos vindouros só no relax, e brincando de música só pra eles mesmos, sem compromisso com os fãs ou a "marca" Rush.

    The Man Who Sold The World
    Veterano
    # 22/jan/18 20:55
    · votar


    Sou suspeito pra falar, pra mim é uma das, se não A melhor banda que já existiu
    Tenho o vinil Power Windows, e é um álbum incrível

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 22/jan/18 21:19
    · votar


    Pra mim eles também cumpriram sua vocação e nos brindaram com décadas de grandes músicas. Não dá pra pedir mais nada. Agora eles tem que curtir os anos vindouros só no relax, e brincando de música só pra eles mesmos, sem compromisso com os fãs ou a "marca" Rush.
    2

    JJJ
    Veterano
    # 23/jan/18 01:51
    · votar


    Infelizmente, é fato.

    Mas, temos que convir... Já tinha muuuuuuito tempo que não vinha nada no nível de um moving pictures ou 2112, né?

    Ainda assim, as apresentações ao vivo ainda eram fantásticas, como sempre.

    A primeira coisa que me passou pela cabeça quando o Peart falou em parar (sim, ele que começou com a ideia de parar), foi que podiam, numa onda de improvável nostalgia, voltar com o menos espetaculoso, mas competente, John Rutsey na batera. Mas o cara já foi pro outro lado há um tempo atrás...

    Ismah
    Veterano
    # 23/jan/18 04:08
    · votar


    Pra mim eles também cumpriram sua vocação e nos brindaram com décadas de grandes músicas. Não dá pra pedir mais nada. Agora eles tem que curtir os anos vindouros só no relax, e brincando de música só pra eles mesmos, sem compromisso com os fãs ou a "marca" Rush.

    Ou, fornecendo material para mais novos...

    renatocaster
    Moderador
    # 23/jan/18 07:40 · Editado por: renatocaster
    · votar


    JJJ

    Mas, temos que convir... Já tinha muuuuuuito tempo que não vinha nada no nível de um moving pictures ou 2112, né?

    Eu não convenho, não. Discordo bastante, aliás. Hehehe!

    Farewell To Kings, Power Windows, Roll The Bones e os 3 últimos (Vapor Trails, Snake & Arrows e Clockwork Angels) são puta discos, na minha opinião.

    Fora algumas músicas avulsas do Signals, Permanent Waves, Grace Under Pressure...enfim, lançaram muita coisa boa depois desses dois discos que vc citou.

    Beto Guitar Player
    Veterano
    # 23/jan/18 08:06
    · votar


    Que bacana que todos concordam que o Rush fez um trabalho excepcional e agora não devem nada a ninguém, ou seja, podem aproveitar cada um sua vida pessoal e particular.
    O único fato triste, na minha opinião, é que shows da magnitude de Rush, Pink Floyd e bandas do mesmo nível, dificilmente veremos de outras bandas.
    Mas é vida que segue.

    SteveRayMorse
    Veterano
    # 23/jan/18 15:00
    · votar


    renatocaster

    Concordo. Eu particularmente gosto muito destes álbuns.

    Beto Guitar Player

    Poisé...mas quem sabe ainda consigo ver o Roger Waters - The Wall rsrsrs

    Julia Hardy
    Veterano
    # 23/jan/18 15:52
    · votar


    Quando o tédio da vida familiar bater, eles voltam.

    Wade
    Membro Novato
    # 23/jan/18 16:01 · Editado por: Wade
    · votar


    O fim não foi nem devido às tragédias de Peart. Quem leu Ghost Rider sabe que a dor foi inimaginável, mas não se comparou à superação. O cara renasceu.

    E foi visível. Ninguém na face da Terra diria que o cara atrás da bateria na turnê do Vapor Trails tinha acabado de sair de um luto de quase 6 anos.

    Lançaram 4 discos excelentes, turnês maravilhosas e Neil achando tempo pra fazer suas viagens e lançar um livro atrás do outro. Produtivo como nunca.

    O que pegou foi o que chega para todos: saúde. Ele simplesmente não consegue mais, fisicamente, tocar no nível que o Rush necessita. O nível que ele mesmo criou. Nem Alex, cuja artrite começou a cobrar o preço.

    E pra ser sincero, Geddy também não é mais um menininho pra cantar na altura que um dia cantou.

    Os últimos shows ainda foram maravilhosos e impecáveis, mas daqui pra frente ia ser ladeira abaixo. Não por capacidade, mas por limitação.

    Adler3x3
    Duvido que consigam outro batera no mesmo nível.

    E mesmo que conseguissem. Se tem uma declaração que eles cansaram de dar desde Fly By Night foi de que o Rush nunca, jamais, em hipótese alguma, iria continuar se um dos três decidisse parar. E tivemos uma prova disso quando Neil desapareceu por quase 6 anos. A banda "acabou" até que ele decidisse por conta própria que queria voltar.

    renatocaster
    Eu não convenho, não. Discordo bastante, aliás. Hehehe!

    [2]

    Não vou negar que não consigo mergulhar MESMO do Presto pra frente. Mas é absolutamente inegável a qualidade técnica, conceitual e musical de todos os discos. É só uma questão de identificação (e talvez até de ter ouvido bem menos que os outros).

    Aliás, um dos meus discos preferidos é o Clockwork Angels.

    JJJ
    Veterano
    # 24/jan/18 23:02
    · votar


    renatocaster
    SteveRayMorse
    Wade

    Calma gente... Eu também sou rushmaniaco... Não me fiz entender direito.

    Quando falei em muito tempo, não me referi a desde o Moving Pictures, especificamente. Apenas citei como exemplo.

    Até o Vapor Trails (exclusive...) eu curto MUITO. Esse álbum tem o problema sério de volume que já me deixou meio desanimado. Mas foi além disso... As composições em si já não eram mais no nível de antes. Claro que ainda tem algumas boas músicas, mas já não produziram em mim aquele choque de sempre. E esse disco já tem muito tempo de lançado, quase vinte anos...

    Lelo Mig
    Membro
    # 24/jan/18 23:42 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    JJJ

    Eu entendi... E de certa forma concordo.

    É claro que existem os grandes clássicos, como toda banda, mas o Rush não tem álbuns ruins... Não no sentido de albuns para encher linguiça ou cumprir tabela.

    Eles sempre foram muito dedicados e caprichosos e tirando os grandes clássicos, não tem álbum brilhante, nem lixo. Todos são bons e ai sobra o "gosto vs não gosto".

    Dos não muito citados, gosto bastante do Hold Your Fire, do Test For Echo e do Counterparts.

    E não gosto muito do Power Windows, do Presto e do Roll The Bones...

    Mas é apenas gosto.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Será o fim do Rush?