A prova da existência do jabá, por Luan Santana

Autor Mensagem
erico.ascencao
Veterano
# fev/15


"Eu gravava uma música e aí quando ela começava a se destacar ali no meu estado, vinha alguém maior, alguma dupla maior e gravava depois de mim e aí abafava. Mas não que estivessem fora do direito, não que fizeram coisa errada, é que na verdade eu não tinha dinheiro pra pagar mais né?"

Fonte: aos 4:54.



Que o jabá existia eu até imaginava, só nunca tinha visto um artista assumir publicamente.

Lelo Mig
Membro
# fev/15 · Editado por: Lelo Mig
· votar


erico.ascencao

O jabá não só existe como existe desde sempre.

Como você acha que os novos "aspirantes" a compositores conseguiam mostrar suas obras nos séculos XVII, XVIII, etc.? Com o patrocínio das famílias abastadas e nobres. E como estes empresários conseguiam espaço nos teatros cortejados? Com dinheiro ou influência de poder.

O mesmo para os Tenores, as Sopranos, e etc...

Se bobear o jabá surgiu junto com a música.

Esta matéria é de uns 10 anos atrás, mas André Midani faz um verdadeiro "tratado" sobre o jabá no Brasil:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u33266.shtml

Ismah
Veterano
# fev/15
· votar


Lelo Mig

Junto com a música como forma de sobrevivência!

entamoeba
Membro Novato
# fev/15
· votar


Injustiça! Para fazer sucesso só basta talento e o Luan Santana é prova viva disso!

Nefelibata
Veterano
# fev/15
· votar


erico.ascencao

Aqui na minha região custa entre 4 e 5 mil Reais para vc colocar sua música para tocar uma vez por dia, durante 60-90 dias, nas grandes Rádios.

Bem simples: Vc liga, fala com o chefe da rádio, passa o MP3 por email, PAGA e pronto.

cafe_com_leite
Veterano
# fev/15
· votar


entamoeba
Injustiça! Para fazer sucesso só basta talento e o Luan Santana é prova viva disso!

Eu acho que o Luan Santana tem talento. O cara canta direitinho, compõe umas letras que as minas se mijam ouvindo.

entamoeba
Membro Novato
# fev/15
· votar


cafe_com_leite
Acontece...

Meus critérios são outros!

entamoeba
Membro Novato
# fev/15 · Editado por: entamoeba
· votar


...

Rednef2
Veterano
# fev/15
· votar


dotCast: Como é que era no Raimundos assim, por exemplo, gravadora? Tinha muito rolo de gravadora, por exemplo, com rádios? A galera pergunta muito sobre isso, sabe, “jabá” e sacanagens que os caras faziam. Tinha muito dessas coisas?
Rodolfo: Claro, tudo é política, claro que tem. Toda rádio só toca se a gravadora paga. Não tem essa “Ah, eu vou tocar porque você é bonitinho”. Não é. Você paga, a rádio estoura a tua música e, se está estourado numa rádio, a outra tem que tocar também para não ficar para trás. Aí, pronto, aí você está tocando em todas as rádios.

dotCast: Agora, mesmo depois de, por exemplo, como o Raimundos. Depois de um tempo o Raimundos começou a ter uma fama, certo? Mesmo assim a banda precisava ter...
Rodolfo: Tem, é o esquema. Rádio vive disso.

dotCast: Mesmo banda famosa não escapa do esquema?
Rodolfo: Claro, claro. Não, não escapa. Já tem a verba de divulgação. A gravadora já tem essa verba de divulgação que é para pagar para sair nos programas, pagar para as músicas tocar nas rádios, quantas execuções por dia...

dotCast: Porque, às vezes, a banda tem aquela ilusão de ir para a gravadora. Mas, na verdade, é só o seguinte, ele só não vai ser o intermediário da sacanagem que vão fazer com a rádio, não é?
Rodolfo: É, às vezes não fica nem sabendo. Mas, meu, é a real. Não é que a rádio toca o que você quer ouvir. Você ouve o que a rádio quer que você ouça. E pronto.

dotCast: Ninguém pede, tipo assim, esse negócio de pedir música, pede o que já está tocando, não é?
Rodolfo: É porque já está tocando. “Ah, toca ela de novo”, aí vira a mais pedida porque já tocou tanto... É repetição.
---
Entrevista em 2009.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# fev/15
· votar


Rednef2
Pois é... Já se tem essa "prova" a algum tempo...
O fato é que o "jabá" não é ilegal, e, mesmo se fosse (se houvesse uma lei e um artigo do código penal ou civil punindo isso), é difícil de provar, e, aí, essas entrevistas aí não seriam dadas, posto que seriam confissões de contravenção/crime.
Abç

MMI
Veterano
# fev/15
· votar


Mauricio Luiz Bertola

Pois é, Bertola. Não é crime, acontece toda hora, rola direto isso, digamos que é normal. Não precisa de prova, isso é feito às claras. Já vi contrato inclusive, de uma banda que eu participei da produção do CD. Quem quiser é só procurar grandes produtoras (dá um google em produtora musical, mas exclui a produção artística, vai na produção comercial), marca uma reunião com eles. Radio, tv, revistas, tudo tem um preço.

RafaelBernatto
Veterano
# fev/15
· votar


E isso provavelmente já está acontecendo nos Spotifys da vida.

guizimm
Veterano
# fev/15
· votar


Essas coisas que fazem eu me distanciar cada vez mais de querer ser músico profissional

cafe_com_leite
Veterano
# fev/15
· votar


Saca só um assunto infrutífero gerando inúmeras páginas.

Lelo Mig
Membro
# fev/15 · Editado por: Lelo Mig
· votar


cafe_com_leite

Cafezão, meu querido! para de ver o mundo só sob sua ótica!

Não é infrutífero não... tá cheio de moleque cheio de ilusão em ser profissional que não sabe destas coisas. Fica achando que vai bombar na rádio peão "do nada"!

Tem caras aqui que já vivenciaram isso de perto, podem explicar os bastidores da bagaça... tá, vão desiludir alguns? Mas faz parte...kkkk

cafe_com_leite
Veterano
# fev/15
· votar


Lelo Mig
Não é infrutífero não... tá cheio de moleque cheio de ilusão em ser profissional que não sabe destas coisas. Fica achando que vai bombar na rádio peão "do nada"!


Ok, informação já foi dada.

Continue na sua jornada
/juliahardy

iGuitar
Membro Novato
# fev/15 · Editado por: iGuitar
· votar


Olha, concordo em partes. A maioria dos casos é assim, mas nada é A ou B. Por exemplo, existem formas de sair na rádio ou em programas sem pagar. Agora você deve estar pensando, "se ninguém conhece a música como vai aparecer?" Ora, com os familiares e amigos pedindo, alguns cantores conseguiram fama dessa forma.

Pra finalizar, também existe uma opção com até mais alcance que as rádios e que todos tem a oportunidade de promover seja o que for. Uma invenção muito presente neste século e que faz parte da vida de muitas pessoas, a internet.


Ou ainda Youtube, whatever.

Rednef2
Veterano
# fev/15 · Editado por: Rednef2
· votar


iGuitar
Tem esse lado ai também.
Acho que a Internet é bom meio de divulgação gratuito. Aquele Mateus Asato é um exemplo disso.

Mas ainda assim, se quiser ser uma mega estrela, só fazendo jabá.

Vale lembrar também que há artistas - poucos - que conseguem formar um público fiel mesmo sem apoio midiático.
Temos aqui no Brasil, Alceu Valença. Nessa entrevista ele até fala um pouco disso: http://nasparedesdapedraencantada.blogspot.com.br/2011/09/entrevista-c om-alceu-valenca.html

E falando em música pesada, o Pantera é um bom exemplo de banda underground que atingiu um público relativamente grande sem apoio da MTV e Rádios.

Luiz_RibeiroSP
Veterano
# fev/15
· votar


Gostei do tópico. Outra entrevista do Midani ->
http://cultura.estadao.com.br/noticias/musica,andre-midani-conta-passa gens-obscuras-sobre-a-industria-do-disco,1614015

iGuitar
Membro Novato
# fev/15
· votar


Rednef2

Bons exemplos.
O comentário foi nesse sentido mesmo de sair da generalização.

Ramsay
Veterano
# fev/15 · Editado por: Ramsay
· votar


É preciso ter muito saco pra assistir a um vídeo de 45 minutos de entrevista do Luan Santana e, confesso, eu não tenho!!!

makumbator
Veterano
# fev/15
· votar


Mauricio Luiz Bertola
O fato é que o "jabá" não é ilegal,

No Brasil não sei como é a legislação, mas nos EUA é ilegal se não for informado no momento da reprodução que se trata de espaço pago:

http://en.wikipedia.org/wiki/Payola

Rednef2
Veterano
# fev/15 · Editado por: Rednef2
· votar


Luiz_RibeiroSP
Boa entrevista. Não sabia que Gilberto Gil era contra o jabá.

guizimm
Quem dera fosse só na indústria músical que rico se desse bem.

Edson Caetano
Veterano
# fev/15
· votar


existem formas de sair na rádio ou em programas sem pagar

Dúvido, não é só dinheiro que se trata tudo isso, vai ter que gastar muito para divulgar, com politicagem, com tudo, nada sai de graça

Mas a ilusão de virar um mega astro da música permeia a cabeça de muita gente ainda... para mim é tão díficil quanto ganhar na loteria

E não adianta ter talento, conheço, e a maioria aqui conhece, músicos virtuoses, talentosissimos, compositores de mão cheia, com grande bagagem na vida e não tiveram uma chance sequer... conheço inclusive muitos que estão passando sérias dificuldades financeiras e de saúde

Não vou expor nomes claro, mas um amigo grande músico, criador de técnica e trabalhos de reconhecimento mundial, hoje vive de favores, pedindo comida, sem família, se entupindo de drogas... este é final é mais comum

Então garotada, se liguem, música é um trabalho como qualquer outro, o lado do glamour são para uma porcentagem infíma, dá para viver sim... mas vai ter que ralar... muito

RafaelBernatto
Veterano
# fev/15 · Editado por: RafaelBernatto
· votar


Rednef2
Quem dera fosse só na indústria músical que rico se desse bem.

Por exemplo...

Tradução meia boca:

Entrevistador: Você tem uma opinião um pouco diferente sobre votar. Que é: você não acha que as pessoas deveriam fazê-lo.

Cabeludo: Toda eleição na história americana foi vencida pelo partido com mais dinheiro pra campanha. O que significa que não importa ter eleições.
Deveríamos perguntar: "Quem de vocês dois tem mais dinheiro?" Aí pra pessoa que levantar a mão: "Tá bom. Você tá no comando."
Porque é o que acontece de qualquer jeito!...

entamoeba
Membro Novato
# fev/15
· votar


É a mão-invisível nos garantindo o que há de melhor!!!

erico.ascencao
Veterano
# fev/15
· votar


Ramsay
É preciso ter muito saco pra assistir a um vídeo de 45 minutos de entrevista do Luan Santana e, confesso, eu não tenho!!!

Huhaahuauhaua. Ontem estava fazendo um trampo meio mecânico e aí comecei a escutar umas entrevistas diversas enquanto trabalhava, aí peguei esta do Luan Santana. Sempre tive curiosidade pra saber qual foi o ponto de virada que o fez sair de ser um cantorzinho de Campo Grande pra estourar com a primeira música, mas nesta entrevista quase chegou-se a este ponto. O que eu deduzi é que, depois de várias tentativas de fazer sucesso "na raça", o Sorocaba (da dupla Fernando e Sorocaba) apadrinhou ele dando a "Meteoro da Paixão" pra ele gravar e, imagino eu, uma boa verba para o jabá.

Lelo Mig
Membro
# fev/15 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Como informação geral:

Existe desde 2003 (se não me engano) um projeto de lei tramitando no congresso com o intuito de criminalizar a prática do jabá.

Nos EUA (lá o jabá se chama payola) foi criminalizado nos anos 60.

O problema aqui no Brasil é que é difícil criminalizar o jabá porque ele já foi legalizado como verba de publicidade.

O que se deveria discutir no Brasil é se música é ou não cultura e se é preciso pagar para difundi-la.

Cultura virou um subproduto da educação, então estes governos popularescos que recrutam seus "técnicos" entre os "intelectuais de porta de buteco", que compõe sua base e militância, em vez de privilegiarem cultura, subsidiam a indústria da ignorância e da mediocridade.

Em nome da "arte popular", "eventos culturais", festas, eventos, feiras, mostras internacionais e etc, têm suas "vagas" preenchidas, pelos mesmos Luans Santanas e Annitas, que dominam a rádio e a TV.

Fica difícil.

entamoeba
Membro Novato
# fev/15 · Editado por: entamoeba
· votar


Existe desde 2003 (se não me engano) um projeto de lei tramitando no congresso com o intuito de criminalizar a prática do jabá.

Vixe...

Lei, nesse país, só serve para empregar advogado e juiz. A burocracia cresce, encarece e sempre surgirão brechas, fazendo com que aqueles que têm menos recursos sejam os únicos prejudicados.

Lelo Mig
Membro
# fev/15
· votar


entamoeba

E, prá piorar, tem o outro lado!

Não querendo bancar o "advogado" de advogados e juízes, mas quem faz as leis são os legisladores. Que, na maioria, são incapazes de somar 2+2 e só fazem leis idiotas baseados em questões "morais pessoais". O resultado é a centena de artigos nos códigos que são verdadeiras aberrações jurídicas.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a A prova da existência do jabá, por Luan Santana