Jabá 2.0 - via G1

    Autor Mensagem
    Ismah
    Veterano
    # 03/nov/17 08:31


    Não há muito o que comentar, mas não deixa de ser um dado curioso...

    https://g1.globo.com/musica/noticia/sucesso-fake-musicos-fraudam-numer os-de-streaming-usando-robos-e-jaba-20.ghtml

    Casper
    Veterano
    # 03/nov/17 16:42
    · votar


    Triste.

    Lelo Mig
    Membro
    # 03/nov/17 16:54
    · votar


    Ismah
    Casper

    A maior capacidade do homo sapiens sempre foi a enganação...agora, em eras digitais, piorou...somos enganados e manipulados 24 hs por dia.

    MatheusMX
    Veterano
    # 03/nov/17 17:48
    · votar


    O resultado disso é que o valor de 1 view começará a cair, pois views fakes não geram o retorno esperado, mas contaminarão os views reais.

    Beto Guitar Player
    Veterano
    # 03/nov/17 19:07
    · votar


    A mendigagem por views chegou a níveis alarmantes...
    Esse desejo que o ser humano tem de querer chamar atenção para si é ridículo.
    Eu queria que uma super e massiva tempestade solar de nível Carrington atingisse a Terra e deixasse o mundo num completo apocalipse tecnológico.

    Lelo Mig
    Membro
    # 03/nov/17 19:48
    · votar


    Beto Guitar Player

    The Walking Dead rules!

    JJJ
    Veterano
    # 03/nov/17 21:08
    · votar


    Beto Guitar Player

    Só que aí a criança vai fora junto com a água do banho, né?...

    Beto Guitar Player
    Veterano
    # 03/nov/17 21:13
    · votar


    Lelo Mig
    JJJ

    Kkkkkk, calma pessoal, calma...
    Uma tempestade solar dessa proporção (que aconteceu uma vez mesmo, de verdade, verídico e fatídico) afetaria apenas a tecnologia e não diretamente as pessoas (na verdade afetaria as pessoas porque somos completamente dependentes da tecnologia). Voltaríamos literalmente a idade das trevas.

    Ismah
    Veterano
    # 04/nov/17 04:53
    · votar


    Sem astro-física aqui... Eu ainda não posso bancar um piano, e gosto pra caramba da minha guitarra...

    A questão é mais como um alerta, e o que justifica ainda mais, coisas ruins na mídia...

    Beto Guitar Player
    Veterano
    # 04/nov/17 07:59
    · votar


    Sem astro-física aqui...

    Ismah

    Poxa, por que? É tão bacana.


    Eu acho que o grande mal de tudo é a propaganda, como dizia (acho que...) Humberto Gessinger, "a propaganda é a arma do negócio."

    Pergunta: Qual a maior fonte de renda hoje de pessoas com influência?
    Resposta: Empresas que querem investir com propaganda.

    Explico... Um youtuber (isso é profissão??) faz vídeos, não apenas com o intuito de divulgar um trabalho, ou ensinar outras pessoas, transmitir ideias, etc... Isso deixou de ser o principal motivo para alguém postar um vídeo na internet.
    O fato é que as empresas que vendem produtos ou serviços descobriram que o YouTube é um grande canal de divulgação, de propagandas. Então essas empresas pagam para os youtubers inserirem suas propagandas em seus vídeos e assim as pessoas que se interessam pelo conteúdo daquele vídeo acabam vendo também a propaganda. E quanto mais views, mais aquela propaganda está sendo veiculada e mais $$ recebe o youtuber...

    Não estou dizendo que as empresas que querem divulgar seus produtos e serviços estão erradas, até mesmo porque antes de existir YouTube, já existia isso em rádio, TV, os próprios endorses (não sei se escrevi certo...) fazem propaganda dos produtos que os patrocinam.

    Conclusão. Alguém que divulga algo (vídeo, música, etc) vê vantagem em ter muitas visualizações porque está sendo, além de tudo, pago por isso. E tudo que envolve ganho de dinheiro às custas de outros, as pessoas tendem a fazer, porque as pessoas são mesquinhas, não sabem dar valor a nada, só querem se beneficiar. A sociedade é doente.


    Desculpem falar um monte de baboseira essa hora da manhã...

    Ismah
    Veterano
    # 04/nov/17 08:12
    · votar


    A música É um produto, o problema não é em haver marketing, mas o método de marketing...

    Beto Guitar Player
    Veterano
    # 04/nov/17 09:08
    · votar


    A música É um produto, o problema não é em haver marketing, mas o método de marketing...
    Ismah

    É essa a conclusão que eu queria chegar e não cheguei...
    Talvez se existisse um filtro capaz de identificar o tipo de conteúdo que está sendo veiculado, podendo identificar se é relevante realmente e que não se baseasse somente no que aparentemente tem mais visualizações, porque nem tudo que tem muitas visualizações é bom.

    Lembro recentemente que o YouTube começou a fazer um filtro que não monetizava vídeos onde alguém falava um palavrão e isso gerou uma grande discussão entre os youtubers... Mas pra falar a verdade, não sei se isso vingou muito e nem sei em que pé está.

    Ismah
    Veterano
    # 04/nov/17 11:42
    · votar


    É uma questão social-cultural, BEM complicada... Esta atrelada a questão da interpretação para os dados...

    No nosso país, impera a idealização de quanto maior, melhor é. E está presente no cotidiano...
    Ser o que mais pega mulher, mais beija, o que mais gasta na balada, o que tem o som mais potente, o mais alto, o maior pipi... A mulher mais bonita, a maior TV, a maior tela de celular...

    Insufferable Bear
    Membro
    # 04/nov/17 11:59
    · votar


    A música É um produto
    quem diz?

    Lelo Mig
    Membro
    # 04/nov/17 12:44
    · votar


    A música É um produto

    Pode ser que, há muito tempo não seja feita por artistas e esteja sendo feita e comercializada como produto.

    Mas pode ser feita por artistas e comercializada como arte.

    Rembrandt pagaria pra voce colocar um quadro dele na parede? Ou venderia, ainda que barato?

    Beto Guitar Player
    Veterano
    # 04/nov/17 14:01
    · votar


    Tudo que é produzido hoje é produto (redundância.. é, eu sei).
    Mas a música por ter o diferencial de "ser arte" deveria ser consumida de forma mais espontânea e não imposta pelos meios de comunicação que tendem a ser classificados como os donos da verdade de massa.

    Ismah
    Veterano
    # 04/nov/17 15:29
    · votar


    Insufferable Bear
    Lelo Mig

    Estamos falando do mainstream... Só se mantém lá, se der grana e vender...
    É improvável que um pé de chinelo, invista alguns mil reais, para ter um milhão de acessos no u2b...

    Lelo Mig
    Membro
    # 04/nov/17 18:52
    · votar


    O mainstream já foi menos ruim.

    No geral sempre foi uma maioria de putas....mas eram putas boas.

    Hoje é só putinha ralé.... Fazer o que?

    Luiz_RibeiroSP
    Veterano
    # 04/nov/17 21:03
    · votar


    isso é velho
    https://br.vida-estilo.yahoo.com/blogs/mira-regis/farsa-dos-v%C3%ADdeo s-com-milh%C3%B5es-views-tem-mais-163626021.html

    esse texto é interessante.
    https://blogdobarcinski.blogosfera.uol.com.br/2017/08/02/artistas-fals os-sucessos-inventados-o-mundo-misterioso-do-spotify/

    musica é produto, pode ser produzida em massa para consumo rápido.
    McDisco´s

    metal_ofender
    Membro Novato
    # 04/nov/17 21:40
    · votar


    Na matéria tem um assunto sobre PlayList, vou contar o que aconteceu comigo.

    Esses dias estava escutando o Album Division Bell no youtube por uma PlayList separando-o por música.

    Entre uma música e outra a PlayList ia pra um video nada haver de 1min, com a tela toda escura e tocando um violão base nada haver, e depois voltava para a Play List do Album. Fez isso 2x durante todo o Album.

    Nos comentários do video tinha a galera toda reclamando, "Estava escutando um Album X e vim parar nessa música !".

    Achei interessante, o cara deve ganhar uma nota boa por esse video. Lembro que estava beirando 30 milhoes de visualizações. Isso daria mais ou menos uns 80mil reais...

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Jabá 2.0 - via G1