A depressão me segue - O tédio de tirar música

Autor Mensagem
guitarluiz
Veterano
# jan/14


E aí, anda ultimamente com uma vontade de chutar e quebrar minha guitarra.

Parando por aqui, se não vou parecer um emo revoltado.


Só eu que não consigo tirar músicas complexas, não de velocidade .. mas sim na questão de memorizar. Tipo algumas do pink floyd..

Vocês que devem ser mais profissionais que eu ... tiram músicas?

eu mesmo prefiro criar do que tirar coisas muito complexas, prefiro só ouvir.

É uma fase ou o que?

JotaEmidio
Veterano
# jan/14
· votar


É uma fase ou o que?

Pode ser que você se não esteja praticando o bastante para poder memorizar a música, ainda mais se você não é experiente e ai acaba precisando de mais tempo pra raciocinar a música no geral. E cada pessoa tem uma predisposição para aprender.

Marcos UNI
Membro
# jan/14
· votar


Você ainda não tem o conhecimento e prática suficientes para entender/memorizar a complexidade da música.

A dica é: se esforce mais!

JeGuitar
Veterano
# jan/14
· votar


guitarluiz

Isso acontece comigo, eu tiro uma música inteira, passa 2 ou 3 dias mal lembro a introdução hahaha

Mas acho que meu problema é minha memória mesmo, que é péssima a ponto de ter que dar uma olhada no Facebook pra lembrar o nome de alguma tia, mesmo vendo ela toda semana hahaha

mjbg
Membro Novato
# jan/14
· votar


eu costumo memorizar assim:

1 - forma.. quantas partes diferentes a música tem.. o que repete, etc.. é bom anotar num papel, desenhar etc..
2 - tonalidade / modulações
3 - fórmulas de compasso (se não for tudo 4/4)
4 - motivos (partes pequenas que se repetem)

parto do macro pro micro..
nem começo a tirar a música enquanto não memorizei a forma

Simonhead
Veterano
# jan/14
· votar


A dica é: se esforce mais!

Boa dica.

Vocês ... tiram músicas?

Sempre. Faz parte tirar e tals. Já cheguei ao absurdo de saber todas as linhas de bateria dos 06 primeiros discos do Van Halen e de 90% das linhas do Led Zep. Hoje eu não me lembro de tudo, mas certamente não passaria vergonha se fosse o caso de tocar alguma cover na lata, agora, nesse instante. Sabendo o básico (início, meio, breakdown (se houver) e fim), tá de boa e até dá para improvisar.

strinbergshredder
Veterano
# jan/14
· votar


guitarluiz
Interessante que comigo o que acontece é justamente o oposto!

Quando tem alguma música que meu nível não me permite ainda tocar, ou que por acaso eu esqueça partes dela ou coisa assim, isso serve como combustível pra que eu me esforce e tente alcançar esse objetivo!

De qualquer forma cara, também tenho ciência das minhas limitações, e apesar de sempre buscar evoluir, também não sou prepotente...

Por mim, debulharia um Malmsteen numa boa, se fosse por puro gosto.. mas sei que tô anos-luz de conseguir isso...hehehe

Só tenta não perder a motivação cara... Guitarra é paixão, não sacrifício (no sentido pejorativo da palavra)...

Lelo Mig
Membro
# jan/14 · Editado por: Lelo Mig
· votar


guitarluiz

A gente muda.........

- Cansei de tocar covers.
- Cansei de treinar digitação.
- Cansei de fazer escala...esqueci todas, nem de dó maior sei mais.
- Cansei...

Hoje em dia só faço barulho.......me divirto prá caraio e tô nem aí prá regras, exercícios, teorias ou opinião de outros músicos!

Kurt Cobain Rules!

vintagentleman
Veterano
# jan/14
· votar


guitarluiz

Ihhh cara! Isso até deu briga aqui em casa com a minha mulher, porque ela não entende como eu toco em cima de BT do Pink Floyd e faço solo diferente...

Ela quer ouvir o solo idêntico ao do Gilmour em Confortably Numb, por exemplo. Só que tem vários problemas:

1. Não tenho saco pra copiar os solos;
2. Não tenho tempo para copiar os solos;
3. Não acho moral em copiar os solos;
4. Não sou o Gilmour.

Interessante que quando eu não tocava eu também ficava puto quando eu ía a algum show de bandinha e os caras tocavam os solos diferentes. Hoje não. Acho até mais legal, dependendo da criatividade do guitarrista.

Sei que deu briga aqui em casa. Eu expliquei para a minha mulher que o importante é o solo sair no tom certo, e que cada guitarrista tem seu estilo e disse que só se justificaria eu copiar os solos se eu tocasse em uma banda cover do Pink Floyd.

Além disso, dei exemplos de versões que têm solos melhores que as músicas originais. Dois bem claros: as versões de Angel do Aerosmith e Love Bites do Def Leppard, intituladas no Brasil de Anjo e Mordida de Amor têm solos muito melhores que os originais... Podem ir lá conferir... Eram da extinta banda Yahoo.

guitarluiz
Veterano
# jan/14
· votar


JotaEmidio
Eu pratico cara, pratico até bastante que meus dedos estão com bolhas de uns bends de uma música que tava tirando.
Marcos UNI
Não é questão de esforço, eu me esforço.. estou dizendo que tirar música está ficando chato por isso. Cada vez que melhoro, prefiro tocar punk e harcore.
Lelo Mig
Concordo, mas eu nem sou velho ou toco há muito tempo!

toco á 4 anos, tenho um conhecimento básico de teoria..

uma melodia simples e uma vida menos complicada e mais divertida.vintagentleman
A música que me fez refletir é do pink floyd eahuaehauh , é muita coisa pra memorizar e fazer igual.

JeGuitar
Veterano
# jan/14
· votar


guitarluiz

4 anos definitivamente não é muito tempo.

Se em 4 anos já enjoou de tirar música daqui uns anos prevejo a guitarra encostada no armário ou virando anuncio no mercado livre...

guitarluiz
Veterano
# jan/14
· votar


JeGuitar
Não é pra tanto

vintagentleman
Veterano
# jan/14
· votar


guitarluiz

Na verdade eu tô mais com o Lelo Mig aí em cima. Eu não sou músico. Trabalho com outra coisa e sou realizado profissionalmente. Reconhecido na minha área. A música para mim é diversão, lazer, relaxamento...

Já pensou eu chegar em casa já cansado, depois do trabalho, e ficar ********** a guitarra por dias até tirar um solão do Steve Ray Vaughn, por exemplo?

A alegria vai para o espaço... A música vai virar compromisso... Eu vou passar a me cobrar desempenho. Em suma, vai foder tudo!

Abraço!

guitarluiz
Veterano
# jan/14
· votar


vintagentleman
Mas eu pretendo ser músico, mas minhas músicas são completamente diferente.. sinto vontade de fazer e tocar.

guitarluiz
Veterano
# jan/14
· votar


Alguém ta tendo problemas com o fórum? não consigo ver as respostas dos meus tópicos (OFF)

JotaEmidio
Veterano
# jan/14
· votar


guitarluiz
Alguém ta tendo problemas com o fórum? não consigo ver as respostas dos meus tópicos (OFF)

Eu também não estou conseguindo ter acesso. Ta tudo bugado.

makumbator
Veterano
# jan/14
· votar


guitarluiz

http://forum.cifraclub.com.br/forum/11/312444/

DoisUm
Membro Novato
# jan/14
· votar


Eu sou igualzinho.
Não consigo memorizar nem letra de musica.
Sei tocar a maioria das musicas que ouço, mas nao consigo tocar nenhuma, porque nao sei que parte é agora, qual vem antes, etc...


Talvez isso nao seja tão igual assim, mas..

vintagentleman
Veterano
# jan/14
· votar


guitarluiz

Para mim está bom assim, mas se eu quisesse ser músico como você diz que quer, estudaria dez horas por dia, inclusive muita teoria, e aí seria fácil: quando quisesse tirar o solo do Gilmour igualzinho leria a partitura e sairia de primeira. Simples assim...

guitarluiz
Veterano
# jan/14
· votar


vintagentleman

Mas isso é contra a minha ideologia de músico.


Posso ser zuado pelos músicos que são bons ( aos olhos das pessoas), mas eu tenho em mente que a música é uma forma de estar conectado com elementos. Seja o passado, amor, revolta... E quando começam a colocar muita teoria,ou pensar muito pra fazer.

O mundo é chato ao meu ver por ser tão complicado. Se tudo fosse mais simples seria melhor. * Salvo algumas áreas que quando mais estudo nos trazem melhores resultados ( medicina, tecnologia)

E trago isso a música.... Para quê tu tem que fazer um solo a milhares de BPM ? se tu pode fazer uma melodia simples que toca realmente?

Não é porquê eu não consigo, hoje não conseguiria .. mas já tirei solos rápidos ( não tão rápidos assim) e sei que é só questão de treino.

Aonde eu quero chegar?

Veja o movimento punk, simples e bom!

Mas é chato em algumas partes .... Você sabe por quê?

Na minha concepção o punk se torna chato no momento que ele deixa de ter a forma de música ... digo .. ouça ramones, tem músicas que tem uma melodia que é empolgante ! mas tem outras que são chatas pra caramba.


Minha ideologia para composições é essa, riffs que grudam,melodia boa, e uma letra com sentido!

mjbg
Membro Novato
# jan/14
· votar


guitarluiz
então porque fica deprimido ao tentar tirar algo mais complexo?
não tire coisas complexas.. não faz parte da sua "ideologia"

jprpfera
Veterano
# jan/14
· votar


Eu tenho paciencia pra treinar, mas não tenho paciencia pra decorar kkk

guitarluiz
Veterano
# jan/14
· votar


mjbg

Boa pergunta...

vintagentleman
Veterano
# jan/14
· votar


guitarluiz

Vamos analisar as premissas:

1. Você quer ser músico;

2. Kurt Cobain era músico;

3. Steve Vai é músico.

Cabe a você definir qual o tipo de músico quer ser e fazer o planejamento e investimento necessários, lembrando que apenas um em um bilhão, se tanto, podem ser um Hendrix ou Mozart, que faziam miséria sem estudo formal...

makumbator
Veterano
# jan/14
· votar


vintagentleman
Mozart

Ok, mas Mozart tinha bastante estudo formal, desde criança com o pai (que também era um renomado compositor) e depois com diversos professores especializados (estudando itens específicos). Ele não era um autodidata.

mjbg
Membro Novato
# jan/14
· votar


Mozart Mello?

vintagentleman
Veterano
# jan/14
· votar


makumbator

Tá, você entendeu a minha argumentação. O cara era tão gênio que mesmo sem educação formal ainda seria um em um bilhão... e isso não muda minha linha de pensamento...

makumbator
Veterano
# jan/14
· votar


vintagentleman
Tá, você entendeu a minha argumentação. O cara era tão gênio que mesmo sem educação formal ainda seria um em um bilhão... e isso não muda minha linha de pensamento...

Sim, seria um gênio de qualquer maneira. Mas pelo menos no caso dele nem dá para falar que começou sozinho e depois procurou aulas (como muita gente), pois já com 4 anos o pai o ensinava de maneira sistemática. Só no fim da vida (curta) é que ele não teve professores.

Acho que no caso dele o ensino teve impacto direto sobre o quanto de sua genialidade se desenvolveu, pois foi algo vindo de muito cedo mesmo. Mas o que esperar de um camarada que com 14 anos já tinha escrito e encenado (com bastante sucesso) uma ópera?

guitarluiz
Veterano
# jan/14
· votar


Kurt Cobain era músico;
então..



Não digo deixar de estudar, mas deixar de ser '' virtuoso''

vintagentleman
Veterano
# jan/14
· votar


guitarluiz

Mas o Cobain era um gênio também cara... um baita compositor e letrista, exímio com melodias, sem dúvida um dos maiores guitarristas da história.
Depois ele era extremamente desapegado a tudo que não fosse a arte, inclusive não estava nem aí para a própria vida... isso é modelo de conduta, rapaz? Quem sabe exemplo de sucesso?
Isso foi uma tragédia...
Mas ele deixou uma obra poderosa sim, sem dúvida...

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a A depressão me segue - O tédio de tirar música