Sertanejo Universitário Erudito?

    Autor Mensagem
    little_wolf
    Veterano
    # nov/13


    "Admiro também Bartók: ele revolucionou a música, compondo em semitons. No piano, toco algumas do Bartók"

    Então tá serto...

    http://www.odiario.com/vivamaringa/showsebaladas/noticia/786380/ouvi-c aetano-veloso-a-vida-inteira-e-nao-aprendi-nada/

    El_Cabong
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    Sertanejo Universitário Erudito ! !

    Isso não seria um tipo de cocô perfumado ??

    geronimo.correa
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    little_wolf
    O cara comparar sertanejo universitário com música country... esse manja pra caramba, tudo a ver uma coisa com a outra... vai ver as letras do brad paisley, por exemplo, pra ver se é essa pobreza ai... mas tirando uns comentários "fora da casinha" não vejo nada de errado em o cara gostar de música clássica, pagode, sertanejo universitário, moda de viola, etc... afinal, gosto é gosto.

    El_Cabong
    Veterano
    # nov/13 · Editado por: El_Cabong
    · votar


    Como que uma mesma pessoa pode dizer que "gosto é gosto", e ao mesmo tempo dizer que uma opinião sobre um gosto pessoal de alguém é "fora da casinha" ??
    Afinal gosto é gosto ou não ??

    Na minha opinião (segundo o meu gosto):
    Sertanejo Universitário = cocô
    Sertanejo do tipo (Almir Sater / Oswaldo Montenegro) = maravilhoso

    Thiago Livgren que toca mais ou menos
    Membro Novato
    # nov/13
    · votar


    Eu li uma parte. O cara compara sertanojo universitário com Country (como já foi dito antes). Véi, Country e sertanejo já foram parecidos há muito tempo atrás. Hoje em dia, com o sertanejo universitário (que nunca se forma), se baseia em fazer letras e músicas tão fáceis e repetitivas que até o meu primo sem noção de 7 anos faria. Total Fail desse cara. Depois ele mostra todo o seu Tryhardismo falando que curte música clássica. Cara, tudo bem ele curtir, mas QUE RELEVANCIA TEM ELE FALAR AQUILO SE NAO REFLETE NEM UM POUCO EM SEU SOM?????
    Quanto ao gosto pessoal, vamos concordar que ainda sim existe bom e mau gosto. Essas pessoas que curtem só o que tá na media e depois esquecem, e quando alguem lembra falam mal da musica antes curtida, parecem que nem gosto tem.

    geronimo.correa
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    El_Cabong
    Não questionei em nenhum momento o gosto pessoal do cara, falei que, por exemplo, comparar country com sertanejo universitário é fora da casinha, leia com atenção. Isso não tem nada a ver com gosto pessoal, é um fato, uma coisa não tem nada a ver com a outra (sertanejo universitário x country). Abraço!

    El_Cabong
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    geronimo.correa
    Me desculpe então !!

    É que esta frase:
    ... mas tirando uns comentários "fora da casinha" ...
    ficou meio subjetiva.
    Abçs.

    Lelo Mig
    Membro
    # nov/13
    · votar


    little_wolf

    "ele revolucionou a música, compondo em semitons"

    Mas que merda é essa?

    Que eu saiba Béla Bartók foi, além de compositor e pianista, o criador da Etnomusicologia, que é a ciência que objetiva o estudo da música em seu contexto cultural ou o estudo da música como cultura. Entre elas, a utilização de muitos semitons nas escalas exóticas. Mas "revolucionar a música compondo em semitons??"......nunca ouvi falar nisso.

    Os especialistas em música erudita me corrijam, será um prazer aprender sobre o assunto...

    makumbator
    Veterano
    # nov/13 · Editado por: makumbator
    · votar


    Lelo Mig

    Ele deve estar falando do fato das composições da fase mais madura do Bartok serem em grande parte fora do esquema tradicional de tonalidade (ele gostava de compor com cromatismo, fugia de acordes tradicionais, etc...). Deve ser isso que o camarada lá quis dizer com "compondo em semitons".

    Aqui um dos conceitos da escrita dele:

    http://en.wikipedia.org/wiki/Polymodal_chromaticism

    É uma forma diferente de expandir o tonalismo (em oposição ao Schoenberg e a escola de Viena)

    Lelo Mig
    Membro
    # nov/13
    · votar


    makumbator

    Conheço o trabalho de Bartók, amigo Makumba. E, inclusive, suas experiências com cromatismo polimodal têm a ver com sua "paixão" pelas escalas exóticas que estudou.

    A diferença é você, que entende do riscado, explicando algo...

    E alguém que pensa que entende, o sujeito querendo impressionar periguetes de rodeio, falando merda...

    makumbator
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    Lelo Mig

    Então, eu acho que o cara tentou explicar essas características peculiares do Bartók com o tal "compondo em semitons". Ficou um tanto bizarro mesmo...hahash!

    A diferença é você, que entende do riscado, explicando algo...

    Que nada! Hashsha!

    o sujeito querendo impressionar periguetes de rodeio, falando merda...

    Deve ser isso mesmo...hsahas! Mas você tem que admitir que usar Bartók pra impressionar as v@dias até que tem seu charme...hehehe!

    little_wolf
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    Thiago Livgren que toca mais ou menos
    Tryhardismo falando que curte música clássica. Cara, tudo bem ele curtir, mas QUE RELEVANCIA TEM ELE FALAR AQUILO SE NAO REFLETE NEM UM POUCO EM SEU SOM?????

    Essa é a minha opinião também. Pra mim o cara quis pagar de cultzão pra cima do jornalista. Porque o cara não fica só na música clássica não. Esse foi só um highlight, e a parte de filósofia então:

    "Leio bastante filosofia. Li Sócrates, Platão, os filósofos de sempre. Mas gosto mesmo é de Santo Agostinho"

    O cara toca Bartók, lê Platão e sua discografia é "E o Tanto Que é Bão" (2011) e "É Dus Mais Bão" (2012), pela Universal Music.

    Beleza, champs!

    Insufferable Bear
    Membro
    # nov/13
    · votar


    makumbator
    Lelo Mig
    Outra possibilidade são os microtons.

    Lelo Mig
    Não tá exagerando não? O cara pode ter se confundido na hora, ou a transcrição pode estar errada, nada diz que ele não entenda do que está falando.
    Já vi muitos "especialistas" cometendo erros piores, eu não sei porque o erro dele tem todo esse peso...

    FBlues_rock
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    little_wolf
    os filósofos de sempre
    O tal da entrevista deve manjar tudo... talvez saiba até um nome de alguma obra dos citados.

    Insufferable Bear
    Membro
    # nov/13
    · votar


    Leio bastante filosofia. Li Sócrates, Platão, os filósofos de sempre. Mas gosto mesmo é de Santo Agostinho

    Pô, eu não vi isso, aqui ele realmente merece uma surra. É tipo falar "eu ouço tudo de rock, pink floyd, led zeppelin, e a lista continua...".

    little_wolf
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    Insufferable Bear

    Tem mais:

    Apadrinhada por João Bosco & Vinícius, a dupla mescla sertanejo universitário com funk, rock, pagode e axé. No show, há versões exóticas para "Jump", do Van Halen, "Sweet Child O' Mine", dos Guns N' Roses, e "Malandragem", do Cazuza. "Tem um monte de roqueiro que vai aos nossos shows", dedura Rafael.

    Roqueiros, Asmodeu tá vendo, viu?

    little_wolf
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    ~Exóticas~

    Tenho medo...

    fernando tecladista
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    a diferença do novo sertanejo daqui e do cara do texas de lá
    é que o daqui nunca pisou em um monte de bosta de vaca, nunca andou de trator, nunca sujou a bota de barro
    não sabe quanto pesa uma saca de café, não sabe o que é uma arroba, um alqueire, uma quadra de terra, se bobear não sabe nem onde é a frente de um boi
    mas posa de caipira, se veste pensando que a roupa dele é roupa do campo e escuta uma música que fala da piradinha fora da casinha, com o clip filmado em um iate com meia duzia de branquela que nunca tomou sol na moriga, iate também não tem no sertão

    El_Cabong
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    ouvi-caetano-veloso-a-vida-inteira-e-nao-aprendi-nada

    Realmente não aprendeu nada mesmo !!!
    Caetano Veloso é uma escola de composição e interpretação.

    Thiago Livgren que toca mais ou menos
    Membro Novato
    # nov/13
    · votar


    little_wolf
    há versões exóticas para "Jump", do Van Halen, "Sweet Child O' Mine", dos Guns N' Roses, e "Malandragem", do Cazuza.
    É porque essas músicas são muuuuuito obscuras, e só um fã truezão de Rock'n'Roll, garimpeiro de sites internacionais que vendem albuns conhece.

    Insufferable Bear
    Pô, eu não vi isso, aqui ele realmente merece uma surra. É tipo falar "eu ouço tudo de rock, pink floyd, led zeppelin, e a lista continua...".
    Haha, se é assim então eu sou um viciado em música erudita, já que conheço uma música do Bach, outra do Bethoven, e uma do Yuruma (que aliás eu nem sei se é erudito ou não).

    fernando tecladista
    a diferença do novo sertanejo daqui e do cara do texas de lá
    Existem diferenças musicais (jura?!), mas sociais (usei o termo correto?) é assim mesmo que vc falou. Enquanto o texano, ou até mesmo o "brasileiro de raiz" está lá sujando a botina surrada na grama descomida pela vaca, o universitário está lá "sujando" seu novo boot (ou tenis de corrida que custou uns R$200,00) no chão da faculdade (de direito, não agronomia), limpado por uma faxineira caipira.

    Falando das letras, o sertanejo antigão geralmente falava sobre:
    1. Trabalho do campo
    2. Simplicidade do morador do campo
    3. As pingaiada, do morador do campo
    4. A famosa "dor de corno"
    5. Pegar mulher em rodeios
    6. Se divertir em rodeios
    7. Amor
    8. Diferenças do campo vs. cidade
    E o universitário:
    1. Pegar mulher
    2. Pegar mulher só porque o cara tem um veículo
    3. Amor, mas de um jeito viadoso
    4. ...

    Lelo Mig
    Membro
    # nov/13
    · votar


    "Leio bastante filosofia. Li Sócrates, Platão..."

    Sócrates não deixou nada escrito! Tudo o que sabemos de Sócrates é através do seu discípulo, Platão.

    Muitas vezes é melhor ficar calado...

    Julia Hardy
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    É o músico kinder ovo.

    Thejapamuri
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    Thiago Livgren que toca mais ou menos
    4. Ir na balada... ...pra pegar mulher!!!

    little_wolf
    Eu tenho medo de ir lá e ver essas versões exóticas...

    "A música country norte-americana e a verdadeira sertaneja brasileira tem mensagem. O sertanejo universitário só tem bobagem! Falei.........."
    Concordo com esse comentário que vi lá no site.

    [Flashbackmode:on]
    Se lembram do camaro amarelo? ta igual o caramelo?
    [Flashbackmode:off]

    The Man Who Sold The World
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    essa minha cidade... kkkkkkkkkkkkk

    AtalaBukas
    Membro Novato
    # nov/13
    · votar


    O cara deve sentir remorso e quer arranjar qualquer explicação por ter optado o meio mais simples de ganhar dinheiro, no momento atual, com a música sertaneja. Não acho errado, conheço gente que faz isso. Mas ao invés de dizer que entrou nessa pela grana, inventa uma história de que sertanejo universitário é igual ao country. Só se for pelo viés comercial, porque nos EUA o country estourou mais ou menos de maneira parecida com o sertanejo daqui.

    FBlues_rock
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    Lelo Mig
    Com certeza, teria nos poupado dessa bobagem...
    Seria legal perguntarem sobre como ele contextualiza a pederastia para uma interpretação hodierna de O Banquete de Platão... hehe

    PS: há outro discípulo que redigiu os discursos de Sócrates, embora menos conhecido: Xenofonte. Há também autor(es) sofista(s) que cita(m) os discursos de Sócrates, para rivalizá-lo.

    cafe_com_leite
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    Bom, acho muito estranho tanta crítica pelo cara quando vejo muitos daqui não verem problema nenhum em um músico profissional que toca pra bandas sertanejas universitárias como contratado.

    Nefelibata
    Veterano
    # nov/13
    · votar


    Lelo Mig

    Eu gosto tanto de moda de viola (tião carreiro e afins) que comprei uma viola caipira e aprendi a tocar. Mas sempre fui roqueiro.

    Cheguei a tocar viola pra uma dupla em alguns shows. Era mto bom, por ser da banda o bar era aberto pra mim. Aí eu ficava na festa bedendo de graça, só tocava 6 músicas no meio do show, depois voltava pra esbórnia.
    Euaheuaheauhe

    ÊTA TEMPO BÃO, SÔ!

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Sertanejo Universitário Erudito?