Solução para o problema da pirataria?Download Remunerado!

Autor Mensagem
edu ROCK
Veterano
# ago/08


Olá, pessoal do Fórum.É o seguinte:um tempo atrás, eu e um amigo estávamos conversando a respeito da pirataria, baixar músicas pela internet e tal...
Então, eu tive uma idéia de uma provável solução para o problema da pirataria.Tanto eu como meu amigo chegamos a conclusão de que era uma idéia viável e todos sairiam ganhando.
Ironicamente, alguns dias depois, eu descobri que já havia algo assim em prática...não exatamente da forma que eu havia pensado, mas seguindo o mesmo raciocínio.
Funciona assim:você entra no site, faz o download da(s) música(s) que você quer, gratuitamente.Então, uma empresa patrocinadora (que tem anúncios dos seus produtos no site em questão) pagaria para o artista o valor dos direitos autorais a ele devidos.
Ou seja, todos saem ganhando:o fã baixa a música gratuitamente, o artista recebe,e a empresa que está bancando isso tem seus produtos e serviços divulgados.
Infelizmente, essa é uma iniciativa ainda pouco divulgada, poucas pessoas sabem, e por enquanto apenas artistas independentes aderiram a ela.
Talvez se bandas e artistas já consagrados aderissem também, poderia ser o começo do fim do problema da pirataria.
Comentem!

PS:Não sei se é contra as regras do fórum,mas vou deixar aqui o link para o site ,para vocês verem e chegarem a suas próprias conclusões.

http://tramavirtual.uol.com.br/download_remunerado.jsp

makumbator
Veterano
# ago/08
· votar


edu ROCK

Duvido muito da eficácia disso, pois muitos continuariam a colocar suas coleções de áudio e vídeo em outros sites fora desse sistema e redes de compartilhamento para a troca, até porque, esses sites legalizados não conseguem ter uma variedade muito grande de artistas, deixando muitas lacunas, que são preenchidas pelos usuários comuns.
Concordo com o Elton John, quando ele diz que a única maneira de parar a pirataria online é fechar a internet, o que é totalmente fora de questão.
Mas é claro que todas essas novas iniciativas são bem vindas, são uma opção a mais para se ter música legalmente a disposição das pessoas.

edu ROCK
Veterano
# ago/08
· votar


makumbator

Sim, no estágio atual é realmente pouco eficaz, pois é uma iniciativa pouco divulgada, e apenas bandas e artistas independentes participam.No caso de músicas do mainstream,as pessoas continuariam utilizando as redes P2P e afins.
Mas, suponhamos que um dia esse projeto assuma grandes escalas...grandes bandas abandonassem as gravadoras e passassem a disponibilizar suas músicas nesse sistema?Essas bandas poderiam estimular seus fãs a baixar suas músicas por esse sistema e não por outros,frisando as suas vantagens:Segurança(você teria a certeza de não estar baixando nenhum vírus, trojan, entre outros),Confiabilidade(você teria a certeza de estar baixando a música correta, com todas as informações como nome da música, artista, álbum, etc,corretamente colocadas),entre outras.
Eu sei que é uma suposição um tanto quanto utópica, mas eu acho que poderia dar certo, caso os artistas se empenhassem nisso.Por que, legalmente ou não, o download de músicas não vai parar, então acredito que os artistas deveriam tentar encontrar uma maneira de se adequar a essa nova realidade.
Obrigado pela colaboração, um abraço!

supermulti
Revelação e Virtuose
Prêmio FCC violão 2008
# ago/08
· votar


edu ROCK

Então, uma empresa patrocinadora (que tem anúncios dos seus produtos no site em questão) pagaria para o artista o valor dos direitos autorais a ele devidos.

Você acha que as empresas patrocinadoras iriam querer isso? É claro que não! Seria um ônus a mais prá elas...

o fã baixa a música gratuitamente

O problema é que o fã, antes disso, é um consumidor e, como tal, deveria pagar pelos serviços que utiliza...

Pagar pelo acesso à internet é uma coisa; pagar pelos serviços que estão à disposição nela é outra coisa...

O ônus deveria ser dividido entre os três: gravadora/artista, site e consumidor/fã.

makumbator

Concordo com o Elton John, quando ele diz que a única maneira de parar a pirataria online é fechar a internet, o que é totalmente fora de questão.

Também concordo. Pirataria e internet andam juntas.

edu ROCK

No caso de músicas do mainstream,as pessoas continuariam utilizando as redes P2P e afins.

Eu acho que 99,9% dos usuários da internet utilizam redes P2P e afins.

Você acha que esses 99,9% iriam querer pagar para baixar músicas, já que baixam de graça? É claro que não! Assim como as empresas patrocinadoras também não! Ou seja, preferem deixar do jeito que está! Assim, só a gravadora e o artista (mais o artista) é que se danam!

Uma opção seria acabar com as redes P2P. Mas quem quer que acabe? (essa é a questão)

Sem hipocrisia, sabemos que pirataria é crime. Porém, é um "crime" que todos praticam. Portanto, todos nós somos um pouco "criminosos" e temos nossa parcela de culpa nisso tudo aí.

Diino
Veterano
# ago/08
· votar


e ai? uma pessoa baixa por nu ares e ja era.

é que nem nu blu-ray, dizem que vai resolver o problema da pirataria...
nao vai, embora eu seja contra a pirataria.

Black Fire
Gato OT 2011
# ago/08
· votar


Impraticável.

edu ROCK
Veterano
# ago/08
· votar


supermulti
Você acha que esses 99,9% iriam querer pagar para baixar músicas, já que baixam de graça?

Nossa , cara, eu acho que você me entendeu mau.
Nesse caso , o fá baixaria a música de graça..quem pagaria os direitos autorais seriam as empresas...


O problema é que o fã, antes disso, é um consumidor e, como tal, deveria pagar pelos serviços que utiliza...


Sim, mas o detentor dos direitos autorais de qualquer obra pode distribuí-la gratuitamente se assim o desejar...vai da vontade dele.Não existe nenhuma lei dizendo que o artista é obrigado a vender sempre a música.


Sem hipocrisia, sabemos que pirataria é crime. Porém, é um "crime" que todos praticam. Portanto, todos nós somos um pouco "criminosos" e temos nossa parcela de culpa nisso tudo aí.


Concordo contigo.Exatamente por isso, essa é uma ótima iniciativa pra tentar acabar com esse problema.Como eu mesmo disse no primeiro post, é uma idéia bem utópica, mas nem por isso impossível de ser colocada em prática...


Diino
e ai? uma pessoa baixa por nu ares e ja era.

Sim, rapaaz...mas se você fosse baixar um álbum e você tivesse duas alternativas...baixar gratuitamente, legalmente, de uma fonte confiável...ou baixar gratuitamente porém de forma clandestina e não confiável...o que você faria?


Black Fire
Impraticável.

Mas já está em prática!!!
Atente para o primeiro post, eu coloquei o link do site da Trama Virtual, onde artistas independentes postam suas músicas pra galera baixar de graça e recebem depois o valor correspondente a quantos downloads foram feitos...

supermulti
Revelação e Virtuose
Prêmio FCC violão 2008
# ago/08
· votar


edu ROCK

Nossa , cara, eu acho que você me entendeu mau.

Não, cara. Eu entendi sim. Na sequência, eu disse:

Assim como as empresas patrocinadoras também não! Ou seja, preferem deixar do jeito que está! Assim, só a gravadora e o artista (mais o artista) é que se danam!

Sim, mas o detentor dos direitos autorais de qualquer obra pode distribuí-la gratuitamente se assim o desejar...vai da vontade dele.

É lógico! A obra é dele! Está registrada no nome dele! Os artistas independentes vão querer, é claro, até para divulgarem seu trabalho...mas e os que já têm nome?

Não existe nenhuma lei dizendo que o artista é obrigado a vender sempre a música.

É claro que não! A lei 9.610, de 19/02/1.998 (a lei dos Direitos Autorais) dispõe, em seu art 22, que os direitos morais e patrimoniais da obra que o autor criou pertencem a ele. E, em seu art 28, diz que cabe ao autor o direito de utilizar, fruir e dispor de sua obra literária, artística ou científica.

Concordo contigo.Exatamente por isso, essa é uma ótima iniciativa pra tentar acabar com esse problema.

Pode crer. Assisti a uma entrevista dos Titãs dizendo que eles pretendem fazer algo semelhante daqui prá frente (vender músicas individualmente, etc).

Parece que as bandas mais conhecidas e os cantores mais famosos também estão sentindo o peso da pirataria...

Acho que eles vão ter que reinventar a indústria fonográfica...

eusebio
Veterano
# ago/08
· votar


Eu baixei os três álbums que tem lá e achei os três muito bons. Mas o melhor é o do Tom Zé.

O do Macaco Bong eu também achei bom, não achava que tinha bandas naquele estilo no Brasil.

supermulti
Revelação e Virtuose
Prêmio FCC violão 2008
# ago/08
· votar


Exemplo:

1. No início do mês anunciamos que temos R$10 mil para serem divididos entre os downloads;
2. Ao final do mês, divulgamos que ocorreu um total de 100 mil downloads. Ou seja, cada download do mês valeu
R$0,10;
3. O artista que tiver mil downloads neste mês, terá direito a R$100, que poderão ser resgatados;
4. Caso artista tenha menos de mil downloads, ele tem o valor correspondente ao número de downloads guardado
para ser somado aos créditos dos meses seguintes.

R$100,00 por mês!? Como é que o cara vai viver com isso!? Pior que aposentado!!!

Não sei se vai dar certo não...

Sam
Moderador
# ago/08 · Editado por: Sam
· votar


Essa parada já rola há um ano no Trama.

E o resultado do último mês é o seguinte:

Ranking de downloads Julho/08: TramaVirtual 280.342 x 1.789.046 Palco MP3

Ou seja, divulgando seu som no Palco MP3 sem a burocracia do download remunerado (que exige login, senha e coisarada), vc atinge muito mais gente, fazendo muito mais contatos, ficando conhecido e descolando shows pra tocar e ganhar uma grana de verdade.

Além disso, calculando os valores... R$6.000 / 280.342 downloads = R$0,02 por download. Pra piorar, lá (teoricamente) são 58 mil bandas... R$6.000 / 58 mil bandas = R$103 por banda. Se for power trio dá R$34 pra cada um =P

De qq forma, esse papo é longo... =)

Lucas_fms
Veterano
# ago/08 · Editado por: Lucas_fms
· votar


É! Eu pensei nisso esses dias. Em teoria, na minha opinião não tem como não dar certo. O esquema pra mim teria que ser o seguinte.

Cada banda faz uma página especifica pra ela e disponibiliza sua música, as paginas de todas as bandas interessadas seriam interligadas por um portal independente, sem qualquer ligação com artistas ou anunciantes. Diferente de um myspace, ou orkut, no qual sua pagina faz parte de uma comunidade, na minha opinião as paginas teriam que ser particulares. O portal seria um meio de interligar esses sites de cada banda, e facilitar a busca, os downloads e a divulgação.

Com a página da sua banda feita, e conectada(ou não) a esse portal, o anunciante interessado em, por exemplo, atingir um público que banda em questão já atinge, oferece um contrato, no qual vai ser definido o preço pago por download, ou acesso. Isso diretamente com a banda ou com o respectivo empresário.

Por exemplo, fulano tem uma empresa que fabrica chapinhas, e quer começar a vender essas chapinhas para o publico emo. Ai o gerente de marketing dessa empresa de chapinhas entra em contato diretamente com o empresário do Nxzero, e oferece um x por download para ter o direito de botar y anuncios e tamanho z ná pagina que o Nxzero disponibiliza suas músicas.

Empresas grandes que tem muito dinheiro, apoiariam bandas grandes que querem muito dinheiro e cobrariam muito por download, visto que essas grandes bandas tem uma visibilidade gigantesca. Por exemplo, Nike e U2.

Já pequenas empresas que não tem muito dinheiro anunciariam em páginas de bandas também pequenas, que devido a visibilidade limitada cobrarão pouco por download.

Se uma banda for crescendo, agregando fãs, como consequencia as grandes empresas vão criar interesse por essas bandas e vão oferecer mais dinheiro por download, e assim baseado naquela linda lei da oferta e demanda, acredito eu que esse mercado se regularia.

Isso em teoria.

Qualquer erro ai no raciocinio, ou descuido me avisem, esse é um ótimo espaço para discutirmos isso. E quem sabe não ficamos todos ricos revolucionando o mercado fonográfico hahahahahahah

edu ROCK
Veterano
# ago/08
· votar


supermulti
Os artistas independentes vão querer, é claro, até para divulgarem seu trabalho...mas e os que já têm nome?

Então cara.Taí justamente o problema.Não é qualquer cara que vai querer abandonar a gravadora...
Mas uma vez eu vi na TV, um artista famoso,acho que era a Ivete Sangalo,dizendo que o artista recebe pouquissimo por cada CD vendido.
Então se for por esse lado...a Internet pode ser a saída.


Pode crer. Assisti a uma entrevista dos Titãs dizendo que eles pretendem fazer algo semelhante daqui prá frente (vender músicas individualmente, etc).

É isso aí, cara...acredito que esse é o futuro,sabe?Os artistas tem que encontrar maneiras de lidar com essa nova realidade que é a Internet.
Mas o problema é que no Brasil tudo é muito caro...Outro dia eu entrei em um site americano de vendas....eles tem os albuns em duas opções:o formato tradicional, CD ou vinil, com caixinha, encarte,etc...e o formato digital, no qual você faz o download das músicas.No formato tradicional o cd custaria por exemplo 40 dólares...já no formato digital, cerca de 20 dólares.Nada mais justo não é mesmo, já que no formato digital você não tem custos com a fabricação do CD, da caixinha, do encarte, etc.
Porém , aqui no Brasil, a realidade é diferente.Se você comprar as músicas em formato digital, geralmente fica mais caro do que comprar o álbum em formato tradicional!!Aí fica complicado,né?

Parece que as bandas mais conhecidas e os cantores mais famosos também estão sentindo o peso da pirataria...

Verdade, cara.Inclusive no palco mp3 tem vários artistas relativamente conhecidos....


Acho que eles vão ter que reinventar a indústria fonográfica...

Exatamente.Agora eu acho que você falou tudo.

edu ROCK
Veterano
# ago/08
· votar


Sam

Certo....
Mas eu citei o Trama apenas como um exemplo...não quis dizer que obrigatoriamente tem que ser esse site.
Pode ser qualquer outro com algum projeto similar...

...sem a burocracia do download remunerado (que exige login, senha e coisarada)

Alguem poderia fazer um site com o mesmo raciocínio do Trama, mas tentando diminuir um pouco a burocracia...

Mas como eu disse, citei o Trama Virtual apenas como exemplo.
Eu acho que o ponto fundamental seria bandas grandes, consagradas, aderirem a um esquema desses.
Como o Lucas_fms disse no post dele, se uma banda que atinge um público grande fizesse um projeto assim , com certeza grandes empresas se interessariam em patrocinar...prova disso é o fato de que as bandas da moda sempre fazem comercial de Coca-cola, pepsi, fanta ,e afins.Muito provavelmente essas empresas se interessariam em patrocinar um desses esquemas de download remunerado, contanto que fosse uma banda que atingisse um público grande...

Lucas_fms
Veterano
# ago/08
· votar


Burocracia sempre existe, sempre que tem dinheiro na jogada vai rolar uma burocracia, até porque ninguem se interessa em fazer um investimento sem garantias, sejam elas quais forem.

edu ROCK
Veterano
# ago/08
· votar


Lucas_fms

Sim, cara, mas a burocracia a que me refiro é a seguinte:não sei se você conhece o site da Trama Virtual,mas é um tanto quanto chato você baixar as músicas lá...tem que fazer cadastro, login, senha,e coisarada, como o Sam disse.
Alguém poderia fazer algo parecido, mas sem essas chateações,saca?
Quanto a ter garantias, obviamente, teria que ter um contrato entre as partes(banda e empresa), tudo certinho.

edu ROCK
Veterano
# ago/08
· votar


Lucas_fms

E aliás....eu achei bastante interessante a sua idéia, cara.
Cada banda ter sua página particular...interligadas por um portal independente... muito legal mesmo, muito bem pensado.
Então cara...isso é a prova de que boas idéias existem e estão aí aos montes...o problema maior seria divulgar isso e mostrar a viabilidade dessas idéias as pessoas certas(ou seja, bandas e empresas.)
Como você mesmo disse, colocar um projeto desses em funcionamento e em grande escala, seria revolucionar o mercado fonográfico...
E revolucionar é sempre algo difícil...convencer as pessoas a mudarem para algo novo (portanto incerto)é muito complicado...mesmo que o modo atual esteja em decadência....

Lucas_fms
Veterano
# ago/08
· votar


Aaah sim! Pensei que a burocracia que você tavam falando era para cadastrar uma banda no site.

Na minha opinião, a criação deste espaço para download das músicas tem que ser completamente desvinculada de sites e portais. Sendo assim, o artista decide se quer, ou se não quer restringir o acesso ao seu material.

Lucas_fms
Veterano
# ago/08 · Editado por: Lucas_fms
· votar


É! o propósito de a criação do espaço ser desvinculada, é deixar o artista fazer o que bem entender com aquele espaço (desde que seu patrocinador concorde). Porque por exemplo, mesmo que o myspace seja customizavel você tem que seguir certas restrições e padrões que caracterizam este site.

Vou até bater um papo com meus professores pra ver o que eles acham dessa idéia!

edu ROCK
Veterano
# ago/08
· votar


Lucas_fms

Beleza, cara.
Agora eu vou dormir,que amanhã vai ser bravo.
Boa noite aí pra vc e pra quem mais estiver online...

Fui!

BaNdAiD
Veterano
# ago/08
· votar


Cara, pra mim a "pirataria" musical é um processo sem volta, uma revolução que vai acabar mudando esse mercado.

Não adianta ficar lutando contra isso. Iniciativas como a do Radiohead se mostraram muito mais eficientes e lucrativas do que as medidas tomadas até agora para coibir a "pirataria", como aqueles cds que não podem ser copiados e a fiscalização policial.

Ao inves de ficar olhando atônito para os acontecimentos, quem for esperto vai entrar na onda e inovar o mercado. Quem ficar parado, vai pro buraco...


*qdo digo pirataria, me refiro a troca e download de musicas e outros tipos de arte pela internet, não ao cd/dvd vendido no camelô.

edu ROCK
Veterano
# ago/08
· votar


BaNdAiD

Sim, concordo 100 % com o que vc disse.

uem for esperto vai entrar na onda e inovar o mercado. Quem ficar parado, vai pro buraco...

É justamente sobre isso essa idéia...inovar.
Ter idéias interessantes pra usar a Internet como uma aliada para divulgar a arte, e não uma inimiga.
Essa idéia que expus..é apenas uma sugestão, pode ser que desse certo, pode ser que fosse um total fracasso, mas eu acho importante que essas idéias surjam.
Como você mesmo disse , a troca de conteúdo pela Internet é um processo sem volta,e vai revolucionar totalmente o mercado fonográfico.
É apenas uma questão de tempo até chegarmos ao "clímax' da situação:suponhamos que daqui a alguns anos, as gravadoras todas quebrem.E aí? O que os artistas vão fazer?Como será o "Novo Sistema"?Distribuir as musicas gratuitamente pela Internet?Vende-las individualmente?Essa idéia que eu dei,de empresas anunciantes patrocinarem os artistas para que o fã baixasse a música de graça?
Enfim, o que é evidente, pra mim, é que o fim do "velho sistema"(leia-se gravadoras)está próximo.A questão agora é saber como será o "novo sistema".
Abraço!

supermulti
Revelação e Virtuose
Prêmio FCC violão 2008
# ago/08
· votar


edu ROCK

Tenho outra solução ou alternativa: o governo poderia legalizar o comércio ambulante cadastrando o máximo de ambulantes possível, fornecendo-lhes uma espécie de alvará de funcionamento provisório.

E, em contrapartida, cobrar de cada um deles uma taxa ou imposto mensal, cuja determinada porcentagem seria repassada a todos os compositores e artistas cadastrados através de depósito bancário automático, mensalmente. Ou então, poderia ser repassado um valor calculado em UFIR's, por exemplo.

A mesma taxa ou imposto poderia ser cobrado automaticamente dos donos de casas noturnas através das transações bancárias ou financeiras.

Hã!?

Lucas_fms
Veterano
# ago/08
· votar


supermulti

Isso continua sendo pirataria, só vai ser mais caro, e "legalizado". Mas isso seria sem sentido, seria legalizar e fiscalizar uma coisa que é ilegal.

E com os impostos, os ambulantes teriam que cobrar mais pelos seus cds piratas. Mas baixar é de graça

supermulti
Revelação e Virtuose
Prêmio FCC violão 2008
# ago/08
· votar


Lucas_fms

Mas isso seria sem sentido

...?

E com os impostos, os ambulantes teriam que cobrar mais pelos seus cds piratas.

É melhor deixar do jeito que está, assim é mais barato e acessível!?

...?

No seu ponto-de-vista, como é que poderíamos acabar, então, com a pirataria exercida pelo comércio ambulante?

Qual seria a sua solução?

Lucas_fms
Veterano
# ago/08
· votar


supermulti

Cara, eu postei uma solução imensa ali em cima! Le o tópico inteiro

supermulti
Revelação e Virtuose
Prêmio FCC violão 2008
# ago/08
· votar


Lucas_fms

Isso continua sendo pirataria, só vai ser mais caro, e "legalizado".

Se fosse legalizado, não seria mais pirataria e, portanto, não seria mais crime.

E os compositores e artistas cadastrados receberiam pelas suas obras e composições, só que de outra forma.

supermulti
Revelação e Virtuose
Prêmio FCC violão 2008
# ago/08
· votar


Lucas_fms

No seu ponto-de-vista, como é que poderíamos acabar, então, com a pirataria exercida pelo comércio ambulante?

Cara, eu postei uma solução imensa ali em cima! Le o tópico inteiro

Eu li sim o tópico inteiro e você não respondeu a pergunta. Você falou sobre a criação de uma página no site separada para cada banda e da venda de downloads.

Lucas_fms
Veterano
# ago/08
· votar


Você não entendeu nada então! Lê de novo, se não entender avisa que eu explico

supermulti
Revelação e Virtuose
Prêmio FCC violão 2008
# ago/08
· votar


Lucas_fms

Explica você de novo então que tá muito mal explicado.

Vou repetir a pergunta prá você entender e não se perder:

No seu ponto-de-vista, como é que poderíamos acabar, então, com a pirataria exercida pelo comércio ambulante?

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Solução para o problema da pirataria?Download Remunerado!