Pedais que não encontramos no Brasil

    Autor Mensagem
    Carol Flor
    Membro Novato
    # 07/abr/19 19:57


    Olá amigos, boa noite!!
    quais são os pedais que vocês não encontram no Brasil?
    Abs

    makumbator
    Veterano
    # 07/abr/19 19:58
    · votar


    Carol Flor

    Uma cacetada de pedais.

    Carol Flor
    Membro Novato
    # 07/abr/19 20:10
    · votar


    Um pedal que eu não encontro é o pedal suhr riot mini :(

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 07/abr/19 20:24
    · votar


    Carol Flor
    https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1204691175-pedal-suhr-riot-min i-_JM

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 07/abr/19 20:25
    · votar


    BrotherCrow
    Simples assim...
    Kkkkkkkkkkkkkkkk...
    Abç

    Carol Flor
    Membro Novato
    # 07/abr/19 20:29
    · votar


    Mas é usado!!

    Carol Flor
    Membro Novato
    # 07/abr/19 20:30
    · votar


    E só vi esse também srsrs por isso que eu disse que é difícil de encontrar :)

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 07/abr/19 21:37
    · votar


    Carol Flor
    A maioria dessas marcas mais "boutique" não tem distribuidor no Brasil; mesmo marcas relativamente baratas como Electro Harmonix são difíceis de achar. Esse Suhr Riot é muito bom, eu mesmo tenho aqui em casa e gosto bastante. Mas o preço é salgado...

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 07/abr/19 22:11
    · votar


    Carol Flor
    Em todo caso... a distribuidora da Suhr no Brasil é a SB Gallery, mas o Riot tá esgotado no site deles. Manda um email, vai que você dá sorte.

    SteveRayMorse
    Veterano
    # 07/abr/19 23:33
    · votar


    Mais fácil listar o que encontra.

    SteveRayMorse
    Veterano
    # 07/abr/19 23:33 · Editado por: SteveRayMorse
    · votar


    duplo

    Gabezorx
    Membro Novato
    # 08/abr/19 16:47
    · votar


    Das duas uma, ou a pessoa é lojista e está fazendo uma enquete pra ver qual é o gap no mercado e se inserir nele ou realmente gosta de pagar mais caro por pedais "nacionalizados".

    Del-Rei
    Veterano
    # 08/abr/19 17:30
    · votar


    Os preços são tão fora da realidade por aqui, que dá até desânimo pesquisar. A cotação do dólar/real pros lojistas deve ser algo de 10 pra 1. Dá não.

    Entendo das dificuldades burocráticas, trabalhistas e tributárias que lojista enfrenta, mas meu bolso não se solidariza com eles, já que ninguém se solidariza com meu bolso.

    Um aceno de longe!!!

    MatheusMX
    Veterano
    # 08/abr/19 18:13
    · votar


    Na real eu acho mesmo é que esses pedais de boutique que estão custando lá pros R$2mil aqui no Brasil já passaram do limite da razoabilidade.

    Tudo bem que nem sou desses que curte pedal, mas até o Bonamassa já se pronunciou nesse sentido:

    There’s this huge culture of boutique everything - and the notion of boutique being better than what comes out of a big maker, like a Gibson or Fender product. I mean, even Taylor and PRS are ‘The Man’ now. Where Paul [Reed Smith] used to be the Messiah for the boutique crowd, now he’s just another corporate guy - because he isn’t in his garage any more.

    “You look down and these cats have got 20 pedals on their ’board, and you add up what it costs. That’s a lot of money for a tremolo pedal, and it’s a lot of money for a fuzz.
    You add it up and then look at some of the amps, you know… says the guy with the $100,000 Dumble [laughs]. But you start looking at those boutique amps and you go, ‘Has anybody tried an American Standard Series Strat and a Hot Rod DeVille?’ Has anybody just tried that yet?’ Man, you could rule the world with those.

    “What surprises me now, more than anything, is the affordability of a great sound. If you go to get a Les Paul Studio, maybe they come out of the factory not quite set up properly, whatever… But 15 minutes on a bench, new set of strings, maybe some linseed oil - wipe it down, play it in a little bit, you know, maybe the pickups are too high, just get it to where it’s humming. That’s a great guitar for under $1,000, new or used. Plug it into a Hot Rod DeVille and you could rule the world with that.”


    https://www.musicradar.com/news/joe-bonamassa-reveals-his-guitar-tone- secrets-what-surprises-me-now-more-than-anything-is-the-affordability- of-a-great-sound

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 08/abr/19 19:58
    · votar


    MatheusMX
    Mas Suhr não é um pedal de boutique. É o preço de um tubescreamer. Um TS808 é tipo o preço do Suhr, e ninguém diz que TS808 é boutique.

    E tem que ver que o Bonamassa acha que uma Gibson num amp valvulado da Fender é "affordable option". O padrão dele não é o do brasileiro normal.

    makumbator
    Veterano
    # 08/abr/19 20:10 · Editado por: makumbator
    · votar


    BrotherCrow

    Exatamente. Um pedal EHX normal sai aqui no Brasil com preço de pedal de boutique nos EUA. Comprei um Bass clone da EHX não faz muito tempo (o pedal custa uns no máximo uns 90 dólares, e isso em lojas mais caras, mas dá pra achar ele por 69 dólares), mas aqui fica caro pra caramba.

    Estou querendo comprar um Darkglass overdrive B3k (que é feito na Finlândia, e nas lojas mais baratas dos EUA não sai por menos de 200 dólares) e o preço tanto importando diretamente quanto por revendas chega perto de R$ 1.800. Complicado.

    MatheusMX
    Veterano
    # 08/abr/19 21:24
    · votar


    BrotherCrow
    makumbator
    Mas nem estou falando de Suhr e EHX não...
    Estou em alguns grupos de wpp que a galera anuncia equipamentos e etc, e todos os dias aparecem uns pedais que nunca vi na vida tudo nessa faixa de R$1.500-2.500 usados... wtf?
    Tudo bem que hoje um Tube Screamer tá custando R$700, e qualquer Boss quase R$500, mas eu acho bizarro pagar 2k num pedal.

    E tem que ver que o Bonamassa acha que uma Gibson num amp valvulado da Fender é "affordable option". O padrão dele não é o do brasileiro normal.
    Mas veja bem. Aqui no BR tem Fender American Standard e Gibson Studio por R$4-5 mil aos montes aí nos usados, e Hot Rod Deville e vários outros amps valvulados "históricos" na mesma faixa de preço.
    Mas tenho visto muita gente indo atrás cada vez mais desses pedais que são praticamente metade do preço desses amps excelentes, ou pra piorar, amps de mais de 20k, como Two Rock, etc.
    Enfim, acho que tá rolando uma gourmetização sem precedentes, não só aqui no BR, mas de modo geral.

    Não sei que tipo de som essa galera procura, mas eu com um bom Fender/Mesa/Marshall e uma Fender/Gibson tiro sons tão fantásticos quanto maioria dos clássicos da guitarra que conhecemos. Nem sei se esses pedais bizarros tem vez no meu set.

    makumbator
    Veterano
    # 08/abr/19 21:32
    · votar


    MatheusMX
    Tudo bem que hoje um Tube Screamer tá custando R$700, e qualquer Boss quase R$500, mas eu acho bizarro pagar 2k num pedal.

    Mas se você fizer as contas de frete, imposto de importação, ICMS, taxas de desembaraço, IOF e o escambau, um pedal de 200 dólares chega realmente perto de 1.800 reais se resolver importar por conta própria. Obviamente que um revendedor autorizado compra o produto por um preço bem menor direto do fabricante, e uma revenda também tem vantagens no trâmite que pode baratear o preço final, mas mesmo assim fica sempre caro.

    Por exemplo, o Darkglass que pesquisei acho novo no Brasil, com nota fiscal e frete incluso por R$ 1.600 e poucos. Mas se eu resolver importar por conta própria dos EUA (que tem preço melhor que na Europa, mesmo o fabricante sendo finlandês) sai praticamente igual (um pouco mais de R$ 1.700). Obviamente que se passar sem tributar eu economizo quase 1.000 reais, mas é bem possível que ele seja tributado.

    MatheusMX
    Veterano
    # 08/abr/19 21:48
    · votar


    makumbator
    Sim, concordo. Nem é questão de "preço" que estou discutindo, mas do valor agregado que tem sido gerado ultimamente nesses produtos. Até porque geralmente esses pedais exóticos chegam aqui sem passar pelo processo legal de importação, a custos muito menores.

    Antigamente, tanto em questão de amps quanto pedais, a moda era copiar os clássicos oferecendo por um preço menor, e dizendo que era equivalente ao original.
    Hoje os caras tão fazendo mais que isso: copiando os clássicos, fazendo pequenas modificações, cobrando o dobro do preço, e dizendo que são superiores aos originais! rs

    LeandroP
    Moderador
    # 08/abr/19 22:28
    · votar


    MatheusMX
    Hoje os caras tão fazendo mais que isso: copiando os clássicos, fazendo pequenas modificações, cobrando o dobro do preço, e dizendo que são superiores aos originais! rs

    kkkkkkkkkkkkkkkkk

    SteveRayMorse
    Veterano
    # 12/abr/19 00:02
    · votar


    MatheusMX

    Hoje os caras tão fazendo mais que isso: copiando os clássicos, fazendo pequenas modificações, cobrando o dobro do preço, e dizendo que são superiores aos originais! rs

    Hoje não, sempre foi. Até o Klon saiu do TS. Claro que é um animal totalmente diferente mas a base/idéia é a mesma.

    Acho que o esquema de ter pedais "evoluiu" pra além do som em si. A pira é TER o pedal...porque se fosse pelo som eu já tinha parado de comprar pedal faz anos kkkkkkkkkkk. E outra, as vezes o cara compra um amp bacana sem ser os top e bota uns pedalzins pra tirar um vibe Marshall, outra VOX e etc e etc....assim sai mais barato. Mas realmente o cara pagar, por exemplo, uns R$ 5000,00 num H9 pra mim não faz sentido. Se for pra ser assim prefiro juntar mais uma grana e pegar uma GT-1000, Helix, AX8. Ou pior, pagar mais de R$1000,00 conto num overdrive....bom, sei lá...pra quem tem dinheiro R$1000,00 não é dinheiro né?!

    Quanto ao Bonamassa...realmente o cara não é parâmetro. Acho que metade do Guitar Rig dele já comprava meu apê.

    MatheusMX
    Veterano
    # 12/abr/19 12:16
    · votar


    SteveRayMorse
    O que eu acho estranho é que virou uma moda agora dizer que os amps da Fender, Marshall, etc, são meia boca por serem produzidos em linha e tal, e aí rola toda essa gourmetização dos hand mades e etc.
    Bom, eu não entendo muito de eletrônica pra dizer se um Fender Deluxe Reverb 65 Reissue ou mesmo o original da época são bem feitos.
    Mas sei que sonoramente são amps incríveis, considerados por muitos como um dos melhores da história, e hoje vc compra um Reissue novo por U$999.
    Mas tem um monte de amps baseados nele que custam mais de U$2.000. Inclusive algumas edições limitadas da própria Fender. Assim como acontece com a Ibanez fazendo versões caríssimas do Tube Screamer.

    Enfim, rola muito fetichismo da mercadoria.
    Eles fazem a galera sentir a necessidade de ter novos amps, pedais, guitarras...
    Esses dias vi um video muito legal no canal do Nikki Sixx em que o Tom Morello diz que o amp dele é um JCM 800 2204 que ele comprou na promoção há décadas, porque era o único que ele conseguia comprar na época, e decidiu desde então que aquele seria o timbre dele e não se preocuparia mais com isso.
    Eu tenho tentado seguir um pouco disso. Sou meio descontrolado com guitarras, mas amp e pedal é basicamente fender valvulado com tube screamer, embora tenha outros clássicos, que uso muito pouco.

    Quanto ao Bonamassa...realmente o cara não é parâmetro. Acho que metade do Guitar Rig dele já comprava meu apê.


    Bom, só uma Burst '59 daquelas e o Dumble já são U$400.000, hehe

    Releed
    Veterano
    # 12/abr/19 12:36
    · votar


    O dono da JHS Pedals (que são pedais ditos de boutique) fez um vídeo sobre os behringers, elogiando bastante, inclusive.

    O canal dele é muito bom. Apesar de ter uma marca, ele não fica puxando sardinha pro seu próprio lado.

    SteveRayMorse
    Veterano
    # 14/abr/19 00:11
    · votar


    MatheusMX

    O que eu acho estranho é que virou uma moda agora dizer que os amps da Fender, Marshall, etc, são meia boca por serem produzidos em linha e tal, e aí rola toda essa gourmetização dos hand mades e etc.

    Poisé...eu entendo que um processo handmade eleva o custo, tempo etc. Mas se isso automaticamente significa qualidade tenho minhas dúvidas. E olhando por preço, eu acredito que ainda ficaria nas tradicionais.

    Enfim, rola muito fetichismo da mercadoria.

    É exatamente isso.

    Esses dias vi um video muito legal no canal do Nikki Sixx em que o Tom Morello diz que o amp dele é um JCM 800 2204 que ele comprou na promoção há décadas, porque era o único que ele conseguia comprar na época, e decidiu desde então que aquele seria o timbre dele e não se preocuparia mais com isso.

    Eu vi essa entrevista também. E não é só isso, por exemplo, caras como Hendrix usavam os Marshall de 100W da vida por necessidade e não necessariamente pelo timbre. Hoje é referência mas na época era meio o que tinha e era isso. Mesma coisa o Octavia, Vibe e etc.

    Bom, só uma Burst '59 daquelas e o Dumble já são U$400.000, hehe

    Putz kkkkk...ainda eu enchi o zoinho d'água.

    Bend Bond
    Membro Novato
    # 16/abr/19 17:00
    · votar


    Releed
    O dono da JHS Pedals (que são pedais ditos de boutique) fez um vídeo sobre os behringers, elogiando bastante, inclusive.

    O canal dele é muito bom. Apesar de ter uma marca, ele não fica puxando sardinha pro seu próprio lado.


    Vi esse vídeo outro dia. Fiquei curioso em testar alguns pedais dada a sinceridade dele e as comparações que tem no video

    Filippo14
    Veterano
    # 16/abr/19 22:46
    · votar


    MatheusMX
    Concordo com voce. Pra mim na verdade, os amps sao os pontos que menos me trazem GAS em pegar coisas antigas. De fato quando penso em comprar algo olho muito para o custo x beneficio e acabo optando pelos handmades, mas sinceramente não vejo muita diferença não. Inclusive já toquei em um twin reverb blackface 65 original e tinha um chiado chato da p****. Acho que nesse caso, devido a quantidade de componentes, melhor focar em coisa nova ou restaurada.

    Abs,

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Pedais que não encontramos no Brasil