Guitarras feitas em Poplar

Autor Mensagem
Jaum_Paulo
Veterano
# mar/05
· votar


BlaCk LaBeL
opa, valeu, dei um up no topico e nem tinha visto o q tinha antes hehe

Penta_Blues
Moderador
# mar/05
· votar


Bom dia!!!
É isso aí Jaum_Paulo
Foi esse modelo que vi como sendo feito de Poplar...
Mandei um E Mail para a Giannini para tirar essa dúvida e para saber de outros modelos que constam no catálogo como "corpo sólido".
Valeu!!!

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# mar/05
· votar


Penta_Blues
Jaum_Paulo
Vcs tem razão, mas eu considerei as guitarras fabricadas no Brasil.
Essa madeira é boa cuanto kalker outra.
Abç

Jaum_Paulo
Veterano
# mar/05
· votar


Vou investir na minha, vamo ve no que da...

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# abr/05
· votar


Jaum_Paulo
Essas Gianninis GI300 são guitarras honestas e com o design tradicional e consagrado das Fenders. Acho que vale à pena um bom "up-grade" nela (tarrachas de qualidade e captadores idem).
Abç

Penta_Blues
Moderador
# abr/05
· votar


Mauricio Luiz Bertola
Veja se concorda comigo...
Fui dar uma olhada nas Squier California Series e sinceramente me decepcionei... O corpo devia ser pelo menos uns 05mm mais fino...
Então, penso que valeria a pena achar essas Giannini em Poplar na faixa de R$300 a R$ 450 e dar uma boa customizada. Acredito que com mais uns R$ 700 ou R$ 800 ficaria excelente. Apesar de acabar com um custo um pouco superior à Squier (que custa R$ 800) esta guitarra customizada ficaria tb com uma qualidade superior....
Valeu!!!

kiko_fender
Veterano
# jan/08
· votar


Eu tenho uma Fender Mustang 1976 que é construída em Poplar, com o praço de maple e escala de rosewood. Ela está equipada com um Seymour JB na ponte e um '59 no braço. é uma guitarra que soa os médios bem nervosos, como o Bertola falou, mas os captadores oferecem um peso maior a ela. é uma puta guitarra, não troco por nada nesse mundo, ainda mais porque a escala dela é reduzida, e fiz um esquema elétrico que faz a defasagem dos humbuckers, na hora que eu quero. Ela tem timbres que vão de uma les paul até uma strato... Em 10 anos de música, foi o melhor investimento que já fiz. Pro meu gosto, o som do poplar é muito bom pra tocar rock'n'roll.

Mickey Mouse IV
Veterano
# jan/08
· votar


Porra, esse pessoal falava muita merda antigamente.

Penta_Blues
Moderador
# jan/08
· votar


Boa tarde!!!

Mickey Mouse IV
Porra, esse pessoal falava muita merda antigamente.
E qual seria, na sua opinião, a merda que se falava antigamente?...
Valeu!!!

Mickey Mouse IV
Veterano
# jan/08
· votar


Penta_Blues
será que é tem qualquer coisa haver com POPULAR ? (se é popular é barato... se é barato, a maioria das vezes é podre... se é podre, ou é aglomerado ou compensado...)
será que estou certo?


poplar vem de popular sim, mas naum que sejam podre, eh um material ja foi facil de se encontrar...

cada babaquice que falam, bah...

Poplar é o nome dado a um tipo de madeira, parecida com compensado, não é abreviação de "popular" uheahueahe


Respondido?

Echo Delta
Veterano
# jan/08
· votar


Poplar é a madeira escolhida pelo Steve Morse para usar nas suas MusicMan Signature. Segundo ele, o Poplar é uma madeira leve (=confortável), com excelente características "mecânico-acústicas", proporcionando muito sustain e deixando o som + brilhante, favorecendo os agudos (em detrimento dos médios, como o basswood, q tb é uma madeira leve). Lembrem q SM teve q mudar seu equipo, prá timbrar + aberto e brilhante, desde q entrou no Deep Purple.

A Fender tb usou Poplar por alguns anos nos modelos USA e Mex, quando o Alder se tornou + caro. Depois, quando o Alder voltou a se tornar + barato q o Poplar, a Fender voltou a utilizar Alder (até por uma questão de tradição).

O Basswood, q alguns chamam pejorativamente de "asswood" tb é alvo de preconceitos deste tipo. Lembro q a Ibanez (lá por 1985/86) reuniu o Allan Holdsworth, seus master-builds e uma porrada de equipamentos "científicos" para analisar as diferentes madeiras e respectivas propriedades "mecânico-acústicas" (?). Conclusão? O Basswood apresentou os melhores resultados. Tanto é q as Ibanez AH-10 e AH-20 eram de Basswood. Enfim, favorecia os médios redondos característicos da fase AH pré Synthaxe. Até hoje a Ibanez usa o "Asswood" nas suas gtrs top. As EVH Wolfie tb usam "Asswwod". No entanto Fender e Gibson, ignoram o basswood...

É claro q o consumidor desavisado, olha a uma gtr de U$150/200 e confere lá: Alder Body! Fica feliz... mas esquece q o Alder (pedaços?) não é o mesmo Alder de uma Custom Shop...

Penta_Blues
Moderador
# jan/08
· votar


Boa noite!!!

Mickey Mouse IV
Respondido?
Hummmmmm...
Não só respondido como enterrado e com uma pá de cal em cima...rs
Mas acho que vale mais a pena destacar as boas respostas que também estão por aqui, não é mesmo?
Valeu!!!

blima
Veterano
# jan/08
· votar


Echo Delta

é isso aí, muito bom seu post.

Iago
Veterano
# jan/08
· votar


huahuauha poplar = popular.. pqp.. essa vai pra minha lista de perolas do FCC

Iago
Veterano
# jan/08
· votar


Echo Delta
perfect!

Randy78
Veterano
# jun/08
· votar


O Basswood, q alguns chamam pejorativamente de "asswood" tb é alvo de preconceitos deste tipo. Lembro q a Ibanez (lá por 1985/86) reuniu o Allan Holdsworth, seus master-builds e uma porrada de equipamentos "científicos" para analisar as diferentes madeiras e respectivas propriedades "mecânico-acústicas" (?). Conclusão? O Basswood apresentou os melhores resultados. Tanto é q as Ibanez AH-10 e AH-20 eram de Basswood. Enfim, favorecia os médios redondos característicos da fase AH pré Synthaxe. Até hoje a Ibanez usa o "Asswood" nas suas gtrs top. As EVH Wolfie tb usam "Asswwod". No entanto Fender e Gibson, ignoram o basswood...

ou seja, na hora de comprar uma guitarra boa, devemos confiar na tradição da marca (isso quando nossos ouvidos não são tão bem treinados rsrsrs)?!?!, pois guitarra de basswood, mógno, ou qualquer outra madeira dita cara ou nobre, tem de qualquer valor. Já vi violino com escala em ebano sendo vendido a 140,00 novo e com case.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# jun/08
· votar


Vivo repetindo isso, não existe isso de madeira "melhor" ou "pior", o que existe é madeira mal aparelhada ou bem aparelhada.
Abç

thaleban
Veterano
# jun/08
· votar


...também não consigo entender esse preconceito com o basswood...mas li um negócio ali que está em desacordo...eu tenho uma strat squier dessa série califórnia e o corpo tem espessura de 4,5 cm (que é o padrão....)

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# jun/08
· votar


thaleban
Deu sorte, pois a maioria dessas guitarras que tenho regulado e visto em lojas tem 40mm ou um pouco mais, o que é insuficiente.
Abç

ZackGover
Veterano
# jan/12 · Editado por: ZackGover
· votar


Madeira Poplar: Madeira dura de pouca característica própria. Guitarras fabricadas com essa madeira tem um som equilibrado porém são pouco resonte e não oferecem um bom sustain. Além disso não destacam nenhuma frequência em particular ou harmôicos. (Fonte: Guitar Player, julho de 2008). Resumindo: Uma guitarra fabricada em Poplar vai ter o seu timbre definido diretamente pelo tipo de captação que for usada. Ela naturamente vai oferecer médio-agudo. "Brilho" muito bom para Blues!!!

ze_mau
Membro Novato
# 16/mar/19 14:41 · Editado por: ze_mau
· votar


Olha , sobre Poplar : as opiniões não são unânimes . Vejo gente falando que a madeira é melhor do que Alder . O que as pessoas não entedem é que madeira mais barata não é necessariamente inferior (pode ser e pode não ser) , mas as vezes só é mais barata pq é menos rara .

Eu tenho uma guitarra em Poplar e até acho o som legal , mas a coisa é que eu nunca testei uma em Alder ou Ash pra comparação .

Ah , e é uma GRANDE mentira dizer que Gianinni usava / usa Poplar . Essa madeira não existe no Brasil , aqui se usa o Marupá que dizem ser similar , mas acho que é "outros 500" . A Gianinni usava Marupá , NÃO Poplar .

ze_mau
Membro Novato
# 16/mar/19 14:49 · Editado por: ze_mau
· votar


Assim , eu posso tecer elogios sobre a minha guita em Poplar . É uma Jackson modelo Rhandy Rhoads . Ganhei nos anos 90 (1998) quando meu pai foi pros EUA . É uma guitarra que só foi produzida em 1996 e 1997 ,


modelo "RR 2" , e era uma "versão mais barata" em relação a Top RR1 (caríssima) . o acabamento é bem mais simples do que as RR1 , e eles usavam a madeira Poplar em detrimento ao Alder mais usado pra essas Jacksons top em virtude de baratear o preço .


Ainda assim , é uma Jackson "Made in USA" . Eu acho o timbre dela excelente , mas eu SEMPRE tive encanado com essas madeiras tipo : Nato , Poplar , Cedro e até Basswood . Por isso , no futuro , eu penso em trocar o corpo dessa por um Mahogany , nas mãos de um luthier top (provavelmente o Zaganin) .

É mais negócio do que comprar outra Jackson mais cara . o Som dela é legal e eu troqueI os captadores (instalei EMG´s) , mas eu continuo encanado com essas madeiras "baratas" , mas tem sim , diferenças mesmo entre essas .



Uma empresa como a Jackson SABE como tratar e realizar secagem de uma madeira tipo Basswood , Nato e Poplar , e isso faz toda a diferença , então , são guitarras baratas mas boas (até certo ponto) , mas eu acho que o Mahogany seria um upgrade e eu estou disposto a investir .

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 16/mar/19 21:46
· votar


ze_mau
Jovem, as Gianninis G300 não eram fabricadas no Brasil...
Abç

ze_mau
Membro Novato
# 17/mar/19 05:48 · Editado por: ze_mau
· votar


ze_mau
Jovem, as Gianninis G300 não eram fabricadas no Brasil...
Abç



Sim , mas o que foi mencionado em tópico foi "A Gianinni fabricava suas guitarras mais baratas em Poplar" . MENTIRA !!! Eu já tive Gianinni LIXO (A Sonic antiga) e meu pai mencionou que , pelo peso , aquela guitarra deveria ser feita de compensado . e não era o caso . eu descobri que o corpo daquela "guitarrinha" era feito em Marupá .


O Poplar é apenas como seria a versão "mais barata" do Alder . Eu penso em trocar por Mahogany por causa da tradição dessa madeira pra Metal , mas trocar por Alder provavelmente não valeria os custos ,(teria que impostar o Alder , sendo que certamente tem madeiras a altura ou melhores aqui no Br) , quero mudar o som , enfim .

Vai ficar aquela coisa de "desnaturar" uma guitarra original , mas já troquei muita coisa nela , torcar o corpo será só mais um passo .

master_splinter
Membro Novato
# 17/mar/19 11:30
· votar


tenho uma tagima tw61 modelo jazzmaster com P90. ela é em poplar. gosto muito do som dela, muito equilibrado. graves, medios e agudos na dose certa. como ja disseram acima, uma equalizacao mais acentuada fica à critério. eu gosto muito dela.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/mar/19 11:56
· votar


ze_mau
A Giannini só recentemente passou a usar marupá. Ela sempre usou cedro ou mogno e anteriormente a caixeta (que nada tem à ver com marupá).
A Giannini Sonic era feita de cedro e algumas séries em caixeta.
Poplar (populous trmuloides), em português, álamo, não tem nada à ver com alder (alnus rombifolia), em português amieiro.
Abç

johnny_handmade
Veterano
# 28/ago/19 11:15
· votar


Sim a Giannini utilizou Poplar como madeira nas séries GI 300 de 2002 / 2003, as guitarras Giannini eram importadas na época, eu tenho uma e é uma guitarra muito leve e confortável de se tocar, consigo tocar por horas com ela pendurada, o som também não é ruim, o que achei muito bom nesta guitarra é a espessura do braço fina e confortável, headstock padrão fender.

johnny_handmade
Veterano
# 28/ago/19 11:17
· votar


adeira não existe no Brasil , aqui s
Como disse acima a giannini utilizou sim, segue o catalogo.
Catalogo giannini

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 28/ago/19 11:46
· votar


johnny_handmade
Cara, você leu acima o que eu disse?
Essas guitarras NÃO ERAM FABRICADAS NO BRASIL, mas importadas da China, feitas em uma fábrica OEM de lá onde colocavam o logo da Giannini...
Essa madeira não existe no Hemisfério Sul.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Guitarras feitas em Poplar