Timbre, som estranho na corda B, Calibre das cordas

    Autor Mensagem
    Alvaro19
    Membro Novato
    # 25/mai/20 02:47


    Fala galera, primeiro queria algumas dicas de como ter um timbre mais forte e estalado como o do SRV.
    segundo: estou usando um aguitarra eagle sts001 e sempre que ponho minha corda B no string retainer ela faz um som muito estranho, então tenho usado ela fora dele e tem ido de boa, alguma forma de resolver isso?
    Para finalizar estou usando corda 010 da daddario, estou no 2° mês e tenho ainda mais 2 pacotes, por mais quanto tempo vocês me recomendam manter 010 antes de subir para 011, estava pensando em pegar a 011 FN da Nig.
    É isso, abçs

    Ismah
    Veterano
    # 25/mai/20 03:55
    · votar


    como ter um timbre mais forte

    Compre um amp mais volume...

    como ter um timbre (...) estalado como o do SRV

    Agudos, e um pouco de sentar a mão mesmo...

    sempre que ponho minha corda B no string retainer ela faz um som muito estranho, então tenho usado ela fora dele e tem ido de boa, alguma forma de resolver isso?

    Não é muito conclusivo isso... mas se tem funcionado melhor fora, deixa fora...

    por mais quanto tempo vocês me recomendam manter 010 antes de subir para 011

    Isso é a maior bobagem...
    Primeiro que talvez tua guitarra sequer aguente 011. Lembre-se que também não é apenas trocar de um "calibre" para outro, precisa refazer TODA a regulagem da guitarra.

    Segundo, que se está fazendo isso pelo SRV, procure as entrevistas do Rene Martinez, contando como que o seu assessorado estava com problemas de tendinite nos últimos anos.

    A periodicidade das trocas de cordas, é algo pessoal e financeiro. Eu pessoalmente, troco com intervalos BEM grandes apenas de corda... Pouco uso, instrumento sempre num case, não tenho problema com suor ácido e/ou excessivo... Se julgar que estão oxidadas, ou desconfortáveis, troque-as...

    AryanMK
    Membro Novato
    # 25/mai/20 08:07 · Editado por: AryanMK
    · votar


    Ismah

    Isso é a maior bobagem...
    Primeiro que talvez tua guitarra sequer aguente 011.


    Bobagem é dizer que o instrumento do cara talvez sequer aguente 011...


    Alvaro19

    sempre que ponho minha corda B no string retainer ela faz um som muito estranho,

    Eu tinha um problema parecido, mas na corda G...
    Verifique se o parafuso do string retainer não esta solto, a mesma coisa com os parafusos da tarraxa...
    Se a guitarra for usada faz algum tempo, verifique também no saddle da ponte se não existe alguma rebarba.

    por mais quanto tempo vocês me recomendam manter 010 antes de subir para 011

    Embora nosso amigo ali tenha faldo besteira ao supor que sua guitarra talvez não aguentasse 011, a parte da regulagem é fundamental, principalmente de tensor... Existem topicos aqui no forum e videos no youtube ensinando a fazer essa regulagem se você nao sabe, mas o ideal é levar para um luthier.

    Sobre migrar ou nao para 011, é mais uma escolha pessoal do que algo relacionado ao "nível" do guitarrista... Claro que com uma corda mais grossa vai precisar de um pouco mais de força nos bends...

    Strato_Gab
    Membro Novato
    # 25/mai/20 09:02
    · votar


    Eu tenho esse problema com a minha Les Paul. A Corda B soa mais estridente que as demais, chega a incomodar. Mas isso acontece apenas quando uso ela clean, com o captador da ponte apenas. No meu caso deve ser uma característica do captador mesmo.... Consegui atenuar isso com meu pedal de boost, ele vem com um botão para alterar a equalização quando passa por ele, e foi através de equalização que resolvi, mas com certeza poderia fazer de outras formas (alterando o captador por exemplo)

    Sobre mudança de corda, eu troco as minhas só quando sinto que o som está começando a ficar ruim, e até visualmente o aspecto das cordas mudam. Depois de tocar, você pode passar um pano seco mesmo pra retirar resíduos de pele ou algo assim que possa ter ficado nelas, ajuda a manter ela mais tempo.

    Sobre o calibre das cordas, é algo muito pessoal. Acho que se você não está acostumado com 0.11, pode ter dificuldade nos bends no início ou algo assim, tem que testar e ver como vai se sentir com elas. Não esqueça de regular o tensor do braço quando alterar as cordas (tanto pra maior calibre quanto pra menor), caso contrário o braço pode empenar devido ao tensionamento diferente entre cada acordoamento.

    Strato_Gab
    Membro Novato
    # 25/mai/20 09:19 · Editado por: Strato_Gab
    · votar


    Cara, acho que timbre é questão de sentar o dedo na corda mesmo, ainda o SRV. O cara era visceral nas palhetadas... Claro que existem outros fatores, mas sobretudo palhetada. Da uma pesquisada sobre pickslanting, pode ajudar.

    Eu tenho esse problema com a minha Les Paul. A Corda B soa mais estridente que as demais, chega a incomodar. Mas isso acontece apenas quando uso ela clean, com o captador da ponte apenas. No meu caso deve ser uma característica do captador mesmo.... Consegui atenuar isso com meu pedal de boost, ele vem com um botão para alterar a equalização quando passa por ele, e foi através de equalização que resolvi, mas com certeza poderia fazer de outras formas (alterando o captador por exemplo)

    Sobre mudança de corda, eu troco as minhas só quando sinto que o som está começando a ficar ruim, e até visualmente o aspecto das cordas mudam. Depois de tocar, você pode passar um pano seco mesmo pra retirar resíduos de pele ou algo assim que possa ter ficado nelas, ajuda a manter ela mais tempo.

    Sobre o calibre das cordas, é algo muito pessoal. Acho que se você não está acostumado com 0.11, pode ter dificuldade nos bends no início ou algo assim, tem que testar e ver como vai se sentir com elas. Eu particularmente me adaptei muito bem à 0.10

    Não esqueça de regular o tensor do braço quando alterar as cordas (tanto pra maior calibre quanto pra menor), caso contrário o braço pode empenar devido ao tensionamento diferente entre cada acordoamento.

    LeandroP
    Moderador
    # 25/mai/20 12:05
    · votar


    Alvaro19

    A sua guitarra é um modelo barato, de entrada, como dizem. Acredito que todo instrumento musical deve passar por uma regulagem com um luthier assim que você compra ele. A não ser que seja um músico bastante experiente e reconheça de imediato que o instrumento atende todas as suas necessidades no momento da compra. Este incômodo com o som da corda pode ser por esta razão que você percebeu ou não (sobre o abaixador de cordas). Esta pecinha é um mal necessário, dependendo de como foi fabricado o instrumento. Alguns modelos do tipo strato dispensam este recurso, outros não.

    Com relação ao diâmetro das cordas, não importa a sua fase de estudo. Se pretende tocar com cordas de diâmetro maior, não precisa escalonar de 0,008" depois 0,009", 0,010" e assim por diante. Isso é um mito. Contudo, devo alertar que essas mudanças no diâmetro exigem uma regulagem cuidadosa feita por um luthier (ajuste na tensão do braço, das molas da ponte e também um ajuste de oitavas).

    --> Leve o seu instrumento a um luthier da sua confiança e peça pra ele verificar as possibilidades que a sua guitarra oferece em acordo com as suas exigências.

    Não me leve a mal, mas, utilizar o mesmo diâmetro de cordas que o SRV usava não lhe dará nenhuma garantia de chegar próximo do timbre dele. Fatores mais complexos interferem na composição do seu timbre; que vai muito além da configuração do seu setup (captadores, pedais, amplificador). O SRV tocava blues de uma forma visceral, atacava as cordas com muita firmeza nas mãos, e talvez por isso ele escolhesse um jogo de cordas mais pesado. No entanto, como músico, podemos desenvolver habilidades que nos adaptam a certos instrumentos e às suas configuração. Nessas condições, damos tudo o que temos pra compensar alguma falta do setup, e assim o seu som pode revelar uma identidade musical própria, a sua alma. Pense nisso e, importante: estude!

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 25/mai/20 18:13 · Editado por: Mauricio Luiz Bertola
    · votar


    Alvaro19
    como ter um timbre mais forte e estalado como o do SRV
    Você é o SRV?
    Não, porque ele já morreu...
    Esqueça isso e toque do seu jeito.
    De imitadores do SRV o mundo já está cheio.
    Agora, uma boa guitarra (um Squier Classic Vibe já dá pra começar bem) e um amp decente, além de desenvolver a sua "pegada" (para isso assistir os vídeos dele vai adiantar bem) é que é o essencial.

    estou usando um aguitarra eagle sts001 e sempre que ponho minha corda B no string retainer ela faz um som muito estranho, então tenho usado ela fora dele e tem ido de boa, alguma forma de resolver isso?
    Existe um profissional habilitado para regular e tratar de problemas de sua guitarra: O Luthier.
    Você deveria ter levado a sua guitarra a um assim que comprou. Não fez; faça agora.
    Essa sua guitarra é de iniciante, o que é até adequada para você agora, mas não espere muito dela.

    Para finalizar estou usando corda 010 da daddario, estou no 2° mês e tenho ainda mais 2 pacotes, por mais quanto tempo vocês me recomendam manter 010 antes de subir para 011, estava pensando em pegar a 011 FN da Nig.
    Não tem problema algum usar corda 0.10.
    O Mestre do Metal, o grande Tony Iommi usa 0.8 e faz o som pesado e sinistro que faz.
    Se, mais tarde (daqui a uns 2 ou 3 anos), quando você estiver dominando bem a guitarra e estiver mais perto de ter desenvolvido o seu estilo ("pegada", fraseado, timbre e etc, próprios) você sentir eventualmente a necessidade de passar de 0.10 para 0.11. Faça-o - não sem antes re-regular sua guitarra para tal em um bom luthier.
    Corda NIG é de má qualidade. Prefira Giannini ou Solez ou mantenha-se nas D'Addario.
    Abç

    Ismah
    Veterano
    # 25/mai/20 23:37
    · votar


    AryanMK
    Bobagem é dizer que o instrumento do cara talvez sequer aguente 011...

    Guitarras baratas, não tem uma madeira de extrema qualidade, e nem uma construção com o devido esmero. Então, sim ela pode não aguentar essa tração das cordas 011.

    A guitarra é dele, ele pediu, dei meu parecer. Dentro da minha vivência é um risco bom, que eu não faria. Ainda mais se tratando de uma guitarra de escala longa.
    Já peguei violões, em que o cavalete foi arrancado do tampo. E guitarras que os furos no tróculo racharam, como que rachou o parafuso que prende a mola.
    E de ambos, peguei casos que o braço não batia entonação. Não adiantava puxar o tensor, ele não tinha força suficiente para compensar.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Timbre, som estranho na corda B, Calibre das cordas