Aumento exorbitante de preços (não explicado por inflação). O que ocorreu:

    Autor Mensagem
    rafaelhenck
    Membro Novato
    # 24/mar/19 17:44


    Olá pessoal

    Era usuário deste forum entre 2004 e 2007, quando tocava guitarra todos os dias. Minha vida tomou outros rumos e estou com uma saudade incontrolável e quero voltar.

    Pois bem, passei a verificar o mercado de guitarras e amplificadores para ter uma idéias e me atualizar. E fiquei chocado com o que vi. O aumento de preços de items que eu via na minha época é exorbitante e inflação acumulada (IGP-M entre Janeiro 2006 e Fevereiro 2019 é 113%).

    Como exemplo, a Ibanez RG 370dx e a Laney LV200, que eu tinha interesse lá pra 2005 e 2006 e que custavam entre 1.250 e 1.500 reais hoje custam mais de 4.000 reais (chegando a 4.500 em alguns sites). Se somente iflação fosse aplicada, os preços atuais deveriam estar por volta de 3.000 reais.

    Portanto, pergunta simples: o que explica tal crescimento não explicado pela inflação acumulada?

    Grande abraço
    Rafael

    rafaelhenck
    Membro Novato
    # 24/mar/19 17:57
    · votar


    Esqueci de mencionar a desvalorização do real frente a moedas entrangeiras, que seguramente afetou o aumento de preços.

    Contudo, houve algum fator extra? Aumento (ou criação) de algum imposto? Demanda alta no Brasil? Oferta baixa?

    T-Rodman
    Veterano
    # 24/mar/19 17:59
    · votar


    além da inflação, soma ai a alta do dólar.
    até 2011 estava ok comprar coisas importadas (R$ 1,73 o dólar). Depois o dólar subiu e mesmo assim, tivemos inflação (atuais R$ 3,83)
    sendo assim, uma conta básica, algo que custava 900USD em 2011 chegava a R$ 1650 e hoje em 2019 chega a R$ 3447 - só na variação do dólar (nem teria atualização monetária ai na conta).

    T-Rodman
    Veterano
    # 24/mar/19 18:02
    · votar


    e nesse meio tempo depois de 2011, muitas importadoras e lojas fecharam.
    O mercado de música realmente deu uma encolhida.
    Quem tá operando, tá com uma faixa bem baixa.
    nessas quem andou melhorando foi artigos chineses baratos que continuam dentro de uma boa margem de preço e melhor qualidade, bem como as marcas nacionais andaram investindo para ocupar a faixa que o mercado de importados deixou no país.

    renatocaster
    Moderador
    # 24/mar/19 19:26
    · votar


    até 2011 estava ok comprar coisas importadas (R$ 1,73 o dólar).

    Que época boa...lamento até hoje por não ter aproveitado mais aquele período. Tive a chance de comprar uma guitarra que na época custaria no máximo uns R$ 2000,00, e que agora nos dias atuais está custando mais de R$ 6000,00. O cagaço de fazer uma importação direta de uma guitarra falou mais alto. Pqp, gosto nem de lembar disso, rsrsrs.

    Mas mesmo assim, deu pra comprar bastante miudeza...pedais, captadores, cordas, acessórios diversos...coisa que acabava passando batido pela alfândega sem imposto...era o verdadeiro paraíso do G.A.S, hahaha.

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 24/mar/19 20:08
    · votar


    Tá ruim demais! Lembro que lá por 2011 eu multiplicava o preço em dólar por 4 pra achar o preço de mercado em real no Brasil. Hoje em dia, já dá pra quase multiplicar por 10! Só fiz compras relativamente pequenas ultimamente (uma Squier Mustang, violão, uns amps pequenos...).
    Muito do meu set foi comprado quando o dólar tava barato... e teve uma época que encontrei uma loja inglesa que vendia pedais com frete grátis e nunca parava na alfândega! Peguei vários Electro Harmonix com eles... bons tempos!

    Lelo Mig
    Membro
    # 24/mar/19 20:38
    · votar


    rafaelhenck

    O mundo vai acabar amanhã... e o Brasil acabou faz tempo.

    T-Rodman
    Veterano
    # 24/mar/19 20:48
    · votar


    eu posso falar que eu comprei quase tudo que queria naquela época - meio que nessa de achar que uma hora ou outra o dólar iria subir.

    também tem outra coisa que até lá fora estão proibindo uso de alguns tipos de madeira, então tá sumindo guitarras de madeiras mais consagradas. já notaram que estão trocando os frets de ébano pra pau ferro como a madeira da vez?
    mas parece que mesmo com essas mudanças 'forçadas' as fabricantes estão se virando pra criar coisas novas e interessantes - enquanto bambeiam na corda pra não entrarem em falência (me veio na cabeça a Gibson)

    BrotherCrow
    eu comprava muita coisa na wwbw.com, lol.
    e realmente, tem Squier de 400USD lá fora por R$ 4000 aqui. soda.

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 24/mar/19 22:28
    · votar


    T-Rodman
    Cara... recentemente comprei uma Squier Mustang por 129 dólares, no ML tá R$ 1549... o Vox MV50 que eu paguei $219 tá R$ 2129... o Micro Dark que eu paguei $180 tá na faixa da R$ 2000 e por aí vai. Sem exagero, é multiplicar por 10 mesmo.

    renatocaster
    Moderador
    # 24/mar/19 23:37
    · votar


    BrotherCrow

    Mesmo assim, ainda continua valendo mais à pena importar direto do que comprar pelo ML. A diferença de preço não vai ser exorbitante, mas dá pra economizar.

    Só que em época de dólar alto, eu tô comprando só o que é necessário mesmo. Ou seja, equipamento musical no meu caso, não vai rolar nem tão cedo, hahahaha!

    JJJ
    Veterano
    # 25/mar/19 07:17
    · votar


    Eu aproveitei bem aquela época...agora complicou mesmo.

    Sobre índices oficiais de inflação: eles costumam ser ligeiramente "otimizados", ainda mais que passamos por uma fase de contabilidade criativa...

    T-Rodman
    Veterano
    # 25/mar/19 09:37
    · votar


    e encordamento? lol
    eu ainda tenho um estoque razoável de encordamento, mas já tô vendo que vou usar esses chineses de R$ 20 daqui um tempo, lol.
    Não dá pra comprar mais Elixir de 10USD por R$ 100, lol - não pra trocar anualmente encordamento de 12 guitas, lol

    lamas92
    Membro Novato
    # 25/mar/19 12:14 · Editado por: lamas92
    · votar


    O negócio é aproveitar alguma viagem pra fora, de amigo ou familiar pra trazer o que der...

    Além da variedade e de ser muuuuuito mais em conta, ainda tem as opções de usados que fazem vc duvidar de habitar o mesmo planeta...

    Viajei e trouxe guitarra, corda pra tudo (violão, guitarra e ukulele), palheta, straplock Dunlop (aqui, R$150 cada; lá U$ 12 - ou U$ 19 com a correia inclusa), líquido de limpeza, etc.
    Vale muito à pena! Mesmo em Euro os preços compensam.

    MatheusMX
    Veterano
    # 25/mar/19 13:40
    · votar


    Mas essa variação toda de preço aqui no Brasil não é nenhum absurdo não. A maior culpa foi por conta da desvalorização do real mesmo, e itens de menor valor acabam ficando bem mais caros.
    Vejamos, por exemplo, o preço de uma Gibson Les Paul Standard nova, que é U$3.399. Convertendo diretamente pro real sairia aproximadamente R$14.000.

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 25/mar/19 14:14
    · votar


    MatheusMX
    Vejamos, por exemplo, o preço de uma Gibson Les Paul Standard nova, que é U$3.399. Convertendo diretamente pro real sairia aproximadamente R$14.000.

    Cara, a Les Paul Standard Mojave Burst custa 2800 dólares na CME, e quase 30 mil reais na Made In Brazil. É multiplicar por 10, sem choro nem vela.

    MatheusMX
    Veterano
    # 25/mar/19 14:22
    · votar


    BrotherCrow
    Sim, mas não tem nenhum mistério nisso.
    Basta colocar todos os impostos em cima que chega nesse valor tranquilamente.
    Lá na Two Tone tem umas Fender Custom Shop que estão pedindo R$37mil (R$34k à vista).
    É caro? Depende. A guitarra custa U$4.900, só na conversão já são praticamente R$20mil. Aí tem frete, impostos e mais impostos. No final das contas, apesar de parecer absurdo, o valor é justo, os caras não estão enfiando a faca em ninguém.

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 25/mar/19 15:28
    · votar


    MatheusMX
    No final das contas, apesar de parecer absurdo, o valor é justo, os caras não estão enfiando a faca em ninguém.
    Concordo em parte. Diria que não estão metendo a faca mais do que sempre meteram.

    MatheusMX
    Veterano
    # 25/mar/19 15:58
    · votar


    BrotherCrow
    Bom, não sei o preço de custo que as importadoras oficiais conseguem lá fora, mas me parece que a margem deles tem sido bem magra nos últimos tempos.
    Até porque fica muito difícil concorrer com o pessoal que traz instrumentos de fora, muitas vezes sem pagar imposto e etc.

    Enfim, acho que o aumento dos preços nesses últimos 10-15 anos é claramente justificável pelo câmbio e pela inflação que, juntos, mais que triplicaram (>200%) os valores daquela época.

    Del-Rei
    Veterano
    # 25/mar/19 17:35 · Editado por: Del-Rei
    · votar


    rafaelhenck
    2005 e 2006 e que custavam entre 1.250 e 1.500 reais hoje custam mais de 4.000 reais (chegando a 4.500 em alguns sites)
    BrotherCrow
    Diria que não estão metendo a faca mais do que sempre meteram.

    Bem por aí.
    Sempre meteram a faca, só que a faca aumentou conforme a inflação e a diferença de câmbio das moedas. Não acho que as lojas estejam lucrando mais do que estavam.

    Tudo como antes, afinal, 2005/2006 foram há 13/14 anos atrás.

    Um aceno de longe!!!

    Drinho
    Veterano
    # 25/mar/19 20:39 · Editado por: Drinho
    · votar


    rafaelhenck

    A inflação (ipca e igpm) são indicadores de referência mas nem sempre os itens de consumo respeitam sistematicamente o percentual de aumento. Existem uma série de fatores que influenciam na precificação das coisas, cambio, riscos, custos, liquidez, dinheiro no tempo e por aí vai.....

    Pra resumir é o seguinte cara.

    Não adianta procurar um culpado de forma isolada pois no brasil o que existe é um ecossistema de cagadas......

    Não adianta entrar numa loja daqui e querer ver os preços e a variedade da guitarcenter que não vai ver....

    Eu não compro em loja de instrumentos musicais desde 2005, tenho varios amigos guitarristas que até onde me consta também não....

    Se coto instrumento, tento encontrar alguma oportunidade no mercado livre....

    faço uma compra de cordas por ano que tambem vem de fora e não paga imposto... chegou uma carga de daddario pra mim da sweetwater que tava em sale... cada jogo saiu por 12,00, eu certamente paguei mais barato que o coitado do lojista....

    O sujeito que perde tempo entrando em loja é doido das idéias, só pode.....

    Deixa falir, porque vai, já está acontecendo e eles tão tendo que sambar pra tirar pedido sem ter que tomar o risco de enfiar a mercadoria na vitrine....

    E eu reitero o que sempre falei aqui já tem tempo..... O importador oficial e o lojista de instrumentos musicais estão condenados, é só uma questão de tempo...... A importação cada vez mais será descentralizada você manda vir pra você ou o zézinho traz pra você.....


    O brasil é um país maravilhoso para ir á praia e comer churrasco.....
    Para se sentir seguro e para consumir definitivamente não presta...

    As guitarras fender american standard demoraram 10 anos para aumentar 200 dolares.....

    não tem como comparar....

    JJJ
    Veterano
    # 26/mar/19 08:14
    · votar


    MatheusMX
    Vejamos, por exemplo, o preço de uma Gibson Les Paul Standard nova, que é U$3.399. Convertendo diretamente pro real sairia aproximadamente R$14.000

    Eu cheguei a ver uma Gibson SG numa loja aqui por uns 3000 reais, algo semelhante numa Strato Am Std... e as bichinhas com teia de aranha que ninguém comprava...

    T-Rodman
    Veterano
    # 26/mar/19 10:01
    · votar


    JJJ
    tipo essa?
    https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1195257334-gibson-sgj-red-2013 -sg-usa-tribute-special-j-lpj-standard-_JM?searchVariation=34130467572 &quantity=1&variation=34130467572
    essa aí não custava muito na época de lançamento (2012/2013) - e realmente, quase não foi ajustado seu preço.
    Tenho uma dessas de ano anterior (2011), com captadores P90. Legalzinho o som, pequena e leve a guita, mas sei lá, tem nada demais.

    JJJ
    Veterano
    # 26/mar/19 10:58
    · votar


    T-Rodman

    Era melhor que essa, acho que era uma SG std (e era nova na loja, garantia, nota, etc). Mas até que o preço dessa não tá ruim, considerando o custo brazil zil zil e o dólar a 4...

    MatheusMX
    Veterano
    # 26/mar/19 14:29 · Editado por: MatheusMX
    · votar


    Inclusive tenho visto algumas guitarras usadas aqui no BR pelo mesmo valor e às vezes até mais baratas que nos EUA (Reverb/eBay), considerando apenas a conversão das moedas.
    Principalmente se tratando dessas guitarras mais caras, custom shop e signature, de menor liquidez.

    Eu mesmo há pouco tempo, "dei" uma ESP Horizon Custom por R$3.400, sendo que no Reverb as mais baratas do mesmo modelo custam U$1.400 (R$5.600). Isso que demorei meses anunciando.

    braddock
    Veterano
    # 29/mar/19 18:30
    · votar


    37 mil reais em uma guitarra USA, precisa vir com o Mexicano que lixou, pintou e poliu a guitarra para ser seu roadie.

    "Mexicano?? busca lá minha guitarra que quero fazer uns acordes! aproveita e já troca as cordas."

    O Mexicano se ganhar um salário mínimo de U$2,000 vai ter uma vida melhor que muita gente aqui no Brasil. Se a esposa trabalhar, aí são 4mil no mínimo. Acredito que ganham até mais lá na fábrica nos USA. Esse trabalho exige experiência, prática, treino. Devem ganhar até mais.

    Um Casal de Mexicanos que ganham uns 6 mil dólares por mês, podem ter uma vida de qualidade superior a de muitos Brasileiros. Eles tem poder de compra, mais segurança.

    Esses U$3500 por uma guitarra garantem a qualidade de vida superior de um trabalhador Americano com um baixo salário. Bom, aí importamos e pagamos em cima do dólar a R$3,92 = R$13.720,00 o imposto de 60% = R$8.232,00 para sustentar vagabundos do governo, um absurdo!, total sem frete: R$21.952.00 . Bom, ainda temos o frete, lucro da loja, salário medíocre dos trabalhadores Brasileiros sem poder de compra nenhum, imposto sobre venda do produto para o cliente, garantia do produto contra defeitos . Imposto sobre o contrato CLT , quase dobra o salário de um funcionário. etc..

    Bom, em contra partida, nós sabemos os preços da matéria prima para construção de um instrumento musical como a guitarra:

    Madeiras estabilizadas para luthier:

    Bloco de mogno inteiro para braço lespa: R$120
    Bloco de mogno inteiro para corpo lespa: R$250
    escala ébano ou pau ferro: 100 a 110
    tensor: R$50
    TOP em maple importado: R$400.
    Ponte tuneomatic gotoh. 350
    tarrachaas 250.
    Nut de osso: 25
    traste inox: 60

    Tendo em vista que nós aqui no Brasil temos excelentes luthiers, tenho certeza que vale muito mais a pena construir uma guitarra aqui, com nossas madeiras e valorizar nossos profissionais da guitarra. temos empresas especializadas só em pintura e repintura de guitarra, poliuretano e nitro. Não podemos mais ficar pagando 60% de imposto para sustentar vagabundo.

    Esse negócio de importar tudo já era, estamos cada vez com mais produtos nacionais de qualidade aqui no Brasil.

    T-Rodman
    Veterano
    # 29/mar/19 21:03
    · votar


    num vejo bem assim braddock
    nem acho que é tão barato assim madeiras, algumas você hoje em dia só consegue de demolição, outras estão sendo proibidas, mas mesmo se falarmos de cedro ou freijó pra corpo e pau ferro pra escalas, estamos chegando a uns R$ 3000 em um luthier (só nessas madeiras citadas, pq se formos nessas tradicionais o preço mais que dobra) - ou perto de R$ 2000 numa guitarra fabricada no Brasil por alguma das empresas nacionais.
    existindo chinesa na faixa de R$ 300 a 1400, vc sabe facilmente onde que o povo vai comprar guitarras. nem essas nacionais da faixa de R$ 2000 atraem as pessoas, imagine se luthier atrai, lol (eu tenho guitas de luthier).

    Ramsay
    Veterano
    # 29/mar/19 21:52
    · votar


    Cara... recentemente comprei uma Squier Mustang por 129 dólares, no ML tá R$ 1549... o Vox MV50 que eu paguei $219 tá R$ 2129... o Micro Dark que eu paguei $180 tá na faixa da R$ 2000 e por aí vai. Sem exagero, é multiplicar por 10 mesmo.
    BrotherCrow
    Vc tá exagerando cara. Só produtos na faixa de 100/150 dólares é que estão saindo 10 vezes mais caros no Brasil.
    Produtos mais caros saem bem mais baratos aqui, por exemplo, uma Boss GT-1000 que lá fora custa U$1000 (R$3850) aqui sai por R$6300,00, ou seja, bem menos que as 10 vezes que vc falou.

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 29/mar/19 22:29
    · votar


    Ramsay
    Eu não disse que é dez vezes mais caro, disse que o preço em dólar multiplicado por 10 dá o preço em real (uma coisa de 100 dólares chega por mil reais). Então na prática o preço do Brasil pra instrumento musical é tipo um pouco mais que o dobro.

    Pra coisas da Boss (na verdade marcas japonesas em geral, vejo isso com Yamaha também) a diferença não é tão grande, porque essas marcas são relativamente caras nos Estados Unidos. Mas o para marcas americanas ou inglesas a fórmula funciona na maioria dos casos. Ali em cima mesmo falei do exemplo da Les Paul Standard, então não é questão de ser só na faixa de 100 a 150 dólares.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Aumento exorbitante de preços (não explicado por inflação). O que ocorreu: