Tocar nota C em acorde G?

    Autor Mensagem
    renatinhacosta
    Membro Novato
    # 24/mai/17 15:28 · Editado por: renatinhacosta


    Olá amigos!

    Estava tocando com meu amigo (ele no piano) e eu na guitarra, era uma musica mais parada, então ele queria que eu tocasse uma nota de vez em quando lá mais para fazer um som de guitarra na música.

    Em um acorde G que ele estava fazendo eu toquei a nota C e ele gritou: "G, SOL, o C fica brigando aqui". rs

    Gostaria de saber se é errado tocar a nota C no acorde G?
    O C está na escala maior de G, não está? penso que não poderia tocar F sem ser sustenido ou Cb, por exemplo... ou não?

    obrigada!
    Renata.

    Buja
    Veterano
    # 24/mai/17 15:49
    · votar


    renatinhacosta
    Nao tem nenhum problema em tocar a nota C na escala de G maior.

    O que ele pode estar reclamando é voce repousar ou finalizar uma ideia melodica em G com a nota C, que é a quarta na escala.

    Da uma sensacao de tensão, ou seja, pede uma resolucao na tonica, G.


    penso que não poderia tocar F sem ser sustenido ou Cb, por exemplo... ou não?
    Depende. Na escala de G maior, sim, ha um F#. Mais poderia mudar a tonalidade para Gm, e tocar um F, para gerar uma tensao, que depois tem que ser resolvida na escala maior. No baixo as vezes fazendo isso. Mas tem que se usar isso sabendo o que ta fazendo.

    O Cb, é um B, voce sabe né. Na escala de G maior, ele é a terça maior. Poderia tocar sem problema algum.

    Lelo Mig
    Membro
    # 24/mai/17 15:53 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    renatinhacosta

    Cara, veja bem, você esta certo em teoria, mas a teoria em música não é LEI.

    Vou tentar explicar.

    A nota C, sim, faz parte da escala de G maior, ela é a 4a justa.

    Pelo ouvido, pela impressão auditiva e subsequente sensação (esquece a teoria) a inclusão de uma quarta num acorde gera uma tensão. Estas "tensões" tem funções, como "colorir", "dar sensação de abertura ou fechamento", de "início ou encerramento", "entristecer ou alegrar", a um trecho específico.

    Para cada modo, (dependendo da posição que o acorde estiver no campo harmônico, haverá tensões disponíveis para esse acorde).

    Algumas vezes essa tensão é considerada como "nota evitada", justamente porque “chocam” com outras notas, geralmente, com a terça do acorde. (repito, não é regra ou lei)... mas uma sensação, que pode ser desejada ou indesejada.

    Talvez, neste trecho da canção que vocês estão executando, esteja soando como "nota indesejada" para o tecladista. Só ouvindo para saber, e mesmo assim é subjetivo.

    Minha explicação é despretensiosa, apenas na tentativa de "lançar uma luz" a sua dúvida.

    sandroguiraldo
    Veterano
    # 24/mai/17 15:54
    · votar


    renatinhacosta
    Uma nota C sobre um acorde de G fica estranho mesmo, mas uma nota G em cima de um acorde de C é normal...

    Insufferable Bear
    Membro
    # 24/mai/17 22:13
    · votar


    Eu metia um arpejo de C#, transformava esse G em dominante e mandava o pianista deixar de ser fresco.

    JoeCruzGuitar
    Veterano
    # 24/mai/17 22:27
    · votar


    Sem saber qual foi a harmonia que vocês tocaram, impossivel opinar.

    Em todo caso, gosto muito de acordes sus, é exatemente o que a nota DÓ causa na formação de um acorde maior de Sol, substitui a terça maior (suspende).

    JoeCruzGuitar
    Veterano
    # 24/mai/17 22:27
    · votar


    Insufferable Bear

    viajei.

    Delson
    Veterano
    # 25/mai/17 09:07
    · votar


    Toque.
    Se ficar bonito, deixe.
    Se ficar feio, tire.

    Insufferable Bear
    Membro
    # 25/mai/17 10:09
    · votar


    JoeCruzGuitar
    G7b9#11 (G-B-D-F-Ab-C#) = G (G-B-D) + C# (C#-E#(F)-G#(Ab))
    é um acorde dominante. É interessante porque G e C# é um trítono, e você está tocando os dois acordes maiores ao mesmo tempo.

    JoeCruzGuitar
    Veterano
    # 25/mai/17 19:20
    · votar


    Insufferable Bear

    Agora saquei ;)

    LeandroP
    Moderador
    # 25/mai/17 22:07 · Editado por: LeandroP
    · votar


    Importante destacar que a 4a justa gera uma tensão em acordes maiores, justamente porque está a um semitom da terça maior do acorde, que pede resolução. Já em acordes menores este intervalo não provoca esta mesma tensão, isto porque a distância entre a quarta justa e a terça menor é de um tom inteiro.

    Quando a teoria chama de "nota evitada" não quer dizer que você não deva tocar. Como o Lelo Mig disse: "uma sensação, que pode ser desejada ou indesejada."

    Como resolução não é uma boa, porque cria mesmo uma tensão, mas se pensar como uma nota passageira, com repouso em algum grau do acorde, as notas se harmonizam. Ciente disso, então você pode "brincar" com "tensão e resolução" ;)

    Ismah
    Veterano
    # 26/mai/17 01:26
    · votar


    Bora fazer um trill entre IV e V ou III e IV e usar as duas notas "ao mesmo tempo" pra repousar... :D

    Insufferable Bear
    Membro
    # 26/mai/17 08:06
    · votar


    Se você não é covarde pode criar tensão sobre tensão e nunca resolver.

    LeandroP
    Moderador
    # 26/mai/17 15:15
    · votar


    Insufferable Bear

    kkkkkkkkk boa!
    aí seria um cara que só quer tumultuar... o famoso X7
    kkkkkk

    renatinhacosta
    Membro Novato
    # 26/mai/17 15:35 · Editado por: renatinhacosta
    · votar


    obrigada pelas dicas pessoal! li tudo e adorei!
    vou preferir a mesma nota, 3ª ou a 5ª então na hora de improvisar, choca menos né? rs

    O que ele pode estar reclamando é voce repousar ou finalizar uma ideia melodica em G com a nota C, que é a quarta na escala.

    Da uma sensacao de tensão, ou seja, pede uma resolucao na tonica, G.


    ah, entendi. se eu tocasse o C e o G depois ficaria melhor!

    Pelo ouvido, pela impressão auditiva e subsequente sensação (esquece a teoria) a inclusão de uma quarta num acorde gera uma tensão.

    vou preferir as 3ª ou a 5ª! obrigada.

    Eu metia um arpejo de C#, transformava esse G em dominante e mandava o pianista deixar de ser fresco.

    kkkk vou tentar fazer isso na próxima! kkk se ele não gostar mando ele tocar o SOL dele! kkk

    Em todo caso, gosto muito de acordes sus, é exatemente o que a nota DÓ causa na formação de um acorde maior de Sol, substitui a terça maior (suspende).


    obrigada!

    Como resolução não é uma boa, porque cria mesmo uma tensão, mas se pensar como uma nota passageira, com repouso em algum grau do acorde, as notas se harmonizam. Ciente disso, então você pode "brincar" com "tensão e resolução" ;)

    obrigada pela dica!


    Bora fazer um trill entre IV e V ou III e IV e usar as duas notas "ao mesmo tempo" pra repousar... :D

    e vamos lá tocar com esse pianista! kkk

    Se você não é covarde pode criar tensão sobre tensão e nunca resolver.

    eu faço isso há muito tempo kkk sempre pego a escala da nota e toco tudo lá. kkk vou parar de fazer isso! kkk
    tipo, G ou Em - C D F# B G A E dai choca os pianistas... devem achar que eu toco qualquer coisa lá...

    obrigada! se alguém tiver mais dicas estou aqui! ;)

    LeandroP
    Moderador
    # 26/mai/17 15:52 · Editado por: LeandroP
    · votar


    renatinhacosta

    Resumindo: escala pentatônica do acorde ;)

    Se você observar, a escala pentatônica tem 5 notas, das quais 3 notas são do acorde (tríade) e as duas notas são tensões disponíveis que harmonizam com o acorde, cabendo inclusive o repouso sobre elas. Observe também que das 5 notas da pentatônica, faltam apenas 2 notas pra ela se tornar uma escala diatônica (7 notas). Entretanto, essas duas notas, mesmo pertencendo a escala, são aquelas que chamamos de "notas evitadas", mas que podem ser úteis como notas de passagem ou pra criar uma tensão, se for esta a intenção. Então podemos definir a escala pentatônica de duas maneiras: uma como sendo a escala diatônica que omite as duas notas evitadas, ou uma tríade com duas notas "boas" adicionadas.

    Buja
    Veterano
    # 26/mai/17 15:57
    · votar


    renatinhacosta
    ah, entendi. se eu tocasse o C e o G depois ficaria melhor!
    Se finalizar no B, e ele finalizar no G, tambem da certo. Voces dois estarão terminando com um G. O mesmo vale para um D.

    Na duvida, repouse na tonica, 3º (que é o B) ou na quinta ( que é o D).
    Nao tem como errar.

    renatinhacosta
    Membro Novato
    # 26/mai/17 16:06
    · votar


    Resumindo: escala pentatônica do acorde ;)

    ah, descobri agora porque existe a pentatonica! pra evitar essas tensões! kkk
    vou trocar minha escala completa pela pentatonica tiraria o F# e o C (na de G).

    renatinhacosta
    Membro Novato
    # 26/mai/17 16:09 · Editado por: renatinhacosta
    · votar


    Na duvida, repouse na tonica, 3º (que é o B) ou na quinta ( que é o D).
    Nao tem como errar.


    ta clareando as coisas! kkk muito obrigada!

    Buja
    Veterano
    # 26/mai/17 16:20
    · votar


    renatinhacosta
    vou trocar minha escala completa pela pentatonica tiraria o F# e o C (na de G).


    Mas voce começou certo.
    A escala pentatonica é a mais banal que existe porque simplesmente, como o LeandroP disse, é uma escaletinha reduzida de 5 notas (esse cara fraga viu, pega carona no conhecimento dele), sendo tonica, 2º maior (no caso da penta maior), 3º (maior ou menor), 5 justa, e 6º (para a penta maior) ou 7º menor (para a penta menor).

    O 2º grau ai, maior serve de passagem. A 7º menor da a caracteristica que pede a trasição (nao sei falar em termos tecnicos, so ouvindo pra entender).

    Entao podemos usar da penta praticamente 3 notas. Tonica, terça maior ou menor, e 5º justa.

    É basicamente isso que um baixista faz.

    Sabe aquelas levadas que tem no sertanejo que nunca erra?

      G                   C
    e----------------------------------------------
    B----------------------------------------------
    G----------------------------------------------
    D-----------------------------2----5----2------
    A-------2----5----2-------3-----------------3--
    E----3----------------3------------------------



    É penta o tempo todo.

    Mas ficar so nisso, te faz ser limitado.
    Conhecer e usar bem a escala maior, menor, melodica, e os diversos modos te faz um musico melhor.

    É isso que diferencia um zé mane que so sabe pentatonica, e do musico que sabe mesmo o que ta tocando.
    Mesmo a penta sendo a escala mais conhecida e universal que tem.
    99% dos solos que voce conhece, foram tirados facil facil em cima de uma penta. kkkk

    Insufferable Bear
    Membro
    # 26/mai/17 16:37
    · votar


    Se você tocar um C#7 junto com um G7 seguidos de C você tem dois acordes que serão resolvidos !
    Não ouça esses quadrados, use dissonâncias.

    LeandroP
    Moderador
    # 26/mai/17 17:38
    · votar


    Insufferable Bear
    Não ouça esses quadrados, use dissonâncias.

    Que cê tá frankzappiando aí?! rsrsrs

    Insufferable Bear
    Membro
    # 26/mai/17 18:43
    · votar


    LeandroP
    Tava com Monk em mente, na verdade.

    renatinhacosta
    Membro Novato
    # 27/mai/17 08:11 · Editado por: renatinhacosta
    · votar


    Mas ficar so nisso, te faz ser limitado.
    Conhecer e usar bem a escala maior, menor, melodica, e os diversos modos te faz um musico melhor.


    muito obrigada, me clareou bastante! realmente assim não tem muito como errar, mas limita bastante mesmo, é bom para tocar mais no improviso, quando não teve muito tempo pra ensaiar! kkk

    renatinhacosta
    Membro Novato
    # 27/mai/17 08:12 · Editado por: renatinhacosta
    · votar


    Tava com Monk em mente, na verdade.

    acho que eu toco mais ou menos igual ele mesmo! kkkk
    por isso os pianistas não me entendem! kkk

    Ismah
    Veterano
    # 27/mai/17 13:12
    · votar


    Pode experimentar outras pentas também, e achar elas é só saber os acordes da escala

    GM, Am, Bm, C, D, Em, F#º (fica bem interessante optar por F#m, ou AM)...
    É o princípio para aplicar modos gregos, e cada uso trás uma sonoridade. Algumas são bem batidas, mas nem se percebe. Am sobre G, talvez seja a com mais cara de blues-rock... Acaba aqui o que sei, porque também to engatinhando nessa, mas fica a deixa...

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Tocar nota C em acorde G?