A técnica, o feeling e o criado mudo. As crônicas de Weslley Melo

Autor Mensagem
cafe_com_leite
Veterano
# dez/14 · Editado por: cafe_com_leite


Eae!

Bom, meus tópicos com os meus sons não tem dado muito audiência, então fiz esse título doido aí hehe

Finalizei essa música hoje (é vero que ficou um tempo de molho) e fiquei feliz com o resultado, mesmo com as minhas limitações técnicas de gravação. Como gosto de dizer, o importante é a música e com ela eu fiquei feliz nessa primeira obra que eu termino do jeito que idealizei. Gostaria de agradecer ao amigo Casper que gentilmente me cedeu a BT da bateria no final da música, se não fosse essa track não seria possível dar o desfecho que eu tanto queria



Galera, comentem a parada ai, critiquem, dei-me dicas, observações, etc etc etc.

Valeu!


Edit: Agradecimentos ao véio Casper.

Filippo14
Veterano
# dez/14
· votar


cafe_com_leite
Prog total, gostei, ficou bem bacana. Se você de fato teve limitações para gravar as músicas, então não tem muito o que ficar falando de timbre, mas acho que se um dia você quiser regravar essa música, eu pensaria em alguns pontos.

- Faltou um teclado nessa música, ele preenche muito bem o fundo, mas também te abre um leque gigante de frases que poderiam ter sido postas. Algumas frases poderiam ser feitas por leads de teclados e não guitarra, ou os dois....rs

-Achei as guitarras um pouco baixas, não muito, talvez 1 ou 1,5 db à mais.

- Um baixo mais presente eu também não encontrei, na verdade nem ouvi o baixo. Acho ele fundamental para o groove da banda.


Faltou um peso na música, e eu acredito que sejam da falta que eu senti desses dois instrumentos.


- Outra opção seria ter uns vocais meio orquestrados, dá até para conseguir esses resultados em teclados mesmo, dariam uma cara bem legal para a música também.

A composição está muito boa, Gostei bastante. Tentaria aumentar essa música, dando um destaque maior para uma melodia em especial, fazendo com que ela aparecesse umas 5 vezes, seria o tema principal da música. Poderia ser feita de várias formas, uma vez com a banda toda e a guitarra fazendo a melodia, depois o teclado, depois os dois, depois uma parte totalmente intimista com só piano, sei lá, achei que faltou a "cara" da música, a melodia que gruda, que te faz lembrar da música.


Abração e parabéns.

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14
· votar


Filippo14
Prog total, gostei, ficou bem bacana. Se você de fato teve limitações para gravar as músicas, então não tem muito o que ficar falando de timbre, mas acho que se um dia você quiser regravar essa música, eu pensaria em alguns pontos.


Pode cre, um dia quero regravar todas essas músicas que tenho gravado no Audacity.

Faltou um teclado nessa música, ele preenche muito bem o fundo, mas também te abre um leque gigante de frases que poderiam ter sido postas. Algumas frases poderiam ser feitas por leads de teclados e não guitarra, ou os dois....rs

Pois é cara, não tenho teclado, mas gosto muito deles, principalmente dum piano estilo pink floyd, estilo Pain of salvation no álbum Road Salt one. Como eu gosto dum som cheio usei a guitarra com efeito volume daí empurrei reverb pelo próprio audacity. Os trampos com as tecladeiras é algo que quero fazer sim, acho daora demais.

Achei as guitarras um pouco baixas, não muito, talvez 1 ou 1,5 db à mais.


Como eu gravo plugado direto no note, o som fica aquela "beleza". Daí nos solos eu coloquei mais reverb e delay e deixei mais de fundo pra encaixar na música e não tomar a frente, porque se não ia sair aquele som de abelha da distorção.

Um baixo mais presente eu também não encontrei, na verdade nem ouvi o baixo. Acho ele fundamental para o groove da banda.

O baixo não ficou super presença, mas pelo menos aqui eu to ouvindo legal, tu chegou a ouvir com os fones? Só que reconheço, baixo é um trem que eu preciso aprender a usar, até porque não sou baixista, mas quebro um galho as vezes hehe

Outra opção seria ter uns vocais meio orquestrados, dá até para conseguir esses resultados em teclados mesmo, dariam uma cara bem legal para a música também.


Po! Era coisa que eu estava decidido a fazer, tinha até falado com a minha prima pra ela fazer uma linha vocal like a The Tape Disaster, mas como eu vi que ela n tava nem conseguindo entrar no tom da parada resolvi deixar pra lá, também não manjo cantar, manter a afinação e tal, daí nem rolou. Esse trampo com vozes é algo que quero fazer ainda, só preciso melhorar um pouco na voz.



A composição está muito boa, Gostei bastante. Tentaria aumentar essa música, dando um destaque maior para uma melodia em especial, fazendo com que ela aparecesse umas 5 vezes, seria o tema principal da música. Poderia ser feita de várias formas, uma vez com a banda toda e a guitarra fazendo a melodia, depois o teclado, depois os dois, depois uma parte totalmente intimista com só piano, sei lá, achei que faltou a "cara" da música, a melodia que gruda, que te faz lembrar da música.


É, um refrão é sempre uma boa pra marcar, só que como tinha duas partes que se estendiam demais, acabei optando por mante-la linear, sem repetições, apenas com algumas retomadas de tema.

Valeu cara, fico feliz que tenha gostado. É um orgulho receber elogios de ti porque sei que tu manja do prog e das praias alternativas.

Abço!

daimon blackfire
Membro Novato
# dez/14
· votar


cola o link ai pls. também

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14
· votar


daimon blackfire
Opa, aí está:


https://www.youtube.com/watch?v=PgxUZMoe-P8

Luisfelp FR1
Membro
# dez/14 · Editado por: Luisfelp FR1
· votar


cafe_com_leite

Muito legal essa música sua, achei bem na praia do post rock/math rock, curto muito sons assim (cheios de modulações e delays)! Continue nesse caminho que você pode evoluir ainda mais!
Parabéns!

PS: Se baseou no título de uma das crônicas de Narnia? xD

Filippo14
Veterano
# dez/14
· votar


cafe_com_leite
Pelo jeito nossas ideias combinam, nos entendemos hahahaha. As partes cantadas podiam ser feitas com teclado também. Realmente falta na música uns 3 ou 4 instrumentos para mim que seriam feitos todos com teclados. Tentaria reduzir o reverb das guitarras, jogá-las um pouco para a frente, tocando algumas melodias junto com um órgão ou piano.

As guitarras ficaram bonitas para trás também, questão de saber utilizar diversos sons de guitarra, aí dá para fazer coisas diferentes, mas o que eu falei acima de tirar o delay e reverb das guitarras não se aplicam à todas.

Eu adicionaria mais 4 instrumentos (cada um em algumas partes e fazendo determinada função)

Coro humano simulado ou não por um teclado
Leads (Tipo o do Emerson do ELP)/ Órgão (Deep Purple) / Piano
- Strings
-Piano para os acordes

Acabei de ouvir com o fone e realmente dá para ouvir o baixo bem agora, errei lá em cima, foi mal...rs. O baixo ficou bonito mesmo, achei que combinou.

Essa é a graça da coisa, a música não tem que ser linear hahahah, o prog é justamente não ligar muito para o tempo total de execução, se você achava que colocar um refrão ficaria legal, na próxima vez que você for gravar coloque mesmo hahahaha, essa cara da música faltou um pouco, mas um refrão pode ajudar, sério, eu colocaria, deixaria a música ter 8 min, 10 min, colocaria até outra parte hahahaha, prog é viagem mesmo.


Abração!

makumbator
Veterano
# dez/14 · Editado por: makumbator
· votar


cafe_com_leite

Bela música. O que faltou foi justamente um pouco mais de recursos de técnica de gravação/mixagem, Pra mim a bateria não casou muito bem em termos de sonoridade (mas é uma opinião pessoal). Tem umas notas na parte da guitarra solo levemente desafinadas (coisa pouca, mas incomodou). Parece que a afinação de alguma(s) corda(s) não estava 100% boa.


Entretanto, a composição em si me cativou (principalmente as partes de guitarra limpa, e aqueles sons de "canto de baleia" no meio).

ogner
Veterano
# dez/14
· votar


cafe_com_leite
Nossa velho!! Animal!!!! Prog legal, não sei se vc ficou roubando partes de musicas prog dos outros, aheuhauheuhauehua...Mas nao importa, ficou muito legal!!

Viva!! Mesmo com sua precariedade vc conseguiu uma composição e gravação com uma qualidade MUITO boa!!!!!!

Muito bacana essa possibilidade de TODO mundo hoje conseguir criar e produzir com uma qualidade MUITO bacana!!!

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14
· votar


Filippo14

É, digamos que estou engatinhando na gravação. As idéias vem ao monte, difícil é transforma-las em realidade. Aos poucos eu vou pegando as manhas. Valeu pelas dicas, me serão muito úteis!

makumbator

Eae makumba, tranquilo?

Pra mim a bateria não casou muito bem em termos de sonoridade (mas é uma opinião pessoal).

Não é opnião pessoal não hehe, a bateria que eu usei são os samples programadas da G1 hahaha.

Tem umas notas na parte da guitarra solo levemente desafinadas (coisa pouca, mas incomodou). Parece que a afinação de alguma(s) corda(s) não estava 100% boa.


Po VEI, tu tem um ouvido feladamãe. As vezes ficava meia hora pra gravar um trecho da música e quando saia um take bom lembrava que minha guitarra não segura muito bem a afinação, mas e a coragem de afinar e fazer tudo de novo? Hue, welcome to the amadorismo Haha.

Entretanto, a composição em si me cativou (principalmente as partes de guitarra limpa, e aqueles sons de "canto de baleia" no meio).

Po, viajo também nos cantos de baleia hahaha. Valeu cara, valeu mesmo, conhecendo um pouco do teu poderio artístico é uma honra ouvir isso de ti!
Abço

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14 · Editado por: cafe_com_leite
· votar


ogner

Fala ogner!

Nossa velho!! Animal!!!! Prog legal, não sei se vc ficou roubando partes de musicas prog dos outros, aheuhauheuhauehua...


Não que eu me lembre cara. Aliás, tem um trecho que a harmonia lembra um pouco a introdução de "tempting time" do Animals as Leaders, mas de resto não me lembro de algum trecho que me lembrou à outra música tão claramente.



Viva!! Mesmo com sua precariedade vc conseguiu uma composição e gravação com uma qualidade MUITO boa!!!!!!

Muito bacana essa possibilidade de TODO mundo hoje conseguir criar e produzir com uma qualidade MUITO bacana!!!


Po, fico feliz que tenha gostado, sei também que tu curte um bom rock progressivo e ouvir isso de "quem entende" é muito gratificante!
Quanto a estrutura de gravação... Po, vejo nego chorando ai por causa de instrumento ruim... Se vissem o meu equipamento iriam dar risada hahahah. Mas graças a Deus to com uma guitarrinha melhor agora, dei até um nome pra ela: Alice, haha

Abço

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14 · Editado por: cafe_com_leite
· votar


Luisfelp FR1
Muito legal essa música sua, achei bem na praia do post rock/math rock, curto muito sons assim (cheios de modulações e delays)! Continue nesse caminho que você pode evoluir ainda mais!
Parabéns!


Valeu cara! O post rock é uma das prais que tenho mais ouvido atualmente, the tape Disaster, quarto sensorial, explosion in the sky, Radiohead e tantas outras mais. Fico feliz que tenha gostado, muito obrigado por comentar o/

Abço


Edit: quanto ao titulo do topico, foi sim inspirado no primeiro filme das cronicas de Nárnia Haha, foi uma forma de chamar atenção pois meus tópicos aqui não tem tido muito sucesso. Lembrando que esse não é o nome da música. A música SS chama "Favor não merecido (Reconhecer)".

tito lemos
Veterano
# dez/14
· votar


cafe_com_leite

Cara, viajei no teu som! Nem procurei falhas técnicas, só me deixei levar! É o tipo de som que ando procurando fazer, também tenho idéias aos montes, mas ainda estou tentando conectá-las direito... Enquanto isso, vou exercitando a parte de produção gravando e mixando coisas antigas minhas (vide meus últimos tópicos). Eu acho que 2015 vai ser bastante produtivo pra nós! Quero ver você postando bastante som ai pra a gente! Vai longe garoto!

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14
· votar


tito lemos
Cara, viajei no teu som! Nem procurei falhas técnicas, só me deixei levar!

Ooo valeu cara, que bom que gostou . Não achou porque não procurou, porque tem bastante hahaha

Eu acho que 2015 vai ser bastante produtivo pra nós! Quero ver você postando bastante som ai pra a gente! Vai longe garoto!


Po, pra mim não tenho tanta certeza, porque preciso levantar uma grana e consequentemente trabalhar, dai o tempo vago encurta drasticamente, sem contar que preciso estudar também. Mas acho que a vontade de fazer música supera isso, assim espero.

Também quero que tu continue mandando sons, no teu topico deu pra ver que o que não falta é idéias nessa cabeça ai Haha. Valeu
Abço

JotaEmidio
Veterano
# dez/14
· votar


cafe_com_leite

Gostei da sua composição. Você criou um clima bem agradável na música.
Claro que tem umas questões à melhorar ainda, como mixagem e também execução. Mas só o fato de você tomar iniciativa e criar algo próprio já é um ponto positivo.
Parabéns.

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14
· votar


JotaEmidio

Eae João

Obrigado por comentar cara. De fato, a gravação e a execução tem muuuito a melhorar, muito mesmo. Fico feliz que tenha gostado.
Abço

BrotherCrow
Membro Novato
# dez/14
· votar


Pô, ficou responsa. E ouvindo aqui, o baixo tá bem audível. Me lembrou bastante a praia do neoprog anos 80/90, tipo IQ, Marillion e tal. Legal você ter conseguido fazer um pad com a guitarra mesmo. Tem horas que dá pra jurar que é um teclado dando a ambiência.
Massa mesmo, continue mandando esses sons.

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14
· votar


BrotherCrow
bastante a praia do neoprog anos 80/90, tipo IQ, Marillion

Pode crê. Tenho um CD do marillion aqui e eles usam bastante esse som cheião, com um sintetizador preenchendo os vazios. Apesar que não foi a banda que me influênciou nisso, acredito que a vontade de fazer esse som chieo veio de influência do Radiohead, de explosion in the sky e de Dream theater.


Legal você ter conseguido fazer um pad com a guitarra mesmo. Tem horas que dá pra jurar que é um teclado dando a ambiência.

Um oferecimento de Gverb-audacity hueheu


Massa mesmo, continue mandando esses sons.


Valeu por comentar, fico feliz que tenha gostado =)

Abço

Cup Noodles
Veterano
# dez/14
· votar


Achei bem interessante!
Gostei muito da música!

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14
· votar


Cup Noodles
Achei bem interessante!
Gostei muito da música!



Valeu cara, se gostou mesmo, compartilha com seus amigos o som o/
Abço

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14
· votar


Up

Lelo Mig
Membro
# dez/14
· votar


cafe_com_leite

Primeiras impressões:

Idéias bastante maduras e consistentes. Bom gosto com a maioria dos timbres, uso de dinâmica, uso de pausas e silêncios e climas bastante envolventes.

Delicadeza sonora... gosto disso.

Na verdade não tenho criticas apenas observações de pontos que senti "alguma fragilidade" e melhoraria com base em minha experiência pessoal e acho que servem de observação para seu caderninho de anotações.

As minhas duas maiores dificuldades, que merecem muita atenção, quando componho Prog são:

- Amarrar alguns trechos isolados, criar as passagens, para não ficarem parecendo duas músicas distintas emendadas. Prog é uma colcha de retalhos e esta costura as vezes é bem difícil.

- Compor a bateria. Fazer a bateria marcar o ritmo, acentuar passagens e ainda soar "monstro" e humana, como queremos, é tarefa árdua quando compomos Prog. Exige uma dedicação espartana a cada detalhe.

No geral, muito bom e surpreendentemente maduro.

Parabéns!

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14
· votar


Lelo Mig


Eae Lelo!

Confesso que estava esperando seu comentário, porque tu é o meu guru musical aqui do FCC huehue

- Amarrar alguns trechos isolados, criar as passagens, para não ficarem parecendo duas músicas distintas emendadas. Prog é uma colcha de retalhos e esta costura as vezes é bem difícil.


Você não sabe quantas noites eu fiquei pensando nisso antes de dormir. Criei varias coisas pra não soar como uma roupa de festa junina e o melhor que consegui foi o que saiu hehe. Mesmo assim as ligações entre partes não ficaram muito bem encaixadas, tu tem razão. Acho que isso vem com a maturidade de composição, de treino mesmo.


- Compor a bateria. Fazer a bateria marcar o ritmo, acentuar passagens e ainda soar "monstro" e humana, como queremos, é tarefa árdua quando compomos Prog. Exige uma dedicação espartana a cada detalhe.


Acredite ou não, as baterias são samples gravados na pedaleira G1. Só fui emendando as partes nas outras, coloquei um prato que eu baixei o audio do YouTube (huehue) e fiz uma viradinha artesanal com recortes do som da caixa da batera da G1. O mano alfisback me deu umas dicas de vsti de bateria, to precisando correr atrás disso.


Obrigado pela critica e pelos elogios, é uma honra ser bem avaliado por quem tem a bagagem musical que todos sabemos que você tem.
Abço!

Die Kunst der Fuge
Veterano
# dez/14
· votar


cafe_com_leite

Primeiramente: O problema da falta de comentários nos seus vídeos acho que tem contribuição dos seus títulos. Vi um outro tópico seu e nem sabia que se tratava de uma música sua, achei que fosse de alguma música gospel e nem entrei. Fora o fato de usar seu nome, visto que ninguém aqui te conhece por ele, e sim pelo seu nick.

Enfim, comentando a música: Boa composição. Me surpreendeu por estar tão boa. Este som deixa bem claro que você internalizou muito bem suas influências e a partir delas fez uma composição bem bacana.

Parabéns.

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14
· votar


Die Kunst der Fuge
O problema da falta de comentários nos seus vídeos acho que tem contribuição dos seus títulos.

Sim devero

Vi um outro tópico seu e nem sabia que se tratava de uma música sua, achei que fosse de alguma música gospel e nem entrei.

Haha, é o titulo da música e foi inspirado num poema do Machado de Assis chamado "A criatura".[

i]Fora o fato de usar seu nome, visto que ninguém aqui te conhece por ele, e sim pelo seu nick.
[/i]

Bom, a ideia é fazer meu nome ficar conhecido mesmo. Mas tens razão, da próxima colocarei o meu nick também no titulo.



Enfim, comentando a música: Boa composição. Me surpreendeu por estar tão boa. Este som deixa bem claro que você internalizou muito bem suas influências e a partir delas fez uma composição bem bacana.


Po, é muito bom ouvir isso, porque quando se compõe e produz uma música você ouve tanto ela que nem sabe se ficou legal ou não. Quando alguém chega e fala que achou boa ai sim eu posso crer mesmo que de fato tem qualidade e não é minha opnião de " pai coruja" huehue.

Parabéns.

Valeu cara, muito obrigado. Se der, comenta lá depois o outro tópico o/
Abço!

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# dez/14
· votar


cafe_com_leite
Bacana! Lembra Camel da fase Moonmadness, mas tem influência de Ambient Music também. Tem uns trabalhos do Anthony Phillips (ex-Genesis) que vão por essa linha.
Gostei do tempo da bateria, mas achei a guitarra "velada" e com muito reverb.
Parabéns!
Abç

Die Kunst der Fuge
Veterano
# dez/14
· votar


cafe_com_leite

Sua música tem qualidade sim. E mais importante, você leva jeito para compor e tocar. Então:

I. Principal: Continue tocando e compondo.

II. Secundários:

- Procure estudar música. A dificuldade citada pelo Lelo Migo "- Amarrar alguns trechos isolados, criar as passagens, para não ficarem parecendo duas músicas distintas emendadas." pode ser contornada com conhecimento de teoria musical. Por exemplo, entendendo de harmonia te permite criar trechos de transição para interligar trechos que estejam em tons diferentes e distantes. Ficar dependendo de "pura criatividade" pra isso é uma roubada.

- Procure pesquisar sobre midi e instrumentos virtuais. Pelo menos sua bateria e uma cama de synth é bom que você saiba fazer. Mesmo que você não faça as melhores baterias do mundo, uma simples e que seja sob medida para a sua música é o melhor. (ps: assista todos os vídeos do Portnoy tocando os cds do DT, ali tem todo o vocabulário de bateria que você vai precisar pra progressivo).

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14
· votar


Die Kunst der Fuge
Procure estudar música.

Pode crer. Ultimamente tenho pegado a guitarra somente pra tirar umas frases de músicas que gosto ou pra compor mesmo. Preciso retomar o estudo teórico de alguma forma.

Procure pesquisar sobre midi e instrumentos virtuais.

Sim, outra coisa que preciso estudar urgentemente. Puro relaxo não ter aprendido minimamente a mexer com isso. Tem culpa por causa do meu notebook que tava bugando também.

assista todos os vídeos do Portnoy tocando os cds do DT, ali tem todo o vocabulário de bateria que você vai precisar pra progressivo).

Sim, meu batera de prog favorito. Difícil é fazer minimamente o trabalho de pratos que ele manda, que o que mais diferencia o trampo dele.

Lelo Mig
Membro
# dez/14 · Editado por: Lelo Mig
· votar


cafe_com_leite

Cara, sua composição é boa. Isso é fato e notável pela grande maioria dos comentários.

Também não esta pobre, nem "malacabada", nem mal gravada.

A maioria das critícas aqui, me parecem se referir muito mais pelo potencial da música do que pelos pontos fracos.

Concordo com o Die Kunst der Fuge quanto ao uso de midi e instrumentos virtuais. Você NÃO pode desperdiçar o potencial de recursos que estas ferramentas irão adicionar a seu trabalho, dos limites que irá ampliar, e das possibilidades criativas que eles lhe darão.

Passou da hora de instalar uma boa DAW, um bom pacote de VSTs e começar a estuda-los.

Estamos aqui para sanar suas dúvidas iniciais.

Me descreva exatamente como você fez todo seu processo de gravação/registros/timbres, por favor...

cafe_com_leite
Veterano
# dez/14
· votar


Lelo Mig
Me descreva exatamente como você fez todo seu processo de gravação/registros/timbres, por favor...


Bem simples. Vamos lá:

Primeiro eu gravei a bateria ( que são os presets da G1)
Gravei tudo plugado direto pro audacity. Todas as guitarras e o baixo.
As bases de preenchimento que parecem synthys eu criei utilizando o efeito volume, um delay bem forte e reverb, tudo na G1. Pra deixar ela mais lisa e regular eu empurrei reverb no Gverb do próprio audacity.
Os timbres não tem muito que falar, fui criando na base da tentativa e erro na G1. Eu poderia descrever a setup deles aqui, mas acho que não teria muita utilidade.

Ou seja: minha gravação se resume a guitarra, baixo, g1 e audacity.

PS: os sons de prato eu baixei de um video de demonstração de uma marca de prato. Dai eu editei e colei em cima da bateria.



Como pode ver, foi um negocio bem amador e artesanal mesmo.

Se eu não fui muito claro, só perguntar que eu tento explicar melhor.


Valeu!

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a A técnica, o feeling e o criado mudo. As crônicas de Weslley Melo