Duvida sobre improviso

    Autor Mensagem
    gjsuzigan
    Veterano
    # jan/04


    e ai blz?????

    NAum saquei mto sobre a explicação de improvisação em Am ow C.....

    vejam c ta certo, c naum , me corrijam.....qualquer solo ou riff pode ser feito na escala de C, independente do Tom????

    caiohleal
    Veterano
    # jan/04
    · votar


    ñ, primeiramente vc deve improvisar usando a escala pertencente ao tom da música, tem umas gambiarras q da pra fazer, mas acho q é legal vc 1º ter uma noção muito boa de improviso pra depois estudar os modos gregos

    Freiheit
    Veterano
    # jan/04
    · votar


    Caiohleal c viajou!


    Se tu ta querendo solar em Am, faz uma base em C F G.
    Am = Relativa menor de C.

    caiohleal
    Veterano
    # jan/04
    · votar


    Freiheit
    isso q vc falou eu sei.......... mas veja bem...

    qualquer solo ou riff pode ser feito na escala de C, independente do Tom????
    isso daqui me leva a entender q ele fala em fazer um riff em C numa base com tonalidade em B por exemplo

    gjsuzigan
    Veterano
    # jan/04
    · votar


    caiohleal

    foi issu mesmo q eu queria saber.....valew

    ironmac
    Veterano
    # out/05
    · votar


    n falem merda, pra vc improvisar somente na escala no tom de Dó maior, a base tem q ter algum desses acordes: C, Dm, Em, F ou Fm, G, Am ou Bm5b7.

    se tiver algum desses acordes vc pode improvisar em Dó maior, se aparecer algo diferente, tem q analisar a situação.

    ironmac
    Veterano
    # out/05
    · votar


    agora vejamos: essa Base: (G, D, F, C)

    enquanto a base estiver na parte do (G e D) voce pode improvisar em Sol Maior, quando a base for p F, como no campo harmonico de G o F é sustenido, vc deve usar escala de dó maior, pois pertence ao campo harmonico... E quando a base voltar para C, voce ate poderia usar a escala de Dó maior, mais é melhor voltar para a de sol maior, para nao sair do contexto.....

    LeandroP
    Moderador
    # out/05
    · votar


    caiohleal

    mas acho q é legal vc 1º ter uma noção muito boa de improviso pra depois estudar os modos gregos


    Não seria o contrário ?!?!

    8p:

    AryanMK
    Membro Novato
    # 14/mar/18 18:22
    · votar


    Bom pessoal.

    Eu havia criado um novo tópico, inclusive alguns brothers tentaram esclarecer minha duvida nele, mas foi trancado pois "não usei a busca"

    Então vamos ressuscitar este tópico aqui para ver se consigo entender um pouco melhor.

    Minha duvida é a seguinte:

    Quando eu for improvisar em uma musica no campo harmônico de C por exemplo. eu posso usar apenas escalas em C ou é necessário usar uma escala para cada nota tocada na musica?

    Por exemplo. uma musica em C tem uma frase tocada em G, eu posso solar nessa frase usando uma escala em C ou é necessário usar uma escala em G e assim respectivamente em cada frase usando escalas correspondentes a nota tocada?

    Agradeço desde já!

    xmarhunterx
    Membro Novato
    # 14/mar/18 18:35
    · votar


    Pá de ouro.

    Beto Guitar Player
    Veterano
    # 15/mar/18 20:31
    · votar


    AryanMK

    Olha amigo, eu e mais pessoas já haviam respondido você no seu tópico, não entendi porque ainda insiste em fazer essa pergunta... Qual foi a dúvida que restou?

    É aconselhado fazer a busca porque em muitos casos, tópicos existentes já possuem a resposta para sua pergunta.

    NeoRamza
    Veterano
    # 15/mar/18 22:45
    · votar


    AryanMK

    Se o tom da música é em C Maior você vai tocar a escala de C Maior durante toda a música, independente de estar tocando outros acordes em alguns momentos. Ou então você pode tocar alguma escala relativa, como a estala de Lá menor (que tem as mesmas notas).

    Mas tudo isso estou te dizendo de maneira simplificada. Vai funcionar na maioria das músicas, mas não em todas. Existem outro modos além de maior e menor, sem contar que uma música pode passear por tonalidades diferentes. Mas aí você vai ter que estudar campo harmônico, modos gregos e teoria harmônica no geral.

    AryanMK
    Membro Novato
    # 16/mar/18 10:41
    · votar


    Beto Guitar Player
    Primeiramente quero agradecer a sua resposta no meu outro topico. foi muito esclarecedora e bem detalhada, muito obrigado mesmo.

    O fato de eu querer mais respostas é simplesmente isso. mais ideias, as vezes você deixou algum detalhe de fora que outra pessoa poderia apontar. mas pelo que notei é isso mesmo. bem simples.

    Quanto a busca. como havia mencionado no tópico trancado, eu utilizei a busca, e sim, assim como achei esse topico, encontrei inumeros outros topicos sobre improvisos e sim eu li. mas em nem um dos que encontrei e li encontrei a resposta para minha duvida em especifico, sim tinha muitos outros para serem visitados mas isso seria uma escavação muito funda, achei mais fácil criar um novo topico.

    NeoRamza
    Muito obrigado pela resposta...

    Beto Guitar Player
    Veterano
    # 16/mar/18 11:37
    · votar


    AryanMK

    Está certo, sem problemas.
    O maior conselho que eu poderia te dar é que a sua imaginação é o único limite para criação de músicas.
    As escalas ajudam bastante, mas não se prenda a elas e nem pense nelas como uma limitação.
    Você pode usar qualquer nota em qualquer harmonia que existe. Vide os cromatismos, em que você usa notas que não estão dentro da escala, mas que servem como uma ponte, uma ligação entre notas fundamentais.
    Sempre que você criar algo, ouça e se gostar do resultado, isso é o que realmente importa.

    Sucesso!

    LeandroP
    Moderador
    # 16/mar/18 16:51 · Editado por: LeandroP
    · votar


    AryanMK

    Quando eu for improvisar em uma musica no campo harmônico de C por exemplo. eu posso usar apenas escalas em C ou é necessário usar uma escala para cada nota tocada na musica?

    Se a música está na tonalidade de Dó maior, você pode usar a escala de Dó maior (ou a sua relativa Lá menor) sobre os acordes, e as notas da escala seriam o suficiente pra desenvolver um bom improviso. Contudo, é interessante se atentar às notas que compõe cada acorde da harmonia. Como por exemplo, quando surge um acorde aparentemente estranho à tonalidade, sabendo a sua formação, mais a escala que você "definiu" com padrão pro trecho musical, pode ser a solução pra sair de alguma armadilha e definir com bom gosto e dentro da tonalidade. Existem estudos mais aprofundados que explicam os porquês disso ou daquilo (Harmonia), mas dá pra tirar algumas conclusões mais simples em situações que não exigem um conhecimento mais profundo, com cadências mais complexas.

    em nem um dos que encontrei e li encontrei a resposta para minha duvida em especifico, sim tinha muitos outros para serem visitados mas isso seria uma escavação muito funda

    Você fez o certo ao utilizar-se de um tópico já existente. ;)

    LeandroP
    Moderador
    # 16/mar/18 16:56
    · votar


    AryanMK

    E os acordes da tonalidade possuem as notas da escala da tonalidade.


    Por exemplo, na tonalidade de Dó maior aparece o acorde Sol maior. O acorde Sol maior é uma tríade (3 notas) formada por Sol, Si e Ré, e essas notas estão dentro da escala de Dó. Portanto, tocando em Dó maior, e aí aparece um Sol maior, você não precisa mudar de escala porque ela cobre as notas do acorde Sol maior. Contudo, se priorizar as notas que formam a tríade de Sol maior, melhora a sua chance de ser mais coeso no improviso.

    tomcykman
    Veterano
    # 18/mar/18 18:41 · Editado por: tomcykman
    · votar


    AryanMK

    Escalas são ferramentas importantíssimas na improvisação, mas se elas não tem "vida" perdem toda a musicalidade. Pra isso, recomendo tirar trocentas frases (seja de ouvido - melhor - ou tablatura/partitura/etc) de músicos/guitarristas que você gosta, analisando quais notas exatamente estão sendo tocadas em cima de qual acorde (é muito importante saber a harmonia da música para improvisar sobre ela). Isso não te fará "perder a singularidade" de maneira alguma, pois você vai articular as frases da sua maneira, além de ir criando novas frases a partir destas e do que você ouve. Os caminhos da improvisação são bem longos e trabalhosos porém valem a pena! Bons estudos.

    Abraço

    Daniel_Bx
    Membro Novato
    # 19/mar/18 20:02
    · votar


    AryanMK

    Você até pode solar com outra escala específica, isso aí entra no assunto de modos gregos. Na prática é tocar sobre a base de um tom mas com a escala de outro tom, mas tem uma teoria por trás disso, não simplesmente trocaram as escalas de lugar e viram como ficava, são escalas diferentes mas no mesmo tom que no fim são todas relativas de alguma maneira. Só que também muda o uso delas, cada modo grego tem algumas mudanças no campo harmônico até onde sei, então não é só tocar qualquer modo, tem que ver se os acordes tem as mesmas peculiaridades. Sugiro que pesquise um pouco e veja cada escala sozinha para você tentar entender melhor como funciona.

    tomcykman

    Mas também não adianta aprender um monte de lick e não ter criatividade, tem que solar em cima de backing tracks diferentes pra pegar a sonoridade da escala e criar as próprias coisas.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Duvida sobre improviso