PF apreende equipamentos musicais em SP

Autor Mensagem
RobsonCosta
Veterano
# mai/14


Sou contra qualquer coisa ilegal, não tenho coragem, mais é f#$@, enquanto pagarmos o que pagamos de impostos, vai ser assim.

Quem esta errado? ou melhor, quem esta menos certo?

http://www.guitarload.com.br/noticia/10920-pf-apreende-equipamentos-mu sicais-em-sp.html

A Polícia Federal (PF) apreendeu cerca de 80 equipamentos musicais, entre instrumentos e acessórios, na semana passada em Cruzeiro e Cachoeira Paulista, no interior de São Paulo. De acordo com informações apuradas pelo G1, a suspeita é de que os equipamentos seriam contrabandeados e revendidos pela internet. Ninguém foi preso.

Segundo a PF, o material estava guardado em duas casas em Cruzeiro e em uma em Cachoeira. Eles foram apreendidos durante o cumprimento de quatro mandados de busca e apreensão nas cidades. Ao todo, foram encontradas guitarras, contrabaixos e acessórios musicais.
A polícia já investigava pelo menos dois homens por contrabandearem os produtos. Segundo a polícia, eles compravam os equipamentos fora do país de forma ilegal e revendiam na internet por preços abaixo do mercado.

A PF informou que o material vai passar por perícia para avaliar sua origem e valor de mercado. Os dois suspeitos serão chamados para prestar depoimento e deverão comprovar as compras. Segundo a polícia, se não houver comprovação quanto à propriedade dos equipamentos, eles podem ser indiciados pela Justiça por contrabando.

RenatoSchoen
Veterano
# mai/14
· votar


RobsonCosta


Quem esta errado? ou melhor, quem esta menos certo?

Cara, essa pergunta precisa de resposta???

Claro que os contrabandistas estão errados!!! E nem precisa explicar o porque.... bom, mas em se tratando de Brasil e dessa mentalidade que predomina por aqui, vamos lá....

Turma A - Os caras importam produtos sem declarar às autoridades, não pagam impostos e revendem por preços abaixo do mercado, pela internet (ML, Bom Negócio, OLX, etc...).

Turma B - Importadoras sérias fazem o mesmo trabalho, mas declaram tudinho e pagam como manda a lei, para revender à lojas que por sua vez pagam Impostos, Funcionários, Encargos, etc... etc... e vendem ao consumidor à preço de mercado (Brasil). Esse pessoal gera emprego e movimenta a economia.

Como a turma B vai competir com a turma A???

E não tem essa de que no Brasil é tudo mais caro por conta dos impostos e da corrupção. Claro que isso é verdade... mas não é desculpa.

Se você quiser importar pelo E-bay ou comprar a sua guitarra lá fora fazendo uma viagem, beleza.... é para o seu próprio uso, se os caras te barrarem é só pagar o imposto e pronto. Tudo certo.

Mas apoiar, ou mesmo fazer menção de apoiar o contrabando, é pobreza de espírito. Tá caro.... não compra!!!! Ou compra uma usada de um amigo, ou traz de fora, ou compre de outra marca, sei lá!!! Cada um que busque o melhor negócio... mas dentro da lei!!!

Me impressiona como em pleno sec XXI o brasileiro que possui um nível mais intelectualizado, com acesso à informação ainda não extirpou esse tipo de questionamento!!!! Por isso que não vamos nunca sair do buraco.

Trocando em miúdos: Os caras são bandidos e deveriam pegar pelo menos 10 anos de cana em regime fechado. Num país sério isso acontece....

Detalhe: Ninguém foi preso... pode isso Arnaldo???

Nefelibata
Veterano
# mai/14
· votar


RenatoSchoen

Detalhe: Ninguém foi preso... pode isso Arnaldo???

Arnaldo mode on: Pode não, a regra é clara no art. 334 do Código Penal.

Importou produto proibido é crime de contrabando, caso de falsificações; Importou sem pagar tributo ou fazer o correto desembaraço aduaneiro é crime de descaminho.

MMI
Veterano
# mai/14
· votar


RenatoSchoen

comprar a sua guitarra lá fora fazendo uma viagem, beleza.... é para o seu próprio uso, se os caras te barrarem é só pagar o imposto e pronto. Tudo certo.

Não, tudo errado. Até 500 dólares no total das compras, tudo certo, tentou dar um migué com compras acima deste valor, passando no "nada a declarar" já fez coisa errada, por isso paga imposto e multa.

O problema é que neguinho acha lindo comprar tudo e trazer sem pagar imposto. Apronta todas, como encher o computador de músicas e programas piratas baixadas de torrents e todo tipo de traquinagem. Depois critica os governantes e políticos que são ladrões, corruptos, querem levar vantagem pessoal e só ficam tentando enganar todo mundo. Este é o nosso povo, os políticos são os representantes do povo.

Mensonstratosx
Veterano
# mai/14
· votar


Corrupção

Trata-se de substantivo feminino cujo significado encontra-se ligado à ação ou efeito de corromper, ou seja, de fazer degenerar; ação de seduzir por dinheiro, presentes ou quaisquer benesses alguém, levando este alguém a se afastar da conduta reta; possui uma variante: corrução.



Contrabando é um ato de corrupção meu jovem.

FBlues_rock
Veterano
# mai/14
· votar


Este é o nosso povo, os políticos são os representantes do povo.

Concordo plenamente, não são "criaturas à parte" (como convém a muitos pensar), mas pessoas que fazem o mesmo que muitos fariam se estivessem em cargos políticos, em boa parte por sentirem que permanecerão impunes. Lido diariamente com isso, tentando ser um "pingo no oceano", como diria uma filósofa.

Mas vim mesmo comentar a grata surpresa, em sentido contrário, que tive ao ler esse tópico. Quatro respostas, todas com a mesma voz: condenando a prática. Talvez "nosso povo" esteja melhor que imaginava, ou ao menos esteja caminhando para melhorar... :)

makumbator
Veterano
# mai/14
· votar


FBlues_rock
Concordo plenamente, não são "criaturas à parte" (como convém a muitos pensar), mas pessoas que fazem o mesmo que muitos fariam se estivessem em cargos políticos, em boa parte por sentirem que permanecerão impunes. Lido diariamente com isso, tentando ser um "pingo no oceano", como diria uma filósofa.

Essa sempre foi minha impressão. Os governantes e autoridades do Brasil me parecem representar a média do povo brasileiro. Dentro dessa ótica, ao contrário do que muitos pensam, a gente tem o governo que merece.

Por essas e outras é que já há alguns anos no âmbito da informática eu abandonei toda e qualquer pirataria, e fora do âmbito dos computadores também tento me manter totalmente dentro do que é legítimo e ético. Senão. que moral teria para reclamar?

rhoadsvsvai
Veterano
# mai/14
· votar


RenatoSchoen
Me impressiona como em pleno sec XXI o brasileiro que possui um nível mais intelectualizado, com acesso à informação ainda não extirpou esse tipo de questionamento!!!! Por isso que não vamos nunca sair do buraco.

me impressiona em pleno sec XXI as pessoas ainda tentarem impor que a segurança jurídica se da através da legalidade.e colocar tal suposta legalidade como patamar supremo de certo e errado.

krixzy
Veterano
# mai/14 · Editado por: krixzy
· votar


RenatoSchoen
Trocando em miúdos: Os caras são bandidos e deveriam pegar pelo menos 10 anos de cana em regime fechado. Num país sério isso acontece....

Num país sério os valores dos impostos são justos, nem precisa de muito esforço pra fazer uma breve pesquisa e ver que o custo de vida no Brasil devido a impostos já supera o custo de vida em países de primeiro mundo.

Outro detalhe pros certinhos de plantão, pirataria é copiar o que é dos outros e comercializar, baixar musicas filmes ou seja la o que vc quiser para uso próprio não é pirataria, ou por acaso alguém já foi preso por baixar um CD na internet? Ainda não vi isso acontecer em nenhuma parte desse planeta,

Ser correto tudo bem, agora ser besta pera ai né...

Vou ali no shopping pagar R$ 100,00 (80% de imposto pro governo) em um CD pq baixar pela internet é coisa de criminoso.

makumbator
Veterano
# mai/14
· votar


krixzy
pirataria é copiar o que é dos outros e comercializar, baixar musicas filmes ou seja la o que vc quiser para uso próprio não é pirataria

Não é verdade. Consulte a lei e verá que infelizmente você está enganado. Se está certo ou não é outra coisa, mas dizer que baixar músicas sem autorização e usar software pirata sem intuito de lucro não é pirataria é totalmente falso.

krixzy
Veterano
# mai/14 · Editado por: krixzy
· votar


makumbator
Se compartilhar músicas é crime, então é crime emprestar um CD seu a um amigo, era crime tbm quando vc gravava uma musica q tocava na rádio, ou de uma fita de um amigo, esse papo de crime em baixar músicas na internet é pressão de gravadoras, estas estão mais preocupados com os downloads que os próprios autores, afinal, a maior parte da renda dos autores vem de shows, e não de venda de cds, inclusive já ouvi falar de um cantor nacional ai que doa o lucro com venda de CDs pra instituições de caridade, só não me lembro quem agora...

Podem até falar ai que é crime, mas ao meu ver, pirataria e compartilhar são coisas completamente diferentes.

E só pra acrescentar, o que estimula a pirataria é o próprio abuso de impostos do governo, se produtos originais tivessem um preço justo é óbvio que as pessoas iriam preferir produtos originais, o brasil cobra imposto de alimentos básicos, e até remédios, coisa que nunca deveria acontecer, se o valor de impostos que pago hoje me desse um hospital de qualidade, médicos de verdade, eu pagaria impostos com prazer, pq no Brasil médico realmente bom é raridade, existe os menos ruim.

makumbator
Veterano
# mai/14 · Editado por: makumbator
· votar


krixzy

Consulte a lei. Só isso que te peço. Isso não é questão de opinião, é ponto factual. É crime. Não é mesma coisa que matar, estuprar e torturar, mas continua sendo crime, quer você goste ou não.

esse papo de crime em baixar músicas na internet é pressão de gravadoras

Não é não. Você já leu o texto da legislação que trata disso?

Podem até falar ai que é crime, mas ao meu ver, pirataria e compartilhar são coisas completamente diferentes.

Você pode considerar que não é errado, mas dizer que não é crime é totalmente falso. O que determina se uma prática é ou não criminosa é a legislação vigente e a jurisprudência, e é óbvio que compartilhar músicas na internet (como no seu exemplo) é crime. Achar que é certo ou errado é outra conversa. Achar que a lei deveria ser diferente é outra coisa.

E só pra acrescentar, o que estimula a pirataria é o próprio abuso de impostos do governo, se produtos originais tivessem um preço justo é óbvio que as pessoas iriam preferir produtos originais,

Lorota. Nego pirateia o Reaper, que custa 60 dólares e que nem tem proteção ou trava no programa. Mesmo assim tem gente que faz cracks para o reaper (o que considero vergonhoso, pois pode-se até usar a demo dele indefinidamente sem pagar a licença, mesmo sendo irregular). Tem plugin de 5 dólares pirateado, tem música de 99 centavos de dólar que são pirateadas. Quanto mais barato algo tem que ser para não ser pirateado? Zero?

Tem um desenvolvedor (Mokafix) que parou de fazer plugins e foi virar empregado da Native instruments, porque mesmo os plugins dele custando de 5, 10, 15, 20 euros, eram muito pirateados (um dia depois de lançar). Um desenvolvedor talentoso como ele desistiu porque não conseguia mais nem manter o custo do site com a renda dos plugins (palavras do próprio sujeito).

As pessoas querem tudo de graça e ficam racionalizando que é por causa de impostos, do preço alto (mesmo quando é quase grátis), disso e daquilo que não pagam. Não pagam é porque não querem. Assumam isso ao menos, ao invés de ficarem inventando desculpas.

RobsonCosta
Veterano
# mai/14
· votar


Caro amigo Renato, não estou apoiando porra nenhuma, a pergunta foi apenas uma reflexão a nossa situação, a roubalheira que vivemos, e enquanto isso acontecer, vamos ter cada vez mais todo tipo de contrabando.

A minha reflexão foi sobre o contrabando legalizado versus o não legalizado, NÃO apoio nenhum e pra falar a verdade o que mais me irrita é o legalizado.

Não sei se você é politico ou o que, mas vamos ter respeito, pois você não me conhece, e com falta de respeito também não sairemos do buraco.

MauricioBahia
Moderador
# mai/14 · Editado por: MauricioBahia
· votar


Tudo bem confuso e de propósito. A prova obvia são leis rebuscados e emendadas à mercê de quem lucra mais, e não é o governo. Entender um paragrafo da lei exige tempo... O interesse é justmente confiscar ao máximo a população. Estamos lidando com governos amparados pelo sistema financeiro dominado pelas grandes corporações. Se eles concluirem que baixar músicas pela internet dá lucro, não será mais pirataria, mas um bem para a sobrevivência do acervo e da memória de nossos amados artistas. Capaz até de implantarem um sistema de fidelidade. Tudo para o nosso bem.

Desculpe, mas eu não caio mais nessa. É tudo jogo politico, repito, das grandes corporação que poucos depois de lancar o CD, anunciou o gravável. Deram a arma pro "crime". Bastante interessante isso. Quando começou o boom do modelo pear to pear, as vendas de CDs despencaram e aí a decisao foi taxar todos como piratas e foras da lei, mesmo que eu compre o CD e grave pro meu filho ouvir em seu quarto.

Isso, pra mim é usar do medo pra inibir algo que TODO MUNDO já fez. Quem nunca copiou um LP pra fita K7 e deu pra um ou mais amigos de presente? Era crime?

Compartilhar arte é crime? Sem fins lucrativos? Por favor evitem recitar Cecília Meirelles ou Vinicius de Moraes em praça pública.

Não há mais espaço para o romantismo, mas os ébrios com seus violões na madrugada estão tendo cirrose ou câncer devido ao tabagismo. A diferença é que da lucro, não importa se estão doentes.

Pra mim, não tem mocinho nesse papo. Tudo é um jogo da indústria e a culpa sempre cai pro mais fraco.

É assim que vejo: as corporação deixam bombar na internet se aproveitando do marketing viral, claro chupando o sangue de que divulga. Tipo quando a gente usa uma camisa com o logo da Nike. Num determinado ponto eles cortam seu canal do YouTube e ameaçam te processar.

Se não for pelo medo, vai pelo bolso. Ai te controlam.

Somos usados como marionetes.

MauricioBahia
Moderador
# mai/14
· votar


Fica minha pergunta: quem ganha e quem perde com a distribuição de músicas na internet?

fender les paul
Membro Novato
# mai/14
· votar


cara na minha opiniao os dois lados estao errados mas tem loja que da um imposto razoavel tipo a gang music nao cometam pirataria procure lojas baratas uma guitarra de 499 dolares por 3000 reais tambem deveria ser crime

makumbator
Veterano
# mai/14
· votar


MauricioBahia
aí a decisao foi taxar todos como piratas e foras da lei, mesmo que eu compre o CD e grave pro meu filho ouvir em seu quarto.

Na maioria dos países isso não é crime. Aqui no Brasil apesar de em tese a cópia do original para uso próprio e privado ainda ser irregular, a jurisprudência admite a prática como aceitável. Então dentro dessa ótica, legalmente não há nada de errado ao se fazer isso.

Por favor evitem recitar Cecília Meirelles ou Vinicius de Moraes em praça pública.

A legislação não proíbe isso.

Pra mim, não tem mocinho nesse papo. Tudo é um jogo da indústria e a culpa sempre cai pro mais fraco.

Claro que há o interesse da indústria. Acho que ninguém nega isso. Mas os ouvintes que baixam um monte de músicas sem autorização na internet também não precisam posar de coitadinhos, e fingir que não há prejuízo aos artistas.

Um exemplo:

Tem um estúdio aqui na minha região que tem equipamentos de primeira, coisa final e tudo mais. Entretanto, quase todos os plugins do local são piratas. O cara cobra (caro) e ganha dinheiro com essas ferramentas mas não compra as licenças por nada (e algumas bem baratas). E conheço o dono, sei que ele pode pagar, mas ESCOLHE usar o pirata por ser de graça, simples assim.

No meu edifício tem um apartamento que não paga o condomínio há meses e meses, está na justiça e tudo mais. Mas o proprietário tem plenas condições de arcar com a taxa (ele troca de carro todo ano, e viaja para o exterior nas férias). Mas o cidadão ESCOLHE não pagar, pois é difícil cobrar esse tipo de coisa (leva tempo e é caro). O curioso é que a conta de energia elétrica ele não deixa de pagar, senão a concessionária corta..

RenatoSchoen
Veterano
# mai/14
· votar


MMI

Não, tudo errado. Até 500 dólares no total das compras, tudo certo, tentou dar um migué com compras acima deste valor, passando no "nada a declarar" já fez coisa errada, por isso paga imposto e multa.

Tem razão.... esqueci do limite de US$500,00. Obrigado por me corrigir.



rhoadsvsvai

me impressiona em pleno sec XXI as pessoas ainda tentarem impor que a segurança jurídica se da através da legalidade.e colocar tal suposta legalidade como patamar supremo de certo e errado.

Isso não passa de um sofisma. Ninguém aqui está discutindo o que é certo ou errado. Estamos falando de desrespeitar a Lei. Num país onde comprar e vender sem NF é coisa natural, onde pirataria é aceita normalmente, onde pegar acostamento pra fugir do engarrafamento é ser "esperto", onde o bacana que consome droga não se toca que está financiando o crime organizado, onde caras compram Gibson Chinesa pra impressionar os colegas... o que se pode esperar da classe política??? O que podemos esperar de nossos legisladores???



krixzy
makumbator
MauricioBahia

A questão de piratear músicas na Internet é complexa, mas vai da consciência de cada um. Eu não baixo músicas pela Internet. Compro CDs originais. Não me importo em pagar caro.
Gosto de ir na loja namorar os CDs, gosto de chegar em casa e rasgar o plástico, pegar o encarte cheirando a novo e ler. Para mim isso é um ritual.
Quando a grana tá curta, deixo pra comprar no outro mês e assim vou levando. Não são 40 ou 50 contos por mês que vão me deixar mais rico ou mais pobre. Pago com prazer.
Prazer que me falta em ter um Pen Drive com 1000 músicas baixadas. Abomino!!! Não vejo a menor graça.



RobsonCosta

Não sei se você é politico ou o que, mas vamos ter respeito, pois você não me conhece, e com falta de respeito também não sairemos do buraco.

Em nenhum momento faltei com respeito. Minha crítica foi dura, sim, mas respeitosa. Achei a sua pergunta muito infeliz.


krixzy

Num país sério os valores dos impostos são justos, nem precisa de muito esforço pra fazer uma breve pesquisa e ver que o custo de vida no Brasil devido a impostos já supera o custo de vida em países de primeiro mundo.

Num país sério comprar e vender sem NF dá cadeia. Num país sério sonegar imposto dá cadeia. Num país sério pirataria dá cadeia.
Os impostos são injustos porque a sociedade é doente ou a sociedade é doente porque os impostos são injustos. O velho dilema de Tostines.
Você acha certo sonegar, contrabandear, piratear, etc... como resposta ao nosso descabido sistema tributário??? Você acha correto burlar a lei porque o governo não retorna para a sociedade aquilo que brutalmente pagamos??? Se sua resposta é sim, sinto lhe dizer que você escolheu o caminho errado. O pior é que você vai ensinar isso aos seus filhos.

Natanael_DM
Veterano
# mai/14
· votar


A questão de piratear músicas na Internet é complexa, mas vai da consciência de cada um. Eu não baixo músicas pela Internet. Compro CDs originais. Não me importo em pagar caro.

Tem um estúdio aqui na minha região que tem equipamentos de primeira, coisa final e tudo mais. Entretanto, quase todos os plugins do local são piratas. O cara cobra (caro) e ganha dinheiro com essas ferramentas mas não compra as licenças por nada (e algumas bem baratas). E conheço o dono, sei que ele pode pagar, mas ESCOLHE usar o pirata por ser de graça, simples assim.


Esse tema abordado pelos amigos RenatoSchoen e makumbator (e outros) é objeto de reflexão, de minha parte, há um bom tempo. E não se limita à questão do mercado de música, mas já que estamos todos aqui ligados por um viés comum, é nesse sentido a minha análise.

Volta e meia a gente vê neguinho reclamando aqui no Forum que vida de músico no Brasil é complicada, que se ganha pouco mesmo ralando muito, que a profisão é mal vista e desvalorizada e outras coisas desse náipe.

Daí, tu vai bater um papo com o sujeito e, pra tua surpresa, tu vê que o cara usa uma cópia de Ibanez JEM chinesa, um clone taiwanes do OCD e tem um pendrive com 203894779 músicas baixadas diretamente no 4shared.

O nome disso é tiro no pé.

Esse é o pulo do gato.

Muita gente não percebeu que a situação ruim do país é uma via de mão dupla, que demanda consciência recíproca dos envolvidos.

Há um ano estávamos vendo o "gigante acordar", mas de nada adianta o cara ir fazer passeata no centro da cidade, com cartaz contra a PEC 137 e, no outro dia, desrespeitar o sinal vermelho, ultrapassar pela direita, ficar quieto se o garçom esqueceu de te cobrar o refrigerante no almoço ou comprar uma "Fender Custom Shop" no ML por R$ 700,00.

A gente também é responsável pela baderna.

MauricioBahia
Moderador
# mai/14 · Editado por: MauricioBahia
· votar


RenatoSchoen
makumbator

A questão é: o que leva pessoas a falsificarem e/ou piratearem?

Isso é um efeito colateral causado pelo consumismo de uma sociedade falida** onde os valores estão totalmente invertidos. Além disso, os preços estão inflacionados com taxas de juros cada vez mais altas. E pra culminar, os nosso queridos políticos estão roubando muito, na cara dura, em troca de favores. A Copa é uma prova clara disso. Estádio custando mais de 1 bilhão.

Tudo isso está co-relacionado com os "pequenos e grandes" delitos diários. Se o preço dos CDs não tivessem subido de forma alucinada, (lembram?), as pessoas talvez comprassem, mesmo que fosse pra ouvir só uma música!!!! Isso mesmo, comprar um produto pra usar 15%, o que eu acho um péssimo negócio, por sinal.

Ostentação é a palavra da vez. Parece que as pessoas estão cada vez mais sem noção. Estão pirando.

Abs

**fato mundial

RobsonCosta
Veterano
# mai/14 · Editado por: RobsonCosta
· votar


MauricioBahia

Concordo, e por isso que o Brasil não pode ser campeão, senão ainda vamos escutar, "roubaram mas pelo menos o Brasil levou o caneco" e todo mundo comemora como se nada tivesse acontecido.

RenatoSchoen
Veterano
# mai/14
· votar


Natanael_DM

Há um ano estávamos vendo o "gigante acordar", mas de nada adianta o cara ir fazer passeata no centro da cidade, com cartaz contra a PEC 137 e, no outro dia, desrespeitar o sinal vermelho, ultrapassar pela direita, ficar quieto se o garçom esqueceu de te cobrar o refrigerante no almoço ou comprar uma "Fender Custom Shop" no ML por R$ 700,00.

A palavra que define isso é caráter.

Como um povo pode ir às ruas revindicar seus diretos quando esse mesmo povo não tem apreço pelos valores morais.

A falta de valores morais começa no simples gesto de ultrapassar pela direita. A pessoa, se sentindo pressionada pelos obstáculos que a vida impõe, ciente da grande desigualdade e da tremenda injustiça social que assola o país, sabedor dos descalabros da administração pública e da corrupção, simplesmente atira os valores morais pela janela. F***da-se!!! É o grito que se escuta.

Das centenas de milhões de pessoas que chegaram à esse ponto, algumas entrarão para a política. Algumas dessas serão nossos representantes legisladores e executores, outras serão nossos juízes e advogados, outras ainda estarão prestando serviços públicos, e ainda outras estarão ocupando altos cargos em empresas.

O que esperar dessa gente??? Já atiraram seus valores morais no lixo, já aceitam qualquer desculpa para justificar suas atitudes. Dissonância Cognitiva!!!

O Brasil só vai progredir quando a sociedade perseverar. Quando o caráter e os valores morais forem mais importantes do que o ganho imediato e pontual. Quando levarmos a sério a nós mesmos.

eric bluesman
Veterano
# mai/14
· votar


infelizmente tem sido um efeito cascata , nao concordo com a pirataria mas não sou hipócrita pq eu tb ja baixei músicas para ouvir ou tirar , alegações nós todos temos , eu trabalho pago meus impostos e contas com muito custo , sofremos com uma direção politica corrupta onde tudo nos é roubado , ficamos insatisfeitos com isso , vemos as desigualdades e cada dia piora a conduta e a indignação toma conta . ai vc pergunta : justifica? não mas é fato que pra algumas pessoas é muito mais difícil ter a consciência devida nessa hora !!!

RenatoSchoen
Veterano
# mai/14
· votar


MauricioBahia

Isso é um efeito colateral causado pelo consumismo de uma sociedade falida** onde os valores estão totalmente invertidos.

O consumismo é uma doença mundial. Fato. Só não é tratada como porque o sistema capitalista precisa dessa doença. O problema é que a mesma doença que impulsiona o sistema aos poucos começa a corroê-lo.

A humanidade está presa à esse circulo vicioso.

MauricioBahia
Moderador
# mai/14 · Editado por: MauricioBahia
· votar


RenatoSchoen: O Brasil só vai progredir quando a sociedade perseverar. Quando o caráter e os valores morais forem mais importantes do que o ganho imediato e pontual. Quando levarmos a sério a nós mesmos.

Infelizmente, o que importa é fazer dinheiro. Por isso citei as grandes corporações. A igualdade o bem comum estão por fora. O lance é Beijinho no Ombro. Vende fácil.

Estamos lidando com gente que não tá nem aí pra arte ou artista. Instrumento musical devia ser muito barato. Interessante é que pra veículos é IPI reduzido e outras facilidades.

Pois é. O pensamento do governo, pra mim, é: f***-se os músicos, pois qualquer um é a farinha do mesmo saco. Agora então, com certos estilos populares, qualquer um canta. Joga um playback, umas gostosas e tá bacana. Uma mina de outro; basta um implante de silicone e um rosto marcante. E mais uma vez, tudo gira em torno do business. Fazer dinheiro e só.

A música, virou ostentação pois é isso que o povo quer. O sentimento, a arte, está em segundo plano, desvalorizados.

Um reflexo nítido do consumismo exacerbado.

Abs

ps. A humanidade está presa à esse circulo vicioso.

Isso aí. Acabou o romantismo.

Natanael_DM
Veterano
# mai/14
· votar


RenatoSchoen

O Brasil só vai progredir quando a sociedade perseverar. Quando o caráter e os valores morais forem mais importantes do que o ganho imediato e pontual. Quando levarmos a sério a nós mesmos.

Acho que é bem por aí. O problema é equalizar as forças enquanto essa mudança não acontece.

eric bluesman
Te concordo, velho. Não dá pra ser hipócrita. E também faço meu mea culpa, pois certamente já cometi alguns desses atos que a gente sabe que são errados.

eric bluesman
Veterano
# mai/14
· votar


Gente esses dias eu tava pensando numa coisa , não sei até onde concordam comigo ou discordam, mas se estamos aqui para alimentar algo que nos faça pensar e crescermos é válido . me perguntaram outro dia , pq essas guitarras com qualidade no brasil tem saído com o mesmo preço de um importado la de fora ? bom se vc considerar que as marcas como Gibson e Fender por exemplo são marcas emblemáticas que tem uma história embutida nelas alem da qualidade que todos nós conhecemos tem preços la fora que são valores mais acessíveis ( se fosse ver mesmo uma fender strato usada por tantos nomes consagrados que crescemos ouvindo vem pra ca com um valor relativo a uma zaganin ) , pq o nosso pessoal aqui luthiers e empresas não poderiam pensar numa forma de modificar esse cenário , pra valorizar as compras aqui e tb diminuir de certa forma essas situações , parece uma pergunta boba , mais seria um caminho !!!

MauricioBahia
Moderador
# mai/14 · Editado por: MauricioBahia
· votar


eric bluesman: pq o nosso pessoal aqui luthiers e empresas não poderiam pensar numa forma de modificar esse cenário , pra valorizar as compras aqui e tb diminuir de certa forma essas situações , parece uma pergunta boba , mais seria um caminho !!!

Se o governo ajudasse. Mas não, preferem reduzir o IPI dos veículos e abarrotar as ruas das metrópoles, dando mais grana pras industrias automobilística e de combustíveis . O que dá dinheiro é o que importa. Simples assim.

A quanto tempo foi aprovada a proposta para a redução dos impostos? Quase 2 anos e, até onde sei, nada.

http://whiplash.net/materias/news_839/154735.html

RenatoSchoen
Veterano
# mai/14
· votar


Natanael_DM
eric bluesman

Quem nunca se sentiu tentado à ter um Pen Drive com 200.000 músicas sem pagar nada???

Eu botei na minha cabeça que não gosto disso. Já tive. Me desfiz dele faz tempo.

Quero ir na loja... Sabe o prazer que eu tenho em ir na Fnac??? Ás vezes vou e fico só garimpando nas prateleiras. Saio muitas vezes sem levar nada!!! Não penso na grana. Se tenho, compro, senão só namoro. Música é prazer, é pra alegrar a alma... não misturo com economia, política ou senso de justiça. Não racionalizo.

Às vezes vou na Baratos Afins ou na Museu do Disco, comprar bolachas antigas. Gosto de ir em sebos pra ver se acho discos raros. Às vezes são muito caros... não compro. Às vezes estão uma pechincha. Levo 2 ou 3.

Enfim... não me identifico nem um pouquinho com o afã de ter músicas no computador. Curto ouvir CDs no meu estéreo, e principalmente as bolachas na vitrola.

eric bluesman
Veterano
# mai/14 · Editado por: eric bluesman
· votar


MauricioBahia

é realmente tem essa parte tb, porque na hora de vc escolher um instrumento pra te servir com qualidade melhor velho, e até mesmo por questões de revenda entre uma zaganin ( só pra deixar claro acho ótimas guitas) e uma fender por exemplo vc acaba indo nas fenders , pq muito da sua referência ja se remete a esses timbres que vc ja cresceu ouvindo , e tem essa questão tb falada já da questão consumismo ou mesmo querer mostrar que tem uma "Fender" ai alimenta mais ainda essas falsificações e tramóias !!!

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a PF apreende equipamentos musicais em SP