Clube da Telecaster

Autor Mensagem
entamoeba
Membro Novato
# 27/dez/19 12:02
· votar


Agaets

Bela coleção.

krz4fx
Veterano
# 19/mar/20 15:49 · Editado por: krz4fx
· votar


Telecaster Nash T52, a minha favorita

Nash Esquire E57

krz4fx
Veterano
# 19/mar/20 16:13
· votar


Nash Telecaster com 2 humbuckers: Gold top

Buja
Veterano
# 19/mar/20 16:45
· votar


Eita saudade da minha telequinha.........

EduJazz
Veterano
# 19/mar/20 17:52
· votar


krz4fx

Tenho uma T52 tb. Cada vez que o sol nasce ela melhora 0,5%. Não só é minha melhor guitarra, como é a melhor guitarra que já tive a oportunidade de tocar.

krz4fx
Veterano
# 20/mar/20 17:56
· votar


EduJazz

Ela é fantástica, né? Foi a primeira Nash que comprei! No primeiro dia estranhei a grossura do braço mas me apaixonei pelo timbre. Madeiras leves e muito ressonantes e a captação Lollar que não conhecia pessoalmente e me impressionou demais. No segundo dia, já estava achando o braço perfeito para uma pegada mais forte de blues e rock. Desde então vieram mais 9 ou 10 outras Nash e é uma melhor do que a outra, mas a T52 continua sendo a favorita. A Les Paul 60 (ou melhor, a conversão para uma LP 60) goldtop que o Bill Nash faz é simplesmente fantástica também. Já teve a oportunidade de tocar numa dessas?

krz4fx
Veterano
# 20/mar/20 18:06 · Editado por: krz4fx
· votar


EduJazz

Olha elas aqui reunidas no sofá. Das Stratos só fiquei com a sunburst, a segunda Nash que comprei:

O sofá das Nash!!!

Tem foto da sua?

abs

krz4fx
Veterano
# 20/mar/20 18:24
· votar


Buja

Nunca é tarde pra voltar pro clube!!! Engraçado que demorei muitos anos para testar uma tele e tive uma, da Fender, alguns anos antes de comprar a Nash. Quando a T52 chegou, me apaixonei de vez pelas teles!!!

Olha ela aqui, a primeira Tele:

Fender Telecaster 93 sunburst (ao lado de uma Lead II, de 1979)

Close up da Tele 93

abs

EduJazz
Veterano
# 23/mar/20 16:36
· votar


krz4fx

Putz! QUE ARSENAL!

Toquei em várias Nash quando fui escolher a minha (na CME em Chicago), mas foquei em teles. Toquei em uma strato e em uma jazz só pra brincar...

A minha é essa aqui:



krz4fx
Veterano
# 23/mar/20 17:04 · Editado por: krz4fx
· votar


Toquei em várias Nash quando fui escolher a minha (na CME em Chicago), mas foquei em teles. Toquei em uma strato e em uma jazz só pra brincar...
A minha é essa aqui:


Irmã gêmea da minha! Linda! Timbraço, né? E quem disse que não dá pra tocar jazz com uma tele? Que o diga Ted Greene, Nelson Faria e você, né?

Gostaria muito de ter podido testar várias Nash num lugar só, mas 99,9% do equipamento que comprei foi no escuro, através da internet. Logicamente pesquisei muito antes de escolher os equipamentos e não me arrependí de nada que comprei!

abs

EduJazz
Veterano
# 24/mar/20 10:38
· votar


krz4fx

Cara, eu acho que, fora as jazz boxes, a tele é a guitarra perfeita pra essa praia. Timbra fácil!

O dia que eu comprei ela foi um dia de fato mágico: juntei a grana por um tempo (é uma guitarra cara, como vc sabe bem kkkkkk), e fui com o intuito de comprar A telecaster. Testei tudo o que você pode imaginar: Suhrs, Andersons, Nash, Fender CS, Fender de linha...fiquei umas boas horas por lá (minha esposa adorou kkkkkkk).

No fim, fiquei entre essa minha, uma Fender STANDARD (usada, ainda por cima, pra vc ver o quanto esse negócio de guitarra é complicado) e uma Suhr... a Nash ganhou. Final feliz!

krz4fx
Veterano
# 24/mar/20 12:31
· votar


EduJazz

Com final feliz mesmo! Tive a sorte de conhecer a Prymaxe quando o dólar estava bem baixo. Não eram muitos os lugares onde se vendiam as Nash, mas a Prymaxe sempre tinha umas 8 a 10 no estoque. Já tinha lido sobre elas e conversando com o vendedor/gerente da loja, que as elogiou muito, resolví pegar a T52. Resumindo me apaixonei, não só pela T52, mas pelas guitarras do Bill Nash! Tem alguma coisa nelas que só tocando mesmo pra entender. Mesmo novas, nos passam a sensação de uma guitarra que já está com a gente há muito tempo, amaciada; tal como uma calça jeans bem surrada!!! Muita gente não gosta de relic e eu respeito, mas o fato de serem relicadas, não tem frescura pra usar a guitarra, não precisa ficar cheio de dedos para não esbarrar em nada, não precisa ficar limpando e polindo. É pegar e usar!!!!

abs

acabaramosnicks
Membro Novato
# 24/mar/20 12:45 · Editado por: acabaramosnicks
· votar


Ainda estou só na vontade de ter uma teleca e uma jazzmaster. Comecei a ficar mais a fim dessas paradas depois que voltei à strato, até então eu só me afundava de distorções pesadíssimas com captadores HB de saída moderada a alta de superstrats e LPs.
Não que eu tenha abandonado o metal, mas ando tocando também outras coisas. Escutar eu sempre escutei de coisas variadas, mas pra tocar era só metalzao. Depois comecei a tocar na igreja, entrei numa banda mais puxada pro rock clássico, daí peguei essa strato de um amigo e tenho gostado MUITO de tocar com singles. O captador do braço de uma strato é coisa linda de Deus, e as posições 2 e 4 são muito interessantes. A ponte eu não gosto tanto então taquei um mini HB alí. A do meio eu uso quando o do braço não casa com a mix.
Ass jazzmaster e tele eu nunca toquei, mas desde que comecei a voltar minha atenção a elas, tenho gostado do que ouço.

Se antes era um sonho meio distante, mas que talvez eu pudesse realizar este ano, agora parece cada vez mais distante novamente. Não perdi o emprego mas além de eu estar meio falido, estou com receio de gastar depois de estar menos falido. Era previsto pra eu melhorar as finanças até maio ou junho, to achando que vai se extender até agosto. Isso se não for mandado embora né, veremos. Por enquanto só fico aqui babando nas coleções dos colegas.

Continuem postando!

BrotherCrow
Membro Novato
# 24/mar/20 15:28
· votar


Que isso galera, o nível tá alto demais!
Sigo com minha humilde teleca mexicana, agora com captadores Tex Mex que anda não decidi se gosto ou não...
Fiz um vídeo rápido brincando no solário aqui de casa, porque sigo de quarentena.
Abraços a todos. Aliás, abraços não. Acenos a dois metros de distância no mínimo. Hehehe.



krz4fx
Veterano
# 24/mar/20 19:47 · Editado por: krz4fx
· votar


BrotherCrow

Várias das guitarras feitas no México são muito boas e não deixam nada a desejar. O som da tele é inconfundível, né? Excelente para country jams e todo o resto!!! Você mora em Brasilia?

abs (à distância, hehehe)

BrotherCrow
Membro Novato
# 25/mar/20 13:05
· votar


krz4fx
Várias das guitarras feitas no México são muito boas e não deixam nada a desejar.
Sim, eu tenho três Fenders mexicanas: essa tele, uma strato dos anos 90 e uma Jazzmaster Blacktop (a versão com um captador de jazzmaster no braço, não a versão com dois humbuckers). Todas ótimas, depois de alguns upgrades e regulagens.

Você mora em Brasilia?
Morei em Brasília até 2017, agora moro em Bethesda, Maryland. Trabalho pro Itamaraty, então fui transferido pra trabalhar na embaixada em Washington uns anos atrás. Fico aqui mais uns três anos ainda, e depois disso sabe deus pra onde vou.

Buja
Veterano
# 25/mar/20 14:22
· votar


Acenos a dois metros de distância no mínimo.


Tem um aqui no forum que sempre termina com 'Acenos de longe', rsss....quem é nao lembro.

Buja
Veterano
# 25/mar/20 14:23
· votar


BrotherCrow

Tu é embaixador?

Buja
Veterano
# 25/mar/20 14:24 · Editado por: Buja
· votar


Buja
Essa sua tele ta chorando linda demais...timbrão gostoso de ouvir nesse cap do braço, e twanga bem na ponte.

BrotherCrow
Membro Novato
# 25/mar/20 14:53
· votar


Buja
Não, sou oficial de chancelaria. Sou o peão da embaixada hehehehe.

Buja
Veterano
# 25/mar/20 15:26
· votar


Olha um chanceler! Boa carreira.

krz4fx
Veterano
# 25/mar/20 23:32
· votar


BrotherCrow

Caraca, quanta coincidência! Morei muitos anos em Brasilia, até 88, quando me mudei pra São Paulo onde morei 8 anos e estou há 24 em Porto Seguro. Morei 2 anos e meio em Bethesda também!!! Em Montgomery County!! Meu pai trabalhou na Comissão Naval Brasileira em Washington!!!

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 26/mar/20 09:56
· votar


BrotherCrow
A alguns anos atrás quase fiz concurso pro Itamarati. Na época exigia-se francês, e o meu francês é bem pobre... Desisti...
Bela carreira!
Abç

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 26/mar/20 09:59 · Editado por: Mauricio Luiz Bertola
· votar


Para mim, como luthier, a telecaster é a guitarra perfeita.
Seu design simples e efetivo a torna capaz de absorver todas as modificações possíveis.
Já fiz várias delas, com muitos tipos de configuração - ainda falta fazer uma com Bigsby - e todo o tipo de madeira. Nunca dá "xabú"...
Abçs

Buja
Veterano
# 26/mar/20 10:20
· votar


Telecaster é vida!
É simples, usual, facil de tocar, leve, bate com tudo, aceita high gain, e linda em todas as configs.
Vou pegar uma de novo, se Deus quiser.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 26/mar/20 10:26
· votar


Buja
Inch' Allah!

BrotherCrow
Membro Novato
# 26/mar/20 10:29
· votar


Mauricio Luiz Bertola
Para mim, como luthier, a telecaster é a guitarra perfeita.
Se por algum motivo eu precisasse vender todas as minhas guitarrase ficar com só uma, eu pegaria toda a grana e compraria a melhor tele possível.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 26/mar/20 10:34
· votar


BrotherCrow
Pódiscrê!
Abç

Buja
Veterano
# 26/mar/20 10:48
· votar


Se por algum motivo eu precisasse vender todas as minhas guitarrase ficar com só uma, eu pegaria toda a grana e compraria a melhor tele possível.

Faria o mesmo. Apesar de que eu so fiquei com minha strato queridinha. nao consigo ficar sem essa maldita de 3 singles.

BrotherCrow
Membro Novato
# 26/mar/20 14:44
· votar


krz4fx
Caraca, quanta coincidência! Morei muitos anos em Brasilia, até 88, quando me mudei pra São Paulo onde morei 8 anos e estou há 24 em Porto Seguro. Morei 2 anos e meio em Bethesda também!!! Em Montgomery County!! Meu pai trabalhou na Comissão Naval Brasileira em Washington!!!
Coincidência mesmo! Também moro em Montgomery County. Escolhi aqui porque é o melhor distrito para escola e eu tenho que botar a minha filha no elementary esse ano.

Mauricio Luiz Bertola
A alguns anos atrás quase fiz concurso pro Itamarati. Na época exigia-se francês, e o meu francês é bem pobre...
A prova de francês não é tão pesada... o que pega mesmo é o português e o inglês, porque o nível é muito alto. Mas como eu disse, não sou diplomata, sou oficial de chancelaria (que é a outra carreira de nível superior do Itamaraty). Fiz a prova de diplomata algumas vezes, cheguei a passar da primeira fase, mas depois de casar e ter filha desisti, porque a pressão pra aceitar ir pra países difíceis é muito maior quando se é diplomata... além de o concurso ser puxado demais.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Clube da Telecaster