Sonata n.1 em si menor – BWV 1014 (Bach) – versão guitarra e cravo

Autor Mensagem
Pé de chinelo
Veterano
# fev/14
· votar


makumbator

Sempre acontece da gente perceber só depois da mix que alguma coisa não ficou exatamente como se queria, normal. No geral não atrapalhou muito o resultado!

Rei Arthur Pendragon
Veterano
# fev/14
· votar


Marcado para escutar e estudar. AMO Bach. Obrigado pela sua contribuição, cara. Adoro essas versões com umas bases para tocar um clássico com guitarra mesmo. Trabalho completo com transcrição e tudo. Obrigado mais uma vez.

mjbg
Membro Novato
# fev/14
· votar


é interessante esse tipo de transcrição, mas é nesse momento que tenho vontade de jogar as guitarras no lixo..
instrumento sem expressão, dinâmica, sem possibilidade nenhuma de timbres comparando com um violino, "pobre" em todos os sentidos, além de soar algo completamente artificial... (não estou falando da execução)

sobre a execução tive a impressão de soar muito "romântico" e pouco "barroco".. e até mesmo muito italiano, pouco alemão..

mas parabéns pela tentativa.. esse tipo de transcrição é sempre muito dificíl de fazer principalmente pelos motivos citados anteriormente

makumbator
Veterano
# fev/14 · Editado por: makumbator
· votar


Pé de chinelo

Pois é, a gente nunca fica realmente satisfeito! hsahsa!

Rei Arthur Pendragon

Agradeço! E faça bom proveito do material de estudo.

mjbg

instrumento sem expressão, dinâmica, sem possibilidade nenhuma de timbres comparando com um violino, "pobre" em todos os sentidos, além de soar algo completamente artificial... (não estou falando da execução)


O que mais me incomoda na guitarra elétrica é a pouca variação de dinâmica frente a outros intrumentos, mas é claro que no fundo é algo com que se tem que conviver. A questão da sustentação do som (outra coisa em que a guitarra não é muito proeminente) foi bastante problemática nessa sonata (principalmente no mov I).

sobre a execução tive a impressão de soar muito "romântico" e pouco "barroco".. e até mesmo muito italiano, pouco alemão..

O uso da guitarra elétrica acaba por tirar um tanto do caráter barroco original (o que é inevitável, apesar da música barroca ser em geral a mais "abstrata" e afeita à transcrição).

Eu também não fui na rota ultra barroca de por exemplo reduzir os vibratos a quase nada (e nesse ponto minha versão ficou mais romântica mesmo), preferi manter os vibratos e ter mais expressão. No entanto, fiz os ornamentos o mais barrocos possíveis para uma guitarra.

Sobre soar italiano na verdade nem é um problema, pois essa peça é no fundo música italiana escrita por Bach. Ela é uma sonata da chiesa italiana, com uma grande particularidade pela parte que seria do contínuo (normalmente cifrado) ter sido escrita por extenso por Bach (fato pouco comum à época). Mas de resto a peça é realmente italiana (assim como várias outras de Bach, que sofreu forte influência de compositores italianos, principalmente venezianos).

mas parabéns pela tentativa.. esse tipo de transcrição é sempre muito dificíl de fazer principalmente pelos motivos citados anteriormente

Eu agradeço! Os desafios desse tipo de transcrição acabam sendo um bom aprendizado!

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Sonata n.1 em si menor – BWV 1014 (Bach) – versão guitarra e cravo