a parte elétrica da guitarra influencia no som?

Autor Mensagem
koveiro_guitar
Veterano
# ago/12


eaew galera.. gostaria de saber se a parte eletrica da guitarra, potenciometros, celetor dos captadores, capacitores altera o timbre dependendo de que marca ou modelo usar??

abraços.

LeandroP
Moderador
# ago/12 · Editado por: LeandroP
· votar


koveiro_guitar

Influencia diretamente no som, no timbre do instrumento. Pode ser polêmico, mas influencia tanto, senão mais, que a madeira do instrumento.

Além dos diversos esquemas de ligação, os valores dos potenciômetros, dos capacitores, saída, resistência e material dos captadores influenciam muito.

Lelo Mig
Membro
# ago/12
· votar


Potênciometros nada mais são do que uma "resistência elétrica ajustável", ou seja, eles criam uma resistência, deixando ou impedindo que determinadas frequências passem ou não, desta feita, tem papel fundamental no timbre de qualquer instrumento elétrico, em função de suas características resistivas e qualidade.

As chaves, teoricamente não teriam, mas não deixam de ser um um elemento à mais "interrompendo" o circuíto, desta feita, chaves de baixa qualidade podem acabar filtrando algumas frequências, ainda que não seja sua função.

Fios também geram resistência, quanto pior a qualidade, pior a sua condutividade e menor sua blindagem, onde acabam "captando" ondas externas e gerando ruídos indesejáveis.

Resumindo, se você somar tudo que pode ocorrer neste pequeno circuíto, verá que há muitos motivos para eles interferirem no som de seu instrumento.

Ramsay
Veterano
# ago/12
· votar


koveiro_guitar

Se a guitarra for nova, não.
Mas, com o passar do tempo, principalmente o seletor de captadores oxida e a guitarra deixa de ter o som que tinha antes.
O (s) capacitor(es) de tone não costumam apresentar defeitos, há não ser que seja(m) de qualidade bem baixa, o que é raro, mas, acontece.
Os potenciometros, se forem de baixa qualidade, em pouco tempo vão fazer ruído, tipo um "scratch" sempre que girá-los.

sr. das caravelas
Veterano
# ago/12
· votar


Lelo Mig sempre com ótimos posts, bem esclarecedores...

Azian
Veterano
# ago/12 · Editado por: Azian
· votar


Lelo Mig

Hmm, saquei qual é a do potenciomentro (andei lendo e ainda não tinha sacado bem qual era), me diz uma coisa, trocando os captadores e botando uns mais 'nervosos', melhores (single coils s s s), pra o captador ser melhor aproveitado necessita trocar o potenciometro? ou não? Tipo, digo pra ter aproveitamento máximo dos captadores. Enfim, seria bom trocar mais alguma coisa para o desempenho maximo dos captadores? Ou isso seria secundário?

Lelo Mig
Membro
# ago/12 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Azian

Vai depender da qualidade dos pots que estão na guitarra e da relação custo benefício.

Para que você entenda melhor:

Suponha uma guitarra nacional, bem construída que o músico goste muito dela, seja pela qualidade da escala ou do shape. Mas que a parte elétrica e ou os metais sejam ruins. Como ele gosta da guita e não quer se desfazer ele pretende trocar a captação.

Num caso desses, eu não trocaria só os captadores, trocaria a parte elétrica inteira. Porque se os caps são meia boca, provavelmente toda parte elétrica é, e a troca do resto, não irá encarecer muito.

Azian
Veterano
# ago/12
· votar


Lelo Mig

Meu caso. Ando pensando bem nisso. Gosto de opiniões sérias e sinceras, ainda mais nos assuntos que ainda estou aprendendo. Obrigado pela dica man! Valeu muito mesmo o tópico e a tua explicação, já saio matutando mais uma possibilidade, o que é ótimo!

August Zakk
Veterano
# ago/12
· votar


Com certeza, potenciometros, e capacitores, no caso dos capacitores, há diversos materiais com quais são fabricados. Sobre os potenciometros não sei muito, sei que os CTS são muito bons.

LeandroP
Moderador
# ago/12
· votar


Lelo Mig
... Porque se os caps são meia boca, provavelmente toda parte elétrica é, e a troca do resto, não irá encarecer muito.

A qualidade dos componentes pode fazer diferença no preço de quem fabrica muitos instrumentos, mas no nosso caso, vale a pena trocar tudo mesmo por componentes melhores, e como você disse, o custo não será tão alto.

Lelo Mig
Membro
# ago/12 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Azian

Não sei qual é sua guitarra, qtde de potenciometros e etc, mas só para você tomar como base:

01 Bom Potenciometro Fender CTS, esta na faixa de R$ 25,00.
01 Chave Seletora Fender 5 posições na faixa de R$ 40,00.
01 Jack de entrada uns R$ 15,00 (um de ótima qualidade)
Capacitores custam "centavos".

Tomando como base uma Fender padrão você gastará em média de 100 a 130 (chutando), para deixar sua elétrica perfeita e para durar décadas.

Para relação "custo/beneficio" é só você fazer a conta de quais captadores pretende colocar e se este custo de "100 conto" à mais compensa.

Mas para que você tenha idéia, minha Fender é 86, nunca necessitou de nenhum ajuste na elétrica, não faz barulho nenhum nem mexendo nos pots nem no chaveamento de caps.

Qualquer coisa, fale modelo da guita, captadores que pretende colocar e a galera te ajuda com os potenciometros, capacitores e etc, corretos e os esquemas de ligação.

De Ros
Veterano
# ago/12
· votar


Minha guitarra Peruzzo #1 tinha um seletor de captadores de 5 posições, tinhamos feito uma ligação meio louca ali.

Depois, me arrependi e coloquei uma chave de três posições. Vocês não acreditam na diferença sonora obtida!
Eu perguntei se ele tinha mexido em outras coisas, e ele disse que não, apenas mudou a peça.

Ambas novas e de boa procedência. Vai entender!

ogner
Veterano
# ago/12
· votar


Tópicos assim são ótimos!! Ainda mais com tantas contribuições de peso e embasadas!!

Tudo faz diferença!! Caraio!! Pouca, muita??...Mas faz...E um monte de detalhes juntos faz mais ainda!!! Caraio!!!

Madeira não influencia no som é o $#@%&*!!! ahuehuahuehua!!!

LeandroP
Moderador
# ago/12
· votar


ogner
Tudo faz diferença!! Caraio!! Pouca, muita??...Mas faz..

Isso nos ensina, até pra outras coisas da vida, a dar maior importância às coisas que aparentemente não tem valor nenhum. O bom da música é que ela nos prepara, de uma certa forma, a observar melhor as nuances da vida.

De Ros
A guitarra ficou mais motivada ;)

Azian
Veterano
# ago/12 · Editado por: Azian
· votar


Lelo Mig

Po cara! Legal!! Putz! Legal mesmo! Ando tentando entender mais sobre a parte elétrica, a minha guitarra é uma Tagima T635, ando olhando os captadores, vi que individualmente saem mais caros do que o trio (na condição de novos), pensei em vários muitos vários e ainda não sei bem.

Tipo ela já tem um som estalado, redondo, analasado, e aveludado como o braço é maple daí vai mais pros agudos, e tem o quack que não abro mão. Já andei sim olhando os captadores (os da seymor duncan) com o cancelamento do hum que daí tem uns que perde o som quack. Vi tb o classic stack, não achei nada de mais, morno achei.
Queria preservar as caracteriscas desse som dela, só que as deixando mais claras, mais 'nítidas', talvez dando um toque a mais do som aveludado, e talvez um equilibrio nos médios necessite, que fique ao todo, um som de strato.
No site da dimarzio (nao achei no site aonde se escuta) mas vi a demostração daqueles velvets, que não achei nada de mais, morno tb. Vi tb uns mais caros, Lollar, nossa... o som do trio blackface achei demais!, meio hendrix sei la, ahaha, mas o preço dai eleva... tambem pensei em um trio fender, os 50's, o trio texas não gostei, parece que soa muito ''abrutalhado'', vi os da EMG mas não saquei muito o som, me pareceu de primeira vista que o forte deles seja humbucker... e aí é isso, fiquei pensando antes de tu falar se não seria uma boa trocar componentes da parte elétrica, mas dessa ainda não entendo bem...tenho lido, mas sabe como é né? não se aprende tudo o que precisa da noite pro dia. Mas sim, pelo visto será preciso.
E quanto as ferragens, o acabamento das tarraxas é meio fraco... sei lá, não é uma Fender, mas enfim, gosto dela. E tenho ido com calma, pra não colocar a carroça na frente dos bois. hehe.

Obrigado man pelas dicas e apoio! Vou me ligar na tua indicação do potenciometro, e sim, a chave seletora com mais tempo já vi que vai precisar trocar...

E quanto ao custo beneficio, seguinte procuro qualidade, se for um captador modesto mas que tenha uma sonzeira, ótimo, se for um com o preço mais elevado e que realmente vale a pena, ótimo tb, só ter que juntar daí mais $$$ e ter muita certeza, já que o preço sobre, e que enfim independete da escolha, valha a pena colocar na minha guitarra, sei la, vai que tenha um super captador ae que só funcione bem numa Fender (exemplo meio tosco que nem sei se existe) e que seja uma maravilha....mas, numa Fender, dai não... tem que ser algo que fique bem nela...o bom senso daí, hehe.

Tópicos assim são ótimos!! Ainda mais com tantas contribuições de peso e embasadas!! (2) \o/

E segue o tópico! Como to mais pra ''aprendiz'' leio e pergunto, haha. (:

EDIT: *corrigindo* o que não curti foi Tex-Mex e não o Texas.

renatocaster
Moderador
# ago/12
· votar


Engraçada essa pergunta...Vc logo tende a responder que não, não influencia. Mas depois pára pra analisar e chega a conclusão que sim, pode fazer diferença.

Agora de quanto é essa diferença, concordo com o ogner. Aí tbm depende de uma série de fatores que não só a guitarra. A partir do momento que vc pluga a guitarra e toca, TUDO pode influenciar: A própria guitarra e seus componentes, o amp, os pedais, os cabos e o músico que vai "pilotar" isso tudo, o principal.

koveiro_guitar
Veterano
# ago/12
· votar


aew valeu mesmo galera, tirou minha duvida

ALF is back
Veterano
# ago/12
· votar


tem gente q troca só os imãs dos caps...acho isso muito engraçado...pq assim, como o cara sabe o resultado q vai dar? ou vai nas escuras ou é muita experiencia mesmo com isso!

koveiro_guitar
Veterano
# ago/12
· votar


alguem sabe o esquemas de ligação de uma jackson randy rhoads U.S.A ??
qual os capacitores, marca e modelo dos potenciometros, Jack de entrada, e ate mesmo fios de toda parte eletrica ?

koveiro_guitar
Veterano
# ago/12
· votar


De Ros
qual a marca do seletor de 3 posiçao q voce colocou na sua guitarra?

juninholiveira
Veterano
# ago/12
· votar


Aproveitando o tópico.... e sobre esse circuitos que se coloca na guitarra, como boost de médios ou boost de ganho? Eles são ativos certos? Pelo menos os da Fender Eric Clapton são. Então, pelo tópico, parece que a parte elétrica influi no timbre, então essas alterações adicionando boost e etc, mudaria o timbre msm quando desligado certo?

Mas e no caso quando se usa caps ativos como os EMG juntamente com esses circuitos de boost? primeira dúvida: Como vai a bateria? apenas 1 bateria para os caps e para o circuito? Msm quando se tem 3 captadores ativos por exemplo?

segunda dúvida: Ele influem no timbre tb msm o circuito sendo ativo igual ao do boost?

Azian
Veterano
# ago/12
· votar


up

zedoidiao
Veterano
# ago/12
· votar


Aê galera, podem me dizer se esse fio aqui e "top"?

Fio de "pano"

BANZAA
Membro Novato
# 03/nov/19 16:26
· votar


Olá....
Tenho uma Les Paul Finch e fiz umas mudanças nela aos poucos .... Primeiro coloquei um par de captadores Gibson Standart (490 e 498) .... Depois refiz a parte elétrica e blindagem... Até aí tudo bem.
Mas consegui a parte elétrica de uma Gibson original, com potenciômetros soldados numa placa e e fiação toda embutida.... Qdo testei, senti que ela ficou mais aguda e estridente. Que será que aconteceu? Será que dá pra regular e melhorar isso?

Buja
Veterano
# 03/nov/19 18:28
· votar


BANZAA

Aconteceu de ficar mais aguda por que mudou os captadores e circuito. São caracteristicas normais do capts que voce colocou.
Da ficar menos aguda, voce precisa timbrar seu setup de outra maneira, pedais, pedaleira, amp.

Começe por deixar todo o set em flat, ou seja, todos os controles em 50% (ou proximo disso). A guitarra tambem, ao inves dos tones abertos em 100%, deixe eles em 50%.

Se sentir muito agudo ainda, retire agudos do amp, ao inves de acrescentar graves. Tenho certeza que com isso ela ficará menos aguda.
Quando se sentir confortável, abra mais o tone da guitarra. Ela ficará um pouco mais aguda, mas faça isso até sentir que ficou agradável.

Nesse ponto voce ja consegue abrir o tone para conseguir um timbre mais rasgado, e fecha-lo para conseguir mais grave, sem precisar encostar no amp.
Se uma musica exige mais agudos ainda, acrescente agudos no amp.
Se exige menos, retire. Nesse ponto o amp te responde bem melhor.

Dai os pedais, ou pedaleiras servirão para o proposito certo: colorir o timbre.
Eu nao mexo muito nos equalizers de presets nem de pedais. Mexo so no controle prinicipal dele: se overdrive, =/- drive, se delay, +/- time ou repeat, se chorus, +/- molho...etc.

Nesse ponto voce nao sentirá que fez má escolha colocar capts originais gibson. Voce ja está dominando o novo voicing da sua guitarra.

Ismah
Veterano
# 03/nov/19 18:32
· votar


Precisaria saber os valores de pots e capacitores pra responder essa. Valores para o tone, e para o volume, mexem com os agudos.
Teria que calcular a sintonia dos filtros, a fórmula é 1/(2πRC), ou pode usar alguma calculador on-line. Conhecendo a sintonia dos filtros, dá pra saber onde se quer chegar e o que mudar - não existem todos os valores de capacitores e pots.
Trocar os pots é mais complicado, do que trocar os capacitores, e os resultados são equivalentes.

Agora, não resolve tirar agudo no amp/pedais? Ou mesmo fechar mais o tone?

marcusbari
Membro Novato
# 05/nov/19 11:48
· votar


BANZAA

essa eletrica da Gibson é um assunto delicado , pois vc mal consegue altera-la. E se der algum problema em alguma das peças é muito dificil substituir. Guarde a sua eletrica antiga por esse motivo. A gibson tentou inventar demais nesse circuito. Ja ouvi muita reclamaçao de quem tem ou teve uma Gibson com isso.

JJJ
Veterano
# 05/nov/19 12:26
· votar


marcusbari
A gibson tentou inventar demais nesse circuito.

Fato. Tenho um aqui e só não desmancho tudo e faço do jeito tradicional porque o logo vale uma grana...

japaubatuba
Melhor interpretação
Prêmio FCC violão 2008
# 05/nov/19 14:40
· votar


JJJ
Fato. Tenho um aqui e só não desmancho tudo e faço do jeito tradicional porque o logo vale uma grana...
recentemente comprei uma Gibson Classic 2015 e so não tirei o circuito ainda pelo msm motivo que vc!

T-Rodman
Veterano
# 05/nov/19 14:47
· votar


eu comprei um kit completo de ProBucker II e instalei numa Tagima T-850. Eu até curti o som dele em relação ao kit da Tagima - mas tocar com o tom abaixo em 70% faz bastante parte do que esse sistema se propõe.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a a parte elétrica da guitarra influencia no som?