Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      E quanto você simplesmente prefere o "pior"?

      Autor Mensagem
      Viciado em Guarana
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Del-Rei
      é verdade!

      Nem tudo que é caro é bom!

      beu
      Veterano
      # nov/10 · Editado por: beu
      · votar


      bog seu post tem muito fundamento, outro dia mesmo vi um show só com equipos medianos mas com músicos bons e eles sabiam tirar o melhor do set, pessoas sem muito dinheiro q souberam escolher seus instrumentos e foram criteriosos na escolha do set, muito melhor q show de cara q comprou um gibson pq falaram q gibson era a guitarra dos famosos (fácil notar pela falta de intimidade com o instrumento)

      mas deixa eu ser chato um pouco


      e também aqueles que acham que quem gosta mais do "pior" é porque é inexperiente, surdo, louco, burro, não está atendo aos detalhes do material/construção/nuancs do timbre, etc etc.

      e podem ainda pensar q esses q gostam do "pior" é pq tem péssimo gosto

      MAS, realmente existem os caras q aceitam coisas ruins, piores, pq simplesmente são inexperientes, surdos, burros ou tem péssimo gosto.

      Uma vez, ele me disse que gostava mais do som de Gibson da Variax 700 do que da própria Gibson dele

      realmente muito interessante isso. com certeza uma escolha muito consciente do john q testou todos os equipos e soube timbrar seu set e preferiu esse, por uma questão de gosto pessoal

      agora fico imaginando um tanto de gente q é inexperiente, surda e com péssimo gosto, justificando suas escolhas (dentre poucas) pq o john usa uma variax ao invés de um gibson lespaul



      ps.Vc não acha engraçado q no mercado americano q é muito mais barato, mais variedade e facilidade de testar (compra com 30 dias de teste) eles são mais críticos quanto aos equipamentos? e nós, ao contrário aceitamos mais o q nos oferecem e podemos?

      Grimc
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog
      Tenho 2 amplis: um Fender Frontman 65 e um Landscape Predator Triefx, que comprei originalmente pra estudo e tocar em casa, deixando o Fender na igreja onde eu toco. Gosto mais do som do predator, e já usei ele até em apresentação! E olha que o Frontman é um baita ampli...

      Bog
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      beu
      MAS, realmente existem os caras q aceitam coisas ruins, piores, pq simplesmente são inexperientes, surdos, burros ou tem péssimo gosto.

      Com certeza! Existem casos onde a pessoa escolhe também o "pior" por razões diferentes, como o preço, o peso, ou até apego emocional.

      agora fico imaginando um tanto de gente q é inexperiente, surda e com péssimo gosto, justificando suas escolhas (dentre poucas) pq o john usa uma variax ao invés de um gibson lespaul

      Certamente não é justificativa. Tanto que eu vendi para ele a minha Variax e troquei por uma guitarra bem mais convencional. E não voltaria atrás.

      Sioux
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Eu tiro leite de pedra com minha SX, meu XTL e agora o mais novo membro da familia, Laney LV300T.

      Sioux
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      vide: http://forum.cifraclub.com.br/forum/3/247621/

      Ml_l2
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Cara esses dias eu tava timbrando minha zoom g1x, quando meu amigo chegou com o metal zone dele. Eu pluguei o Metal Zone do meu landscape predator, e por incrivel que pareça preferi a distorção da minha Zoom, achei o Metal Zone muito abelhudo.

      Stargazer
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      janick
      E em relação à guitarras, a maior delas foi quando achei uma Yamaha RGX421 Verde com braço inteiriço em maple, melhor que muita guitarra que eu já peguei na vida

      Se vc não tivesse dito que era verde...



      Paul.Gilbert
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Caras, eu tenho uma Cort G/vt e uma Fender USA. Prefiro a Cort, acho o timbre bem melhor, sem falar na pegada do instrumento... Vai entender...

      Acho que o equipamento não conta tanto quanto o músico em si. Quantas vezes já não idolatrei um blueseiro americano tocando com um violão de 2 dólares e uma garrafa de cerveja como Slide...

      MauricioBahia
      Moderador
      # nov/10 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Minhas 2 últimas guitarras custaram cada uma, R$350,00!!! Em ambas, toquei captadores, afinei oitavas, regulei a altura dos captadores. Se são piores que Fenders e Gibsons, me desculpe, mas sou suspeito. São timbres diferentes, pegadas diferentes e no final das contas SEMPRE serão diferentes de qualquer outra guitarra, sejam Gibsons ou Fender (repito).

      Essa é a graça da coisa! Vc fazer o seu som. Explorar seu equipo almejando A MUSICA!!! Sim, a música é o que importa. O que adianta ter um equipo de dar inveja se ele não sai do comum, "do quarto"? (culpa sua! ehuhe)

      Sim, pode ser prazer pessoal, mas aí, não há música, mas um monte de tonalidades lindas, porém, esquecidas... PARA SEMPRE!

      Abs

      Sioux
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      MauricioBahia

      Adoro seus posts. Sempre cordial e coberto de razão.
      Modo gay off.
      Bom fds!

      victorhab
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Isso acontece comigo, só que em questoes de mulheres...
      Nunca gosto das que gostam de mim, nunca prefiros as melhores q me merecem...
      =[

      janick
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Stargazer
      Cara! Era identica à essa, mas era verde. Linda, e sonzeira do caramba, isso toda stock. E tem várias dando mole no ML. Se vender minhas guitarras mesmo, muito provavelmente comprarei uma =)

      Galera, sério mesmo. Melhor que muita Ibanez e até LTD's que ja tive/toquei. É uma SuperStrato agradabilíssima.

      Bog
      Veterano
      # nov/10 · Editado por: Bog
      · votar


      victorhab

      Acho que a comparação "correta" com mulheres seria você sempre achar mais bonitas aquelas que os outros acham meio feinhas. Não é nem questão de "muita areia para o caminhãozinho" ou "com essas eu me garanto". É questão de realmente preferir a "feinha". =P

      Stargazer
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      janick
      Desde que conheci o guitarrista do vídeo, o David Valdes, sempre me perguntei pq o cara tinha vários racks, pré-amps e etc., mas usava essa Yamaha no seus primeiros vídeos (e até nesse ae, que foi um dos últimos). Desde então eu sempre tive MUITA vontade de tocar essa guitarra. Eu já pesquisei os preços, são baratas.

      janick
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Stargazer
      Cara, eu acho que vale apena demais. É uma guitarra com um braço inacreditável, captação boa e ponte estável. Além de que, eu acho elas lindas. Eu queria mesmo comprar essa aqui:

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-160205735-guitarra-yamaha-rgx-4 21-d-top-de-linha-japonesa-_JM

      Baratinha e boa pra caramba!

      Stargazer
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      janick
      O ruim é que é difícil de achar essa guitarra em loja para experimentar. O preço tá ótimo. Se eu vendo minha guitarra pra comprar essa ae ainda saio com o dinheiro para o Marshall JMP-1 que sempre tive vontade de comprar.

      Grimc
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      tenho uma sx strato (customizada), uma tele fender japonesa, e uma epiphone lp standard... a guitarra que eu mais gosto é a sx.

      Will Bejar
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Eu tinha um GS100 da Meteoro e combinava muito bem com uns Boss e a Fender Strato... e quando ensaiava (em casa mesmo) tocava com a distorção do amp mesmo e ficava bem satisfeito. Hoje, se pintasse uma troca, não sei se a faria pelo meu Tagima valvulado... mas se rolasse un amp mais potente (esse era de 100w) eu pegaria um desses mesmo!!! (PS. doa antigos, pq os novos são uma "buesta")

      mr bungle
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      to com um problema assim tb: tenho algumas guitas "mais legais" e esses dias comprei uma samick blues saraceno (quem?) por 600 conto e desde então as outras não saem do case! estou tarado pela guita. além de feiona ela precisa de uma reforma urgente, mas to meio q com medo de mexer e acabar com a "magica" dela! vai entender.... mas sei que logo mais volto pras minhas velhas paixões hauhauhuahuhauhau

      victorhab
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog
      Poisé, você pode viver melhor com as feinhas que são do seu jeito...
      Tudo é questao de gostar e se identificar...

      marcio_smdo
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog
      Sempre criando tópicos interessantes e com muitas respostas.

      Bom, com relação ao post inicial. Acho que é uma questão de personalidade, de seguir a sua intuição e sua percepção.

      Prefiro um equipamento ninja que me deixa feliz. Quanto à opinião dos outros, é igual "nariz", né? Todo mundo tem o seu e não deveria meter o dedo no do outro.

      Abraço

      nichendrix
      Veterano
      # jan/11 · Editado por: nichendrix
      · votar


      Bog
      Mas eu queria saber de histórias de gente que em alguma situação simplesmente preferiu um X que era para ser pior que Y, pelo senso comum, opinião geral, renome, ou mesmo preço. Alguém tem?

      Cara eu já estive nessa situação várias vezes, embora eu não possa negar que tem um algum peso emocional em algumas das escolhas.

      Um ponto simples de pensar é na lista das guitarras que tive nos últimos 16-17 anos, que vão desde Gibson Custom Shop VOS e Fender American (do tempo que eram "AMERICAN") até Epiphone e Squier e tudo que você imaginar no meio, isso sem contar as guitarras que passaram na minha mão por causa da loja.

      Acho que o fato de hoje, eu manter uma Squier, uma Epiphone, uma Washburn e uma Tagima e ter vendido as "boazonas" diz muito sobre o que penso a respeito do tema equipamentos.

      Nenhuma delas é guitarra ruim, nenhuma é série de entrada também (a Squier inclusive é de uma série feita pela Fujigen que é considerada tão boa quanto as americanas da época), mas teoricamente, elas são piores (e muito) que muitas guitarras que deixei para trás.

      Só que no frigir dos ovos, na hora de ver o som que tinha com elas, valor de revenda (tava precisando vender mesmo), algum apego sentimental, etc, salvo raras exceções, eu não acho que fiz mau negócio ficando com a "pior", porque no geral o beneficio que ela me traz é muito próximo da outra, e por algum motivo misterioso, eu terminei achando que elas soavam melhor na minha mão que as outras.

      Tem um amigo meu que diz que instrumento tem alma e personalidade e que por isso aprende com a gente, assim depois de muito usar um instrumento nós meio que passamos a entender aquele instrumento e ele passa a apresentar um melhor desempenho e na concepção dele as vezes a afinidade é tão grande que o entendimento é quase imediato.

      Talvez seja isso, mas nunca consegui tirar um som de strato melhor que o que tiro na Squier JV e na Washburn e tive 3 Fender e toquei em tudo que vc imaginar de Tom Anderson, Suhr e Fender 61 pré-CBS à Dolphin e Jennifer. Eu consigo perceber que as "melhores" são realmente melhores, mas nas mãos dos outros, na minha elas não se encontram e não dão aquele som de Strato como essas duas.

      O mesmo vale para minha Tagima e minha antiga Fender Telecaster. A Tagima é bem diferente em sonoridade e construção já que é de mogno com braço e escala one piece de Grumixava, mas pra mim vai bem mais além, já que fora os captadores nada nela é superior à Fender, como foi uma custom order, as ferragens e parte elétrica iguala, mas não é melhor, mas nunca tive nas mãos uma Tele com som tão Telecaster (mesmo sendo tão diferente de uma Tele tradicional), nem mesmo a Tom Anderson T Classic e Drp T Classic tinham um som mais legal na minha mão.

      Enfim faltava algo, acho que o único desses casos em que sai perdendo foi na SG. Porque a SG Standard '61 VOS da Gibson Custom Art and Historicique que eu tinha (do tempo que VOS não era acabamento envelhecido e sim uma referência a ter as mesmas specs originais), na minha opinião por melhor que as Epipocas Elite sejam, não comparam com essa, mesmo eu tendo feito o upgrade todo pra ficar próximo, não chega lá. Todavia me dá um som tão bom ou melhor que muita Gibson que vejo por aí, não porque ela seja de fato melhor, mas porque eu piloto melhor ela do que outras guitarras, tem aquela afinidade... mas que a afinidade com a Angelica Red (SG '61 Custom Shop) era maior que com a Angelica Black (Epiphone Elite SG Custom Black Beauty), ah! isso era.

      Enfim pra mim esse tipo de escolha vai muito mais pro lado da combinação guitarra + guitarrista, maquina + piloto, do que para a questão se o carro é ou não uma Ferrari. É só ver o Barrichello, teve o melhor carro do mundo por anos e dava trabalho até pra completar uma prova, só foi dar um carro ruim pra ele, que ele começou a andar bem e a ter uma pontuação expressiva. A combinação com o carro novo, é melhor que o com o carro fodão. Enfim, nem sempre ter a melhor ferramenta, vai produzir o melhor resultado na mão de quem for usar.

      Conheço uma meia dúzia de caras que tocando de Gianinni e Memphis, com Zoom 505 e uma Meteoro de 150 reais faz um som de cair o cú da bunda, mas se tu der uma Gibson, um Marshall e um monte de pedais não tira um som que preste.

      3. Eu tenho um fraco para ampzinhos minúsculos (e normalmente baratos). Não sei exatamente por que. O senso comum dita que, tão logo eu pudesse ter um valvulado ou mesmo um bom transistorado com falantes de 12", eu devia jogar de lado esses brinquedos com falantes de 8" (ou menos!). A distorção deles costuma ser uma porcaria, e eles são totalmente inúteis para qualquer coisa que não seja gravar ou tocar para si mesmo, porque não têm nem potência e nem projeção. Mesmo assim, eu GOSTO do som meio anasalado e até meio rampeiro desses amps - eu gosto do fato de que eles nunca ficam realmente limpos, sempre têm alguma sujeira, alguma textura meio imperfeita. Eu poderia ter um amp bacana, um Blues Junior ou até algo mais sofisticado, mas no fim sempre sou atraído mesmo é por esses cacarecos. ô.o

      Descobriu o segredo de muito guitarrista famoso... heheheheh

      Os clássicos do Led Zeppelin e muita coisa do Clapton, Bonnie Raitt e do U2 por exemplo, foram gravados em ampzinhos de 5-10W com falantes de 6" ou 8".Sempre dizem que eles tem mais alma, precisam ser domados, mas quando se tem o domínio deles, a coisa flui que é uma beleza.

      2. Juntei um monte de dinheiro para comprar aquela que seria *A* guitarra. Tinha em mente algumas candidatas: Gibson Les Paul Standard ou Traditional, ou uma Gibson ES-339. Todas são ótimas guitarras. Nas lojas, experimentei também outras opções. Precisei pensar muito para aceitar que, a despeito do fato de que "Gibson é Gibson", a guitarra que eu mais gostei custava a metade das Gibson. Era uma LP Fujigen. A Fujigen é uma boa marca, mas mesmo assim, é uma cópia, e uma cópia que custa metade da original não devia ser melhor que a original para ninguém.

      Bah Fujigen é muito acima da média, e não duvido que tenha muita guitarra dela que tá dando em pau na Gibson não, na Fender elas já davam de pau nos anos 80... hehehehhe

      Marcelo Bico
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      Bog
      Cara, é questão de gosto mesmo. É de cada pessoa e ninguém vai te entender.
      Eu mesmo tenho uma Gibson Les Paul Studio, uma Gibson Nighthawk e uma Fender Strato mexicana. É a mexicana que eu mais uso e mais me deixa à vontade. Sempre levo duas guitarras para os shows, uma sempre é a Fender... e é a que é mais usada no palco, véio... vai entender.

      Bog
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      nichendrix
      Fujigen é muito acima da média, e não duvido que tenha muita guitarra dela que tá dando em pau na Gibson

      É verdade, mas mesmo sendo acima da média, não tem o renome e o "mojo" da Gibson. Além disso, a que eu acabei comprando custava metade do preço das LP com as quais eu comparei. Nessas circunstâncias, a maior parte da piazada diria apenas que "Gibson é Gibson" e que uma cópia que custa a metade do preço jamais poderia chegar no nível da original que custa o dobro.

      MathGuitar
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      Bog
      Sempre gostei da minha tagima K2 S, mesmo galera metendo o pau nela :S

      torresmo vermelho
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      Tem um amigo meu que diz que instrumento tem alma e personalidade e que por isso aprende com a gente, assim depois de muito usar um instrumento nós meio que passamos a entender aquele instrumento e ele passa a apresentar um melhor desempenho e na concepção dele as vezes a afinidade é tão grande que o entendimento é quase imediato.

      Sentimental, mas isso é uma verdade, por isso amo minhas Shelter.

      No mais, belo tópico, ótimo para aliviar GAS.

      tapinga
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      uma vez fui na serenata e pedi uma guitarra com floyd rose boaa
      ai o cara me veio com uma ibanez jen nao sei qual modelo mais dessas q o steve vai mostra
      a guitarra tava R$9.900 (nove mil carambaa)
      eu testei a guitarra e sinceramente
      tinha um acabamento muito bom e um timbre tbm
      mais NA MINHA OPINIAO nao veleria nunca os R$9.900
      a guitarra tem mais nome q guitarra mesmo


      flw

      rodrguitarplayer
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      Podem me xingar, mas la vai!

      Tenho uma Charvel Fusion Custom com Jb/ponte e hot rails/braço e ha uns 5 anos atras meu velho pegou uma memphis mg 32 de uma funcionaria que havia comprado mas nao aprendeu a tocar...

      As vezes passava horas tocando aquela guitarra desplugada (só ousei plugar uma vez no ampli e o resultado foi horrivel ahyuaha), mas aquela fuleirinha de 250 reais "servia" pra mim, adorava o braço e tal.. parece piada mais me encontrei no quesito conforto.

      A guita foi embora um ano depois mas confesso que ainda sinto saudades.

      E sim, minha guitarra tem madeiras melhores, hardware melhor, o braço é mais fino o som nao tem comparaçao... mas fazer o que?

      abraços

      Binohendrix
      Veterano
      # jan/11
      · votar


      Enganei um brother meu outro dia com meu Orange 20dlx e meu Big muff clone .. Ele é batera, tem uma Tama idêntica ao batera do Police, e se amarra em equipamentos caros. Ele perguntou se meu amp era valvulado e eu falei que era e que meu "R-Muff (MRoxy)" era o mesmo do Gilmour. HAHAHAHAHAHAHA....Se amarrou no som. Dei risada.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a E quanto você simplesmente prefere o "pior"?

      306.096 tópicos 7.902.487 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital