tópico oficial sobre pinturas em guitarras

Autor Mensagem
JJJ
Veterano
# fev/17 · Editado por: JJJ
· votar


Rei Arthur Pendragon

Agora que vi que já conhecia. Achei estranho que ele não tivesse preço em real. Comprar do Brasil, via ebay, é meio estranho...

Rei Arthur Pendragon
Veterano
# fev/17
· votar


JJJ
Ele vendia no ML também. Acontece que, quando ele começou a vender mesmo na empresa, ficou claro que 95% dos clientes eram de fora (Jap e Eua). Pra vender no Brasil ele penava. Então foi direcionando as vendas para lá até ele se mudar de vez.

JJJ
Veterano
# fev/17
· votar


Rei Arthur Pendragon

É... Nao tem como condená-lo...

stormizinhu
Veterano
# mar/17
· votar


Eu li bastante coisa na net sobre remoção da pintura, e tudo afim.

Mas não achei nada especifico para pintura fosca (preta, chumbou , ou até branco) que quero fazer na minha Shelter SX Preta.

Uns dizem que passa seladora no fosco, uns dizem pra passar nada, não sei se passa verniz, nada nada.

Alguém poderia me dar uma luz sobre essa questão? Eu vi que da pra usar soprador térmico para tirar a tinta, poderia usar secador de cabelo? Me indicam alguma marca, combinação de produtos? Enfim, sou novato (em pintura, toco faz 9 anos), mas quero me aventurar;

JJJ
Veterano
# mar/17
· votar


stormizinhu

Cara, existe tinta com brilho e... sem brilho... acho que é o fosco que você quer. Compre preto sem brilho e não passe nada em cima (não sei se existe verniz fosco... se existir, pode passar).

Seladora sobre a tinta? Sei não... acho que não rola...

Nunca usei nenhum dos dois, mas desconfio que o soprador térmico é mais forte que secador... além disso, suponho que depende do acabamento se isso vai funcionar ou não.

Para pintar de preto, EU faria o seguinte: remoção da tinta velha (o jeito você pode escolher), possivelmente sem precisar necessariamente chegar na madeira crua; lixamento; massa onde/se precisar; fundo nivelador (preto se possível) - umas duas mãos; tinta preta fosca - umas duas mãos. O problema é "proteger" isso aí... como eu disse, não sei se existe algum tipo de verniz ou laca fosca.

Um detalhe (conselho de quem já brincou bastante disso aí): nem pense em acabamento de fábrica, ok? Desencane com isso... é acabamento caseiro. A menos que você seja o "Leonardo da Vinci" das pinturas de guitarra e tenha acesso a um monte de tintas, sprays, lacas e outras coisas que talvez nem existam aqui, não é NADA fácil conseguir um acabamento perfeito, lisinho, uniforme, etc.

Tiltmode77
Veterano
# mar/17
· votar


stormizinhu

Primeira coisa é possível conseguir um acabamento profissional e de fábrica em casa sim!

Nada de soprador térmico, se não souber usar vai estragar sua guitarra, ainda mais sendo a guitarra que é, deve ter no mínimo aí umas 5 ou 6 peças coladas. Assim que for usando o soprador até remover tudo, vai descolar e aí acabou guitarra, pra colar vai ter mais trabalho ainda. Use lixa 80 seca e um taco de lixar. Depois de bem lixado aplique seladora, deixe secar, lixe com 320 d'agua, depois aplique mais uma e lixe, até ficar uma camada bem legal a ponto de você lixar e deixar bem liso, depois dê umas mãos de verniz puro e deixe secar. Ali você lixa na 320 daí você já tem uma base muito mais fina do que essas que vem de fábrica. Daí aplique a cor que quiser, se for pu deixe secar bem, e depois aplicar o verniz fosco. O fosco não precisa de acabamento, então tem que caprichar na aplicação.

Se não tiver um compressor, desista imediatamente. E outra, jamais use nada em spray, não serve.

JJJ
Veterano
# mar/17 · Editado por: JJJ
· votar


Tiltmode77
Primeira coisa é possível conseguir um acabamento profissional e de fábrica em casa sim!

Como eu disse: se a pessoa tiver muito talento e ferramentas/tintas/lacas/etc de excelente qualidade. Nosso amigo vai fazer isso pela primeira vez, portanto... continuo pensando que, a menos que ele seja um Leonardo da Vinci das pinturas de guitarra, não vai ficar igual ao de fábrica.

DoisUm
Membro Novato
# mar/17 · Editado por: DoisUm
· votar


stormizinhu
Cobrir uma guitarra de tinta é facil.
Dar um acabamento BOM ou mesmo razoável exige muita experiência com pintura e, acima de tudo, MUITA paciência.
Pense bem e pesquise muito antes de começar.

stormizinhu
Veterano
# mar/17
· votar


vou somando então o que coletar aqui e ver a linha que vou seguir.

Vou remover a tinta na lixa mesmo (80) e ir vendo como sai e o que tem por baixo.

Fundo nivelador (seladora) seria o tal do Primer que vi ele sempre cinza? Vou catar pretor. Lixa 320 pra deixar lisinha entre cada mão certo?

Tiltmode77
Aplicar verniz antes da tinta? Depois tinta, e verniz fosco? VEEEESH

Tinta preta fosca É a sem brilho? enfim vou catar mais.

A parte ruim do fosco que vi é q tudo nele marca, e é barbada de riscar e sair a tinta. Li algo de verniz fosco ou laca fosco, vou catar mais tmb =).

Me recomendam marcas apenas para madeira, para instrumentos? E as caracterisicas , pelo menos da tinta , a tal de PU, vi um tal de Nitrocelulose. WTF?

Desculpa perguntar tanto, mas quero fazer certo, na medida do possível =)

Tiltmode77
Veterano
# mar/17 · Editado por: Tiltmode77
· votar


stormizinhu

Desculpa, não fui muito claro. Muita gente usa o verniz como fundo, justamente pelo fato de se conseguir uma pintura mais fina. Se você optar pela forma de pintura automotiva, terá várias e várias camadas, e a chance de estragar é muito mais fácil.
A seladora uso somente para selar a madeira, não para nivelar, pois a seladora é muito frágil comparado com o verniz. Então uso um verniz alto sólido, para poder fazer um fundo decente. E aí sim usar a tinta.
Se você optar por brilho, use uma tinta PU, ela á catalizada e seca bem e fica bem rígida, e também já tem brilho próprio. Na hora do polimento é feito direto na tinta mesmo, não necessita verniz. Agora se optar por tinta poliéster, logo na aplicação vai ver que ela é muito mais fina e essa sim necessita verniz para brilho e proteção, devendo ser feito o polimento para um melhor resultado.

Como no seu caso é fosco, use tinta preta comum, recomendo sherwin williams preto cadillac, a tinta é com brilho mesmo pois o que dá o fosco é o verniz, então não se importe com esse detalhe. Na aplicação não deixe escorrer faça com calma e vá pulverizando a peça em pequenos intervalos de tempo, dessa forma a química que há na tinta faz com que ela vire uma camada única e densa.

JJJ
Veterano
# mar/17
· votar


stormizinhu

Fundo nivelador é uma coisa, seladora é outra coisa.

Depois de remover com a lixa 80, a ordem das lixas seguintes tem que ser bem passo-a-passo, se "pular" de 80 pra 240, por exemplo, vai ficar um monte de riscos...

"Fosco" e "sem brilho" me parece que é a mesma coisa...

Marca para madeira? Você fala o tipo de madeira? Alder, ash, pinho, poplar, marupá, maple... Cara, você vai pintar de preto opaco... MINHA opinião: tanto faz, eu iria na mais em conta... Mas se comprar um ash figuradaço ou um flamed maple AAAAAAA e tacar um preto fosco em cima, vou mandar te internarem num hospício... hehehe

Tem uma coisa importante que não vi você se preocupar: máscara. Essas tintas e vernizes soltam vapores brabos... (eu só tenho usado base água, por causa disso - melhora 10000%, embora o resultado possa ser um pouco pior). Tens um local adequado para pintar? Eu não tenho. Pinto num quarto... então, o cheiro não pode ser insuportável...

Enfim... é um monte de coisa... Mas vai fundo! É um baita hobby! Só tem que estar ciente do material básico, principalmente de proteção.

stormizinhu
Veterano
# mar/17
· votar


JayJayoJatinho (brinks)

Fundo nivelador seria para cobrir imperfeições, e seladora pra tinta "pegar" não?

Sim, lixas gradativas, entendi.

Soou estranho mesmo. Eu quis dizer marcas de tintas, para usar na madeira (guitarra). Lukscolor, Renner, Spraydochicão, etc. Isso que quis dizer =)

A parte de proteção minha irei fazer com certeza, até pq tenho rinite, então qualquer coisinha pra mim é quase morte kkkk. Acho que posso fazer na minha garagem, parece ser bem arejada, teto alto, n pega sol nenhuma hora. Eu até não teria pressa , focaria no melhor resultado que desse.

Depois que eu pintar por exemplo, com ela desmontada, mandar pro Luthier né? até por todo fator da regulagem e instalação, blindagens, etc.

JJJ
Veterano
# mar/17 · Editado por: JJJ
· votar


Tiltmode77

Pelos seus comentários, percebo que tu manja muito mais que a média aqui (eu incluso).

Deixa eu aproveitar o ensejo e tirar uma dúvida que me atormenta... se me permite.

Pelo motivo que expus acima ao stormizinhu, sou meio que obrigado a usar coisas em "base água". Então, o que sobra é seladora base água, fundo nivelador base água, esmalte sintético base água e verniz marítimo base água. Um afogamento de água pra todo lado!

Mas... depois de fazer muita merda, ver um monte de outras merdas na internet e muita tentativa-e-erro, tenho conseguido resultados bastante satisfatórios nos acabamentos, como o de baixo:

tele double cut laranja

Essa daí foi só lixa, lixa e mais lixa, fundo, lixa, fundo, lixa, (tinta-lixa) sei lá quantas vezes e verniz, com enceramento automotivo no fim.

A dúvida é a seguinte: apesar de ter ficado bem bacana, tem demorado UM SÉCULO pra secar... se bobear, se eu deixar num stand por muito tempo ela ainda marca onde fica apoiada... Onde está o problema??? É no fato de ser base água? É porque eu talvez tenha passado camadas demais? Ou grossas demais? É o enceramento final (cera automotiva e boina de polimento na furadeira)? (o Bertola me sugeriu usar pasta de polir número 2, ao invés da cera, mas eu tenho receio de que a pasta de polir seja abrasiva demais e "coma" tudo).

Alguma ideia?

JJJ
Veterano
# mar/17 · Editado por: JJJ
· votar


stormizinhu
JayJayoJatinho
Fundo nivelador seria para cobrir imperfeições, e seladora pra tinta "pegar" não?

Meu filho via muito Jay Jay o Jatinho, quando era bem pequeno! kkkkkkkk
Mas não é por isso...

Não. O que cobre imperfeição é massa. Fundo prepara a parada para receber a tinta. E seladora é pra... selar... rs (fechar os poros).

A parte de proteção minha irei fazer com certeza, até pq tenho rinite, então qualquer coisinha pra mim é quase morte kkkk

Ihhh, eu também tenho. Mais motivo pra usar máscara. E, de repente, apelar pra base água, como eu tenho feito (mas espere a resposta do Tiltmode77 à minha pergunta sobre a secagem - tá demorando demais e não fica duro feito PU - nem perto!).

Depois que eu pintar por exemplo, com ela desmontada, mandar pro Luthier né? até por todo fator da regulagem e instalação, blindagens, etc.

Aí é com você. Eu aprendi a fazer essas coisinhas básicas e me viro. Luthier eu deixo pras coisas mais "casca grossa" tipo braço quebrado, troca de trastes e tal. Mas, se você não sabe, melhor deixar para um luthier mesmo...

Tiltmode77
Veterano
# mar/17 · Editado por: Tiltmode77
· votar


JJJ

Eu trabalho com pintura de instrumentos já tem um tempinho.
Vamos lá, se puder opte sempre pelo Pu, pelo fato de ser a tinta mais dura que tem entre todas essas. Já as outras pode sim se conseguir um bom resultado, porém é importante que tenha um fundo mais rígido, no seu caso recomendaria usar o fundo desses que vem de fábrica, aquela camada grossa transparente que tem na maioria das guitarras. Se chama Resina Epóxi, ela endurece bastante mesmo, chegando a ficar uma casca bem grossa. Aí nesse caso você tendo esse fundo bem lixado, até uma 320 por exemplo, pode fazer o mesmo processo que fez, em menos quantidade e deixar mais fina, quanto mais camadas, mais grosso e mais "emborrachado" fica, a não ser que você deixe secar mais do que o esperado entre cada aplicação. Com o fundo em epóxi, uma ou duas mãos de tinta são suficientes. Não precisará lixar, pintar, lixar até nivelar.

Outra coisa é que quase ninguém hoje em dia usa massa de polir, isso era usado antigamente, nem sei por que ainda está no mercado. Procure por compostos polidores, são menos abrasivos e os resultados são infinitamente melhores. As massas de polir deixam marcas e são mais fáceis de queimar a pintura.

Essa é uma pintura que eu fiz em casa

JJJ
Veterano
# mar/17
· votar


Tiltmode77

Ficou linda a guitarra. Valeu pelas ideias aí! Vou ver se consigo achar essas coisas.

Tiltmode77
Veterano
# mar/17
· votar


Estranho mas aqui a foto não abriu. Qualquer coisa está em melhor resolução aqui neste link

DoisUm
Membro Novato
# mar/17
· votar


Tiltmode77
Imagina que como luthier ja tenham chegado em suas mãos muitas guitarras cujos donos estragaram tentando 'customizar'.

Se isso for verdade, quais foram as guitarras com modificações de pior resultado que já passaram por sua oficina?

Tiltmode77
Veterano
# mar/17
· votar


DoisUm
Isso acontece mais do que se imagina. Não devo ter nada aqui pra mostrar até por que desvia um pouco o foco do tópico, mas na maioria das vezes é tentando colar alguma coisa. Essa do link ali que eu postei o dono comentou lá que foi pintada com jet algumas vezes e não deu certo aí ficou aquilo. Não me lembro agora qual foi a pior haha

stormizinhu
Veterano
# abr/17
· votar


Pintar ferragens , tem como? e protege-las da oxidação? li algo de esmalte base pra criar tipo uma pelicula.

Ao desmonta-la para pinta-la, queria tentar pintar o binding do braço (lateral, principalmente) que ela tem uma cor amarelada "vintage". É dificil de pintar o braço/headstock?

Tiltmode77
Veterano
# abr/17
· votar


stormizinhu

As ferragens você tem que mandar limpar com jato de areia, é o melhor a se fazer, deixa novinha. Ou se das suas forem pintadas, tem como sim, mas tem que saber fazer.
Sobre o braço, é a parte mais fácil de pintar, porém a mais chata de polir. Por conta das quinas.

gleder
Veterano
# mai/17
· votar


Estou a procura de alguem que consiga pintar minha guitarra semi acustica aqui em SP/Capital. Quero q ela seja pintada de vermelho cherry ou gold.

Edson_Silva_01
Membro Novato
# nov/18
· votar


Pessoal, pretendo reformar um baixo baixo Giannini jet sound b47, meu plano é usar Stain e encerar.

Atualmente o baixo é preto, mas fui conferir, o corpo é Cedro, lindo, rosa, ao invés de pintar, quer deixar natural.

Não gosto nem quero brilho.Pensei em encerar ou usar Óleo.

Hoje fui numa loja de tintas. Depois da conversa eu creio que o Stain será mais fácil para aplicar, vai ter um acabamento legal e melhor manutenção. O troço é fungicida, anti cupim e hidro repelente. Tem na cor natural. Mas ele sempre muda um pouco a cor original (escurece um pouquinho) .

O Stain tem alguma contra indicação?

Obrigado

Matikas
Membro Novato
# 28/nov/20 03:11 · Editado por: Matikas
· votar


Olá a todos. Primeiramente quero, com muito respeito, pedir licença neste tópico antigo para pedir pedir uma ajuda. Estou muito interessado em fazer um refinish na minha thinline preta. Gostaria de tirar a tinta, lixar toda e refazer o acabamento usando oleo do tipo TRU OIL ou TEAK OIL (oleo de taca) e uma tinta de coloração próximo ao surf green (estou cogitando comprar uma tinta chamada top spray vendida no Mercado Livre ou no site oficial da marca, laca-nitro em spray). Entretanto eu vi que tem um tipo de tinta em pó a base d'água comercializada fora do Brasil que pode ser diluída. Há também algumas pessoas que fazem o processo de tintura com tinta de couro, como a FIEBING'S LEATHER DYE. São tintas e um processo que não precisa de um compressor ou spray, apenas passar o material com uma flanela ou pano, usar lixa também.

Dêem uma olhada no video abaixo, pintura a base d'agua + oleo:
https://youtu.be/l92a8nPvR_Q

Algumas informações em português sobre o TUE OIL:
https://www.youtube.com/watch?v=-4cIea9NQOI&t=536s
https://www.youtube.com/watch?v=AvruWeylsm0

Video do processo de pintura com tinta de couro e Tru Oil:
https://youtu.be/gw7dr4igFV0

Alguém tem experiêcia com esse tipo de acabamento e poderia me dar uma luz? Eu não estou querendo levar em um luthier pois aqui pelos lados de Brasília ou os luthier não tem interesse no serviço, ou te cobram um absurdo, preço de Music Kolor..

(se for o caso, me orientem que eu crio um tópico, não achei aqui no fórum nada a respieto desses oleos e essas tintas, tbm não quis criar um tópico, pois esse aqui me pareceu adequado, apesar de antigo)

JJJ
Veterano
# 28/nov/20 12:03
· votar


Matikas

Cara, eu posso te falar sobre o tru-oil, já que usei várias vezes e tenho uns vídeos sobre o assunto. O resto que você falou, eu nunca usei.

O tru-oil é um excelente produto, SE você souber bem o que quer e das limitações dele.

Ele fica muito bom em madeira crua (com ou sem tingimento), desde que a madeira tenha sido bem preparada (lixada, limpa e seca). Antes dele, dá pra usar uma ou duas demãos de seladora. Depois dele, pode-se usar alguma cera, pra um polimento final não muito abrasivo.

Porém, ele não dá resistência mecânica. Não espere uma dureza de poliuretano, porque não vai ter, mesmo com trocentas demãos. E também não vai dar brilho de espelho; no máximo um brilho levemente reflexivo.

Matikas
Membro Novato
# 28/nov/20 12:54 · Editado por: Matikas
· votar


JJJ

Não espere uma dureza de poliuretano, porque não vai ter,
E também não vai dar brilho de espelho; no máximo um brilho levemente reflexivo.

Eu quero exatamente um acabamento meio acetinado, com pouco brilho. Sobre a pintura, você recomenda pintar a guitarra na madeira crua, antes da seladora ou após?

O processo todo seria nesta seguinte ordem?:
lixamento total da madeira/ secagem
aplicação de seladora
tintura
Tru Oil (cerca 10 demãos?)
Massa de polimento/ cera (talvez uma massa de polimento automotivo?)

Me manda o link dos seus videos sobre isso?

JJJ
Veterano
# 28/nov/20 17:57 · Editado por: JJJ
· votar


Matikas
lixamento total da madeira/ secagem
aplicação de seladora
tintura
Tru Oil (cerca 10 demãos?)
Massa de polimento/ cera (talvez uma massa de polimento automotivo?)


É uma receita que pode funcionar (eu disse "pode", não tem como ter certeza. os motivos eu explico neste vídeo desanimador... kkkkkk). Eu não tenho paciência pra 10 demãos e acho meio desnecessário... umas 5 já tá de bom tamanho (pra mim...).

Outra coisa: tingir com corante é uma coisa, pintar com tinta é outra. Nessa sua receita, essa sua "tintura" seria tingimento com corante... tru-oil sobre tinta acho difícil ficar bom (já tentei, mas é claro que existem "n" tipos de tinta).

ejames
Membro Novato
# 28/nov/20 21:01 · Editado por: ejames
· votar


Matikas
uma tinta chamada top spray vendida no Mercado Livre ou no site oficial da marca, laca-nitro em spray
Então, recentemente comprei umas latas dessa linha mesmo, na cor Olympic White. Ainda não apliquei na guitarra, mas fiz testes em uns pedaços de madeira e consegui bons resultados. Nas próximas semanas devo fazer a pintura do corpo e relato aqui passo a passo. O mais importante é realmente preparar ao máximo a superfície antes da pintura - seladora, primer e só depois a tinta, em camadas finas e respeitando o tempo entre demãos. Se for uma madeira de poros abertos como o Ash, é válido também fazer o "grain filling" com massa para madeira, torna a aplicação da seladora mais fácil depois.

Porém acho que não é uma boa ideia botar tru-oil em cima dessa tinta. Nitrocelulose meio que "nunca" seca, ela continua a evaporar levemente ao longo dos anos - por isso é tão preferida para quem procura o relic natural, pois ela vai afinando com o passar do tempo.Botar o tru-oil ou qualquer coisa em cima dela que não seja também nitro pode fazer com que craquele, solte tudo ou que a tinta nunca fique realmente fique seca ao toque. Com essa tinta citada basta realmente aplicar, deixar curar (2~4 semanas), lixar com lixa bem fina para corrigir qualquer imperfeição e depois partir para o polimento.

Há também algumas pessoas que fazem o processo de tintura com tinta de couro, como a FIEBING'S LEATHER DYE
Só um adendo: você não vai conseguir um acabamento estilo "sólido" com esse método. Ele é para tingir a madeira, o pigmento penetra e "incorpora" nas fibras da madeira, ele não se acumula numa camada consistente no topo da superfície como a tinta. Fica um efeito legal, mas é bem diferente da pintura mesmo.

Matikas
Membro Novato
# 28/nov/20 22:07 · Editado por: Matikas
· votar


JJJ
JJJ
os motivos eu explico neste vídeo desanimador..

Assisti seu video, muito bom. A propósito eu achei a teleca surf green muito linda. Você tem razão no seu vídeo.. Seu canal é massa! Após seu video fiquei pensativo em preparar a guitarra, lixar, passar a seladora e levar para um bom pintor de carros para ele pintar e envernizar. Provavelmente um pintor cobra uns 100 a 150 reais pra isso.

Nas próximas semanas devo fazer a pintura do corpo e relato aqui passo a passo

Quando você pintar lembra de compartilhar conosco? Eu estou curioso a respeito daquela tinta há meses, porém parece que ninguém bota nada na internet sobre ela.. (Top Spray)

JJJ
Veterano
# 29/nov/20 09:53
· votar


Matikas
parece que ninguém bota nada na internet sobre ela.. (Top Spray)

Primeiro, porque acho que é recente. Segundo porque não é baratinha, comparada às latas de spray comuns. E, pra mim, em terceiro, porque é base solvente, deve feder pra caramba. Se fosse base água, eu poderia testar.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a tópico oficial sobre pinturas em guitarras