Roger Waters - Pink Floyd

Autor Mensagem
Filippo14
Veterano
# 22/nov/20 10:58 · Editado por: Filippo14
· votar


Rebuke

Nem um pouco, não disse que a pessoa tinha que ser pobre. Disse que se eles defendem uma igualdade mínima de remuneração, eles deviam dar exemplo e provar que da para 10,15, 1000 familias/pessoas viverem de forma produtiva sem buscar o seu beneficio individual e sim um beneficio coletivo.

A pessoa receber dezenas de salarios minimos de salario e viver, consumir isso, com pessoas passando fome e não distribuir boa parte disso me soa hipocrita. Mais uma vez, muitos culpam sempre os mais ricos e nunca olham pro mesmo umbigo. Esperem que outros sejam prejudicados para que ele não precise mexer no próprio bolso.

Varios desses adoram criticar, se dizem classe media, mas comem nos melhores restaurantes, fazem viagens internacionais todo ano, usam roupas e afins de primeira, mas acham que quem tem que pagar essa conta é a pessoa que tem o jatinho e que eles estão na média brasileira

HortaRates
Membro
# 22/nov/20 11:13
· votar


Filippo14
Rapaz, você fala tanta besteira que é difícil de decidir se você tá falando sério ou tá trollando...

Roger Waters para mim é a mesma coisa. Po, se ele acha que o socialismo é o caminho, beleza, tudo certo. Continua trabalhando e cobrando os seus milhões, mas pega um terrenão e junta mais 1000, 2000 famílias e começa a viver de forma colaborativa com elas, todas trabalham e no fim do mês, quando receberem, eles depositam num fundo para o poder central desse terrenão alocar na compra de comida, manutenção, água, luz, etc. Mas acho que isso nenhuma dessas pessoas vai querer, certo, pelo menos o Rogério Águas eu ponho minha mão no fogo?

Na boa, qual diferença vai fazer? Existem 13 milhões de famílias na pobreza só no Brasil. Qual a diferença e impacto na "big picture" que vai fazer o Roger Waters ajudar 0,01% dessas famílias?

O cara tem muito mais poder e consegue atingir muito mais pessoas com o discurso que com o dinheiro dele. O discurso dele atinge milhões, e é "infinito", a grana é finita e atingiria muito menos.

Você tá trocando as bolas aí, o caminho pra diminuir a desigualdade social não é a caridade, que é o que você propôs aí no seu post e é totalmente ineficiente. O caminho é a implementação de políticas públicas de distribuição de renda, que vai atingir todas as pessoas ricas e todas as pessoas pobres, uma vez que o Estado tem um poder ordens de grandeza maior que qualquer indivíduo. Qualquer coisa diferente disso não faz o menor sentido e vai ter um impacto pontual pífio e insignificante.


Agora sinceramente eu discordo muito dessa ideia de especulação imobiliaria que você comentou.
Eu não entendi, isso só pode ser trollagem. Você não concorda que a especulação existe? que gente enriquece com ela? que ela é maléfica pra população em geral? Porque isso são coisas extremamente bem documentadas. Não concordar com os fatos é doença.

Rebuke
Membro Novato
# 22/nov/20 12:09
· votar


Filippo14

Só li generalizações. Bah!

Filippo14
Veterano
# 22/nov/20 12:46
· votar


HortaRates

Quem falou de caridade? Eu falei de doação?!!! Eu falei dele se organizar com um grupo de pessoas para viverem em um sistema de colaboração. Ele continua tocando, cobrando milhões ("Po, se ele acha que o socialismo é o caminho, beleza, tudo certo. Continua trabalhando e cobrando os seus milhões") e no fim todo mundo arrecada o que conseguiu sendo músico, pedreiro, médico, advogado e usa isso para bancar a vida de todos de forma igualitária. Menos hipocrita que ter equipamentos (meios de producao) e cobrar milhões para tocar e vivendo no luxo. Ele poderia fazer o que eu falei e continuar com o discurso, ai sim seria menos hipocrita, viveria de forma igualitaria com outras pessoas e mostraria que ha um caminho perene e sustentavel nesse mundo dele. Conforme fosse passando o tempo, mais pessoas iriam querer viver dessa forma e esse grupo aumentaria, não? Ele não precisa se limitar a 0,0% da população, mas teria que partir de algum ponto. Voce que não teve imaginação para ver o longo prazo.

Ta vendo? Esse é o problema, vc depende do Estado para resolver seus problemas. Enquanto o Estado nao se mexer, voce quer viver de uma forma nao igualitaria e o nome disso é HIPOCRISIA, que voce e outros possuem e não tem um pingo de coragem de tentar resolver. Acha que o o pais é pobre e desigual? Tenta resolver, nem que seja o seu nucleo. Boulos pelo menos "tenta" fazer isso, mas e voce?

Mais uma vez, voce nao faz ideia do que seja investimento para saber como funciona o mercado imobiliario ou qualquer mercado.

Voce acha mesmo que algumas familias que devem deter chutando ALTO 5% do mercado imobiliario do Brasil conseguem especular de forma brutal no mercado imobiliario?

Vou te dar uma dica, abre esse site aqui:

Clube dos FIIs

Aqui tem uma lista de boa parte dos Fundos Imobiliarios do Brasil. Veja a quantidade de Administradores e Gestores que tocam esses fundos. Isso é só um micro pedaço de tudo que tem no Brasil. Voce acha mesmo que toda essa gente consegue se organizar e inflar preços em conjunto para acabar com a vida do pobre? Isso sem mencionar as familias/pessoas que voce comentou. E lembrando, para quem quer uma outra dica, que todos esses fundos estao abertos em bolsa para cada um poder investir e ser sócio por pelo menos 100 reais.

Repito numa boa, você não faz a mais puta ideia do que é ter empresa, imovel, investir e afins. Estuda para bater depois. E outra, leia pelo menos o Manifesto Comunista para nao passar vergonha, nem isso vc deve ter feito e tem sei la, 80 pags

Rebuke

Que generalização? Que a pessoa deveria ter autonomia e coragem para provar sua ideia?

Vou te dar o caminho das pedras, para vocês testarem na pratica, ok?

-Voce e outras X pessoas deverão criar uma empresa, ideal seria uma SA, mas fica cara pq tem algumas burocras, então pode ser Ltda no começo.

- Todas as pessoas terão o mesmo número de cotas

-Todos que trabalharem dentro desse grupo deverão emitir nota como PJ em nome dessa empresa para todos os trabalhos que eles fizerem. Sendo assim, Quando voce for receber X reais pelo seu trabalho, ele não entrara na sua conta e sim como Receita da empresa que todos são donos.

-Pago todos os impostos, a receita somada de todas as pessoas deverá ser usada para cobrir todos os gastos (moradia, luz, agua, comida, roupas, etc).

- Apos esses gastos vcs deverão pagar IRPJ e CSLL e o que sobrar fica na conta corrente dessa empresa para suprir quaisquer imprevistos ou para fazer investimentos em melhorias nesse terrenão/condominio de vocês.

-Sempre que alguem ficar desempregado, doente ou nao puder/quiser trabalhar mais, a empresa precisa arcar com essas despesas, dando assim um auxilio desemprego, doença ou afins para que a pessoa possa ter tranquilidade de encontrar um novo trabalho.

-O trabalho poderia inclusive ser feito dentro do condominio/terrenão.

-Caso novas pessoas queiram entrar dentro desse esquema, vocês precisariam aceitar sem contestação nenhuma e novas cotas precisariam ser emitidas, de forma a manter todos sempre com o mesmo número de cotas entre sí.

Por que vocês não começam? É o perfeito? Não, mas já seria um belo exemplo para provar que a vida dessa forma pode ser satisfatória.

Comecem com 0,001% da população e vão crescendo aos poucos.

E de nada pela dica, depois vc me paga um pão de queijo

Abraço

ejames
Membro Novato
# 22/nov/20 17:08
· votar


Filippo14
Pessoas que ganham 10, 15, 30 salários mínimos por dia, que possuem empresas ("meios de produção"), complementam renda com aluguéis e que acham que votar no Boulos é o certo para mim soa beeeem hipocrita.

Quando essas pessoas passarem a dividir a totalidade de sua renda com outras 10, 15 familias em algum ambiente de vida colaborativo onde tudo é de todos, ai eu retiro o que eu disse. Exemplo ninguém quer dar, só quer tirar da pessoa mais rica logo após ela, pq essa que é bandida. É sempre "da minha porta para fora" os verdadeiros culpados


Não entendi. Por acaso o plano de governo do Boulos é implementar o comunismo em São Paulo? Porque eu não vi nenhuma menção objetiva disso em seu plano de governo, então continuo sem entender onde exatamente consiste a hipocrisia. O plano do Boulos é muito mais próximo do welfare state do que do socialismo... o problema é se você acha que os dois são sinônimos, daí não dá para chegar a lugar nenhum com essa discussão.

Roger Waters para mim é a mesma coisa. Po, se ele acha que o socialismo é o caminho, beleza, tudo certo. Continua trabalhando e cobrando os seus milhões, mas pega um terrenão e junta mais 1000, 2000 famílias e começa a viver de forma colaborativa com elas, todas trabalham e no fim do mês, quando receberem, eles depositam num fundo para o poder central desse terrenão alocar na compra de comida, manutenção, água, luz, etc. Mas acho que isso nenhuma dessas pessoas vai querer, certo, pelo menos o Rogério Águas eu ponho minha mão no fogo?

Cara, o problema é que você confunde comunismo com socialismo. Existem diversas vertentes, com diferentes níveis de intervencionismo dentro do segundo. Defender políticas de cunho socialista (como o Roger Waters faz) não é sinônimo de defender repartição de bens e salários iguais para todos. Na boa, é isso que acontece quando se encara política como time de futebol em vez de encarar como matéria de estudo...

Filippo14
Veterano
# 22/nov/20 22:18
· votar


ejames

Cara, legal, em conversa de fórum realmente a profundidade acaba escapando, mas vamos lá, tentarei ser mais profundo, pelo jeito com você da para ser assim, show de bola.

O Welfare State se caracteriza principalmente por um Estado enorme que busca prover muitos serviços sociais sem deixar de operar em um sistema capitalista. para isso Keynes defendia em muitos casos grandes tributações e expansões monetárias e de crédito brutais para "bancar" toda essa engenharia social.

Concordo que o Boulos em boa parte das suas propostas apresenta ideias que vão de encontro a esse Welfare State que você descreveu (aumento de serviços de saúde e educação municipais, internet banda larga e transporte gratuitos, etc). Contudo, quando ele defende a invasão de terrenos ou imóveis particulares, independente de terem problemas fiscais, IPTU progressivo, mais regulação para alguns setores, como o de aplicativos e função social da propriedade, ele age como socialista. Por que? Porque ele passa a na minha concepção restringir o direito a propriedade, dando um poder de decisão brutal ao Estado e por que ele passa a defender a invasão, ou seja, tomada de propriedade privada alheia sem consequências para quem o fizer, o que para mim é um precedente perigosíssimo para a continuidade de qualquer direito individual.

Agora, ele defendendo um maior desenvolvimentismo ou socialismo, a grande questão é que o Brasil já é um exemplo decadente de welfare state que deu errado. Nós somos um dos países mais regulados, travados e deficitários do mundo e estamos caminhando para sermos um dos mais endividados também. Acho muuuuito complexo alguém defender um aumento do Estado sabendo justamente de todos esses pontos. A conta já não fecha por muito e já por alguns bons anos para alguém em sã consciência achar que a solução, vendo toda essa corrupção e ineficiência dos serviços públicos, é dar mais dinheiro nas mãos de políticos sustentarem mais essa gastança.

Falando agora da diferença de socialismo e comunismo. Po, logicamente eles são diferentes e o socialismo inclusive surgiu bem antes de Marx. A grande questão é que pela lógica marxista, o proletariado precisa tomar os meios de produção e criar uma sociedade igualitária antes do estado acabar (comunismo). Como ainda não estamos no socialismo, qualquer marxista que defenda essa lógica acaba por ser socialista também, pois ele precisa de um socialismo para atingir o verdadeiro objetivo dele, por isso que em conversas informais as coisas acabam se misturando.

Falando agora do início da sua resposta. Existem de fato diversos tipos de socialismo, mas acho que a principal diferença para o welfare state como eu disse anteriormente, é essa distribuição dos meios de produção e uma busca por uma sociedade totalmente igualitária. Obvio que existem níveis e afins, mas continuo achando hipócrita um cara como Roger Waters e diversas pessoas que ganham valores altos pelas condições do país falarem e criticarem um monte, mas na pratica continuarem da forma que estão. Se acham que a sociedade tem que ser igualitária, sigam a minha sugestão, criem um movimento e provem que dá para viver dessa forma. O que não dá é a pessoa morar no Leblon, Copacabana, Pinheiros e Vila Madalena e xingar de smartphone e atribuir a culpa sempre a quem tem mais que elas. Tenham coragem e autonomia, ajam! Façam esse movimento e provem que ele é possível. Melhor experimento social que a pratica não há.

Abraço

Beto Guitar Player
Veterano
# 23/nov/20 10:14
· votar


Rebuke
Quanto ao Roger Waters: obviamente, é um ícone, mas, faz um som muito bunda. The Wall é um dos discos mais paias que já ouvi.

Opinião é igual cu, cada um tem o seu, mas falar mal de um artista por causa de um álbum, que, na MINHA OPINIÃO, nem foi o mais relevante da carreira dele, é demonstrar falta de conhecimento sobre seu trabalho.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Roger Waters - Pink Floyd