Yamaha RBX 375 - Comprei e vou devolver

    Autor Mensagem
    Henrique_Bass
    Veterano
    # nov/10 · Editado por: Henrique_Bass


    Amigos, finalmente chegou o tão esperado RBX375. Sem dúvida é um senhor baixo. Só que estou devolvendo à loja. Por que? Porque para minha surpresa o braço veio sem tinta (falha na pintura), as tarrachas oxidando e umas lasquinhas no headstock que é de plástico no acabamento. Uma coisa que me chamou a atenção é o fato do manual ter todas as línguas, menos o português. Não fala em representante legal no Brasil. Consultando o Procon, levantaram a questão de que ele pode ser do Paraguai. "Dai me cai os butiás do bolso!!!"

    Essa novela vai longe. O tempo passa e eu sem o dito baixo. Pesquei as opiniões da galera sobre outras opções, como Cort Curbow, NB5, NA5. Agora surgiu o tal de Action Bass V. É cada nome que nem sei. E nesse leque de opções, acaba ficando mais difícil achar nas lojas. Parece que elas têm modelos bem baratos e depois bem caros. Não há um meio termo.

    Alguém já conseguiu comprar esse RBX nos últimos tempos e constatou alguma avaria?

    Obrigado novamente.

    Um abraço,

    Henrique.

    DotCom
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Porque para minha surpresa o braço veio sem tinta (falha na pintura)
    Hã? O RBX-375 não tem o braço pintado mesmo. E boa parte dos baixos também não o tem. Você viajou aí, velho...

    as tarrachas oxidando
    Aí sim você tem toda a razão em reclamar. Quem compra instrumento novo não quer nada oxidado. Ponto válido.

    umas lasquinhas no headstock que é de plástico no acabamento
    Plástico no acabamento onde?

    Consultando o Procon, levantaram a questão de que ele pode ser do Paraguai.
    O instrumento pode ter passado pelo paraguai (apesar de eu achar improvável, caso você tenha comprado em loja). Mas o instrumento não foi fabricado lá, então não tem nada a ver por onde ele passou ou deixou de passar...

    Parece que elas têm modelos bem baratos e depois bem caros. Não há um meio termo.
    Qual seria o seu "meio termo"?

    Henrique_Bass
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Porque para minha surpresa o braço veio sem tinta (falha na pintura)
    Hã? O RBX-375 não tem o braço pintado mesmo. E boa parte dos baixos também não o tem. Você viajou aí, velho...


    Quero dizer na frente do braço, onde têm os pontos marcando as casas. Atrás da 3ª corda parece gasto, como se ele tivesse uns três anos de uso. Tem apenas dois dias.

    umas lasquinhas no headstock que é de plástico no acabamento
    Plástico no acabamento onde?


    O headstock é madeira sim, no final do braço. Mas o detalhe vermelho com o logo da Yamaha é plástico!!! Bem adaptado em cima do headstock. Se fores numa loja, vais ver bem o que estou dizendo...

    A questão agora é: o baixo é bom, sem dúvida alguma. Porém, não há previsão de vir outro igual. Esse foi um achado. Assistência técnica é brabo, sem previsão de devolução. E eu aqui sem baixo novamente.

    Hoje em dia é quase toda a linha feita na China, pela mão-de-obra mais barata. Então, pergunto: dessa linha chinesa, qual a que tem a assistência técnica no Brasil mais confiável e eficiente? Ibanez? Cort? Yamaha?

    Obrigado novamente.

    SayArtur
    Veterano
    # nov/10 · Editado por: SayArtur
    · votar


    Porque para minha surpresa o braço veio sem tinta (falha na pintura)

    Hã? O RBX-375 não tem o braço pintado mesmo. E boa parte dos baixos também não o tem. Você viajou aí, velho...


    O Yamaha RBX 375 tem o braço pintado de preto, pelo menos nas versões preta e cinza... O modelo vermelho eu nunca vi, mas deve ser também...


    Quero dizer na frente do braço, onde têm os pontos marcando as casas.

    Essa parte que eu não entendi direito... Você queria q a escala viesse pintada? Isso eu realmente nunca vi...

    as tarrachas oxidando e umas lasquinhas no headstock que é de plástico no acabamento

    Quero dizer na frente do braço, onde têm os pontos marcando as casas. Atrás da 3ª corda parece gasto, como se ele tivesse uns três anos de uso. Tem apenas dois dias.

    Rapaz, tem uma grande chance de vc ter pago por um baixo novo e levado um usado... Sem querer ser intrometido, mas qto vc pagou nele? Você comprou pela internet? Em qual loja? No anúncio dizia que era novo?

    Hendrix_ssa
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Tenho um e veio 100% bom

    Henrique_Bass
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Comprei na Mil Sons de Porto Alegre, na Cel. Vicente, 412. Fui levar na loja, me trouxeram outro lacradinho na caixa. Abri e o mesmo problema das tarraxas oxidadas, mas o braço ok. Só que esse segundo tem uma fumaça no corpo, perto do captador. Como se o verniz não tivesse aderido. Vou levar num luthier e ver o que ele me faz pra resolver. Caso contrário, a loja vai aceitar mais uma troca. Se não encontrar um 101%, terei de encaminhar de outra forma (...).

    Paguei R$ 1.200,00

    Valeu!

    Henrique.

    SayArtur
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Henrique_Bass

    Rapaz, que estranho!

    Comprei o meu RBX 375 usado e, obviamente, tinha marcas de uso... Mas antes testei esse modelo em várias lojas e todos estavam 100%... Pode ser algum erro de manuseio ou de estocagem dos instrumentos por parte da loja... Sei lá...

    Mas a sua atitude tá certa... Se não estiver do seu agrado, não tem porque ficar com ele...

    Aproveite e faça um teste nele... Algumas pessoas aqui do FCC reclamaram que o RBX dá um ruído esquisito qdo vc põe os dedos nos captadores e não encosta nas cordas... No meu não deu nada... mas vale a pena conferir antes de ficar com ele...

    DotCom
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Hoje em dia é quase toda a linha feita na China, pela mão-de-obra mais barata. Então, pergunto: dessa linha chinesa, qual a que tem a assistência técnica no Brasil mais confiável e eficiente? Ibanez? Cort? Yamaha?
    Cara, não sei porque não uso a linha de assistência técnica de nenhum dos fabricantes...
    Um bom luthier vai ser melhor que qualquer uma assistência técnica delas.

    eltonbass
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Henrique_Bass
    vc tem certeza que a tarraxa está oxidada?
    não é o estilo do acabamento?

    Henrique_Bass
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Tirei fotos dos defeitos mas não consegui colocar aqui como link... Liguei hoje pra assistência técnica de POA. Sabem o que me disseram? que a garantia só cobre a elétrica!!! Ou seja: não querem ne saber se o braço tá lascado, manchado, o corpo borrado, as tarraxas oxidadas. Cobrem captação e deu. Mas o baixo em si é bom. Não posso negar. Quanto a ruído, com certeza ele tem se não encostar nas cordas. Meu luthier já tinha me falado que, qualquer instrumento que se compre, deve ser levado para uma boa regulagem, pois a fábrica faz isso a grosso modo.

    Devolver e pegar o dinheiro de volta? Poderia ser, sim. Mas só de pensar em ficar mais alguns meses sem previsão desse baixo nas lojas de Porto Alegre me desanimou. Acho que vou ficar com ele e confiar no meu luthier mesmo. Afinal, é pra isso que esses verdadeiros artistas ganham (...).

    Abraço!

    Henrique_Bass
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Seguem as fotos:

    http://picasaweb.google.com/108285686735995367609/DefeitosNoRBX375#

    Abraço.

    eltonbass
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Henrique_Bass
    Sinceramente não vi nada de anormal nas fotos.
    a pintura das tarraxas, gloss finish, sempre tem variação.
    assim como o jacaranda da escala.
    E o plastico do headstock não vi problema.

    SayArtur
    Veterano
    # nov/10 · Editado por: SayArtur
    · votar


    Também não vi muito problema não... A única coisa que parece um pouco diferente é a escala, mas pode ser uma marca do jacarandá utilizado, como o eltonbass falou...

    Passa o dedo em cima da marca na escala e verifica se dá pra sentir alguma diferença...

    Henrique_Bass
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Deixemos assim (...).

    Afinal, sou mais que detalhista e exigente. Como disse uma pessoa um dia: escuto o capim crescer.

    Se mais de uma pessoa não achou a marca no braço, então não faz mais sentido expor aqui esse tipo de depoimento.

    Obrigado.

    DotCom
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Rapaz, na primeira foto, o que você viu é uma imperfeição da madeira. Mas isso não é problema algum. A madeira não é algo uniforme.

    Na segunda foto, o que tá mostrando é que a madeira está ressecada, ou seja, a escala precisa de uma hidratação. Isso aí é obrigação sua. Leve num luthier pra regular que ele vai fazer isso.

    Na terceira foto, o "plástico" se chama NUT, e relaxe, um dia ele vai QUEBRAR. Plástico resseca e quebra mesmo... Bote um nut de osso que é mais negócio, quando esse quebrar.

    A pintura das tarrachas eu não vi nada, mas nada mesmo. Mas relaxe que com o tempo elas vão oxidar.

    Não vi nenhum defeito no seu instrumento. Você pode correr todos os luthiers de sua cidade aí e nenhum vai alegar problema no seu instrumento, pois não há.

    LuksBass
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Todos os baixos da serie 375 tem o braço pintado atraz de preto, o baixo vem em tres cores. Preto, cinza e vermelho...eu tenho o vermelho e o braço é sim pintado atraz, quem viajou foi vc DotCom.

    Henrique_Bass
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Só pra encerrar: estou no terceiro e último. Graças a DEUS. O primeiro que peguei na loja, veio com "marca" no braço. E não é da madeira. É defeito. As tarraxas oxidadas.

    Voltei na loja e troquei. A mesma coisa: tarraxas oxidadas. Pior que isso: os captadores roncando demais e um defeito na pintura.

    Fui pela terceira vez na loja. Peguei outro RBX. Dessa vez, as tarraxas perfeitas, com uma camada de óleo que todos os produtos com metal trazem em sua embalagem. E digo mais: a oxidação se deveu ao tempo prolongado no porto de Rio Grande, enquanto a Receita Federal não liberava os lotes para as lojas. Captador roncando? Sim. Em todos os instrumentos importados. Segundo meu luthier, as fábricas fazem o captador e antes de colocarem no corpo do instrumento, colocam "epóxi" dentro. Justamente para que ninguém tente abrir para "blindar" os medonhos. Com isso você se obriga a comprar um captador melhor. Paga uma fortuna, mas sem garantia de ser aquilo que sonhou. Se não gostar, vende. Mas não consegue nem a metade do que pagou. Conclusão: vou deixar assim esse RBX. Vou sim é mandar fazer um baixo de 4 cordas nesse luthier, pois pelo que vi e sei dele, só não faz cordas e tarraxas. O resto, tudo é feito com muita técnica e conhecimento. Coisas que se adquire depois de 40 anos no ramo.

    Obrigado a todos pela força e atenção nos comentários.

    Henrique.

    eltonbass
    Veterano
    # nov/10
    · votar


    Henrique_Bass
    Sinceramente eu acho que você esta exagerando.

    O que seria roncar?
    Roncado é o Sizão desse baixo, muito punch, lindo!

    Zara
    Veterano
    # dez/10
    · votar


    Já ouvi falar poucas e boas do 375. Tenho um silver, maior pancada o bichinho. E tem gente insistindo que o captador chia quando se coloca o dedo por cima dele (ou de uma das 'bolinhas'), outros falam que o braço não é uniforme, outros reclamam do plástico do headstock, outros dizem que ronca (???) o captador...

    Sinceramente: o primeiro que comprei cumpriu com o prometido e mais: surpreendeu bastante, circuito excelente, tem pegada, dimensões perfeitas (ainda mais pra mim, que sou mulher e não curto instrumentos gigantescos), nenhuma chiadeira etc.

    Madeira é material ortotrópico, como o amigo falou ali em cima, nunca vamos encontrar um braço homogêneo - a não ser que o fingerboard seja feito de plástico. E sim, todos os braços dos baixos dessa linha são pintados de preto atrás - uns foscos, outros que parecem envernizados. O acabamento da tarracha pode ter dado a falsa impressão de oxidação, mas acho meio difícil... também não vi nada de problema nas fotos postadas.

    Henrique, vai por mim... pega teu baixo e sente o groove, camarada... o detalhe está no som, e não na cor da madeira, no risco da escala, na pintura com bolinhas do braço... o hardware desse baixo é top. O som então, é apaixonante. Casa ele com um amp bacana e vai curtir seu brinquedo novo!

    []'s

    willfilth
    Veterano
    # 26/jun/20 13:38
    · votar


    Ressuscitando esse tópico aqui, acabei de comprar um rbx375 usado e ele ta sem aquele acabamento de plástico em cima do headstock, queria saber se alguém aqui sabe onde encontrar ou pelo menos como pesquisar, pois não estou achando de jeito nenhum.
    Agradeço a atenção.

    makumbator
    Veterano
    # 26/jun/20 14:49
    · votar


    willfilth

    Você se refere ao nut? Qualquer luthier troca isso pra você facilmente. Não basta trocar por um novo, pois tem que regular (lixando de acordo com a necessidade).

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Yamaha RBX 375 - Comprei e vou devolver