Gravar bateria em canais separados

Autor Mensagem
gbmeioponto
Veterano
# mar/11


Fala galera, eu queria saber se existe um método para gravar uns 8 canais separados usando a placa fast track pro, por exemplo.
Se existe, o que eu preciso adquirir pra fazer isso? (por exemplo: comprar uma mesa de som digital, etc.)

Obrigado desde já,
abc

kiki
Moderador
# mar/11
· votar


gbmeioponto
com a fast track pro nao dá, acho que só com a fast track ultra (que eu acho que tem 8 canais).

pra gravar com a fast track pro, voce vai ter que juntar tudo em alguns canais (não lembro quanto, acho que é dois, é isso?).
ou seja, mixar os 8 microfones com uma mesa em apenas dois canais separados...

guitarg3
Veterano
# mar/11
· votar


sim o kiki está correto.. pra gravar 8 canais vc precisa ter uma placa que possua 8 canais de entrada...

Rick Santos
Veterano
# mar/11
· votar


Não dá para ligar os 8 microfones da batera na mesa de som e ligar a saída L,R, nos dois canais da interface??? fica bom???




Abraços

Rick Santos

Marcus Cerutti
Veterano
# mar/11
· votar


Rick Santos
Não dá para ligar os 8 microfones da batera na mesa de som e ligar a saída L,R, nos dois canais da interface??? fica bom???

Pode até ficar bom, mas você perde o poder de acertar a mixagem posteriormente. A mixagem da bateria fica fixada naquela acertada na mesa no momento da gravação.

Só um detalhe - existem excelentes gravações de bateria com quatro, três ou mesmo dois microfones. As vezes a técnica pode ajudar a superar a falta de tecnologia. Achei comentários sobre isso vasculhando a rede.

Tulio Estevam
Veterano
# mar/11
· votar


Faça uma boa mixagem na mesa em questão de volume e equalização, depois você pode "separa-los" de certa forma, mas não cortando nada. Por exemplo, para colocar reverb apenas na caixa usando a mixagem virtual (vsts) é só criar um fx-channel e adicionar um equalizador com filtros deixando apenas as frequencias de 200hz a (+/-) uns 10khz e depois adiciona o reverb, o resultado fica bom. Esse foi só um exemplo do que se pode fazer, o bom da bateria é que apesar de está tudo junto na gravação ela se divide frequencias totalmente diferentes de uma peça pra outra, você pode controla-las tranquilamente sabendo usar um equalizador. outra seria aumentar de 13/14khz em uns 3db no lado esquerdo do canal stereo e baixar na mesma área 3db para colocar o hit-hat para direita ou o inverso para ir posicionando. O equalizador está aí para abrir um pouco as opções.

Outra dica é colocar a caixa e o bumbo no canal "R" por exemplo, pois elas dificilmente são tocadas junto. e no canal "L" você liga o resto da bateria, depois é só converter para stereo, colocar tudo pro meio e ir posicionando com um equalizador stereo e ir mixando.

já fiz gravações muito boas de bateria usando apenas 3 canais.
A dica é usar os 2 canais que você tem e o equalizador a seu favor. Abrç.

El_Cabong
Veterano
# mar/11 · Editado por: El_Cabong
· votar


gbmeioponto

Tem um esquema que eu até coloquei aqui, num outro tópico sobre gravação multipistas de bateria, que sairia bem barato
Mas pra isso este baterista precisaria da ajuda dos outros componentes da banda.

- Compra um Behringer Ultragain ADA8000 (pré amplificador de 8 canais), um ADA8000 custa em torno de R$ 680.
- Pedir para todos os membros da banda trazerem seus notebooks ou netbooks (hoje em dia todo mundo tem seu computador pessoal), são necessários 4 notebooks ou netbooks
- Conecta os 8 microfones no ADA8000, e as 8 saídas traseiras, conecta-as em 4 notebooks, conectar 2 saídas de microfones em cada line-in stereo dos notebooks (daria um total de 8 microfones microfonando 8 peças)
- Regular os volumes de gravação dos 8 microfones para que fiquem o mais alto possível sem clipar (isto porque a gravação será em 16bits), e colocar os 4 notebooks para gravar em stereo (2 pistas) 16bits 48kHz (os notebooks novos, praticamente todos possuem placa onboard Realtek HD que gravam em 16bits/48kHz com relação S/R de 80db) isso já é o suficiente.
- Para sincronizar as 8 waves dos 4 notebooks é fácil !! É só colocar os 4 notebooks para gravar (sem preocupação nenhuma com sincronismo) e antes de começar a fazer a gravação da bateria, percussionar alguma coisa que esteja equidistante dos 8 microfones (um sino, uma palma, um grito, ...), e depois cortar o início destas 8 waves, fazendo com que o ponto 0:00:000 fique no milissegundo desta batida, grito, ... OK !!!!! Tudo sincronizado !!
- Ai depois da gravação feita, transferir todas estas 8 waves para um notebook só, e aí sim, equalizar cada peça, regular o volume de cada peça, regular os efeitos de cada peça, ... ... e por fim mixá-las em um programa de mixagem.

Assim se conseguiria fazer a gravação multipista de uma bateria sem se gastar muito !!!!!
Contando é claro com a ajuda dos outros membros da banda !!

Total de gastos:
- R$ 680 num Behringer ADA8000;
- um kit de 8 microfones para bateria de sua preferência;
- 8 cabos balanceados (XLR - XLR) para os 8 microfones;
- 4 cabos blindados em "Y" (com 2 plugues XLR de um lado e um P2 stereo do outro) para os line-in dos 4 notebooks.

guitarg3
Veterano
# mar/11
· votar


belas dicas! nca pensei nisso...

rhoadsvsvai
Veterano
# mar/11
· votar


da sim , grava um take pra cada pe;a . tipo toca a musica 8 vezes ,e microfona uma pe;a por take , e sempre q for tocar denovo ,cria uma pista separada pra proxima pe;a.

da trabalho ,mas eh oque da.

gbmeioponto
Veterano
# mar/11
· votar


Tulio Estevam
Ótima dica, muito obrigado

El_Cabong
quase ninguem da banda tem note e eu n posso gastar essa grana nesse pré, eu preciso comprar a interface, pq se n eu só gravaria a batera.

rhoadsvsvai
acho dificil, porque querendo ou nao, vai ter sempre variações, ou vai quebrar o tempo em algum momento

Tulio Estevam
Veterano
# mar/11
· votar


da sim , grava um take pra cada pe;a . tipo toca a musica 8 vezes ,e microfona uma pe;a por take , e sempre q for tocar denovo ,cria uma pista separada pra proxima pe;a.

acho dificil, porque querendo ou nao, vai ter sempre variações, ou vai quebrar o tempo em algum momento

E sem falar que a bateria não é só uma peça que está sendo tocada. A bateria é um todo! Só pra ter uma idéia, se cortar ao menos o vazamento de peças utilizando um gate, você já deixa o som da bateria totalmente seco e sem vida. O que dá o som da bateria não é só o microfone em que está na peça que se vai tocar, mas também o vazamento/interferencia que vai ter nos outros microfones/peças.

El_Cabong
Veterano
# mar/11 · Editado por: El_Cabong
· votar


gbmeioponto
quase ninguem da banda tem note e eu n posso gastar essa grana nesse pré, eu preciso comprar a interface, pq se n eu só gravaria a batera.

É !!
Aí não vai ter jeito!!
Terás que regular tudo, e gravar já em stereo definitivo, sem edições poteriores de cada peça.
Para gravar em multipistas numa placa de som que faça isso, tu gastarás bem mais que estes R$680 do pré ADA8000.

Aluga então um estúdio só pra gravar a bateria (mais nada, só gravação) aí pega as WAVES cruas mesmo, passa para o teu computador, e faz em casa depois as edições, mixagens, ...
Deve sair barato o estúdio só pagando o tempo da gravação.
Vai com tudo ensaiado para não errar e ter que repetir.

Minow
Veterano
# mar/11
· votar


Também voto em pagar um estúdio. É menos dor de cabeça, gravar bateria não é tão simples assim. A chance de dar problema de fase já é de 98%, mais a sala ruim, mics ruins, prés ruins... Resumindo, gravação ruim. Mixagem desesperada pra tentar chegar no quase lá...
Vá num estúdio bom e resolva seu problema.

Marcus Cerutti
Veterano
# mar/11
· votar


Aluga então um estúdio só pra gravar a bateria (mais nada, só gravação) aí pega as WAVES cruas mesmo, passa para o teu computador, e faz em casa depois as edições, mixagens, ...

Já fiz isso para bateria e voz - funciona bem e sai a um custo razoável.

Osvaldojr
Veterano
# abr/11
· votar


iso mesmo, na primeira passada grava só bumbo no left e caixa no r....depois vai fazendo overdubs e gravando peças separadas em L e R;;;

Minow
Veterano
# abr/11
· votar


overdubs

Isso não dá certo não.
E os overs? E o ambiente?
Bateria tem que ter bleed!
Paga um estúdio e grava direito, sem gambiarra, senão vale mais a pena usar logo VSTi.

teclado roots
Veterano
# abr/12
· votar


Eu acho que o grande problema seria os mics que são usados , por exemplo:

Eu uso microfones normais de voz , eles captam uma frequência ampla, ou seja ele capta sons de maiores distancias do que os microfones de bateria que tem uma frequência menor, ou seja, enquanto um microfone comum de voz , capta até 1 metro de distancia, mesmo baixo , o mic de bateria capta somente um palmo, por ai, então se vc for gravar em mic comum o som da caixa por exemplo vai ser captado a caixa e o chimbal os tons , a bater saem geral , sendo que a caixa vai ta mais alta, mesmo assim dificultaria a parte da mixagem, pois não seria só o som da caixa, seria tb das demais peças.

Porém se vc for gravar com mic de bateria mesmo , e bons, ele só vai captar o som de cada peça, então vc abriria o programa (DAW) e abriria 7 track e abilitaria os 7 mic pra cada uma das track e mandava ver gravando , depois era só editar cada peça em cada track, digo 7 pensando numa batera comum, caixa , ton 1, ton2, surdo , bumbo , chimbal e over(pratos).

Então assim ficaria blz , daria pra fazer tb com os mic convencionais ,mas cada peça iria ter sobra de outras peças por conta do mic de voz captar longe.

Acho que é isso , qualquer duvida ou correção , avisem ai , alguma dica pratica de como gravar bateria em multi-pista.

.omni
Veterano
# abr/12
· votar


teclado roots
Não me leva a mal não, mas nada que você falou faz muito sentido.

londrer
Veterano
# abr/12
· votar


Depende do que você quer.

Se você quiser equalizar peça por peça do kit, terá mesmo que usar 8 canais de entrada e sua placa não suporta.
Mas, se você tiver uma mesa e quiser apenas equalizar nela e gravar o L:R, ai dá.

Vai do que você quer e do que você precisa. Mas pra ser peça por peças, não tem jeito

teclado roots
Veterano
# abr/12
· votar


.omni
faz cara, como é que eu vou gravar multipista com microfone de voz? um mic de voz vai pegar o som da batera toda, mic de batera so pega a peça, assim fica melhor pra editar depois!

londrer
pois é cara , eu tenho uma mesa de 8 canais , eu ligo a fast track nela , e ligo tudo na mesa, é como se transformasse a placa de 2 para 8 canais e gravo a batera de boa, mas so gravo em um canal.

Alguem sabe um geito de gravar a bateria com mic de voz canal por canal?

.omni
Veterano
# abr/12
· votar


teclado roots
Não existe isso de "microfone de voz", o microfone é uma ferramenta, você usa pra o que quiser.
Claro, tem uns que já são mais feitos pra aquele tipo de situação (como os de bumbo, condensadores de mão, etc).

mic de batera so pega a peça

Não conheço esse "mic de batera" não, depois me diz qual é que "só pega a peça" que vai me adiantar muito a vida, ok?

Obs: isso não existe.

teclado roots
Veterano
# abr/12
· votar


.omni
cara, não pega só a peça, mas reduiz os sons externos.

Então o unico geito de gravar uma bateria acustica peça por peça, seria usando uma interface que suportasse receber todos os mic pra cada peça?

ou seja, nao tem como gravar a bateria usando uma mesa de som com a fast tack pro?

Eu gravo em uma track só , uso o reaper, regulo tudo antes e gravo, depois não da pra regular cada peça, como daria nos vsti de batera

.omni
Veterano
# abr/12
· votar


teclado roots
Então o unico geito de gravar uma bateria acustica peça por peça, seria usando uma interface que suportasse receber todos os mic pra cada peça?

Sim.

ou seja, nao tem como gravar a bateria usando uma mesa de som com a fast tack pro?

Em canais separados não.
Dá pra mixar na mesa e mandar em stereo pra placa.

makumbator
Veterano
# abr/12 · Editado por: makumbator
· votar


teclado roots

cara, não pega só a peça, mas reduiz os sons externos.

Isso ocorre devido a figura de captação do mic, seu posicionamento, tamanho do difragma e também do padrão de frequencias(sem contar o uso de gate e Eq), mas não por ser mic de "voz" ou de "bateria". O mesmo microfone pode gravar vários tipos de fontes sonoras. Claro que há alguns mais indicados a certas tarefas, mas não existe microfone só de bateria.


Então o unico geito de gravar uma bateria acustica peça por peça, seria usando uma interface que suportasse receber todos os mic pra cada peça?

Para ficar separado e minimanente decente é a única maneira.

ou seja, nao tem como gravar a bateria usando uma mesa de som com a fast tack pro?

Separado do jeito que vc quer é impossível. A não ser que tivesse um kit de bateria midi para gravar na entrada midi da FT Pro, e depois rodasse o midi gravado com sons de vsti de bateria(o que aliás fica excelente).

Claro que vc pode gravar a bateria como um todo com um par stereo ligado na FT Pro, mas as peças não estarão separadas. Ou fazer uma pré mix da bateria em uma mesa de som e mandar as saídas dla para a interface (e novamente estariam todas juntas).

P.S. Eu tenho uma FT Pro em casa, e sei muito bem o que dá e o que inviável fazer com ela.

É muito mais barato, rápido e garantido alugar algumas horas em um estúdio(não precisa ser top, um mediano mesmo já terá um resultado muito superior às gambiarras propostas no tópico), principalmente se o baterista esteja bem ensaiado e tenha alguma prática de fazer gravação em estúdio.

Já fiz isso várias vezes, sem problemas e gastanto pouco.

teclado roots
Veterano
# abr/12
· votar


makumbator
cara, mas como é , o cara vai no estudio , grva a bateria , e depois pra regular conforme os outros instrumentos em casa? pq ele vai precisar utilizar a mesma daw que eu neh nao? se ele usar um amplitude e eu usar o reaper, como eu vou pegar as faixas dele e passar pro meu reaper pra que eu possa editar eu mesmo?

gege_correa
Veterano
# abr/12
· votar


teclado roots
cara, mas como é , o cara vai no estudio , grva a bateria , e depois pra regular conforme os outros instrumentos em casa? pq ele vai precisar utilizar a mesma daw que eu neh nao? se ele usar um amplitude e eu usar o reaper, como eu vou pegar as faixas dele e passar pro meu reaper pra que eu possa editar eu mesmo?


Você vai pegar as faixas em .WAV daí abre em qualquer programa.

makumbator
Separado do jeito que vc quer é impossível. A não ser que tivesse um kit de bateria midi para gravar na entrada midi da FT Pro, e depois rodasse o midi gravado com sons de vsti de bateria(o que aliás fica excelente).


Isso é esquema, acho que o mais "barato", prático e com melhor resultado pra fazer em casa.

makumbator
Veterano
# abr/12 · Editado por: makumbator
· votar


teclado roots
cara, mas como é , o cara vai no estudio , grva a bateria , e depois pra regular conforme os outros instrumentos em casa? pq ele vai precisar utilizar a mesma daw que eu neh nao? se ele usar um amplitude e eu usar o reaper, como eu vou pegar as faixas dele e passar pro meu reaper pra que eu possa editar eu mesmo?

Conforme o gege_correa já citou, após gravar eles te passam um DVD com as faixas em wav (cada mic gravado separadamente terá uma faixa). Não precisa usar a mesma DAW do estúdio, basta pedir para eles "consolidarem" os aúdios que estiverem com os clips cortados ou que não iniciem do começo. Explique que irá continuar o projeto em outra DAW que eles saberão o que fazer.

Aí vc cria as pistas na sua DAW(qualquer uma) e joga as partes de bateria gravadas no estúdio. A partir daí é só ir gravando os demais instrumentos(e vc poderá editar a bateria também, usando gate, Eq, compressor, etc...).

Só precisa ficar atento ao formato de saída, pois tem que ser compatível com a interface que vc usará. Caso sua interface use apenas até 44.1k e 24 bits(por exemplo) e o estúdio grave em 48, 88.2, 96Khz e 32 bits(por exemplo), vc precisa informar que quer os arquivos convertidos no formato máximo de sua interface.

gege_correa
Isso é esquema, acho que o mais "barato", prático e com melhor resultado pra fazer em casa.

Já fiz esse procedimento, e é o que melhor se pode obter com vsti. Fica bastante orgânico e "humanizado" devido ao fato de ser uma pessoa gravando o midi(ao contrário de quando a pessoa "escreve" em um programa de partitura ou sequencer, ou toca a bateria partir de um teclado).

Fica como os pacotes de midis que acompanham os VStis de bateria(que são gravados dessa maneira).

.omni
Veterano
# abr/12
· votar


makumbator
Boa!

E vale ressaltar que em alguns casos dá pra exportar uma sessão em OMF/AAF, que é como uma sessão "universal", dá pra abrir em vários DAWs mantendo inclusive edições, fades e automações.
Não são todos os DAWs que exportam/importam esses formatos.

Morgaroth
Membro Novato
# mar/15
· votar


Eu ainda acho 8 canais pouco para bateria, alguém sabe algum modelo de dispositivo no computador (tipo fast track, usb) que possua 12 canais?

Morgaroth
Membro Novato
# mar/15 · Editado por: Morgaroth
· votar


post duplo

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Gravar bateria em canais separados