Exportar OMF no nuendo

    Autor Mensagem
    horacio.jo
    Veterano
    # set/08


    olá pessoal!
    eu gostaria de exportar um projeto do nuendo e abrir no sonar (não manjo de sonar) pelo que vi o único tipo de projeto compativel com os dois é o OMF.
    Pois bem, quando vou exportar em OMF no nuendo, ele começa exportando os tracks e dá uma mensagem que nao pode mais exportar ou coisa assim e tenho que cancelar.
    Lá na pasta ficam os tracks exportados mas não o projeto.

    quem puder ajudar agradeço!

    alexdiffer
    Veterano
    # set/08
    · votar


    horacio.jo
    mas qual a finalidade de abrir um projeto no nuendo e passar para o sonar ???

    makumbator
    Veterano
    # set/08
    · votar


    alexdiffer

    ele deve querer continuar o trabalho em outro computador, com outro programa! Isso é muito comum quando se grava utilizando diferentes estúdios, ou usando material gravado em estúdio e homestudio dentro da mesma mix por exemplo.

    alexdiffer
    Veterano
    # set/08
    · votar


    makumbator
    ahh tah pq eu achei estranho....se os dois programas tem quase as mesmas funções achei estranho mas nao tinha me passado pela cuca essa suposição

    horacio.jo
    Veterano
    # set/08
    · votar


    makumbator
    é isso aí, eu gravo com nuendo, mas preciso enviar o projeto para outro cara fazer a mix, e ele trabalha com o sonar.

    Jabijirous
    Veterano
    # set/08
    · votar


    olha, eu ja fiz isso e não deu certo!!

    horacio.jo
    Veterano
    # set/08
    · votar


    Jabijirous

    então não teria como trabalhar um projeto em duas daw(s)?
    porque elas vêm com esses formatos em comum, como aaf, omf, etc..?
    o proprio nuendo não tem no help explicação sobre esse formato omf, não entendo porque é compativel com os dois e não funciona.
    necessito dessa ajuda... obrigado!

    makumbator
    Veterano
    # set/08
    · votar


    horacio.jo

    Tem sim! Já vi fazerem algo parecido, mas envolvendo Pro tools e Cubase.

    No caso, gravamos uma parte em Cubase, e fizemos a voz em Pro tools(não lembro a versão) em um estúdio, e o próprio programa tem uma ferramenta para abrir sessões de outros programas. E funcionou(com exceção óbvia das ausências de certos plug ins RTAS em algumas pistas que não tínhamos sua versão em VST).

    Também já fiz eu mesmo a passagem de Pro Tools de um estúdio para Pro tools M-powered(no meu PC) e depois para o Cubase também no meu PC(mas parte das configurações do Cubase foi feita manualmente olhando valores no M-powered).

    horacio.jo
    Veterano
    # set/08
    · votar


    makumbator

    valeu aí pelo interesse, mas projetos entre nuendo/cubase e sonar parece ser bem dificel. vou continuar pesquisando e tentando, qualquer novidade eu posto aqui. E se alguém descobrir algo façam o mesmo.
    obrigado.

    horacio.jo
    Veterano
    # set/08
    · votar


    andei pesquisando e realmente não tem como trabalhar os projetos entre nuendo e sonar. Pois essa função que os dois têm em comum penso que é para video OMF (open media framework).

    makumbator
    Veterano
    # set/08 · Editado por: makumbator
    · votar


    horacio.jo

    Que pena. Mas vc pode fazer a transcrição "manual". Vai ter que anotar o nome e a posição inicial exata de cada clip sonoro e midis, os valores de volume, pan, EQ, anotar os efeitos usados e seus parâmetros(o que estiver automatizado para mudar ao longo da mix também tem que copiar na mão), além das informações gerais, como o volume master, o que está mutado e o que está aberto, valores de metrônomo, canais midi usados,configuração de taxa de amostragem e resolução da sessão,etc...
    Depois de anotar tudo abra e construa a nova mix no outro programa com todas as informações, vai ficar parecido com a sessão original. Isso dá um trabalho do cão, mas funciona(já fiz isso também, e dá bastante certo).

    BaNdAiD
    Veterano
    # set/08
    · votar


    makumbator

    não é mais facil (a excessão do pro tools) instalar o programa inicial no outro computador??

    AlexB
    Veterano
    # set/08
    · votar


    A interoperabilidade entre diferentes DAWs praticamente não existe, até a propósito, pois um fabricante quer que você use exclusivamente os seus produtos. Automação e efeitos vão ser quase impossíveis, a não ser que você consiga exportar os comandos como se fosse para um smpte, muitos daws tem esta função para fazer o syncro com hardwares antigos.
    Normalmente o que ocorre é que você acaba gravando em um local que não tem os softwares que você está familiarizado, assim um jeito é já ter uma trilha de base com a gravação metronômica por exemplo.
    Depois você exporta todas as trilhas em WAV, para trabalhar no seu Daw particular.
    Eu tenho usado o Reaper para isto, como posso instalar em um pendrive, eu plugo no estúdio em vez de usar o software do estúdio, e faço tudo no reaper, salvo depois np pen drive e eu tenho a session completa para trabalhar no sonar.
    Abraço,
    Alex

    horacio.jo
    Veterano
    # set/08
    · votar


    bom, a saída seria me familiarizar com o sonar. O problema é que depois da gente dominar um programa, o tempo que poderiamos aprender outro, usamos para produzir.

    penso que esse assunto já deu o que poderia dar.

    será que devo fechar o tópico?

    BaNdAiD
    Veterano
    # set/08
    · votar


    horacio.jo

    Não!

    AlexB

    Cara, dá pra instalar outro programa, como o sonar por exemplo, no pendrive?

    makumbator
    Veterano
    # set/08
    · votar


    BaNdAiD

    tem uma versão do Cubase studio 4 portátil também, que pode ser instalado em pendrive ou semelhante.

    AlexB
    Veterano
    # set/08
    · votar


    BaNdAiD
    Cara, dá pra instalar outro programa, como o sonar por exemplo, no pendrive?
    Não, o Reaper é o único que tem esta função que eu saiba. Já uso o sonar a bastante tempo mas estou cada vez mais impressionado com o reaper, em vez de fazer o upgrade do sonar comprei o reaper e não me arrependo, não tem nada que eu vá usar na versão 7 além de ser mais instável.
    Abraço,
    Alex

    shoyoninja
    Veterano
    # set/08
    · votar


    AlexB
    Cara o Sonar fez uma coisa que nunca tinha visto. Ele simplesmente descardou um take de 2 horas de áudio inteiro, e apagou o take da HD inclusive.

    Houve uma variação de energia e a mesa acabou desligando. A minha interface estava usando o clock da mesa para sincronizar. Claro que quando a mesa desligou, a interface acusou erro de sincronismo e a gravação parou.

    Só que quando parou o Sonar simplesmente jogou tudo que havia sido gravado até o ponto fora! Não era nada de grande importância, só um ensaio da minha banda que eu queria escutar depois para ver como estamos, mas fiquei pensando o que aconteceria se fosse um projeto de um cliente.

    Não consegui recuperar nem com Undelete, os arquivos eram muito grandes e a memória virtual sobrescreveu.

    Foi erro meu ou o programa que agiu estranhamente? Há algo que eu possa fazer para evitar uma surpresa dessas? (fora outro no-break :D)

    AlexB
    Veterano
    # set/08
    · votar


    Se você não terminou a gravação não tem jeito ela não vai ser salva, só depois que termina que ela vai definitivamente para o HD. Se acontece isto no estúdio eu simplesmente refaço o take, depois que o material foi gravado e salvo sempre guardo 3 cópias de segurança do material raw. Quando estou trabalhando sempre salvo em intervalos regulares e nunca mexo no raw, se eu passar o material já com efeitos para outra track apenas desabilito o raw,mas nunca deleto. Desta maneira se algum problema ocorrer sempre posso voltar atrás.
    Qual o motivo de você usar o clock da mesa? Ela é uma daquelas mesas antigas com faders motorizados e automação?
    Abraço,
    Alex

    shoyoninja
    Veterano
    # set/08
    · votar


    AlexB
    Nenhum motivo em especial. Eu estou transferindo via adat da mesa pra interface, e usei o clock externo... Vou inverter a configuração, acho que é o mais simples para evitar isso futuramente.

    a mesa é uma 01v96 v2
    Valeu!

    AlexB
    Veterano
    # set/08
    · votar


    Se você não tiver um motivo bem explícito para usar o clock externo, use o interno que ficará imune a estes problemas.
    Abraço,
    Alex

    makumbator
    Veterano
    # set/08
    · votar


    AlexB
    Não, o Reaper é o único que tem esta função que eu saiba

    Há uma versão portátil para pendrive do Cubase 4 também!

    Jabijirous
    Veterano
    # set/08
    · votar


    o q voce pode fazer é pegar os .wav e abrir no pro tools e salvar uma seção lá!

    Lucas_fms
    Veterano
    # set/08
    · votar


    Fica mais fácil transportar o audio de um DAW para o outro se você der um bounce na pista inteira e esticar ela até o começo, assim é só abrir todos os arquivos .wav numa seção nova de qualquer DAW

    AlexB

    Estou pensando em comprar o Reaper, justamente por problemas de instabilidade com o Sonar! Acha que vale a pena parar pra aprender tudo de novo no Reaper?

    Valeu!

    AlexB
    Veterano
    # set/08 · Editado por: AlexB
    · votar


    Lucas_fms
    Estou pensando em comprar o Reaper, justamente por problemas de instabilidade com o Sonar! Acha que vale a pena parar pra aprender tudo de novo no Reaper?

    Eu estou indo aos pouco ainda não tenho o domínio no reaper que tenho no Sonar e nem todos os meus plugins funcionam 100% no reaper. Mas no reaper se tenho um problema sou logo atendido, da para falar diretamente com o programador, já no sonar só ficando esperando. O tratamento do pessoal do reaper com o cliente é mil vezes melhor que dos outros daws. O reaper pode ser usado sem problemas por 30 dias antes de comprar eu sugiro que você teste.
    Ele á mais simples que o sonar e permite trabalhar com formatos distintos na mesma track, o routing é mais simples e tem a vantagem de poder ser instalado em um pendrive. Para mim o Reaper é uma aposta, se o desenvolvimento continuar tão rápido como está vai deixar os outros daws para trás. Eles estão em contato direto com os usuários e se algém tem uma necessidade de um feature interessante eles implementam sem demora. A versão de teste funciona 100%, eles são bem honestos neste ponto, se você testar e gostar pode pegar a licença não comercial por U$40,00. Se for realmente fazer milhares de cds com ele depois pegue a licença comercial. Os plugins que vem com o reaper são graficamente feios, mas não se assuste eles soam muito bem.
    Abraço,
    Alex

    Lucas_fms
    Veterano
    # set/08
    · votar


    AlexB

    É, acho que vou tentar o Reaper também. Me parece que ele é um software honesto de um fabricante que ta fora desse circuito ultra comercial e competitivo das outras DAWs. E o preço é uma merreca comparado com os outros multipistas. E esse esquema do pendrive, como funciona?

    AlexB
    Veterano
    # set/08
    · votar


    E esse esquema do pendrive, como funciona?
    Você instala o reaper no PC e ele tem uma opção de instalar no pendrive, note que toda vez que usar plugins externos ao reaper os mesmos deverão ser reautorizados com o iLock ou outro método, pois os plugins externos precisam da autorização no computador. O chato é ter que usar 2 USBs, uma para o reaper o outra para o iLock e não podem ser as mesmas divididas.
    Abraço,
    Alex

    Lucas_fms
    Veterano
    # set/08
    · votar


    AlexB

    Outra coisa que eu gostei do Reaper foram aquelas "skins" feitas pelo usuário, você já usou alguma delas?

    Outra coisa, já teve problemas de compatibilidade de interface com o Reaper? Eu apanhei muito da T.c electronics, da Cakewalk e do Windows, pra botar pra funcionar o homestudio aqui.

    AlexB
    Veterano
    # set/08
    · votar


    Outra coisa que eu gostei do Reaper foram aquelas "skins" feitas pelo usuário, você já usou alguma delas?

    Não, nunca usei.

    Outra coisa, já teve problemas de compatibilidade de interface com o Reaper? Eu apanhei muito da T.c electronics, da Cakewalk e do Windows, pra botar pra funcionar o homestudio aqui.
    Não tive problemas com interface, mas não tentei usar nem a UA nem a TC powercore, pois o trabalho principal ainda é feito no Sonar.
    Abraço,
    Alex

    ban_dammi
    Veterano
    # jan/11
    · votar


    Bem, vou ressuscitar o topico, para quem ainda nao sabe existe este software "aatranslator" que converte varios projectos de varios DAW's entre eles.

    Eu ainda nao experimentei mas tive a ler alguns topicos sobre ele e parece resultar...

    abraços

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Exportar OMF no nuendo