Fiz entrevista em empresa alemã

Autor Mensagem
Buja
Veterano
# 16/jan/19 12:23


Não é a primeira vez que faço entrevista em ingles. Normalmente não tem grilo. Mas nesse caso o CEO falava "Englisch". Foi um parto pra terminar a entrevista. Nao sei quem falava pior, se era eu ou ele.
No fim, apertamos a maos, e eu um "nice to meet you" e ele, um "nische du meet wur".

brunohardrocker
Veterano
# 16/jan/19 12:47
· votar


Concessionária da Volkswagen?

Buja
Veterano
# 16/jan/19 12:57
· votar


Agencia Web mesmo. Das moderninhas da atualidade, startups metidinhos a tesla e spaceX...mas interessante

qew
Veterano
# 16/jan/19 12:59
· votar


lembro de quando fiz uma entrevista com um sócio que perguntou como era meu ingles

respondi com total firmeza que era muito bom e não teria problemas em continuar dali na outra lingua

ele recuou e depois fiquei sabendo que ele só falava portugues

fui contratado

detalhe: na época fazia uns 2 anos que não falava com ninguém em ingles, entao provavelmente iria passar vergonha

não façam isso

vbsilveira
Membro Novato
# 16/jan/19 15:59
· votar


ele recuou e depois fiquei sabendo que ele só falava portugues
só pra botar medo msm

sandroguiraldo
Veterano
# 17/jan/19 17:11
· votar


qew
bateu na mesa e gritou truco!

UvaCake
Membro Novato
# 17/jan/19 19:21
· votar


eu fico falando com as pessoas em ingles no omegle quando nao tenho nada pra fazer, as vezes eu pago uns micão mas é legal mesmo assim, meu ingles melhorou bastante desde quando comecei a conversar com os gringos.

Lelo Mig
Membro
# 18/jan/19 00:47 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Buja

Boa sorte!

Trabalhei 5 anos numa empresa alemã...

São cheios de regras, normas, organizados e metódicos, mas abertos ao novo.

Aparentemente frios e distantes, no fundo você têm muito mais voz ativa e é muito mais ouvido do que em empresa americana, onde "democracia é só entre eles".

Há bastante respeito e consideração (sem viadagem e intimidades) com o profissional e o ser humano.

Eu gostava bastante.

sallqantay
Veterano
# 18/jan/19 08:51 · Editado por: sallqantay
· votar


minha última em multinacional eu saí chocado, nego queria alto nível técnico + PUA avançado + ação sob pressão brutal

esses caras sao loucos, no 3o dia de trabalho eu ia dar na cara de alguém (muito provavelmente cliente com contrato de milhões)

Buja
Veterano
# 18/jan/19 14:31
· votar


São cheios de regras, normas, organizados e metódicos, mas abertos ao novo.

Reparei isso log que cheguei na recepção. Entrevista marcada para as 10 e eu cheguei as 9:48. O proprio alemão, com aquele cumprimento 'nische du meet wur' esquisito, me diz 'wur are early. I expected wur at 10.'

Nisso eu pensei tipo assim "Uai, nao é normal chegar uns 10 minutinhos antes da entrevista?" Falei, 'sorry man, it's a habit'

Dai já vi que eles são bem assim, exatos. Nem cedo nem tarde. Na hora.
Confesso que isso me deu uma tremida nas bases, mas de light.

sallqantay

Eu to fazendo um empenho total pra ralar em alguma empresa de fora. Nao precisa ser "multinacional". Pode ser uma startup de 5 pessoas, nao importa.
Desde que nao tenha ninguem falando portugues. Acho que nao tem melhor forma na vida de aprender algo do que se jogando no fogueira pra se queimar.
To 'arranhando' ingles faz uns 15 anos. Ta na hora de me afluentar na coisa.
Ou é isso, ou saio fora desse país a força.

sallqantay
Veterano
# 18/jan/19 15:00
· votar


Buja

inglês que se fala em empresas é bem fraco, vc nao vai aprender merda nenhuma

Gansinho
Veterano
# 20/jan/19 13:08
· votar


sallqantay

Não se a empresa tiver empregados estrangeiros. Pode ser que você seja obrigado a falar inglês até pra interagir com outras pessoas.

sallqantay
Veterano
# 21/jan/19 10:40
· votar


Gansinho

tudo inglês de merda (AKA inglês internacional)

Buja
Veterano
# 21/jan/19 11:01
· votar


Com os alemães o ingles é fraco mesmo. Acho que eles estão na mesma que eu.
Mas quando fiz entrevista pra empresa de NY passei aperto.

Ismah
Veterano
# 22/jan/19 06:19
· votar


sallqantay

Ou com sotaque, que é o pior de tudo...

Buja

Lamento te dizer que é possível que falem alemão na empresa... So, jetz ist deine zeit!
Vai praticando os Zungenbrecher:
Früh fressen freche Frösche Früchte. Freche Frösche fressen früh Früchte.
Acht alte Ameisen aßen am Abend Ananas.
Am zehnten Zehnten um zehn Uhr zehn zogen zehn zahme Ziegen zehn Zentner Zucker zum Zoo.
Schnecken erschrecken, wenn sie an Schnecken schlecken, weil zum Schrecken vieler Schnecken Schnecken nicht schmecken.

Auf Wiedersehen!

Pleonasmo
Membro Novato
# 22/jan/19 09:58
· votar


Buja
Mas quando fiz entrevista pra empresa de NY passei aperto.

Quem fala inglês nativo, fala cheio de vícios e expressões, igual nosso português que em cada região do páis é diferente.

Simonhead
Veterano
# 22/jan/19 10:19
· votar


Früh fressen freche Frösche Früchte. Freche Frösche fressen früh Früchte.


Hehehehehehehehe! : D

Lelo Mig
Membro
# 22/jan/19 10:53 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Buja

Essa coisa de inglês perfeito é coisa de brasileiro, País de terceiro mundo que acha chique falar inglês fluente.

Alemães, suecos, japoneses, franceses, árabes, chineses e etc... querem que se foda. É um inglês suficiente prá se comunicarem e venderem seus produtos e pau no cú de americano.

A gente têm essa mania, aqui mesmo no FCC, quando alguém grava uma música "você precisa melhorar o seu inglês"... puta coisa terceiro mundista.

Frank Sinatra gravou Garota de Ipanema com um português que parece que tá chupando uma rola e todo mundo aplaudiu, ninguém disse "você precisa melhorar seu português".

Veja o Klaus Meine do Scorpions, ficou rico cantando em inglês com um sotaque ducaralho... a Shakira pior ainda.

Inglês fluente é compreender e se fazer entender com eficácia porque é "a língua comercial" e não falar como um Nova Iorquino.

Buja
Veterano
# 22/jan/19 11:41
· votar


Ismah
O.o
Cruize Credo

Tenho parentes que moram na Austria a mais de 10 anos, casados, tem filho, e tal. Ou seja, são fluentes no idioma nativo.
Perguntei como fizeram pra aprender alemão.
Minha prima disse: "E quem disse que aprendemos? Não consigo entender metade do que um alemão de nürberg fala" kkkk

Lelo Mig
Inglês fluente é compreender e se fazer entender com eficácia

Falou tudo, matou a cobra e mostrou o .... (ce ja sabe).
Meu cunhado é americano nativo de chicago. Converso com ele quase que diariamente. O ingles é outro! Nada a ver com a entrevista que tive com um ceo de Toronto/CA, bem diferente tambem do ceo de NY e uma diferença absurdamente colossal desse alemão.
O negocio é se fazer entender e entender o que está sendo dito. Pronto.
Ele nao se importa muito se falo bitch, beach ou bit. Ele sabe que estou planejando viajar para beach, para ver bitch de biquini, porque estou cansado de mexer com bit. Nao fica enchendo o saco....so quando falo "yo bro", e ele diz "stop"

Queria que todos os americanos fossem de chicago, que me acostumei. Falam certo e pronto. Nao ficam emendando palavra sem necessidade, nao ficam como que puxando o "R" exagerado (principalmente nas palavras tipo weird), nem as girias que so os guetos de ny entendem.

Beto Guitar Player
Veterano
# 22/jan/19 12:14
· votar


Früh fressen freche Frösche Früchte. Freche Frösche fressen früh Früchte.
Acht alte Ameisen aßen am Abend Ananas.
Am zehnten Zehnten um zehn Uhr zehn zogen zehn zahme Ziegen zehn Zentner Zucker zum Zoo.
Schnecken erschrecken, wenn sie an Schnecken schlecken, weil zum Schrecken vieler Schnecken Schnecken nicht schmecken.

Auf Wiedersehen!



wtf?

Buja
Veterano
# 22/jan/19 16:03
· votar


So sei a palavra 'tchau'.
Que afinal é mais dificil de pronunciar que a maioria das cervejas com nome alemao.

makumbator
Veterano
# 22/jan/19 16:10
· votar


Buja

E aí, conseguiu entrar para a SS ou não?

Buja
Veterano
# 22/jan/19 18:49
· votar


makumbator

Mandei o teste ontem. Estão analisando la. Vejemos se posso dizer hail hitler em breve

Ismah
Veterano
# 23/jan/19 02:11
· votar


Buja
Não consigo entender metade do que um alemão de nürberg fala" kkkk

Nem eu. Os países da Europa quase inteira, é formada de diversos reinos menores unidos, em maioria datados do feudalismo - e esse, acabou isolando muitas regiões. E o idioma é ainda mais antigo que isso tudo! Assim, há uma discrepância muito maior do idioma, que no Brazil.

Eu, e boa parte dos demais falantes, derivo dos falantes de Hunsrückisch (aportuguesado como hunsriqueano), é falado no sudoeste alemão - região de Rhein-Hunsrück - ali na volta do Reno e Mosela.
Por sua vez, existe o Pomerano, que é praticamente falado na região de Pomerode/SC, e nas regiões montanhosas do ES.

Consigo compreender de maneira muito tranquila o que o pessoal do Rammstein canta, assim como fala, mesmo que eles sejam do nordeste alemão. Há uma acentuação (ainda rs) mais forte das consoantes, como no polaco.
Por sua vez, a turma da fronteira austríaca (Bavária, ou Baviera), tão bem como da fronteira suíça (Baden-Würtenberg), consigo compreender uma coisa ou outra. As variantes da Áustria e Suíça, já bem menos.
Os dialetos do centro e norte do país, a maioria tenho dificuldades. Porém, eles conceituaram o que se chama de "hoch deutsche" - alto alemão, em tradução livre. Seria o português formal que escrevemos aqui.

O grande confuso do alemão, são as tremas que mudam o som da vogal, as consoantes que se amontoam, e as palavras 'meio' longas... Sofrem do problema de falta de palavras, que a grande maioria dos idiomas antigos tem.

O mesmo vale para o 'talian (leia "tálian"), que é um idioma que deriva do Veneto, Vêneto ou Vèneto, falado no nordeste da Itália (região de Veneza) e em partes do norte.
Razoavelmente diferente do napolitano, famigerado pela máfia na época da Lei Seca nos States, e seus retratos no cinema... Ainda é muito diferente do toscano, sardenho, lombardo, e mesmo que chegue a co-existir, tem uma ligeira diferença do trentino.

O napolitano, por motivos diversos além do cinema, é o que mais tenho contato. Dá pra dar um bom exemplo com ele, pois ele é cheio das contrações. Pra entender, precisa um bom domínio da língua e do contexto...

Música
https://www.youtube.com/watch?v=BqlJwMFtMCs

Letra + tradução de napolitano para italiano 'formal'
http://www.napoligrafia.it/musica/testi/tuVuoFaAmericano.htm

Meu cunhado é americano nativo de chicago. Converso com ele quase que diariamente. O ingles é outro! Nada a ver com a entrevista que tive com um ceo de Toronto/CA, bem diferente tambem do ceo de NY e uma diferença absurdamente colossal desse alemão.

Poderia ser do Texas. rsrs

nem as girias que so os guetos de ny entendem

Esse é um problemão, eles tem poucas palavras no idioma... Fiquei absurdamente preocupado quando bateu o furacão na Florida, e o cara mandou só "it's rainning cats and dogs"... Pra mim isso não

So sei a palavra 'tchau'.
Que afinal é mais dificil de pronunciar que a maioria das cervejas com nome alemao.


Já tomou a tua matinal? O consumo de uma cerveja alemã, é muito diferente do nosso. São cervejas de pouco álcool, e geralmente muito "densas". Que eles chamam de naturtrüb. Algo como 'naturalmente nublado', em tradução livre, e que é entendido como 'naturalmente turvo'.
Sendo honesto, cerveja é um assunto sério pra eles. Nunca negue um convite, mesmo que ele seja feito as 7 da manhã... A grande maioria leva como uma desconsideração e desrespeito.
Por lei federal, bebidas que sejam vendidas como cerveja, só podem conter malte, cevada e lúpulo. Fazem exceções pra variantes como weiss (de trigo, também vendida como wit, que é quase a mesma coisa, só que fabricada nos Países Baixos, e com frutas), e algumas de cacau/chocolate, e outros cereais... Mas é meio que coisa pra turista...

Por lá tem várias boas, mas se quiser ir adiantando, a Paulaner e a Franziskaner são duas weiss naturtrüb, que tem preço acessível, e é bem popular até pelo BR.

Ismah
Veterano
# 23/jan/19 02:12
· votar


Bom, tem as artesanais que aqui na minha região tem se multiplicado. Poderia te mandar, até as feitas em casa - literalmente - mas não faço ideia como.

Rafael Walkabout
Veterano
# 23/jan/19 18:12
· votar


Lelo Mig
(sem viadagem e intimidades)
ahhaahahhaa

Buja
Veterano
# 25/jan/19 13:19
· votar


Ismah
Sinceramente, meu conheciemnto da cultura alemã é muito fraco, sei bem pouco, so o que todo mundo sabe mesmo.
Mas nutro uma vontade de dar uns roles por munich, berlim, frankfurt so pra beber da fonte! Cerveja de verdade. Mesmo.
Desde o dia que um alemão me disse que oktoberfest nao presta, fiquei pensando nisso....

Lelo Mig
Membro
# 25/jan/19 13:30
· votar


Buja

Esse negócio de cerveja alemã é mito!!.... (quer dizer, não é, mas é diferente).

O costume é outro. Os caras bebem cerveja quente, no frio, prá ficarem chapados e terem coragem de encararem aquelas "alemãs" que parecem o Hulk loiro.

Aqui bebemos cerveja gelada, em frente ao mar, vendo as bundas mais lindas do planeta. É outra realidade.

Buja
Veterano
# 25/jan/19 13:44
· votar


Tudo é verdade. Mas pode melhorar. Aqui o brasileiro acha que Kaiser é cerveja alemã. Os mais cult acham que é heineken. Bahhhh

Lelo Mig
Membro
# 25/jan/19 14:47 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Buja

Antigamente não tinha cerveja boa no Supermercado.... cerveja barata era tudo meia boca... Antartica, Brahmma, Skoll, Schincariol.... então a Heineken para os metidos a entendidos e a Budweiser para os motoqueiros, eram sinônimo de cerveja boa. (não que sejam ruins, mas são cervejas baratas).

E, como em tudo, não dá prá comparar uma cerveja de 3 reais com uma de 20 em termos de qualidade.... (de gosto é outra coisa, cada um tem o seu, muita gente toma Itaipava e gosta).

Mas hoje em dia, mesmo cerveja barata, até 3 reais, tem opções de bom custo x benefício nos supermercados da vida. Repito é questão de gosto pessoal, mas "pro meu gosto" tem cerveja muito melhor que a Heineken (que eu nunca achei grande coisa), pelo mesmo preço.

Original, Império, Petra, Quilmes, Stella Artois, Estrela Galícia, Eisenbah... ou seja, tem muita coisa boa.

Se gastar um pouco mais, ir pras Baden Baden, as séries especiais da Amstel, Erdinger...

O Brasil entende de cerveja, sabe fazê-las, é o 5o maior produtor do mundo, tem tradição na fabricação e consumo. Mas, tomar cerveja "verde, fortemente amarga e quente" não é nosso paladar... isso é coisa de Irlandês e alguns alemães.

No entanto, é um Pais pobre. Então tem muita cerveja barata. Uma Skoll, Brahma, Itaipaiva que deve ter um preço de custo em torno de 1 real a lata, não têm como serem feitas dentro da Lei de Pureza Alemã de 1516 a Reinheitsgebot.

Mas, tem cervejas de 3 a 5 dentro deste padrão, hoje em dia, como a Stella Artois, as Eisenbahn e as Falke, entre outras.

Eu não sou o tipo que bebe um fardo de cerveja até ficar bem loko e fedendo a festa de universitário. Bebo, 2, no máximo 3 latinhas, com lata e copo muito geladas, de 0 a 4 graus, com um bom petisco.

Então, apesar de pobre, cerveja de 2 reais em casa não entra.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Fiz entrevista em empresa alemã