A identidade moderna midiática tupiniquim

Autor Mensagem
brunohardrocker
Veterano
# fev/16


sotaque carioquês
cosmovisão festeira hedonista
meio praia
meio boêmia
tropicália
Chiquinho
super
amor
comemorações
sincretismo
brasileiríssimo
contraxxxte
diversificado
gente do bem
Duvivier

sallqantay
Veterano
# fev/16
· votar


regina casé

Samá Samutte
Membro Novato
# fev/16
· votar


Como alguém, de Brasilia, que mora há apenas 7 anos no RS, fala "aí depende de ti", "tu vais ver que não vai dar certo", "bah, mas tu me disse que isso não daria certo"?

brunohardrocker
Veterano
# fev/16
· votar


Samá Samutte

RS? o que isso?

Edward Blake
Membro Novato
# fev/16
· votar


Samá Samutte

Normal. Meus pais moraram uns 5 no RJ e, quando voltaram, a fala deles estava cheia de ginga e chiados.

sallqantay
Veterano
# fev/16
· votar


zona sul
ipanemice
excel

Samá Samutte
Membro Novato
# fev/16
· votar


Edward Blake

Cara, acho que não é normal. Eu moro há 5 anos no GO e não puxo o R para falar porta, porteira e portão (típico também do interior de SP).

st.efferding
Membro
# fev/16
· votar


baladinha top

FELIZ NATAL
Veterano
# fev/16
· votar


maneiro

Edward Blake
Membro Novato
# fev/16 · Editado por: Edward Blake
· votar


Samá Samutte
Cara, acho que não é normal. Eu moro há 5 anos no GO e não puxo o R para falar porta, porteira e portão (típico também do interior de SP).

Você deve ter algum tipo de resistência à cultura local (p. ex., preconceito com o r dos caipiras, amor à sua terra natal, individualismo acentuado, ou coisa do tipo).

O normal, quando alguém se integra a um grupo novo (seja na escola, seja no trabalho, seja na comunidade), é começar a assimilar os cacoetes do pessoal para dar uma de bacana e não passar por chato. =)

Insufferable Bear
Membro
# fev/16
· votar


Edward Blake
Eu tô no rio há 4 anos e não consigo imitar o xiado dos cariocas... eu sempre acabo falando "xaco" ao invéz de "saco" quando tento...

Samá Samutte
Membro Novato
# fev/16
· votar


Edward Blake

Você deve ter algum tipo de resistência à cultura local (p. ex., preconceito com o r dos caipiras

É exatamente isso. E ainda fico zoando (hoje, menos) o pessoal local, bem como os milhares - literalmente - de nordestinos que se encontram aqui. "Então eu digo pronto".

Snakepit
Veterano
# fev/16 · Editado por: Snakepit
· votar


Samá Samutte
Cara, acho que não é normal. Eu moro há 5 anos no GO e não puxo o R para falar porta, porteira e portão (típico também do interior de SP).

São coisas diferentes. Esse R é a pronuncia mesmo, mesma coisa que o X dos cariocas, Vaxco, etc. Isso não se pega facil.

Agora o "Bah" é uma expressão que de ouvir vc começa a repetir. Assim como o "tu", que na verdade é o português correto. São palavras normais que voce acaba inserindo no teu vocabulário naturalmente apenas de ouvir.

Palavras e expressões locais se pega rápidinho, muito mais facil que o sotaque propriamente dito, como o R e o X.

Pegar esse sotaque só a Xuxa fazendo papel de ridícula imitando carioca pra parecer na modinha. E ainda diz que é Flamengo.

Jack Holland
Veterano
# fev/16
· votar


Como alguém, de Brasilia, que mora há apenas 7 anos no RS, fala "aí depende de ti", "tu vais ver que não vai dar certo", "bah, mas tu me disse que isso não daria certo"?

Normal. Meus pais moraram uns 5 no RJ e, quando voltaram, a fala deles estava cheia de ginga e chiados.


Engraçado isso.
Meu primo foi morar na Catalunha tem uns 10 anos e praticamente não sabe mais falar português. Já minha mãe veio do Ceará pra SP há 40 anos e ainda fala com sotaque nordestino.

One More Red Nightmare
Veterano
# fev/16
· votar


Vocabulário e sotaque devem ser considerados separadamente. No meu caso, rapidamente incorporei o primeiro. O segundo se altera mais lentamente, não necessariamente em aspectos salientes, como alterar fonemas, mas em coisas sutis como o ritmo e interjeições, por exemplo.

Insufferable Bear
Membro
# fev/16
· votar


One More Red Nightmare
Isso, cadência e intonação devem ser coisas que sempre acabam mudando, mudar fonemas eu nunca vi...

Aproveitando esse assunto, da onde vem o r caipira e o r trilado paulistas? Por que existem os dois na capital?

FELIZ NATAL
Veterano
# fev/16
· votar


One More Red Nightmare

Morei no nordeste cerca de uma temporada e fiz o mesmo progresso que o teu, só.que ao inverso. Dado que sou aficionado por sotaques, porem relutante com vocabularios regionais, dada a sua aplicação para mim.

Edward Blake
Membro Novato
# fev/16 · Editado por: Edward Blake
· votar


Insufferable Bear
Eu tô no rio há 4 anos e não consigo imitar o xiado dos cariocas... eu sempre acabo falando "xaco" ao invéz de "saco" quando tento...

O fato de você tentar imitar os cariocas não significa que você, no fundo, no seu inconsciente, não tenha algum preconceito contra eles, e isso não esteja te travando e dificultando a assimilação dos trejeitos (que geralmente é um processo espontâneo; eu, por exemplo, falo um bocado de línguas, e isso, com o passar do tempo, sem perceber nem querer de forma consciente, afetou um pouco a minha entonação do português, de modo que, mesmo na minha cidade natal, já me perguntaram de onde eu vinha).

Todo mundo mente para si mesmo.

FELIZ NATAL
Veterano
# fev/16
· votar


Edward Blake
Todo mundo mente para si mesmo.

Mas isto não entra em contradição com isto:

aprender a desconfiar de si mesmo e a enxergar os podres de todo mundo (não apenas dos inimigos). - http://forum.cifraclub.com.br/forum/11/325755/#9149048

Edward Blake
Membro Novato
# fev/16
· votar


FELIZ NATAL
Mas isto não entra em contradição com isto:

aprender a desconfiar de si mesmo e a enxergar os podres de todo mundo (não apenas dos inimigos). -


Não. Confirma.

Edward Blake
Membro Novato
# fev/16
· votar


Discussão com o selo Milton Erickson de qualidade.

brunohardrocker
Veterano
# fev/16
· votar


Tinha sotaque sulista, aí fui morar no norte do Mato Grosso e fiquei com sotaque sulista.

Wade
Membro Novato
# fev/16
· votar


Tinha sotaque nordestino, aí permaneci morando no nordeste e continuei com o sotaque.

brunohardrocker
Veterano
# fev/16
· votar


Wade

Se você for para o norte do Mato Grosso, também permanecerá com o sotaque nordestino.

megiddo
Membro
# fev/16
· votar


Tinha sotaque interiorano, aí continuei morando no interior e o sotaque ficou tão intenso que agora falo inglês.

Wade
Membro Novato
# fev/16
· votar


brunohardrocker
Imagino. Já vi uns pessoal do DF que tem sotaque nordestino mais carregado que o meu.

Samá Samutte
Membro Novato
# fev/16
· votar


brunohardrocker

Mato-grossense não tem sotaque! Nós não puxamos o r, não falamos "vamox na excola", não dizemos "tu", "ti", "bah", "eu lhe digo", etc, etc.

brunohardrocker
Veterano
# fev/16
· votar


Samá Samutte

Cuiabano tem sotaque.

Samá Samutte
Membro Novato
# fev/16
· votar


brunohardrocker

Verdade, lembrei-me agora de um. Acho que ele falava "petche" ao invés de "peixe". Eu sou do interiorzão, talvez por isso não tenha sotaque.

makumbator
Veterano
# fev/16 · Editado por: makumbator
· votar


Samá Samutte
talvez por isso não tenha sotaque.

até o google translator tem sotaque cara. Não existe isso de sem sotaque...só mudo não fala com sotaque.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a A identidade moderna midiática tupiniquim