Modelo gostosa, reporter mula!

Autor Mensagem
Pedro_Borges
Veterano
# jul/11 · Editado por: Pedro_Borges
· votar


russobass
irmão!! perfeita combinação contra-baixo com mulheres bonitas.

Baixista não come ninguém. O máximo que pega são as arrumadeiras do salão. Hauhhauhhahah!

DraKo
Veterano
# jul/11
· votar


A reporter colocou que era uma guitarra pq se colocasse que era um baixo ia tirar toda a credibilidade da materia e ninguem ia querer ver as fotos, mesmo se fosse a Katy Perry nua...

makumbator
Veterano
# jul/11 · Editado por: makumbator
· votar


Duds McCready

O contrabaixo elétrico é da família da guitarra, portanto não é incorreto chama-lo de guitarra, afinal, é uma guitarra grave.

Observe que em alguns idiomas é exatamente assim que ele é denominado, como no inglês:

Bass guitar

A tradução literal é exatamente a de guitarra baixa(ou grave).

O contrabaixo acústico, no mesmo idioma é chamado de double bass, string bass(principalmente se for tocado com arco) e upright bass, entre outros termos.

Da mesma maneira, pode-se dizer que o contrabaixo acústico é um violino grave(ou mais precisamente, uma msitura de violino e viola da gamba grave).

Die Kunst der Fuge
Veterano
# jul/11
· votar


makumbator
O contrabaixo elétrico é da família da guitarra

É mesmo da família da guitarra?
Pô, eu achava que era da família do violino, pois imaginava o contrabaixo elétrico mais próximo do Double Bass - no caso, a forma elétrica do mesmo - do que da guitarra propriamente dita (esta seria a forma elétrica do violão). E a guitarra viria da família do violão e as semelhanças entre contrabaixo elétrico e guitarra elétrica fossem resultante de "convergência evolutiva".

Tipo tubarões e golfinhos, parecem parentes bem próximos, mas são de ramos bem distantes. No caso o contrabaixo seria o tubarão, que viria do ramo do violino e a guitarra seria o golfinho, que viria do ramo da guitarra...

Volunteer
Veterano
# jul/11
· votar


Pô, eu achava que era da família do violino, pois imaginava o contrabaixo elétrico mais próximo do Double Bass - no caso, a forma elétrica do mesmo - do que da guitarra propriamente dita (esta seria a forma elétrica do violão). E a guitarra viria da família do violão e as semelhanças entre contrabaixo elétrico e guitarra elétrica fossem resultante de "convergência evolutiva".

Tipo tubarões e golfinhos, parecem parentes bem próximos, mas são de ramos bem distantes. No caso o contrabaixo seria o tubarão, que viria do ramo do violino e a guitarra seria o golfinho, que viria do ramo da guitarra...


Isso aqui faz mais sentido.

makumbator
Veterano
# jul/11
· votar


Die Kunst der Fuge

Ele é mais próximo da guitarra elétrica do que do contrabaixo acústico(apesar da afinação e função ser a mesma em ambos). Principalmente se levarmos em conta a parte elétrica e design. Na origem a idéia era fazer um contrabaixo acústico mais portátil, e eletrificado. Para isso se usou a guitarra como base.

Era comum inclusive em discos dessa época de transição ter linhas graves feitas só na guitarra com afinação mais baixa.

A idéia era realmente fazer um substituto do contrabaixo acústico, mas partindo-se da guitarra elétrica. Lógico que nunca se conseguiu reproduzir o roncado de um acústico no elétrico(sem contar o som de arco).

No fim tivermos um novo instrumento(que como o acústico, também adoro), com um som diferente da guitarra e do contrabaixo acústico.

JulianaJenner
Veterano
# jul/11
· votar


Baixo zuado... enfim

Acho que os baixistas ja estão acostumados com essa confusão.

Die Kunst der Fuge
Veterano
# jul/11
· votar


makumbator
Principalmente se levarmos em conta a parte elétrica e design.

Mas é justamente por isso que eu acho que as semelhanças entre baixo elétrico e guitarra são resultado de convergência.

Uma vez que o caminho da eletrificação foi feito inicialmente na guitarra, quando você for submeter outro instrumento ao mesmo processo, eles acabarão compartilhando estas semelhanças.

No caso, corpo sólido e maciço e a parte elétrica que era a mesma.

A guitarra baiana é mais próxima da família da guitarra elétrica ou do bandolim? Se formos pelo raciocínio de que o baixo elétrico é mais próximo da guitarra elétrica, então a guitarra baiana também será.

A idéia era realmente fazer um substituto do contrabaixo acústico, mas partindo-se da guitarra elétrica.

Mas as linhas e a maneira de tocar do contrabaixo elétrico são bem mais próximas dos double bass de jazz do que linhas de guitarras, não são?
O que eu acho é que a convergência do baixo elétrico com a guitarra elétrica ocorreu porque o único caminho da eletrificação conhecido era o da guitarra, as necessidades para eletrificar um instrumento são as mesmas, portanto seria normal que eles ficassem iguais mesmo vindo de linhagens de instrumentos diferentes, mas isso não significa que eles sejam instrumentos próximos.

É o mesmo da analogia que eu fiz ali acima entre tubarões e golfinho, pois ambos estão sujeitos à mesma pressão seletiva, por isso tornaram-se parecidos fisicamente.

No caso, ao invés de água estamos falando da eletrificação.

Mas aí nós temos os outros fatores:

- como vc mesmo disse o contrabaixo elétrico era uma tentativa de ser um substituto para o acústico.

- as linhas musicais dos dois instrumentos são semelhantes.

Mas enfim, é só um devaneio filosófico acerca do assunto.

Qual seria, no seu ponto de vista, o fato definitivo que diria que o contrabaixo elétrico é da família da guitarra e não do contrabaixo acústico (mais próximo de um do que do outro)?

makumbator
Veterano
# jul/11
· votar



Mas as linhas e a maneira de tocar do contrabaixo elétrico são bem mais próximas dos double bass de jazz do que linhas de guitarras, não são?


As linhas sim, a maneira de tocar e técnica não. A digitação no elétrico é praticamente igual à guitarra, e bem diferente do acústico. E temos que lembrar que o elétrico eliminou o arco(coisa que o violino elétrico não fez, por exemplo).

Uma vez que o caminho da eletrificação foi feito inicialmente na guitarra, quando você for submeter outro instrumento ao mesmo processo, eles acabarão compartilhando estas semelhanças.

Sim, faz sentido. Mas o design não precisava ser o mesmo(o baixo viola da Hofner é uma solução diferente para o mesmo ponto).

A guitarra baiana é mais próxima da família da guitarra elétrica ou do bandolim? Se formos pelo raciocínio de que o baixo elétrico é mais próximo da guitarra elétrica, então a guitarra baiana também será.

Assim como o baixo elétrico, é um caso realmente dúbio. Por um lado me remete sim à guitarra, e por outro, é mais ligado ao bandolim.

Realmente sua tese faz bastante sentido(e até por causa desse tipo de raciocínio, há classificações diferentes dos instrumentos).

- como vc mesmo disse o contrabaixo elétrico era uma tentativa de ser um substituto para o acústico.

Sim, o que eu acabo considerando como da família da guitarra(e o cânone tradicional também o faz) é justamente o fato de" trocarem" o acústico partindo totalmente do projeto da guitarra. E isso se mostrou literalmente na estratégia de marketing e intenção dos fabricantes.



Qual seria, no seu ponto de vista, o fato definitivo que diria que o contrabaixo elétrico é da família da guitarra e não do contrabaixo acústico (mais próximo de um do que do outro)?


Definitivo realmente não tem! Mas para quem toca os 3 instrumentos(acústico, elétrico e guitarra), tecnicamente há mais semelhanças entre o "tocar" da guitarra do que a de acústico.

Mas realmente admito que não há uma fonte única, e sim uma simbiose entre o projeto da guitarra e a necessidade da função do contrabaixo acústico.




Mas enfim, é só um devaneio filosófico acerca do assunto.


Hhehehe, o mesmo aqui. Mas sua posição me convenceu bastante na parte da "convergência". Faz muito sentido mesmo.

Die Kunst der Fuge
Veterano
# jul/11
· votar


makumbator
a maneira de tocar e técnica não. A digitação no elétrico é praticamente igual à guitarra, e bem diferente do acústico.

É verdade, só me toquei nisso depois.
Mas pelo menos a mão direita é mais próxima, não?

Embora também toquem baixo compalheta, acredito que a técnica ancestral seria o pizzicato.

E temos que lembrar que o elétrico eliminou o arco(coisa que o violino elétrico não fez, por exemplo).

É verdade, mas o arco já havia sido "eliminado" no Jazz, não?

Sim, faz sentido. Mas o design não precisava ser o mesmo(o baixo viola da Hofner é uma solução diferente para o mesmo ponto).

De fato, mas uma razão possível foi pelo fato dos primeiros baixos terem sido desenvolvidos pelas mesmas pessoas que desenvolveram as guitarras, né? Não foi o Leo Fender e companhia?

Assim como o baixo elétrico, é um caso realmente dúbio. Por um lado me remete sim à guitarra, e por outro, é mais ligado ao bandolim.

Tem até aquela briga de que a guitarra baiana foi inventada antes da guitarra, né?

Realmente sua tese faz bastante sentido(e até por causa desse tipo de raciocínio, há classificações diferentes dos instrumentos).

\o\

é justamente o fato de" trocarem" o acústico partindo totalmente do projeto da guitarra. E isso se mostrou literalmente na estratégia de marketing e intenção dos fabricantes.

Entendi, esse ponto de fato me deixa balançado.

Definitivo realmente não tem! Mas para quem toca os 3 instrumentos(acústico, elétrico e guitarra), tecnicamente há mais semelhanças entre o "tocar" da guitarra do que a de acústico.

Mas realmente admito que não há uma fonte única, e sim uma simbiose entre o projeto da guitarra e a necessidade da função do contrabaixo acústico.


Entendi!
Acho que eu estou convencido, tenho que pensar mais ehehehe
Sobre a semelhança entre o "tocar", eu não sou contrabaixista, mas tenho um contrabaixo e toco raramente.
Quando eu pego pra ficar tocando de pizzicato no meu violoncelo, o instrumento que logo me vem à cabeça é o contrabaixo, mesmo que o elétrico, e nem me vem a guitarra nas idéias, enfim, eu acho que naturalmente eu associo mais ao contrabaixo do que à guitarra, mas sei que nos graves tu tem muito mais embasamento pra dizer ehehehe

Hhehehe, o mesmo aqui. Mas sua posição me convenceu bastante na parte da "convergência". Faz muito sentido mesmo.


Eu pensava nessa analogia com instrumentos sempre que tinha as aulas de sistemática na faculdade, pensava até em fazer um tópico explicando melhor, mas sempre ficava com preguiça ehehe
Mas fico feliz que tu e o Volunteer tenham achado que faz sentido.

makumbator
Veterano
# jul/11
· votar


Mas pelo menos a mão direita é mais próxima, não?

Embora também toquem baixo compalheta, acredito que a técnica ancestral seria o pizzicato.


Caso vc considere a mão direita do pizzicato, sim(apesar do pizz do acústico tanto no jazz quanto no clássico ser um pouco diferente da técnica do pizz no elétrico). Mas a técnica ancestral do instrumento é mesmo arco.

É verdade, mas o arco já havia sido "eliminado" no Jazz, não?

Eliminado não, mas reduzido bastante. Mesmo no jazz se usa o arco aqui e ali, para efeitos especiais. Hoje se usa bem menos, mas em alguns estilos populares se usava mais. Tenho um método antigo de contrabaixo jazzístico(de swing dos anos 40), que enfoca bastante no pizz, mas tem bastante material no arco também. Hoje o mesmo método seria quase todo de pizz.


Tem até aquela briga de que a guitarra baiana foi inventada antes da guitarra, né?

Pois é! Apesar que as baianas atuais são "guitarrizadas", diferente das baianas antigas. Hoje em dia tem até alavanca e floyd rose...hehehe!

o instrumento que logo me vem à cabeça é o contrabaixo, mesmo que o elétrico, e nem me vem a guitarra nas idéias

Curioso, pois no baixo elétrico de 6 cordas, quando estou tocando acordes no agudo(estilo que adoro), sempre lembro da guitarra...hashsahsa!

pensava até em fazer um tópico explicando melhor, mas sempre ficava com preguiça ehehe

Hhashsah! Tenho vários reviews planejados, e que não fiz pelo mesmo motivo...kkkkk!

Die Kunst der Fuge
Veterano
# jul/11
· votar


makumbator
Pois é! Apesar que as baianas atuais são "guitarrizadas", diferente das baianas antigas. Hoje em dia tem até alavanca e floyd rose...hehehe!


Tô ligado!
Eu queria comprar uma, deve ser bem legal de tocar!
Mas já procurei mas nunca achei uma guitarra baiana modelo Les Paul :P

Curioso, pois no baixo elétrico de 6 cordas, quando estou tocando acordes no agudo(estilo que adoro), sempre lembro da guitarra...hashsahsa!


Nice, não tinha pensado nisso!

Hhashsah! Tenho vários reviews planejados, e que não fiz pelo mesmo motivo...kkkkk!

De você eu não esperava isso! auhauhaua
Por tocar no assunto, tem algum trabalho seu que vc tenha feito como jornalista, mesmo que não tenha sido publicado, alguma matéria ou coisa do tipo, pra eu ler?
Queria ver algo do tipo da sua outra formação, depois me mostra?

makumbator
Veterano
# jul/11
· votar


Die Kunst der Fuge
Mas já procurei mas nunca achei uma guitarra baiana modelo Les Paul :P

Também adoraria uma! Mas compraria aquelas de modelo extremo, com headstock invertido, marcação dente de tubarão e cheia de pontas no corpo, floyd rose e pintura bem sinistra...hashsahsa! Totalmente metal from hell! Aí tocaria choro e Armandinho com ela...hehehehe!

Por tocar no assunto, tem algum trabalho seu que vc tenha feito como jornalista, mesmo que não tenha sido

Até fiz coisas publicadas na minha região. Mas nada relevante. O trabalho inicial de jornalismo é bem burocrático e repetitivo(é como um estagiário melhor alfabetizado...). Mas nem guardei nada, como diz o ditado: notícia em um dia, e material para embalar peixe no outro. Hahashash!

Die Kunst der Fuge
Veterano
# jul/11
· votar


makumbator
Também adoraria uma! Mas compraria aquelas de modelo extremo, com headstock invertido, marcação dente de tubarão e cheia de pontas no corpo, floyd rose e pintura bem sinistra...hashsahsa! Totalmente metal from hell! Aí tocaria choro e Armandinho com ela...hehehehe!

AUSHSAUHSAUHSAUSHAUSAHUSAHUASHAS
Imaginei a cena aqui!
Os segundoa que antecedem o início da sua performance, com todo mundo esperando vir aquele metalzão... ai vem aquele chorinho ehehehe

Eu vi um vídeo de um cara tocando Bach com uma, achei bem legal.

Até fiz coisas publicadas na minha região. Mas nada relevante. O trabalho inicial de jornalismo é bem burocrático e repetitivo(é como um estagiário melhor alfabetizado...). Mas nem guardei nada

Pooouxa, queria ver =/

como diz o ditado: notícia em um dia, e material para embalar peixe no outro. Hahashash!


UASHSAUHSAUSHAU
Belo ditado, não conhecia.

Igão
Veterano
# jul/11
· votar


Tu tá errado, pois um dia vi em um site uma renca de mulher nua q posou com guitarras. Muito louco.



Putz, lembrei desse vídeo, auhauhau...



_Rickyhaalmeida
Veterano
# jul/11
· votar


Igão
Menino pervertido!!!!!!!!!! 'hehe....
Mas esse site é o guitarradas ou um guitarra.com um trem assim cara.
Quem tiver dúvidas e quiser ver isso.... Aqui!!!!

_Rickyhaalmeida
Veterano
# jul/11
· votar


Makumbator também é cultura....

makumbator
Veterano
# jul/11
· votar


_Rickyhaalmeida

Hhhashsa! Ficou até engraçado meu tom sério em um tópico sobre fotos de mulher com um baixo...heheheh!

Mas o Igão trouxe de volta o teor correto para o assunto! Hhsahsahs!

fgr
Veterano
# jul/11
· votar


Tinha um baixo na foto?

Igão
Veterano
# jul/11
· votar


_Rickyhaalmeida
Menino pervertido!!!!!!!!!! 'hehe....

Isso foi postado aqui no OT a um tempo, nem lembro aonde, rsrs...

makumbator
Mas o Igão trouxe de volta o teor correto para o assunto! Hhsahsahs!

Exato, esqueçam os baixos! Esqueçam as guitarras!

Foquem
no
que
interessa!

paulinho pc
Veterano
# jul/11
· votar


Igão

ô japinha marota!

fcl
Veterano
# jul/11
· votar


ja concertaram

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Modelo gostosa, reporter mula!