Barrigadas da Mídia.

Autor Mensagem
makumbator
Veterano
# jun/08
· votar


Sam

Qq pessoa com meio cérebro sabe que vc escuta a frase q mandarem vc escutar somente pelo fato do som ser parecido =P

E que TODA música cantada se ouvida ao contrário irá gerar sons semelhantes a alguma palavra(mesmo vagamente). Esse assunto me deu vontade de pegar umas músicas cantadas evangélicas e católicas(inclusive cantatas religiosas de Bach, missas de Bach e Mozart, Réquiens e derivados) e inverter no computador só para procurar frases satânicas em português!!!! Com certeza vou achar!

Ronin
Veterano
# jun/08
· votar


Sam
O foda é que os defensores do Mainardi, quando mostro o artigo para eles, ficam insistindo que ele não é assim, que ele foi irônico e coisa e tal.

r2s2
Veterano
# jun/08
· votar


Ronin
Ronin
- Angela Maria Slongo é pedagoga, servidora concursada da Secretaria Estadual de Educação do Paraná.

Cara, Mainardi come cocô, nem liga pra ele não

r2s2
Veterano
# jun/08
· votar


Ronin
O foda é que os defensores do Mainardi, quando mostro o artigo para eles, ficam insistindo que ele não é assim, que ele foi irônico e coisa e tal.

O governo está aprendendo a não ficar rebatendo essas coisas mais, isso é legal, pq eles só perdiam, ficavam discutindo trilhões de farsas plantadas como essa e num deslize surgia um novo "escândalo"

r2s2
Veterano
# jun/08 · Editado por: r2s2
· votar


Ronin

Eu acompanho o blog do Nassif. O dossiê veja é precioso.

Mas lá pelas tantas ele citou um tal de Rodrigo Andrade e uma jornalista chamada Janaína Leite.

Esses dois atacaram o Nassif trocentas vezes e tentaram difamar ele de todas as formas.

Agora olha só o texto que esse Rodrigo mandou pro Nassif:

(Não precisa ler não, depois eu comento á coisa mais legal de tudo)

RODRIGO ANDRADE: NUNCA DISSE QUE JANAÍNA LEITE ME MANTINHA INFORMADO
Por enquanto, só reproduzo o texto que recebi. Daqui a pouco comento.

"Prezada Janaina,
Anexo abaixo, para seu conhecimento, cópia de comentário que enviei ao blog do jornalista Luiz Nassif ontem à tarde:

"Prezado Sr. Nassif,

Jornalistas devem primar pelo respeito aos fatos.
Em seu blog o sr. escreveu:

'Este ano, o Ministério Público e a Polícia Federal convocaram o executivo Rodrigo Bhering Azevedo, que trabalha para o Opportunity. Pressionado, Azevedo admitiu que Janaína o mantinha informado sobre as fontes que alimentavam o jornal de matérias contrárias ao Opportunity. Essas informações constam do inquérito."

Nada mais incorreto. Vejamos:

i. Nem o Ministério Público nem a Policia Federal me convocaram para qualqer coisa. Compareci, como testemunha de Daniel Dantas, a uma vara de justiça para dar meu depoimento;

ii. meu nome não é Rodrigo Bhering Azevedo, mas Rodrigo Bhering Andrade;

iii. não trabalho no Opportunity desde 31 de outubro de 2005;

iv. em meu testemunho apenas relatei à corte que a jornalista Janaina Leite havia me contado que o sr. Luiz Roberto Demarco de Almeida comparecera a redações de jornais com supostos emails trocados entre eu e pessoa que desconheço, tentando provar que eu havia arquitetado e executado um sequestro de outra pessoa que também desconheço, seguindo ordens de Daniel Dantas

v. nunca afirmei, em juízo ou fora dele, que a jornalista Janaina Leite teria me mantido informado sobre qualquer assunto.

Certo que as incorreções decorrem de informações erradas passadas por terceiros, tenho a certeza que, em nome da verdade, o sr. fará as devidas correções em seu blog. Afinal, como o sr. afirmou, o que digo está comprovado nos autos.

Rodrigo Andrade"


Olha só:

v. nunca afirmei, em juízo ou fora dele, que a jornalista Janaina Leite teria me mantido informado sobre qualquer assunto.

Se no item "v" ele disse que nunca a Janaína Leite tinha mantido ele informado, pq ele diz isso no "iv" do mesmo texto:

iv. em meu testemunho apenas relatei à corte que a jornalista Janaina Leite havia me contado que o sr. Luiz Roberto Demarco de Almeida comparecera a redações de jornais com supostos emails trocados entre eu e pessoa que desconheço, tentando provar que eu havia arquitetado e executado um sequestro de outra pessoa que também desconheço, seguindo ordens de Daniel Dantas

Uai?

Fonte: Da juventude

Claro que no post seguinte ela detona o Nassif, diz que ele forjou tudo e que ele ignorou essa mensagem enviada por esse Rodrigo. Mas pela inconsistência, ele fez foi ajudar o Rodrigo né?

Ah, essa Janaína Leite faz de tudo para ajudar o Daniel Dantas, um milionário que faz e acontece no Brasil.

Aliás, quase ninguém sabe quem é ele, justamente por isso, a mídia encobre tudo o que ele faz.

Sam
Moderador
# jun/08
· votar


Ronin

O foda é que os defensores do Mainardi, quando mostro o artigo para eles, ficam insistindo que ele não é assim, que ele foi irônico e coisa e tal.


Velho, como é podcast... só se a ironia estiver no tom de voz (pq nao ouvi). Pq o texto não transparece isso momento algum.

Por outro lado, como eu lhe disse anteriormente, o texto é tão absurdo, tão fora de tudo que eu já li dele, que até pensei que era fake. Bizarro

Ronin
Veterano
# jun/08
· votar


r2s2

O Noblat tbém fez uma cobertura e tanto do caso do dossiê.

Depois da base governista se recusar a cair na chantagem da oposição de pedir "audiência secreta para contar "bombas"" e mandar um "quer contar, que conte aqui, na frente de todos." o Noblat conseguiu distorcer tudo e dizer que:

Base governista troca o "Eu não sabia" pelo "Eu não quero nem saber".




Outra ótima da mídia é o caso Alston.

Tanto o Wall Street Journal quanto o Financial Times já divulgaram que a empresa Alston está sendo acusada de pagar uma nota para o governo de São Paulo para furar a licitação do metrô de SP (metrô este, se todo mundo lembra, que despencou um pedaço tempos atrás).

Aqui no Brasil nem se toca no assunto... quando se toca, não me menciona o José Serra ou o PSDB... é como se o Governo de São Paulo fosse uma entidade anônima e independente.

Eu queria CPI dos metrôs. ^_^

makumbator
Veterano
# jun/08
· votar


Ronin

Na folha de SP saiu um tempo atrás matérias sobre o caso do metrô, e citaram a Alston e o governador de SP, exatamente sobre essa questão de tráfico de influência e suborno. Mas realmente não recebeu o devido destaque.

Ronin
Veterano
# jun/08
· votar


Novas barrigadas.

- A VEJA afirma que a TAM fez uma proposta de 738 milhões pela Varig, e mesmo assim foi aceita a oferta da 320 milhões da Gol foi aceita (referente às acusações de que Dilma teria "facilitado" à venda).

No mesmo dia a TAM se pronunciou, conforme visto pela Agência Estado.

TAM informa que não fez oferta para comprar Varig
AE - Agencia Estado
SÃO PAULO - A empresa TAM informou hoje que analisou oportunidades de investimentos no setor aéreo e não efetuou nenhuma proposta vinculativa no caso da Varig por considerar a relação risco/retorno desfavorável. Segundo reportagem veiculada na edição desta semana da revista Veja, a TAM teria apresentado uma oferta de US$ 738 milhões pela Varig. A revista questiona, então, por que a proposta da Gol, de US$ 320 milhões, foi aceita.

O caso da Varig virou polêmica desde que a ex-diretora da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Denise Abreu, afirmou que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, fez pressão a favor do fundo norte-americano Matlin Patterson e de três sócios brasileiros no processo de venda da VarigLog. O negócio violaria a legislação brasileira, que limita a 20% o capital estrangeiro nas companhias aéreas.



- Sobre o mesmo caso, a Folha da Tarde atribuiu a um ex-diretor do ANAC a declaração de que ele teria sido pressionado pela Casa Civil para facilitar a compra da Variglog pela Volo. O mesmo ex-diretor se pronunciou:

Varig
"Em relação à matéria "Ex-dirigentes da Anac acusam ação de Dilma" (Folha, 5/6), cabe-me prestar os seguintes esclarecimentos: Nunca afirmei que fui pressionado pela Casa Civil para a aprovação da transferência das ações da VarigLog para a Volo do Brasil. Não poderia ter feito tal acusação, uma vez que, por ocasião da aprovação da operação pela Anac, eu nem sequer integrava sua diretoria colegiada.

Fui empossado em agosto de 2006, enquanto a transferência do controle societário foi aprovada em diretoria, então composta por quatro diretores, em 23 de junho de 2006. Posteriormente à minha posse, o Sindicato Nacional das Empresas Aéreas solicitou a reconsideração daquela decisão, apontando irregularidades meramente formais no processo. Designado relator para apreciar este novo pedido, não vislumbrei irregularidades formais na aprovação da transferência. No entanto, ressaltei que, se restasse evidenciada a participação estrangeira em proporção superior a 20% por ocasião da transferência das ações, a decisão de 23 de junho seria passível de anulação. Os demais diretores acompanharam o meu voto.

Enquanto fui diretor da Agência, nenhuma evidência foi apresentada no sentido de que o limite de 20% fora desrespeitado. Na elaboração do relatório e do voto não sofri nenhum tipo de pressão da Casa Civil ou de qualquer outro órgão do governo. Perante este jornal, defendi uma vez mais a independência das agências reguladoras, como instituições de Estado. A matéria da Folha não refletiu minha argumentação, que em nada se relacionou às acusações de Denise Abreu."
JOSEF BARAT (São Paulo, SP)


maggie
Veterana
# jun/08 · Editado por: maggie
· votar


Sam
huahuahuahua, pior que nao é fake não.
http://veja.abril.com.br/idade/podcasts/mainardi/integra_270508.html

Que bizarro, q artigo mais irracional. (se é que ele é sério de alguma forma ¬¬)


Inacreditável.
E quem ler o artigo de trás pra frente verá claramente a mensagem "diogo mainardi é imbecil.. huahua

Ronin
Veterano
# jun/08
· votar


Denise Abreu, a mulher do charuto (que agora virou religiosa e santa), exigiu que para depor sobre o incidente Varilog (ela acusa a ministra Dilma Roussef de ter feito pressão na Anac para conclusão da venda da Varig) segurança, carro blindado, e apareceu com uma mala com 30 kg de documentos comprovando suas afirmações.

10 horas de depoimento e nada saiu da mala... simplesmente, nada.


Mesmo assim, Denise Abreu se tornou um baluarte da mídia anti-petista, mesmo tendo sido desacreditada pela mesma mídia (incluindo o caso do charuto) durante o incidente do Caos Aéreo.

Denise Abreu que foi acusada pela mídia de ser a responsável pelo acidente da Gol (que o JN não noticiou para ficar horas mostrando a "foto do dinheiro do dossiê) e o da TAM (que tudo indica ter sido erro do piloto).

Denise Abreu que é aliada do José Dirceu.


Agora é a queridinha da mídia.


Mesmo assim, tudo o que ela tem é uma mala (cheia de charutos?) que nunca abre, contra documentos judiciais e depoimentos que desmentem tudo o que ela diz.



Qual será o factóide de amanhã?

r2s2
Veterano
# jul/08
· votar


Ronin
Qual será o factóide de amanhã?

Cara, como eu já disse aqui, eu agora acho que a mídia só faz o que o povo quer, para vender cada vez mais.

Ou seja, é só uma reverberação do que o povo quer ouvir.

Olha só que legal esse texto, muito legal:

Por weden

Ontem, sentado numa mesa junto a alguns integrantes da classe média conservadora da Tijuca ouvi por pelo menos meia dúzia de vezes a expressão "povinho de merda".

Como não tinha argumentos (e nem queria argumentar), fiquei anotando, num guardanapo de bar, como se comporta um autêntico vira- latas rodrigueano.

Pesquei 10 características típicas.

1. Use a expressão "povinho de merda", sempre quando for necessário.

2. Faça comparações com líderes (por exemplo, compare os salários do Brasil e dos EUA, e desconsidere o PIB 10 vezes maior deste último)

3. Torne exclusivo do Brasil males que também ocorrem em outros países

4. Silencie sobre nossos progressos.

5. Aponte como único aspecto favorável do nosso povo a descendência imigrante em algumas regiões do país. Desde que seja da Europa germânica, do leste, ou Japão.

6. Esqueça os problemas dos outros emergentes. Aliás, só lembre dos outros emergentes, naquilo em que estão melhores que nós.

7. Aponte o nosso 'pendor à diversão e à preguiça" (use o samba e o futebol como exemplos) e "nossa aversão ao trabalho".

8. Exagere nosso "comodismo" e fale que na Argentina "isso já tinha dado em panelaço".

9. Diga que nossa música é primitiva, batuqueira.

10. Conte a piada da conversa com Deus sobre as desgraças geológicas e climáticas em outros países. E acentue a sentença final: "Mas você vai ver o povinho que vou colocar lá". Não importa que outros já tenham ouvido esta piada. O importante não é fazer rir. Mas fazer chorar.

Ronin
Veterano
# jul/08
· votar


Uma barrigada histórica, mas que vale relembrar.

Em 27 de abril de 1983 a Revista Veja publicou que o cientista Dr. McDonalds, da universidade de Hamburgo, havia misturado os genes do boi e do tomate e criado um fruto que já vinha com gosto de carne com molho de tomate.

Apenas 2 meses depois a revista confessou que havia caído em um trote de 1º de abril da revista New Science inglesa.

O Caso Boimate!

r2s2
Veterano
# jul/08
· votar


Ronin
Uma barrigada histórica, mas que vale relembrar.

Em 27 de abril de 1983 a Revista Veja publicou que o cientista Dr. McDonalds, da universidade de Hamburgo, havia misturado os genes do boi e do tomate e criado um fruto que já vinha com gosto de carne com molho de tomate.

Apenas 2 meses depois a revista confessou que havia caído em um trote de 1º de abril da revista New Science inglesa.

O Caso Boimate!


Esse foi espetacular. Já li 20 vezes e num paro de rir nunca.

Teve também o lance da fusão a frio, teve até um cara que fez uma tese de mestrado sobre o papel da imprensa nesse episódio. Uma vergonha!

Ronin
Veterano
# jul/08
· votar


A Cara da Veja.

"Que diabo se passa com o Partido Democrata americano, que tem como favoritos uma mulher e um negro com sobrenome islâmico e nenhum homem branco paraenfrentá-los?"
- Reinaldo Azevedo

(alguns dias antes de enviar um e-mail com um pedido de desculpas para o Sr. Sabino, editor chefe da Veja, ao descobrir que esta apoia o Barack Obama).

r2s2
Veterano
# jul/08
· votar


Ronin
A Cara da Veja.

"Que diabo se passa com o Partido Democrata americano, que tem como favoritos uma mulher e um negro com sobrenome islâmico e nenhum homem branco paraenfrentá-los?"
- Reinaldo Azevedo

(alguns dias antes de enviar um e-mail com um pedido de desculpas para o Sr. Sabino, editor chefe da Veja, ao descobrir que esta apoia o Barack Obama).


Olha o que esse cara escreveu quando o Lula ganhou a reeleição:

Eu não tenho o menor interesse na opinião do povo. Quase sempre ele está errado. Aliás, a opinião de muito pouca gente me interessa. A democracia sempre foi salva pelas elites e posta em risco justamente pelo "povo", essa entidade. Vai acontecer de novo. Lula, reeleito, tende a levar o país para o buraco. E uma elite política terá de ser convocada para impedir o desastre.

O "povo", nos assuntos realmente importantes, não apita nada. É uma sorte! Aqui e no mundo inteiro. Não apitou quando se fez o Plano Real. Ou nas privatizações. Teria votado contra a venda da Telebrás ou da Embraer. Junto com Lula. Estaríamos sem telefones e sem produzir aviões. Os petralhas sabem: fico aqui queimando as pestanas, tentando achar um jeito de eliminar o povo da democracia. Ainda não consegui. Quando encontrar, darei sumiço no dito-cujo em silêncio. Ninguém nem vai perceber... Povo pra quê?


Fonte

A Veja é um lixo mesmo, sem comentários.

Ronin
Veterano
# jul/08
· votar


Diário Catarinense do dia 08 de Julho.

Na capa do jornal estampam a manchete:
"Adolescente é morto por PM durante assalto."

Claro, em época do que aconteceu no Rio de Janeiro, você logo imagina que mais um PM desastrado matou um inocente qualquer durante uma operação.

Apenas ao ler a reportagem é que você nota que o adolescente em sí é um dos assaltantes, e trocou tiros com o policial.

Não é necessariamente um erro ou barrigada... mas uma manchete manipulada para gerar um burburinho, apoiada em outros incidente que não tem ligação alguma com o reportado.

Machine Gun Man
Veterano
# jul/08
· votar


caso isabella
Não acompanho, não vejo, não discuto, não me interessa.


Resumindo: eu não quero saber!

Esse negócio pega. ^^

r2s2
Veterano
# ago/08
· votar


Mais uma "barrigada", mas essa me pareceu beeeeem suspeita para ser um simples erro:

Folha distorce estudos do Ipea e da FGV

Na Folha de São Paulo deste domingo, as colunas de Clóvis Rossi e de Elio Gaspari pareceram querer "responder" à notinha do ombudsman em sua última coluna no jornal, sobre ele ter dado manchete principal para notícia velha sobre violência em detrimento de estudos científicos do Ipea e da FGV sobre mobilidade social e distribuição de renda.

Vejam, abaixo, o que o Carlos Eduardo Lins da Silva escreveu sobre o assunto:

A Folha voltou a errar em escolha de manchete. Na quarta, deu o título principal para reportagem sobre criminalidade em São Paulo, que não revelava nada de novo: há mais assassinatos em bairros pobres e mais roubos em bairros ricos. E deixou como chamada estudos, segundo os quais a classe média virou maioria no Brasil, a porcentagem de miseráveis caiu de 35% para 25% em seis anos, e o ganho de renda dos pobres é mais sólido que antes.

Eu já tinha tratado do assunto aqui no blog naquele dia, como vocês bem se lembram.

Mas sobre as colunas que mencionei, Clóvis Rossi distorceu uma frase do economista Marcelo Neri, da FGV, de maneira que insinuou que um dos autores de estudo que deu conta de importantes mudanças sociais no país teria afirmado que a desigualdade, em vez de cair, aumentou. (Distorção da Folha)

A frase atribuída a Neri, foi a seguinte: "Fizemos um experimento no Censo e vimos que quem tem três carros (...) tem quatro vezes mais chances de omitir a resposta de renda de quem [sic] não tem carro (...) Neste sentido, a desigualdade brasileira, que já era muito alta, tende a ser mais alta ainda". (Frase do cara)

A tese de Rossi, já amplamente difundida sem que a Folha tenha permitido o contraditório numa questão dessa importância, é a de que a desigualdade é maior do que parece porque os ricos escondem o total de seus ganhos e, assim, eles são ainda mais ricos do que aparece.

Nesse contexto, vale comparar a frase atribuida por Rossi a Neri com a que o pesquisador teve publicada na Folha na quarta-feira: "A queda na desigualdade que estamos presenciando agora é espetacular, com uma intensidade comparável à do crescimento da concentração da renda na década de 1960"

Rossi despreza o fato de que se a desigualdade é maior do que parece hoje, ela também era maior há cinco ou há dez anos. Porém, ele limita o suposto fenômeno dos ganhos dos ricos no mercado financeiro a "anos", quando esse fenômeno, se é que existe, vige há décadas no país, se não há séculos.

O fundamento das ciências estatísticas decorre de comparações ao longo do tempo, ou seja, se os ricos escondem renda hoje, escondiam há dez anos. Assim, se a renda dos pobres aparece maior hoje do que ontem, a desigualdade diminuiu, obviamente.

Já no caso de Elio Gaspari, ele desqualifica o estudo do Ipea mas não faz o mesmo em relação ao da FGV, que diz praticamente a mesma coisa.

A ausência de contraditório e de debate sobre um tema dessa importância revela intenção da Folha de minimizar êxito internacionalmente reconhecido das políticas sociais deste governo e se choca com o que diz a imprensa internacional e o próprio senso comum sobre estar havendo melhora da vida dos mais pobres no Brasil.



Isso me lembra o que falaram do Boimate - caso já citado pelo camarada Ronin neste tópico, onde houve a seguinte conversa entre um jornalista (creio q da Veja) e um cientista:

Jornalista: - O q o senhor acha dessa criação do Boimate, onde são criados bois cuja carne já é temperada com molho de tomate?

Cientista: - Isso é impossível, um completo absurdo!

J: - Mas o que o senhor acharia se fosse verdade?

C: - Seria a maior invenção do século!

No corpo da reportagem dizem o seguinte: "Procurado pela equipe de reportagem, cientista afrima que o desenvolvimento do Boimate é a maior invenção do século"

Resta-nos analisar o real motivo disso. É para deixar a reportagem mais densa e, devido a isso, interessante, ou é só para distorcer mesmo os fatos e deixar-nos na 'igonorança'? Ou é ainda um terceiro motivo?

r2s2
Veterano
# ago/08
· votar


Fonte

r2s2
Veterano
# ago/08
· votar


Ou seja, a solução é aplicar a famosa Lei Mário Soares, criada pelo PHA depois de ler esse texto a seguir:

"Quem ler os jornais, cheios de faits divers e de escândalos e seguir as televisões, parece que o Brasil está à beira de um colapso. Casos de corrupção, de violência nas cadeias e nas favelas, insegurança generalizada. Ora, não é assim. O Brasil está hoje na maior, para usar uma expressão bem brasileira. A inflação é baixa e está totalmente controlada. O emprego tem subido espectacularmente. A pobreza extrema diminuiu sensivelmente. O Brasil pagou as suas dívidas externas e dispensou os auxílios do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional. O real tem uma cotação próxima do dólar. As exportações aumentaram 162 bilhões de dólares nos últimos 12 meses (o maior valor histórico). As reservas internacionais subiram a 162,9 bilhões nos últimos doze meses. Os investimentos externos no Brasil crescem há 14 trimestres consecutivos. Não quero maçar os leitores com os números. Direi tão só que a qualidade de vida dos brasileiros tem vindo a aumentar significativamente. Há um aumento de renda que permite aos mais pobres comprarem frigoríficos, máquinas de lavar, televisões, etc. A agricultura cresceu. Os programas "bolsa de família" e "luz para todos" têm sido um êxito reconhecido. E os brasileiros estão francamente otimistas, quanto ao futuro, como revelou uma sondagem muito completa divulgada, quando eu estava no Brasil. Lula aparece no auge da sua popularidade. Como dizem os brasileiros, com uma expressão característica: "o Brasil está a dar certo"! Não é só um "país emergente". Tornou-se, realmente, numa grande potência. O que representa um enorme orgulho para Portugal e um parceiro insubstituível. Longe vão os tempos em que, com Stefan Zweig, se escrevia: "Brasil, país de futuro". Hoje é uma incontornável realidade!"
Mário Soares

Ronin
Veterano
# ago/08
· votar


Ou seja, a solução é aplicar a famosa Lei Mário Soares, criada pelo PHA depois de ler esse texto a seguir:

Só para ilustrar o texto do R2S2, Mário Soares foi presidente de Portugal entre 86 e 96.

r2s2
Veterano
# ago/08
· votar


Ronin
Só para ilustrar o texto do R2S2, Mário Soares foi presidente de Portugal entre 86 e 96.

Isso, bem lembrado.

r2s2
Veterano
# ago/08 · Editado por: r2s2
· votar


C-D-E

Ronin
Veterano
# ago/08
· votar


r2s2
Falando em Mainardi, o mesmo foi condenado à indenizar, junto da Veja, o Paulo Henrique Amorin, por Danos Morais.
http://www.paulohenriqueamorim.com.br/forum/Post.aspx?id=512

r2s2
Veterano
# ago/08
· votar


Ronin
Falando em Mainardi, o mesmo foi condenado à indenizar, junto da Veja, o Paulo Henrique Amorin, por Danos Morais.
http://www.paulohenriqueamorim.com.br/forum/Post.aspx?id=512


É, eu estava lendo a decisão ainda agora. Vamos ver o que acontecerá no STJ no STF.

Grow
Veterano
# out/08
· votar


http://forum.cifraclub.com.br/forum/11/196977/p1

makumbator
Veterano
# out/08
· votar


r2s2
Ronin
Grow

Mainardi e a empresa que o abriga, (Editora Abril), devem gastar bastante com advogados. OAB deve ter até fotinho desses tipos no Hall dos que mais contribuíam para o enriquecimento advogatício...

Ronin
Veterano
# dez/08
· votar


Vixe... saiu uma boa na Folha Online hoje:

Primeiro a notícia:

*********************
A taxa de desemprego nas seis principais regiões metropolitanas do Brasil teve pequeno avanço em novembro, ficando em 7,6%, acima dos 7,5% verificados no mês anterior, informou nesta sexta-feira o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em relação a outubro do ano passado (8,2%), o índice recuou 0,6 p.p. (ponto percentual).

É o melhor resultado para um mês de novembro desde o início da série, em 2001. O resultado marca, no entanto, a primeira alta do índice desde julho deste ano, quando a taxa estava em 8,1%.

Já o rendimento médio real dos trabalhadores ocupados teve alta de 0,9% frente a outubro, ficando em R$ 1.273,60. Na comparação com igual período em 2007, foi constatada alta de 4%.

O contingente de desocupados totalizou 1,8 milhão de pessoas no total das regiões pesquisadas. Isso indica estabilidade em relação a outubro e redução de 6,1% na comparação com novembro de 2007.

A população ocupada somou 22,1 milhões de pessoas também ficou estável nas seis regiões metropolitanas pesquisadas. Na comparação com novembro de 2007, houve expansão de 2,9%.
*******************

Agora, numa aula de jornalismo marrom, ensinando como transformar uma notícia boa em uma notícia ruim, seguindo a nova escola do jornalismo do Quanto Pior Melhor, a notícia recebeu a primeira página do jornal, com esta chamada:

Taxa de desemprego sobe para 7,6% em novembro, diz IBGE

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u481372.shtml


Parece até piada. Todo o bom resultado, todos os pontos positivos, desmerecidos por 0,1% de alta que pode significar um flutuação normal do mercado.


O Estadão foi mais honesto:
Chamada:
Emprego e renda ficam estáveis em novembro - Desemprego caiu de 8,2% para 7,6% em um ano
http://www.estadao.com.br/home/index.shtm


O Globo não sabia como dar a notícia até as 10hs da manhã, já que ela não aparecia na sessão Economia nem na primeira página. Agora ela surgiu, meio tímida sob a foto de uma notícia sobre o tiroteio entre policiais e bandidos no RJ, e ainda insistindo no "Apesar da Crise".
http://oglobo.globo.com/

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Barrigadas da Mídia.