Pedais em amps transistorizados

    Autor Mensagem
    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    Membro Novato
    # 03/ago/20 15:24 · Editado por: Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth


    Eai pessoal, fica bom ligar pedais (em especial pedais de distortion) em amplificadores transistorizados?

    acabaramosnicks
    Membro Novato
    # 03/ago/20 16:39
    · votar


    claro que sim...
    por que não ficaria?

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 03/ago/20 17:08
    · votar


    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    What!?

    Lelo Mig
    Membro
    # 03/ago/20 17:13 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth

    Não há nada que desabone um amplificador transistorizado. Eles são tão bons quanto um valvulado para a maioria das finalidades.

    O preconceito com transistorizado é fácil de entender e pode ser explicado por uma só razão:

    Como permitem uma fabricação mais barata tem muito mais porcaria transistorizada do que valvulada. Ou seja, não é por haverem amplis mais baratos, mas pelo fato de haverem mais porcarias. Porque quem quer fabricar porcaria barata vai tender a fazer um transistorizado. Entendeu?

    Então, se um ampli soa bem, agradável e atende suas necessidades, não há porque, via de regra, um pedal (também agradável) não soar bem nele.

    Agora, existem situações específicas, como usar um boost para excitar o drive natural próprio valvulado (saturação), que não vai surtir efeito num transistorizado. Para "simular" drive natural de válvulas num transistorizado existem outros macetes.

    Explique melhor sua dúvida. O que você pretende espera no som?

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 03/ago/20 17:22
    · votar


    Lelo Mig
    Foi propagado um "mito" aqui e alhures de que certos pedais "não casam" com amplificador X,Y ou Z...
    Trata-se de imediatismo e falta de vontade de pesquisar o equipamento quese tem...
    Abç

    acabaramosnicks
    Membro Novato
    # 03/ago/20 17:24
    · votar


    Agora, existem situações específicas,
    situações BEM específicas

    Nego vive usando pedal pra dar boost em outro pedal... é a "mesma coisa" que dar boost em ampli SS. Surte efeito no transistorizado sim! Mas o efeito não é igual da válvula...

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 03/ago/20 17:39
    · votar


    acabaramosnicks
    A resposta sônica é diferente; o que não quer dizer que seja "ruim", ou "inferior".
    É interessante como uma vez estávamos no estúdio e um dos guitarristas da minha banda estava com o meu Bertola's MiniFuzz, se bem me lembro em um Peavey Banditt (e tava o maior sonzão!).
    Daí chegou a outra banda, de uns conhecidos nossos e o guitarrista trouxe o Marshall JTM30 (1X12) dele e ficou curioso com o pedalzinho e pediu para experimentar. O cara ficou doido! E eu também, pois soou diferente no amp dele.
    Abç

    Lelo Mig
    Membro
    # 03/ago/20 22:10 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    acabaramosnicks

    "Surte efeito no transistorizado sim! Mas o efeito não é igual da válvula..."

    Sim, foi o que eu quis dizer... é que estava exemplificando o "saturar válvulas" com o boost, o que é bastante improvável de acontecer num transistorizado...hehe.

    Ismah
    Veterano
    # 04/ago/20 06:34
    · votar


    Depende o circuito. Se o circuito de clean, for pensado como um overdrive de baixíssimo ganho, e chega a dar uma saturada pode funcionar bem próximo de um tube. Não é comum, mas existem alguns raros casos assim.
    E alguns ainda usam um compressor na saída, para imitar a compressão das válvulas.

    Quanto mais a fundo vou, mais vejo que é bem complicado falar de maneira genérica, sobre amps. Principalmente os SS, que tem muitos anos de mercado, e custo baixíssimo - o que permite pirar cada dia mais.

    Mauricio Luiz Bertola

    Uma grande parte desse mito não é infundada, mas é movida por conceitos errôneos. Lembre-se que captadores vintage, pedem uma carga muito mais alta que a massiva maioria dos amps pode entregar. Portanto, são famosos pela perda de graves. Desejada por uns, odiada por outros.
    Se desejada, a hora que colocar um buffer entre eles - tipo um pedal Boss, Ibanez ou Oliver - a mágica se esvai.
    Dá pano pra muita coisa esse assunto, mas é curioso (e preocupante, de certa forma) que cada vez mais pessoas, não buscam mais experiências de vida. Não é mais hábito testar, ou sequer se questionar e raciocinar sobre.

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 04/ago/20 18:29
    · votar


    Ismah
    Cara... Isso é coisa de pessoas que ouvem muito bem (ou acham que ouvem...).
    Eu não sou morcego e não tenho uma audição hiper braba ou ouvido absoluto (na verdade estou é ficando surdo!). E a imensa maioria das pessoas não tem e não percebe tais nuances, mormente jovens iniciantes e a galera para quem ele vai tocar.
    Você está certíssimo ao afirmar que os conceitos são errôneos (cheios de mitos diria eu...); mas... sinceramente eu tenho ao longo de décadas tocando (tá... não sou, nunca fui, nem quero ser profissional, tampouco toco como um André Neiva da vida...), já ouvi muito guitarrista falando coisas que hoje eu sei que não passam de "abobrinha" ou "placebo", e gente que se preocupa demais com o "timbre celestial dos Templos de Syrinx" e esquece da arte, do prazer de tocar...
    O importante é (para mim, IMHO), com o equipamento que você tiver, fazer o melhor som que você puder - e se divertir e deixar as pessoas felizes...
    Abç

    Schelb
    Veterano
    # 04/ago/20 20:02
    · votar


    Tem que lembrar que pra conseguir desenvolver o conhecimento necessário pra questionar esses mitos você precisa antes ter a possibilidade de se ver em situações diferentes suficientes pra embasar esse questionamento. Quem mora em cidades mais do interior (ou seja, lojas limitadas) e não tem muitos amigos músicos pra conhecer seus equipamentos fica muito a mercê do que os outros falam em fóruns e vídeos de youtube... Eu mesmo me considero nessa classe de desconhecimento .. daí é sempre bom ver os mais experimentados falarem desses assuntos ...

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 04/ago/20 21:40
    · votar


    Schelb
    Pra isso serve o fórum...
    Abç

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 05/ago/20 10:52
    · votar


    O pessoal já respondeu bem aí, mas eu queria dar uma opinião mesmo assim.

    Primeiro, óbvio: dá pra usar distorção em transistorizado sim. Pelo teu nick, você é fã de metal né? O Dime do Pantera usava transistorizado, obviamente por opção. O Metallica usou transistorizado em vários discos pra coisas específicas (notoriamente o Roland JC120). O Judas Priest já usou pedal ligado direto na mesa... não sei do Megadeth especificamente, mas no leilão que o Mustaine fez um tempo atrás acho que tinha transistorizado no meio.

    Pedal de distorção em transistorizado pode funcionar muito bem. Ou não. Assim como em valvulado. Tem amp que casa bem com pedal de distorção, outros que não, independente de ser valvulado ou transistorizado. Um pedal de distorção pesada tende a ficar um lixo num valvulado vintage de baixa potência que cruncha cedo. Por outro lado pode ficar muito bom num transistorizado com bastante headroom, ou mesmo ligado direto num power amp.

    Por exemplo: eu tenho um Vox AC4TV, valvulado. Nunca achei um pedal de distorção que casasse bem com ele. Uso muito booster e fuzz nele, fica uma beleza, mas todas as distorções que já testei ficaram ruins.

    Por outro lado, tenho também um Orange Micro Dark, que tem o pré valvulado e o power transistor. O melhor som de distorção que consigo com ele é ligando um pedal direto no power, usando portanto só a parte transistorizada. Quando eu tocava mais com banda, usava um Fender Stage 112, transistorizado... e sempre usei pedais com ele, nem levava o footswitch pro palco.

    Pela minha experiência, várias vezes que eu achei que uma certa distorção não ficava boa com um certo amp, trocar o falante fez mais diferença que trocar o amp.

    Se fosse pra falar alguma especificidade pra uso com transistorizado... diria que compressor e equalizador podem te ajudar a chegar no som que você quer. O resto é tentativa e erro.

    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    Membro Novato
    # 05/ago/20 20:43
    · votar


    Já que esse tópico aqui é sobre "válvulas vs transístor" lembrei desse vídeo do Silas Fernandes,acho interessante compartilhar esse vídeo aqui https://www.youtube.com/watch?v=V6ic_ZIp1Q8.

    Ismah
    Veterano
    # 13/ago/20 22:00
    · votar


    Mauricio Luiz Bertola
    Isso é coisa de pessoas que ouvem muito bem (ou acham que ouvem...).

    Não sei a que especificamente se refere, mas as interações entre captador (indutor) e Zin do amp, não são coisas absurdas. Provavelmente quem não escavou fundo, não saiba dizer o que é, mas percebe que é diferente. E as guerras surgem de observar a mesma coisa, por ângulos diferentes...

    O importante é (para mim, IMHO), com o equipamento que você tiver, fazer o melhor som que você puder - e se divertir e deixar as pessoas felizes...

    Mas é isso o mais relevante. Vem-se esquecendo do objetivo principal, pra ficar ********** equipamento... E aí sai muita teoria e nada de música. A regra sempre foi soar bem, e não ser CERTO... Isso vale para escalas, afinação, equipamento e etc...

    rond
    Veterano
    # 14/ago/20 16:18
    · votar


    O amplificador valvulado pra mim me ajudou a descobrir que eu tinha que timbrar meu set. Ainda brigo no meu estúdio com o meu mha2000 mais em casa tenho um valvulado pequeno de 18w que chaveado para 9w eu me entendo perfeitamente com ele. Isso me ajudou bastante a saber oq buscar na hora q vou tocar fora do estúdio, geralmente uso um Marshall vs100 q é SS e eu agora consigo timbrar melhor com meu pedais.

    kevinluis
    Veterano
    # 14/ago/20 20:15
    · votar


    Por minha experiência eu sei que não existe regra, tem pedal que fica melhor em um amplificador do que em outro, eu por exemplo antes tinha um Fender Frontman 212R, que é transistorizado, e sempre usei um Fuhrmann Hot Rod nele, quando vendi o Fender e comprei um Marshall Origin 50c, que é valvulado, não conseguia timbrar esse pedal no amplificador nem com reza brava, ai comprei um electro harmonix soul food, no Marshall casou e ficou lindo, mas quando uso esse pedal em um Black Star valvulado que tenho aqui ele não fica lá essas coisas. Então o unico jeito de saber se um pedal vai ficar bom em um amplificador é testando.

    rond
    Veterano
    # 15/ago/20 15:19
    · votar


    Exatamente eu tenho vários amps e o que eu não consigo um som descente é o peavey bandit 112 e o meu é o americano melhor falante e todo reformado impecável e não consigo um som descente dele. Já o Marshall vs 100 nego mete o pau e eu adoro, meu amigo tem um laney lv 300 nossa p som limpos é uma maravilha já distorção é um pouco difícil de timbrar. Também esse é chinês com placa smd nossa daí der pane já era!!! Por isso prefiro os antigos queimou uma peça vai lá e troca e tudo certo.

    rond
    Veterano
    # 15/ago/20 15:19
    · votar


    Exatamente eu tenho vários amps e o que eu não consigo um som descente é o peavey bandit 112 e o meu é o americano melhor falante e todo reformado impecável e não consigo um som descente dele. Já o Marshall vs 100 nego mete o pau e eu adoro, meu amigo tem um laney lv 300 nossa p som limpos é uma maravilha já distorção é um pouco difícil de timbrar. Também esse é chinês com placa smd nossa daí der pane já era!!! Por isso prefiro os antigos queimou uma peça vai lá e troca e tudo certo.

    acabaramosnicks
    Membro Novato
    # 15/ago/20 18:48
    · votar


    Mano, puta besteira que vc falou agora.
    Eu sou técnico de eletrônica, troco componentes SMD o dia todo, não tem nada a ver isso de que se der pau vai pro saco. O que é mais embaçado de consertar é amplificador com simulação digital; esses sim é "moiado" porque eles tem um processador com memória (as vezes é um microcontrolador), a memória é protegida e vc não consegue copiar pra poder trocar se der pau, e é a peça mais sensível pra dar pau. E mesmo assim, se é alguma outra peça que buga, só é viável fazer a análise com equipamentos bons na bancada e com um técnico experiente, então geralmente só vira fazer em equipamentos realmente caros.

    Mas tipo, só de ser SMD, sendo um ampli normal, tudo analógico, é tranquilo de consertar.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Pedais em amps transistorizados