Qual registro é utilizado por este cantor?

Autor Mensagem
icarosantos17
Membro Novato
# 17/mar/20 17:17



Reparem no minuto 4:35.Sempre achei que fosse voz de peito, mas tenho minhas dúvidas.

Ningen
Veterano
# 17/mar/20 17:53
· votar


Me parece voz de cabeça com drive.

Contudo quero deixar registrado que tô postando essa resposta por pura falta do que fazer. Acho essas discussões bem chatas e desnecessárias.

jprpfera
Veterano
# 17/mar/20 20:25
· votar


Esqueça isso de voz de cabeça e voz de peito, para o canto popular isso já caiu por terra.O que ele faz é um leve drive(provavelmente drive glótico) com uma voz mais soprosa no momento que usa drive.Não ouvi muito pois não é o que costumo ouvir, mas foi o que pude perceber ouvindo algumas partes.

Gansinho
Veterano
# 17/mar/20 22:18
· votar


jprpfera
O que ele faz é um leve drive(provavelmente drive glótico) com uma voz mais soprosa no momento que usa drive

Isso não tem nada a ver com registro.

Tipo 8
Membro Novato
# 18/mar/20 10:31
· votar


Esqueça isso de voz de cabeça e voz de peito, para o canto popular isso já caiu por terra.

Agora registro caiu por terra por causa de estilo musical...

Vivemos mesmo no mundo do relativismo.

Tipo 8
Membro Novato
# 18/mar/20 10:35
· votar


Tipo 8

Pela leveza me parece voz mista mesmo. Mas..qual a relevância??

icarosantos17
Membro Novato
# 18/mar/20 10:41
· votar


Me parece voz de cabeça com drive.

Sim, também acho que seja voz de cabeça, dá para perceber que a voz fica mais leve e menos encorpada.
Quero aprender isto para ver se pego esse B um dia haha!

icarosantos17
Membro Novato
# 18/mar/20 10:42
· votar


Pela leveza me parece voz mista mesmo.
A voz mista não seria mais encorpada?

Tipo 8
Membro Novato
# 18/mar/20 10:45 · Editado por: Tipo 8
· votar


A voz mista não seria mais encorpada?

Não. Justamente o contrário. A mista é mais leve que a plena (registro de cabeça).
Espia lá no meu vídeo sobre o assunto. Demonstro inclusive o agudo feito das duas maneiras.

(esse é o problema de video-aula. Ao vivo vc percebe claramente a diferença, já por vídeo é bem mais dificil)

icarosantos17
Membro Novato
# 18/mar/20 10:48
· votar


Espia lá no meu vídeo sobre o assunto. Demonstro inclusive o agudo feito das duas maneiras.

Vou passar lá, com certeza!

icarosantos17
Membro Novato
# 18/mar/20 11:01
· votar



Esse é um outro exemplo onde dá para ver em 5:00 a passagem, no começo da sustentação da nota parece-me que ele estava em voz de peito depois ele passar para o outro registro.

jprpfera
Veterano
# 18/mar/20 11:47
· votar


Tipo 8
Sabia que você ia aparecer kkk
Bom, eu sigo os métodos do professor Ariel Coelho(professor que realmente entende), e esses termos do passado já não são usados mais por muita gente, pois só atrapalha o estudo.Não importa a nomeclatura, pode continuar usando "voz mista" kkk mas pra quem ta aprendendo só dificulta, pois o aluno procura a sensação.
Quem quer aprender a cantar música popular é melhor não seguir a linha clássica que é engessada demais...são dois mundos diferentes, seja no apoio ou nas ressonâncias, é muito diferente.
Me desculpe, mas a técnica vocal já mudou muito com os métodos científicos.

Gansinho
Veterano
# 18/mar/20 12:21 · Editado por: Gansinho
· votar


jprpfera
Eu já ouvi professores no Youtube dizendo que também não se vinculam muito às nomenclaturas, e sim à sensação que o aluno sente. Usam mais a nomenclatura de "cord closure", que seria de tentar mais as pregas vocais sempre justas pra manter a consistência do som produzido.

Tem também o fato de que professores de canto popular americano (e de outros países também) usam nomenclaturas diferentes da clássica. O que eles chamam de voz de cabeça (head voice) é basicamente o falsete. Tudo pra eles que tem ressonância de cabeça mas ainda tem "cord closure" é voz mista (mixed voice). Porque eles interpretam com uma mistura entre a voz de peito e a voz de cabeça (que é basicamente o falsete pra eles).

Então esse negócio de nomenclatura é foda, mas não acho que importa tanto. O negócio é ter um bom professor que te ensine a produzir o som de maneira correta e com o menor esforço possível.

Tipo 8
Membro Novato
# 18/mar/20 12:43 · Editado por: Tipo 8
· votar


jprpfera

professor que realmente entende

Hum, quer dizer que os outros não "entendem".

Você sabe quantas vezes já ouvi a mesma conversa? Desde os anos 90 venho escutando a mesma história. AGORA nós temos a melhor técnica. AGORA nós temos o conhecimento. AGORA a técnica tradicional está ultrapassada. AGORA o professor tal é o novo guru da técnica.

Então meu amigo, essa história pra mim já é mais velha do que você.

- A linha clássica é engessada demais, rs.
- O apoio agora é outro e a ressonância também, rs,rs.

Ouvi essas mesmas frases em 1991.

Se trata de produção de som meu amigo. Pouco importa se vc agora quer mudar a nomenclatura ou acha que descobriu a roda. Tudo em técnica já foi descoberto pelo método de tentativa e erro. São séculos de aperfeiçoamento. O que interessa é o resultado final.

Perdi a conta já de ver gente que sabe nome de músculo decorado (já fiz aula de anatomia e vi cadáver o que chega) mas não sabe "tirar" a voz do aluno porque fica preso justamente a isso. Já professora de renome com mestrado se borrar de medo de estragar a voz de aluna. Já perdi a conta de ver gente com um belo discurso, formando cantores medíocres ou "ensaboados" como dizem os italianos.

Pois o aluno procura a sensação vc diz.
E não é exatamente isso que se tem ao cantar? TUDO gira em torno da sensação. TUDO gira em torno da percepção do próprio corpo e o que vc usa para chegar ao resultado final. E isso não está de modo algum subordinado a nome de músculo ou "exercício do espaguete".

Sinto muito, mas não cola.

jprpfera
Veterano
# 18/mar/20 14:26 · Editado por: jprpfera
· votar


Tipo 8
Claro que o aluno busca a sensação(e está certo), mas esses termos voz de cabeça, voz de peito e mista só complica mais o estudo, pelo menos na música popular.
Eu não vou tentar fazer vc mudar de ideia, porque sei que nunca conseguiria(nem quero), mas só sei que estou tendo aula com um dos que já fizeram aula com Ariel, e hj o meu professor dá aula pra Chitãozinho, Chororo, Sandy, Junior, Rafael Bittencourt, já deu aula pro Glen Hughes, Andre Matos....mas vai ver é vc que entende.
Não quero confusão só quero abrir o olho da galera aí que quer aprender, procure alguém que saiba técnica vocal e que esteja atualizado, estou aprendendo muito...

Tipo 8
Membro Novato
# 18/mar/20 19:28 · Editado por: Tipo 8
· votar


mas esses termos voz de cabeça, voz de peito e mista só complica mais o estudo, pelo menos na música popular.

Ah, agora vc quer mudar os registros então. Deixaram de existir porque vc acha que isso complica o estudo. Complica em que? Os registros estão ali meu amigo, imutáveis. Agora um trabalho com alunos de canto é inferior por conta dos termos que se usa? Que besteira. Mais do mesmo. Já vi esse filme com o Voicecraft e depois com o Speech Level que se mostraram apenas métodos para ganhar dinheiro, mais nada. Se ouvir de alguém que AGORA surgiu o melhor método de todos, AGORA tem um professor ultra-mega-blaster sabe-tudo da nova técnica, pode juntar as coisas e partir.

e hj o meu professor dá aula pra Chitãozinho, Chororo, Sandy, Junior, Rafael Bittencourt, já deu aula pro Glen Hughes, Andre Matos....mas vai ver é vc que entende.

E daí que deu aula para essas pessoas? Sabe o que isso quer dizer? Que apenas deu aula para essas pessoas, mais nada.


E sim GUITARRISTA, eu entendo muito de técnica. Muito mais do que vc pode imaginar aliás. Uso tudo o que sei da técnica tradicional para fazer cantores de vários estilos diferentes terem uma emissão melhor, apoio melhor, alcançarem mais agudos com o menor esforço possível. Dentre muitas outras coisas do que é cantar. Agora vem você querer fazer comparações? Vc não sabe nada das minhas aulas para opinar uma vírgula. Você é guitarrista mas claro, vai ver que quem entende é você.

Você não está abrindo o olho de ninguém. Quem precisa abrir o olho é você porque está bem é doutrinado. Gosta da sua aula faaaaça até cansar, mas não venha tentar dar uma de que sabe o suficiente para questionar o trabalho de quem vc nem conhece. Você não sabe.

Tipo 8
Membro Novato
# 18/mar/20 22:07 · Editado por: Tipo 8
· votar


Quem quer aprender a cantar música popular é melhor não seguir a linha clássica que é engessada demais...são dois mundos diferentes, seja no apoio ou nas ressonâncias, é muito diferente.

Olhem só esse tipo de narrativa. Dizer que tem um conhecimento superior do que a linha clássica e fazer uma afirmação desse tipo?
- Primeira bobagem é dizer que a linha clássica é engessada. Baseado em que? Quantos meses/anos estudou clássico para saber o quanto é engessado ou não? Não estudou, portanto não sabe.
- Diferente no apoio?? Em que sentido? Porque tem apoio que é super eficiente e apoio que é meia boca. O quanto sabe de todos os tipos de apoio que se pode fazer? Qual o apoio usado no canto clássico? Não sabe.
- Ressonância diferente? Essa eu queria ver. Tudo depende exclusivamente da colocação da voz. Coloque a voz no nariz e terá um som anasalado sempre. Coloque a voz atrás e terá uma emissão sem brilho e sem volume. Exagere na abertura vertical e terá uma voz entubada. Exagere na abertura horizontal e terá uma voz clara demais, sem peso e estridente. Ora, qualquer professor de canto erudito que tenha uma capacidade de observação média, sabe exatamente o que a pessoa está fazendo para atingir determinada sonoridade.

Os seres humanos não mudaram. A voz vai ser produzida da mesma maneira que era há anos atrás. Muda a estética, muda o estilo, mas a produção de som é a mesma.

Querer criticar a linha clássica sem saber NADA dela? Apenas por ouvir falar?
Antes de ser um repetidor de frases dos outros seria melhor saber exatamente o que é a coisa em questão e praticamente 100% das pessoas não faz nem ideia do que seja uma aula de canto lírico decente, quanto mais ter condições de tecer críticas sobre.

Se estivesse realmente aprendendo tanto como alegou, nunca teria feito as afirmações acima.

shoyoninja
Veterano
# 19/mar/20 10:41 · Editado por: shoyoninja
· votar


jprpfera

Me desculpe, mas a técnica vocal já mudou muito com os métodos científicos.

Em que trabalho científico isso:

"O que ele faz é um leve drive(provavelmente drive glótico) com uma voz mais soprosa no momento que usa drive"

está baseado, e, você poderia demonstrar como isso funciona usando a sua voz?

Estou curioso... bastante cético, mas curioso.

Eu acompanho de perto o que é produzido em pesquisas tanto a respeito de canto lírico, como canto popular e os métodos modernos que tentam se guiar por pesquisas (EVT e CVT), e não me parece uma resposta consistente com qualquer um desses!

icarosantos17
Membro Novato
# 19/mar/20 14:42
· votar


Gente! Tá difícil este fórum, abre-se um tópico e em um instante forma-se uma confusão.

Lelo Mig
Membro
# 19/mar/20 15:04 · Editado por: Lelo Mig
· votar


icarosantos17

"Gente! Tá difícil este fórum..."

Ia ficar fora dessa, mas vou dar um pitaco.

Você fez uma pergunta, que deveria gerar uma resposta: É voz de peito, é voz de cabeça, é voz mista, é voz de suvaco...

E aí, alguém poderia dizer: Acho que você está errado, prá mim é voz X por causa disso, daquilo, daquilo outro.

A isso, dá-se o direito inclusive, de alguns darem opinião errada e serem corrigidos.

Mas, aparece alguém e diz: Registro de voz não existe mais, que foi abolido, foi cancelado pela turma da lacração, que morreu de corona vírus...

... aí é foda! O tópico desanda mesmo.

Ningen
Veterano
# 19/mar/20 22:44
· votar


Tipo 8

A voz mista então seria uma mistura da voz de cabeça com o falsete?

Gansinho
Veterano
# 19/mar/20 22:54
· votar


Ningen
Não foi pra mim a pergunta, mas é, seria isso... No canto popular os professores estrangeiros costumam chamar isso de "high mix", eu acho.

Tipo 8
Membro Novato
# 20/mar/20 14:20 · Editado por: Tipo 8
· votar


Ningen

É exatamente isso que chamamos de voz mista. Cabeça + falsete. Podem criar 300 nomenclaturas diferentes em inglês e dizer que é coisa nova mas quem segue a escola italiana de canto vai chamar assim.




Gansinho
Veterano
# 20/mar/20 14:24
· votar


Tipo 8

Quando o Andre Matos dizia que ele não usava puramente falsete, mas sim um falsete "coberto com bastante pressão sonora", era basicamente isso aí, né?

Tipo 8
Membro Novato
# 20/mar/20 14:26
· votar


Gansinho

Creio que ele se referia a isso sim que é na verdade o que todo cantor de metal usa. Nem soa bem se os agudos não forem feitos na mista. Sai fora de estilo.

demian e eduardo
Membro Novato
# 22/mar/20 11:22
· votar


Tipo 8

onde encontro seu video?

Ningen
Veterano
# 22/mar/20 16:33
· votar


demian e eduardo



demian e eduardo
Membro Novato
# 23/mar/20 11:20
· votar


Ningen
obrigado

andre735
Veterano
# 24/mar/20 10:46
· votar


Tipo 8
Obrigado pela mensagem, estou com esse problema de voz muito entubada agora já sei o motivo

andre735
Veterano
# 24/mar/20 11:04
· votar


Estranho como num tópico sobre registro vem alguém falar que não existe mais registro ... Querem reinventar a roda mesmo, viva a lacração kkkk

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Qual registro é utilizado por este cantor?