Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Por que dizemos acorde com nona e não acorde com segunda?

      Autor Mensagem
      Synth-Men
      Veterano
      # 28/nov/17 22:09
      · votar


      Genteeeeeemmmmmmmmmmm! Não brigueeeeeeeeemmmm! Discutam!

      É necessário que se cheque a um ponto comum sobre a leitura tanto no popular quanto no erudito. Tem que bater o olho nos dois e saber passar um para o outro e outro para o um. Desmistificar.

      Tem gente aqui aprendendo, inclusive eu.

      A musica tem disto. Um musico erudito compõe e lasca na partitura um A(2sus) e vem o musico popular na sua escola de musica de cursos The Flash-Concorde-Train Bala e carimba na partitura C9, o que mudará na sonoridade? Isso é o mais preocupante. Não quem, mas o quê está certo ou errado.

      Precisamos meter o dedão no instrumento e contar estes intervalos, juntar as referidas notas e verificar o resultado ludicamente. Ouvir!


      Jabijirous, Ken Himura, a galera toda.

      O resumo de tudo que foi falado, de acordo com o tema do tópico é isto abaixo? Se não me corrijam por favor.


      Caso I - acordes X9: Exclui-se a terça do acorde
      Exemplos: C7(9) = C D G Bb / C6(9) = C D G A

      Obsº: Presenciei alguns teórico que veem a necessidade de incluir a sétima menor, nos casos de acordes X9, outros não. Há mudanças, sonoras mas não "tão" "drásticas ou dramáticas no contexto musical. O peculiar desta inclusão é que diferencia do acorde tipo T(1) + 2 + 5 e faz algum sentido.

      Obs¹: O caso da observação acima, também explica algumas cifras populares onde o acorde X9, também inclui o grau escalar sétimo menor, mesmo sem ele aparecer na cifra.
      Exemplo: C9 = C D G Bb

      Obs²: Porém no caso de tensões duplas, a sétima menor é excluída, a não ser que esteja destacada:
      Exemplos: C6(9) = C D G A / C(4sus)7/9 = C D F G Bb / C(4sus)6/9 = C D F G A

      Obs³: Também presenciei teóricos que dizem que a cifra Cm9 é redundante ou não utilizável, pois se no acorde do tipo X9 exclui as terças, o acorde pode ser utilizado nas harmonias e melodias de tonalidades maior ou menor.
      Exemplos: (C D G / C D G Bb).



      Caso II - acordes X9add: Adiciona-se a 9 nota no final da tríade ou tétrade sem excluir as terças.
      Exemplos: C(9add) = C E G D / C7(9add) = C E G Bb D / C6(9add) = C E G A D



      Caso III - acordes X2sus e X4sus: Suspende-se o uso da terça, pois ela será substituída pela segunda ou pela quarta.
      Exemplos: C(2sus) = C D G / C(4sus) = C F G / C4sus(7) = C F G Bb



      Caso IV - acorde X2add e X4add: Adiciona-se a 2ª e a 4ª sem excluir(suspender) o uso a terceira.
      Exemplos: C(2add) = C D E G / C(4add) = C E F G

      Jabijirous
      Veterano
      # 29/nov/17 02:03
      · votar


      Synth-Men
      Caso I - acordes X9: Exclui-se a terça do acorde
      Exemplos: C7(9) = C D G Bb / C6(9) = C D G A


      Não, não exclui a terça, cara. Muito pelo contrário, a terça fica.

      Caso II - acordes X9add: Adiciona-se a 9 nota no final da tríade ou tétrade sem excluir as terças.
      Exemplos: C(9add) = C E G D / C7(9add) = C E G Bb D / C6(9add) = C E G A D


      Sim e não! Sim para o add9 C E G D e não para C7(add9). Aí você pode cifrar C7(9) ou C9.

      O Add é só para adicionar uma nota em uma tríade, tétrade não, como é o caso do C6(9). Eu eu tenho Dm(add9) D F A E ou Dadd4 D F# G A.



      Caso III - acordes X2sus e X4sus: Suspende-se o uso da terça, pois ela será substituída pela segunda ou pela quarta.
      Exemplos: C(2sus) = C D G / C(4sus) = C F G / C4sus(7) = C F G Bb


      Sim!!


      Caso IV - acorde X2add e X4add: Adiciona-se a 2ª e a 4ª sem excluir(suspender) o uso a terceira.
      Exemplos: C(2add) = C D E G / C(4add) = C E F G


      add é de adicionar, então você adiciona qualquer nota na tríade Cadd#4 = C E F# G.

      Enfim...

      Algumas cifras que contém o 2 o violão/guitarra não consegue tocar, mas o teclado/piano sim! Por isso alguns acordes tipo sus2 e add2 parecem não existir no mundo das cordas, pois fazer o 9 é mais fácil e, no final, o resultado é o mesmo.

      Synth-Men
      Veterano
      # 29/nov/17 21:29
      · votar


      Jabijirous

      Obrigado meu caro!

      Jeff guitarra
      Veterano
      # 30/nov/17 19:15 · Editado por: Jeff guitarra
      · votar


      Jabijirous


      Obrigado por darem continuidade ao meu tópico. Irei ler todas as postagens e colocarei meu feedback assim que possível.

      Obrigado desde já a todos que estão contribuindo. Fica claro que esse ainda é assunto "polêmico" :)

      Jabijirous
      Veterano
      # 30/nov/17 20:42
      · votar


      Jeff guitarra

      Sempre foi!! Leia os dois artigos que eu postei, lá tem bastante informação sobre o assunto!

      Jabijirous
      Veterano
      # 30/nov/17 20:42 · Editado por: Jabijirous
      · votar


      duplo

      Gutovysk
      Veterano
      # 04/dez/17 20:07
      · votar


      O problema do estudo da harmonia, para quase todos, é que muitos não separam as camadas:
      - harmônicos
      - montagem de acorde e expansão x escala utilizada
      - função
      - notação

      É por isso que há muita confusão.

      Por exemplo, uma coisa é a função, outra é a notação dela que pode variar de região para região, do estilo de música, do que se pretende, etc...

      entamoeba
      Membro Novato
      # 04/dez/17 20:41
      · votar


      Como distingo uma 2ª de uma 9ª uma oitava abaixo?

      JJJ
      Veterano
      # 04/dez/17 20:53
      · votar


      Putz, deu pano pra manga, hein? rs

      Vai uma sugestão pra quem está com uma dúvida rápida (teorias à parte):

      Tem o "desenho" do acorde (6 cordas) e quer descobrir o nome?

      https://www.cifraclub.com.br/dicionario.acordes
      ou
      https://jguitar.com/chordname

      Tem o nome do acorde e quer descobrir o shape?

      https://www.cifraclub.com.br/dicionario.acordes (na caixinha em cima)
      ou
      https://jguitar.com/

      Synth-Men
      Veterano
      # 04/dez/17 22:29 · Editado por: Synth-Men
      · votar


      Gustovysk

      # há 2 horas
      citar · votar · denunciar

      O problema do estudo da harmonia, para quase todos, é que muitos não separam as camadas:
      - harmônicos
      - montagem de acorde e expansão x escala utilizada
      - função
      - notação

      É por isso que há muita confusão.

      Por exemplo, uma coisa é a função, outra é a notação dela que pode variar de região para região, do estilo de música, do que se pretende, etc...



      Meu caro boa noite!

      Ocorre o que falastes parte sim, parte não. Parte sim quando o estudante é autodidata.

      Parte não, quando este estuda em algum conservatório, ou segue algum método criado por alguém habilitado pedagogicamente.

      A causa que citas dar-se mais por questão destes diversos métodos criados pela modernidade e pelas novas maneiras de ensinar, do que as decisões e etapas puladas ou omitidas pelo autodidata.

      Por exemplo o caso do acorde X9 que citei lá em cima, do qual foi perguntado se nos acordes deste tipo, exclui-se a terça, a questão foi retirada de um método de ensino.

      Não estou criticando os métodos existentes, mas vejo ou tenho a impressão que muito de nossas dúvidas estão relacionados com as informações que recebemos dos muitos métodos utilizados por quem está ensinando.

      Mas no geral e raiz, o estudo da música é um somente. Mas desta raiz saem varios radicais (métodos de ensinos, avanços pulo ou omissão de etapas, pouco aprofundamento em determinadas lacunas.

      Ken Himura
      Veterano
      # 04/dez/17 23:37
      · votar


      entamoeba
      Como distingo uma 2ª de uma 9ª uma oitava abaixo?
      Se tá na oitava abaixo, não é segunda, né. Mas na prática, não faz diferença pra harmonia. Faz mais pra melodia.

      Andras
      Veterano
      # 05/dez/17 09:44 · Editado por: Andras
      · votar


      Ken Himura

      Se tá na oitava abaixo, não é segunda, né. Mas na prática, não faz diferença pra harmonia. Faz mais pra melodia.

      Acho que a dúvida dele é com visualizar que uma certa nota naquela posição especifica no braço está na primeira, segunda, terceira oitavas, e etc.

      -

      Não posso dar minha resposta porque vou ser colocado na fogueira das bruxas :-)

      TendTudo
      Membro Novato
      # 05/dez/17 09:57
      · votar


      vou dizer que se está em oitavas diferentes com acordes com o mesmo som, ou com acordes dissonantes com outras notas pode se dizer que a tonica vai ser sempre a segunda

      Buja
      Veterano
      # 05/dez/17 10:19 · Editado por: Buja
      · votar


      ..!!..
      Õ.ô

      ChRyStIaN.1234
      Membro Novato
      # 08/dez/17 09:39 · Editado por: ChRyStIaN.1234
      · votar


      É bem simples...
      A nona é a oitava do segundo grau.
      Quando vc vai tocar, vc n toca o segundo mas o nono grau

      Ken Himura
      Veterano
      # domingo às 00:17
      · votar


      ChRyStIaN.1234
      E se você tocar a 2a?

      É como dissemos desde o início do tópico, não faz diferença pra harmonia. Só pra melodia.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Por que dizemos acorde com nona e não acorde com segunda?

      303.879 tópicos 7.863.284 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital