Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

Curso de teclado para iniciante

Autor Mensagem
ViniciusAugustoShowMusic
Veterano
# jan/05 · Editado por: Moderador


Eita povo curioso!!!! Pensaram q era o q? Q eu ia xingar todo mundo?
Fala serio!!!!! Tow aqui pra ajudar os iniciantes!!!!
Boa Sorte a todos!!!!!

CURSO DE TECLADO PARA INICIANTE

Capítulo 1: Conhecendo o Teclado
Tenho percebido que muitos iniciantes encontram como principal dificuldade logo de imediato a escolha do equipamento correto, dado à imensidade de marcas e modelos existentes no mercado. Assim vamos começar por explicar um pouco as diferenças de equipamentos para que você possa chegar a conclusão de qual deve ser o de sua escolha.

Primeiramente:

Teclado não é igual a Piano e nem Órgão. Já perdi a conta de quantas vezes na minha vida eu ouvi a exclamação: Que legal, você toca Órgão! Isso se da porque as pessoas em geral acham que o Piano, o Teclado e o Órgão são a mesma coisa, o que não é.

Embora venham da família das teclas, o Piano é um instrumento de Cordas, o Órgão de Sopro e o Teclado é um instrumento Digital. Isso faz com que a forma que eles sejam tocados seja completamente diferente, embora no Teclado existam sons de Piano, Órgão e uma infinidade de outros instrumentos.
Nos Teclados nós temos basicamente três variações. Os Infantis, os Amadores e os Profissionais, e dentro desses, dois Tipos, os Arranjadores e os Sintetizadores.

Supondo que você embora seja um iniciante, não é mais criança, o ideal então para você será um Teclado Amador do Tipo Arranjador. Nessa faixa as duas líderes no Mercado são a Yamaha com sua linha PSR, e a Casio com sua linha CTK, variando os modelos de R$ 250 à R$ 1800.

Cabe a você experimentar e chegar a conclusão de qual aquele que você gosta mais e que se encaixa no seu orçamento. Apenas seria importante que o equipamento escolhido tivesse 61 teclas e se você gosta de informática e pretende num futuro acoplar seu teclado ao computador, que esse fosse GM (General Midi) - embora você talvez não saiba o que é isso, confie em mim, você ainda vai usa-lo - que nós estaremos abordando mais sobre esse assunto posteriormente.

Esses teclados possuem Ritmos ou Styles, e também Timbres ou Songs. Nos Styles você encontrara alguns Ritmos como Baladas, Jazz, Samba, Salsa, Valsa e etc. Em média esses equipamentos possuem cerca de 100 Styles. Nos Songs você encontrara Timbres como Piano, Guitarra, Baixo, Violino, Bateria entre outros.

Em média esses equipamentos possuem 128 Songs. Mas vamos agora entender como as 7 notas musicais Do, Re, Mi, Fa, Sol, La, Si se encontram dispostas no teclado olhando a figura abaixo



Vimos acima como as 7 notas musicais estão dispostas no teclado, a seqüência Do, Re, Mi, Fa, Sol, La, Si é repetida 5 vezes. Cada intervalo de Do a Si é chamado de Oitava, portanto um Teclado de 61 teclas possui 5 Oitavas, que começam com sons Graves e terminam com sons Agudos.

Nos teclados arranjadores as 2 primeiras oitavas são destinadas para uso dos Styles, e as demais 3 oitavas são destinadas para o uso dos Songs, isso se o equipamento estiver operando no modo Single ou Fingered (Consulte o manual do seu teclado para maiores informações ou entre em contato conosco). Existem duas maneiras de identificarmos as teclas. Uma é tomando como base as teclas Pretas, ou acidentes. Ao olharmos as teclas pretas iremos identificar que elas possuem um intervalo de 2 e 3 teclas.

Assim, o Do será sempre a tecla branca que vem antes do Intervalo de 2 Pretas, o Re vai ser a tecla branca localizada entre o intervalo de 2 pretas e o Mi a tecla branca localizada após o intervalo de 2 prestas. Pronto, já identificamos 3 notas Do, Re e Mi. Agora vamos as demais.

O Fá será a tecla branca localizada antes do intervalo de 3 teclas pretas, o Sol e Lá estarão entre o intervalo de 3 teclas pretas, em sua ordem respectiva e o Si estará após o intervalo de 3 teclas pretas. Assim aprendemos a localizar todas as notas, mas existe outra maneira ainda, pelo formato das teclas, atentem à figura abaixo.

O Re, Sol e Lá possuem formas diferenciadas. Já o Do e o Fá, possuem formas iguais, semelhantes a um L. E o Mi e Si, também, mas como se fosse um L invertido.

Agora que já sabemos identificar as teclas vamos numerar os dedos de nossa mão para fazermos um exercício.

Tanto na mão esquerda quanto na direita os dedos terão atribuídas a seguinte numeração:

Polegar = 1
Indicador = 2
Médio = 3
Anelar = 4
Mínimo = 5

Vamos executar agora um exercício.

Coloque seu dedo Mínimo (5) da mão esquerda no primeiro Dó do teclado. Vá com sua mão direita até o 3 º Dó do teclado, que será chamado Dó Central e coloque sobre esta tecla o Polegar (1) da mão direita, conforme a figura identificada abaixo:



Agora execute o exercício conforme exemplificado na figura abaixo ,usando o dedo determinado para a tecla especificada, conforme a figura abaixo.



Procure fazer primeiro a mão esquerda, depois a mão direita, e por fim juntar as duas. Também não tenha pressa, nesse caso o velho ditado “A Pressa é inimiga da Perfeição” se mostra bem veraz. Faça lentamente e conforme for ganhando firmeza nos dedos vá aumento a velocidade do exercício gradativamente.

Ao fazer o exercício mantenha os dedos levemente dobrados, sobre as teclas e o pulso erguido. É importante também executa-lo diariamente. Ah, e para sentir melhor o exercício sugiro que o faça com o teclado operando no modo Normal e usando o Song Piano, que normalmente é o 00 ou 01.

Ficamos assim então. No próximo capítulo estarei ensinando como identificar as notas numa partitura, e estaremos colocando a música Nona Sinfonia para você tocar em casa, assim não deixe de nos visitar para pegar essas novidades e outras que este portal disponibiliza, e até lá, mãos a obra com os exercícios propostos.
Capítulo 2: Ritmo, Melodia, Harmonia e Andamento
Os Alicerces da Música
Bom, antes de iniciar o capitulo 2 do nosso Curso Básico, gostaria de agradecer as visitas ao Site e aos Emails enviados. Continuem nos visitando e enviando Emails, afinal de contas, o que é uma artista sem seu publico...oh!!

Mas, brincadeiras à parte, espero que todos os interessados estejam se beneficiando ao má-ximo das informações que estou disponibilizando.
Gostaria apenas de ressaltar o que o meu amigo Rogério (bateria) sempre diz.
Empenho, Dedicação, Estudo...Estas são palavras fundamentais para que vocês possam atingir seus objetivos.

Ah, e outra coisa, todos os iniciantes tendem a ter um certo "gás" inicial, querem fazer logo os exercícios e musicas propostas, e isso apresenta um perigo muito grande, pois se pode aprender errado, e depois de se aprender errado fica muito difícil corrigir os defeitos. Por-tanto, Paciência! Tocar bem não é tocar Rápido e sim tocar Certo, agilidade se ganha com o tempo.

Tente imaginar uma bela casa, com lindos móveis e limpa. É uma sensação muito agradável entrar em um ambiente assim. No entanto pra que essa casa tenha chegado a ficar assim foi necessário um fator principal, os alicerces, as colunas de sustentação.

Uma boa música também é assim. É muito agradável ouvir uma bela canção, mas pra que tal canção venha a se tornar bela é necessário que ela tenha suas colunas de sustentação bem estruturadas, o Ritmo, Melodia, Harmonia e o Andamento. Vamos então definir esses alicer-ces.

Ritmo: É uma seqüência de sons em intervalos regulares.
Não devemos confundir Ritmo com Estilo. O Estilo é uma variação temática do Ritmo. O que determina um Estilo não é tanto o Ritmo, mas a Harmonia que ainda iremos abordar. Pode-mos definir como alguns Estilos principais o Rock, O Samba, a Valsa, o Jazz e etc. Mas vol-tando a falar em Ritmo, podemos dividir o Ritmo em Tempos, só pra citar os mais usados são 2, 3, 4, 6 e 8.

Melodia: É uma seqüência de sons em intervalos irregulares.
A Melodia caminha por entre o Ritmo. A Melodia normalmente é a parte mais destacada da Música, é a parte que fica a cargo do Cantor, ou de um instrumento como Sax ou de um solo de Guitarra e etc. Sempre que ouvir um Solo - notas tocadas individualmente - você estará ouvindo uma Melodia.

Harmonia: É a junção de partes como um todo.
A junção do Ritmo, com a Melodia, e a de outros elementos formam a harmonia. É por meio da harmonia que podemos ter estilos musicais distintos. Embora o Ritmo não varie muito, os elementos melódicos e complementares são fundamentais para se criar Estilos distintos e harmoniosos.

Andamento: É a variação na velocidade da Harmonia, ou do resultado final das junções dos elementos Ritmo, Melodia e Complementares.
Algumas canções são bem lentas, como a canção If You Do No Me By Now, do conjunto Simple Red, com cerca de 80 batimentos por minuto, e outras são bem rápidas, como a co-nhecida Brasileirinho com 150 batimentos por minuto.

Bem, agora que já conhecemos os elementos fundamentais para a criação de uma Música, vamos analisar como esses elementos podem ser transcritos de uma forma que pode haver uma comunicação correta entre Compositor ou Autor da Música e Intérprete.
Para isso vamos começar a estudar a forma de Transcrição Musical Universal Por Meio de Notas.
Capítulo 3: O Sistema de Notação Universal
Já vimos todas as propriedades da Música e do Som, agora chegou a hora de aprendermos a colocar a Música por escrito afim de que possamos transmitir nossas criações e também executar peças dos artistas de nossa preferência.
Primeiramente vamos nos lembrar dos nomes da Sete notas musicais. São elas, Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá e Si.

Agora vamos analisar a pauta musical, o conjunto de linhas que é usado para se transcrever as notas musicais. Veja a pauta musical padrão abaixo.


Como vimos a Pauta ou Pentagrama é um conjunto de 5 linhas e 4 espaços agrupadas, po-dendo vir a ter linhas suplementares adicionadas. Embora na representação acima hajam apenas 5 linhas suplementares inferiores e superiores, esse número pode ser maior, visto a Pauta ou Pentagrama não ter inicio nem fim.

Também serão encontradas divisões na Pauta. Estes são chamados Compassos.
Vamos analisar agora como as Sete notas musicais estão dispostas na Pauta ou Pentagra-ma. Atente como no inicio da Pauta ou Pentagrama existe um símbolo, é a Clave de Sol, existem outras Claves, são elas que d

ViniciusAugustoShowMusic
Veterano
# jan/05
· votar


As figuras, infelizmente não consegui postar no topico pq não dá!!!!
Se alguem quiser a apostila com as figuras, me peçam pelo msn: viniciusaugustomusic@hotmail.com

Boa Sorte a todos!!!!

ViniciusAugustoShowMusic
Veterano
# jan/05
· votar


Uso de Ritmos Automáticos

Os ritmos automáticos são um acompanhamento que funciona como base para a melodia. Eles são dotados de bateria, baixo e, no mínimo, mais dois instrumentos para base rítmica (como guitarra) e harmônica (como strings).
As linhas de ritmo dos instrumentos são sempre as mesmas. Porém, as notas que executam são determinadas pelo músico, através dos acordes usados na mão esquerda. Por exemplo, quando o tecladista fizer o acorde Dm9, todos os instrumentos do acompanhamento usarão as notas desse acorde e a nota principal do baixo será D.
Quando uma música deve ser tocada com ritmo automático, ela é representada por uma partitura em clave de Sol para a mão direita e uma cifra para os acordes da mão esquerda. Os acordes são colocados exatamente em cima da melodia respectiva.
No modo Fingered, o mais comum, as inversões são automaticamente determinadas pelo teclado. Por exemplo, mesmo que o tecladista só use acordes na 2a inversão, o teclado vai mudar as inversões de acordo com o que está determinado em sua programação. Logo, é interessante usar as inversões mais próximas para facilitar as mudanças de acorde.

Variações

Os ritmos automáticos possuem variações nas linhas dos instrumentos que podem ser acionadas com um botão do teclado. Geralmente, existem 2 ou até 4 variações por ritmo, que são eficientes para ser usadas em refrões ou para reproduzir o “crescimento” da música.
Existem passagens pré-programadas em cada ritmo que correspondem às viradas (no mínimo 2) chamadas Fill in, à introdução e ao final. Porém, geralmente os arranjos de introdução e final são próprios de alguma música em especial e muitas vezes não se encaixam bem com a música sendo executada.

Outros modos de executar os acompanhamentos

Existem dois outros modos de passar ao ritmo automático as notas da harmonia. A primeira forma (e mais simples), é o Single Finger, que consiste em usar o mínimo de dedos necessários para representar os acordes. Dessa forma, para representar o acorde maior, basta pressionar a tônica. Para representar o menor, bastam tônica e terça menor. Para acordes mais complexos, são necessárias mais notas e o teclado muitas vezes acaba “interpretando” um acorde diferente.
A outra forma é o modo mais completo de se utilizar os ritmos automáticos, mas também o mais difícil. no modo Fingered 2, o teclado compreende a primeira nota usada no acorde como se fosse o baixo. Dessa forma, é possível simular um contrabaixista usando a terça, quinta e até mesmo sétima do acorde. É preciso um grande domínio de inversões para usar esse recurso.

ViniciusAugustoShowMusic
Veterano
# jan/05
· votar


UM PRESENTE A TODOS!!!!!

Queen - Bohemian Rhapsody Piano tab


Is this the real life, is this just fantasy
Caught in a landslide, no escape from reality.


Open your eyes, look up to the skys and see.
|-----------------------------------------------Eb----Eb-|
|------------------------------------------Bb-C----Bb----|
|----------G------------------------G----G----G----G-----|
|-------------------------------------Eb-----------------|
| D D |
| Bb Bb |
|---G-------------G--------------------------------------|
|-----------------------------------Eb-------------------|
|-------------------Bb-----------------------------------|
|-G------------------------------------------------------|
Eb

Bb
G
_____________________________________________________________________
I’m just a poor boy I need no sympathy Because I’m
|-------C------------------------------------------------|
|-------Bb-----------------------------------------------|
|-------G------------------------------------------------|
|----------Eb---Eb------------F--------------------------|
| C C C |
| |
|-------------------------------F------------------------|
|--------------------------------------------------------|
|--------------------------------------------------------|
|--------------------------------------------------------|
________________________________________________________________

EasyComeEasyGo LittleHighLittleLow
|--------------------------------|
|-B---Bb------Bb--B---Bb------Bb-|
|-F#------A-------F#------A------|
|-----F---E---F-------F---E---F--|
| |
| |
|--------------------------------|
|--------------------------------|
|--------------------------------|
|--------------------------------|
___________________________________________________________

Anyway the wind blows, doesn’t really matter to me
Eb
|---------------------------------------------------C---|
|-Bb---Bb---Bb--Bb----------A----A--------------A--A----|
|-G----G------------G---G---F----F-----------F----------|
|---Eb---Eb-F---F---E---E---Eb---Eb------Eb-------------|
| D D C# C# C C C |
| |
|-------------------------------------------------------|
|-Eb--------D-------------------------------------------|
|-------------------C#------C---------------------------|
|-------------------------------------------------------|
Eb
D C# C

________________________________________________________________

1. to me. Momma just
2. To Late my
G F G F G F
|------------------------------------------------------------|
|-----------Bb---Bb------------Bb---Bb-------------Bb---Bb---|
|------------------------------------------------------------|
|------------------------------------------------------------|
| D D D |
| Bb Bb Bb |
|----F---------F----F---F---------F----F----F---------F----F-|
|------------------------------------------------------------|
|-Bb------------------Bb-----------------Bb------------------|
|------------------------------------------------------------|
______________________________________________________________________ ____

1.killed a man put a gun against his head,pulled my trigger now he’s dead
2.My time has come,sent shivers down my spine,body’s aching all the time
D C
A
G G G
|----------D----D---------------------------------------|
|-----------------------------------------------------C-|
|---------------------------G------------------G-A---A--|
|------------------------Eb--------------Eb-Eb---F-F----|
| D C C C C C |
| Bb |
|---G---------G----G-----------------------------F------|
|-------------------------------------------------------|
|--------------------C-----------------C----------------|
|-G-----------------------------------------------------|



______________________________________________________________

1.Momma, life had just begun but
2.Good-bye everybody I’ve got to go gotta
A
G F G
|--------------------------------D----D---|
|-----------Bb---Bb-----------------------|
|-----------------------------------------|
|-----------------------------------------|
| D D |
| Bb Bb |
|----F---------F----F-----G---------G---G-|
|-----------------------------------------|
|-Bb--------------------------------------|
|----------------------G------------------|
______________________________________________________________

1.now I’ve gone and thrown it all away
2.Leave you all behind and face the truth
|-----------------------------------------|
|-----------------------------------------|
|---------G----G----G---------G----G----G-|
|-Eb---Eb---Eb---Eb---Eb---Eb---Eb---Eb---|
| C |
| B Bb A A Ab G |
|-----------------------------------------|
|-----------------------------------------|
|-C---------B----Bb---A---------Ab--------|
|------------------------------------G----|

C
B Bb A Ab G
______________________________________________________________

1.Momma, Ooooooooooooooooooooo
2.Momma, Oo(anyway the wind blows)oo
D C

F G G
|-------Eb---------------------------------|
|-Bb----Bb----Bb------Bb-------------------|
|-G-----G-----G-----G----G-------G---------|
|-Eb-Eb----Eb----Eb------Eb---Eb-----------|
| D C C C C |
| |
|------------------------------------------|
|-Eb-------Eb----Eb-D----------------------|
|------------------------C-----------------|
|------------------------------------------|
______________________________________________________________

1.didn’t mean to make you cry, if I’m not back again this time to-
2.I don’t want to die, I sometimes wish I’d never been born at all **
F
|----------------Eb--------------------------------------------|
|------C---Bb----Bb-----Bb--------Bb--------Bb--------Bb-------|
|-Gb-------G-----G----------------G---------Ab-----------------|
|-F--F-F-F-Eb-Eb----Eb--F-------------------F------------------|
| D D D D |
| Bb Bb Bb Bb |
|-F------------------------------------------------------------|
|--------E-Eb----D---------------------------------------------|
|-----------------------Bb--Bb-Bb-Bb--Bb-Bb-Bb--Bb-Bb-Bb--Bb-Bb|
|--------------------------------------------------------------|
F E Eb
D
**Go to solo
______________________________________________________________

-marrow Carry on, Carry on As if nothing really mat-
|-Eb----Eb----------------------------------------------|
|-Bb----Bb----Bb---Bb-------C---------------------------|
|-G-----G-----G----G----G---G---------------------------|
|-Eb-Eb----Eb-------------------------------------------|
| D D D C C C |
| |
|-------------------------------------------------------|
|-Eb----------D-----------------------------------------|
|-----------------------C-------------------------------|
|-------------------------------------------------------|
______________________________________________________________

-ters (go to verse 2)
|--------------Eb----Eb----Eb----Eb-|
|--------Bb-C-----Bb----A-----------|
|-G----G----Ab----G-----Gb----Ab----|
|---Eb------------------------F-----|
| |
| |
|-----------------------------------|
|-Eb--------------------------------|
|-----------------------------------|
|-----------------------------------|
Eb
_____________________________________________________________

** Solo Backing
D C

F G G
|-------Eb---------------------------------|
|-Bb----Bb----Bb------Bb------C------------|
|-G-----G-----G-----G----G----G------------|
|-Eb-Eb----Eb----Eb------Eb---Eb-----------|
| D C C C C C |
| |
|------------------------------------------|
|-Eb-------Eb----Eb-D----------------------|
|------------------------C-----------------|
|------------------------------------------|
______________________________________________________________

F
|----------------Eb----------------------------------------|
|------C---Bb----Bb-----Bb-------Bb-Bb----Bb-Bb--

ViniciusAugustoShowMusic
Veterano
# jan/05
· votar


Leads monofônicos, bend e pedal damper

Monofônico é um timbre que é capaz de emitir apenas uma nota de cada vez. Alguns instrumentos são monofônicos por natureza, como os instrumentos de sopro, a voz e o theremin (uma espécie de antecessor dos sintetizadores).
Num timbre de teclado monofônico, quando se segura uma nota e pressiona outra, a primeira nota deixa de soar e a segunda fica sozinha. O mini-moog é um teclado criado durante a década de 60 que era capaz de emitir apenas uma nota de cada vez. Posteriormente, os teclados eletrônicos passariam a ser polifônicos (podendo emitir várias notas).
Existem dois tipos de monofonia: aquela em que o timbre emite novamente todo seu som (o ataque do início) e aquela em que o timbre continua emitindo o som exatamente da forma em que estava, apenas mudando a nota. Por exemplo, se o volume de um timbre tende a sumir conforme o tempo, ele não sumiria na primeira opção. Na segunda, ele sumiria.
Ainda assim, a sonoridade característica da monofonia e a impossibilidade das notas “embolarem” fez com que os fabricantes de teclados passassem a utiliza-la como um recurso na construção de timbres. Hoje, a maioria dos teclados pode emitir até 64 notas simultaneamente e alguns chegam a 128 notas. O tipo de timbre de teclado monofônico mais comum é o lead, que é ideal para solos ou frases.
Um recurso chamado portamento faz com que quando duas notas diferentes sejam pressionadas, exista um caminho melódico entre elas. Ele é usado em muitos sons monofônicos (mas que também pode ser usado em timbres polifônicos). Outra forma de se obter um “caminho” entre notas é através do pitch bend, que faz uma descida ou subida de tons. É um recurso bastante interessante para melhorar a interpretação num timbre monofônico, especialmente pelo fato de geralmente uma das mãos ficar livre ao usar esse tipo de som.
Por exemplo, numa frase com as notas C e G usando portamento, ao pressionar G não se ouvirá automaticamente a nota G, mas se ouvira um som partindo do C e chegando até o G. A velocidade com a qual esse caminho é percorrido é um parâmetro que pode ser modificado pelo tecladista.
Durante a execução de um solo, o tecladista pode acionar o pedal de damper para obter maior precisão. Como o teclado emite apenas uma nota por vez, o damper fará apenas com que todos os espaços sejam preenchidos pela última nota executada (porém, sem que ela continue soando quando outra for pressionada).

ViniciusAugustoShowMusic
Veterano
# jan/05
· votar


Análise de Harmonia e Modulação

Progressões de acordes

As progressões de acordes são seqüências de acordes que dão intenções harmônicas definidas. Geralmente, essas intenções são de preparação, conclusão e pós-conclusão (preparação ou repouso).
Vamos analisar agora a harmonia de uma música completa formada apenas por tríades. Analisaremos as intenções de cada acorde a fim de identificar as intenções harmônicas presentes numa progressão de acordes e saber como trabalhar as inversões para o melhor encadeamento e usar outras notas complementares para enriquecer a harmonia:

Cm | F | Bb | Eb | Am(5-) | D | Gm | Gm

D | D | Gm | Gm | Cm | F | Bb | Bb

Am(5-) | D | Gm | F | Eb | D | Gm | Gm

A música em questão é o standard de jazz Autumn Leaves. Encontramos três partes nessa música, cada uma formada por uma progressão (de 4 acordes) e seguida por uma progressão com intenção de resposta (também com 4 acordes) que conclui a seqüência. A música popular, quase sempre funciona através de seqüências com uma quantidade par de acordes (2, 4, 8, 16, etc) e com progressões que respondem umas às outras.

Analisemos as intenções de todas as seqüências

Cm | F | Bb | Eb | Am(5-) | D | Gm | Gm
Tema inicial e sua resposta

1a progressão:
1o acorde Cm – acorde inicial
2o acorde F – preparação
3o acorde Bb – conclusão da progressão
4o acorde Eb – pós-conclusão (preparação para próxima progressão)

2a progressão:
1o acorde Am(5-) – preparação
2o acorde D – preparação
3o acorde Gm - conclusão
4o acorde Gm – pós-conclusão (repouso da conclusão)

D | D | Gm | Gm | Cm | F | Bb | Bb
Segundo tema (resposta do tema inicial) e sua resposta

1a progressão:
1o acorde D - preparação
2o acorde D – continuação da preparação
3o acorde Gm – conclusão da progressão
4o acorde Gm – pós-conclusão (preparação para próxima progressão)

2a progressão:
1o acorde Cm – preparação
2o acorde F – preparação
3o acorde Bb - conclusão
4o acorde Bb – pós-conclusão (repouso)

Am(5-) | D | Gm | Gm | Eb | D | Gm | F
Tema final e resposta (conclusão)

1a progressão:
1o acorde Am(5-)7 – primeira preparação
2o acorde D – preparação
3o acorde Gm – conclusão da progressão
4o acorde F – pós-conclusão (preparação)

2a progressão:
1o acorde Eb – primeira preparação
2o acorde D – preparação
3o acorde Gm - conclusão
4o acorde Gm – pós-conclusão (repouso)

Repare que as intenções utilizadas na música são as mesmas: preparação, conclusão e pós-conclusão (preparação ou repouso). A única exceção é o acorde que dá o tom da música. Essa música mostra a existência de dois tipos de preparação: com acordes iguais (ex: 2o tema /1a progressão) e com acordes diferentes (ex: 3o tema / 1a progressão).
Após a conclusão das progressões existe o quarto acorde (pós-conclusão), que é usado de duas formas diferentes: com repouso (que dá a intenção de finalização, geralmente mantendo o acorde) ou com preparação para a próxima progressão.

Se analisarmos cuidadosamente, veremos que foi usada a mesma formula em todas as seqüências:

Preparação, conclusão (preparação), preparação, conclusão (repouso)

Veja como no fim das primeiras progressões de cada seqüência, sempre existe uma preparação, pois virá uma resposta logo depois. Porém, no fim da progressão de resposta existe sempre um repouso. Isso acontece porque virá uma progressão diferente.
Vamos experimentar “interpretar” a harmonia, colocando acordes de preparação no fim de cada progressão de resposta.

Cm | F | Bb | Eb | Am(5-) | D | Gm | F

D | D | Gm | Gm | Cm | F | Bb | Eb

Am(5-) | D | Gm | F | Eb | D | Gm | Gm (G)

O F no fim da primeira sequëncia anuncia que haverá mais um acorde, assim como o Eb no fim da segunda seqüência. O último acorde da música (que deve ser sempre de repouso), foi transformado em um acorde de preparação. Dessa forma, devemos retornar e refazer toda música (observe como a preparação encaixa perfeitamente com o primeiro acorde da música).

Análise harmônica

Todos os acordes utilizam as notas: G A Bb C D Eb F F#, ou seja, os campos harmônicos usados na música são G menor e G menor harmônico. Em caso de improviso. Essa troca de campo harmônico é chamada de modulação.
Podemos adicionar notas de campos harmônicos que não pertençam ao campo principal da música, mas assim faremos novas modulações. Porém, essas modulações jamais podem fornecer intervalos que dissonem de alguma nota da melodia (por exemplo, acorde com 7a enquanto a melodia dá uma nota correspondente à 7a maior), a menos que sejam como notas de passagem.
Vamos agora ver um exemplo de como o intérprete pode interpretar a harmonia, acrescentando notas complementares e substituir acordes da harmonia. Com o costume em faze-lo, o músico se acostuma com a sonoridade fornecida por cada intervalo e modulação e passa a saber o que cada uma vai proporcionar em cada momento.
O acréscimo mais comum é o de notas complementares que fornecem corpo ao acorde (um bom recurso quando se usam acordes abertos). O acréscimo de determinadas notas e mudanças no momento certo proporciona evoluções ou ressalta a intenção de passagem/repouso:

Cm7 | F F5+ | BbMaj7 | EbMaj7 | Am(5-)7 | D7 | Gm7 | G7

D | D7 | Gm7/9 | Gm6/9 | Cm Cm/Bb | Eb/F | BbMaj7 | Eb7

Am(5-)7 | Co/D D7 | Gm7 F#5+ | Cm7 F | Eb7 | Dsus4/7 | Gm7+ | Gm6

Cm7 – sétima acrescentada para dar corpo ao acorde
F F5+ - evolução de C para C+ para dar dinâmica
Bbmaj7 – sétima maior dá corpo e ressalta intenção natural de repouso
EbMaj7 – sétima maior dá corpo
Am(5-)7 – sétima menor dá corpo
D7 – sétima dá corpo e aumenta a intenção de passagem
Gm7 – sétima menor dá corpo e não tira a intenção natural de passagem
G7 – evolução para terça maior ressalta intenção de passagem

D – permanece normal
D7 – sétima diferencia este acorde do anterior (evolução)
Gm7/9 – sétima e nona acrescentam corpo
Gm6/9 – mudança para sexta conclui a progressão
Cm Cm/Bb – andamento do baixo acrescenta dinâmica
Eb/F – substituição de acorde enriquece harmonia
BbMaj7 – sétima maior dá corpo e ressalta intenção natural de repouso
Eb7 – modulação (C#) dá sonoridade blues para a preparação

Am(5-)7 – sétima menor dá corpo
Co/D D7 – passagem pela 9b para dar maior tensão ao trecho
Gm7 F#5+ | Cm7 F – passagem para de preparar o tema final
Eb7– modulação (C#) dá sonoridade blues para a preparação
Cm Cm/Bb – andamento do baixo acrescenta dinâmica
Dsus4/7 – sétima dá corpo e quarta diferencia o acorde dos outros D7
Gm7+ | Gm6 – conclusão da música com campo harm. diferenciado

tecladistapvh
Veterano
# jul/06
· votar


Aproveitando e ressucitando esse tópico, segue abaixo um curso de teclado bem bacana.


http://www.vidanovamusic.com/tmusical.asp?codmat=3&nomemat=AULAS%20DE% 20TECLADO

tecladistapvh
Veterano
# jul/06 · Editado por: tecladistapvh
· votar


pra quem sabe usar o bitcomet pra baixar olha só o que eu achei, segue abaixo mais de 2gb de cursos de Blues, Salsa, Worship e mais um video aula e alguns livros.
http://www.mininova.org/tor/330708

tecladistapvh
Veterano
# jul/06
· votar


http://www.mininova.org/tor/330708

Pianist
Veterano
# jul/06
· votar


CARACULES QUE CARA PLAGIADOR AHUAHUAH...

ACABEI DE POSTAR O LINK EM OUTRO TÓPICO E ELE JÁ TA QUERENDO PEGAR E FALAR QUE TEVE O TRABALHO DE PROCUARAR ALGUMA COISA.

NOOB...

¬¬

Falou...
Caio César G. Albertassi.

Link do outro tópico: http://forum.cifraclub.com.br/forum/8/139045/

¬¬

tecladistapvh
Veterano
# jul/06
· votar


? ? ? ? ?
Entendi nada. ???
Se sente bem? ou já está bêbado?
??????

TONY BLANCO
Veterano
# jul/06
· votar


Pianist

Concordo! Vc tem que ser mais humilde.
Em outro tópico, eu quis te ajudar, e vc já veio com pedra na mão

Neste exato momento, eu te dei uma boa dica( Djavan A#º)

Dê uma olhada lá

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
 

Tópicos relacionados a Curso de teclado para iniciante

289.259 tópicos 7.547.332 posts
Fórum Cifra Club © 2001-2014 Studio Sol Comunicação Digital