Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

Novo Roland E-80

Autor Mensagem
fábio_soul
Veterano
# mai/07


Olá pessoal.

Hoje, há pouco, veio um funcionário da Roland, o Nelson Bonfim, apresentar, num Workshop os novos teclados arranjadores Roland, o E-50, E-60 e o E-80. Bem, não curto muito esse tipo de teclado, mas gostaria de ressaltar alguns aspectos do E-80 que tem algumas funções a mais do que os outros dois "irmãos menores":

- Tem um sistema de drawbars muito bom, e os timbres de hammond são excelentes.
- Timbres, de um modo geral, bons, com destaque para baterias, violões e alguns metais, em especial um trumpet bem rasgadão, ao meu estilo. Mas timbre de piano sem peso, embora haja a possibilidade de duas placas de expansão simultâneas da linha SRX.
- Muitos recursos interessantes. Realmente, ele é um quase (faltando um bom tanto para ser considerado dessa forma) um OASYS dos arranjadores, até mesmo pelo tamanho. O bichão impõe respeito.
- Mas o detalhe mai$ importante: aqui na loja, ele custa cerca de R$12000,00, o preço que o M3 vai custar quando chegar (segundo um post do Áureo). Para mim, mil vezes o o M3! Até porque a grande maioria dos tecladistas, mesmo os que possuem teclados arranjadores, não utilizam mais a função de arranjador, mas seqüenciam tudo...

Bem, postem as suas opiniões aí.

Um abraço.

Jonathas Lacerda
Veterano
# mai/07
· votar


- Mas o detalhe mai$ importante: aqui na loja, ele custa cerca de R$12000,00, o preço que o M3 vai custar quando chegar (segundo um post do Áureo). Para mim, mil vezes o o M3! Até porque a grande maioria dos tecladistas, mesmo os que possuem teclados arranjadores, não utilizam mais a função de arranjador, mas seqüenciam tudo...

realmente. É um puta arranjador... Quem USA arranjador, é uma excelente compra... mas pra quem toca com banda, acaba pagando por algo q não vai usar.

Minha opinião:
Para mim, mil vezes o o M3!

fábio_soul
Veterano
# mai/07
· votar


Eu acho que a tendência, com relação aos arranjadores, é que, no futuro eles se restrinjam somente aos iniciantes, mesmo, pois como já disse, mesmo as pessoas que tocam em bailes/festas, etc. sozinhas estão recorrendo ao seqüenciador e, convenhamos nós, o sequenciador de um workstation é bem melhor do que o do um arranjador, bem como os timbres.

fernando tecladista
Veterano
# mai/07
· votar


pelos posts a tendencia do tópico é ir pro lado do arranjador X workstation, qual é melhor... que músico é mais músico

sobre alguns comentarios minhas opniões
mesmo as pessoas que tocam em bailes/festas, etc. sozinhas estão recorrendo ao seqüenciador
uma boa parte desse pessoal que vi na minha região e que não sabe tocar, então baixa midi e roda ou tem preguiça de programar uma base boa em um arranjador digno
eu não tenho saco de ficar sequenciando músicas do tipo "garota de ipanema" se começa a sequenciar fica tudo com cara de big band
e se é em algum evento o povo não tem saco de ficar ouvindo "piano solo" então vai de arranjador, dá pra solar, improvisar, repetir... em uma base com 4 variações pra não vicar monotono
tudo depende de onde você está

o sequenciador de um workstation é bem melhor do que o do um arranjador, bem como os timbres.
também depende
lembro quando saiu o i3 da korg, mesmos timbres (program) e sequenciador do 01/W
o meu G-1000 tem um chip lá dentro com o nome de XP GM são os mesmos timbres do padrão GM do XP 80

o interessante pra quem toca pra tudo quanto é canto é ter os dois (esquece o orçamento), tal trabalho é melhor esse, tal trabalho é melhor o outro, ou os dois
------------------------------------------------

mas voltando ao assunto
é um otimo arranjador, praticamente igual ao G-70, prefiro esse ultimo pelas 76 teclas e por não ter o painel de boeing
está ali no topo de tudo que pra quem toca com arranjador precisa
mas pra virar um oasys tem que ter os "fru-frus", os "extras" que tem em um PA1 proX por exemplo

Hammond B3
Veterano
# mai/07
· votar


Acho que pra quem toca sozinho, uma workstation sem arranjador nunca substituirá o arranjador.

Um arranjador da muito mais liberdade ao musico, ele pode voltar a musica quantas vezes quiser, nas partes que quiser, modular a hora que qiser em partes diferentes, tocar do jeito que bem intender a hora que quiser. Essa é a função do arranjador, e as empresas, não vão inutilizar uma Workstation como o Triton Extreme ou Fantom X com recursos assim, e que são de extrema importância

Rick Pac
Veterano
# mai/07
· votar


Que teclado é melhor workstation que um bom computador ?

Chegou a hora dos fabricantes integrarem de forma definitiva o synth no computador.

Você trabalhando numa tela LCD de 19"... Nâo é melhor que aqueles visores minúsculos?

A tendência do teclado é se tornar mais um player de música, com parâmetros controláveis em tempo real para mudança de timbres.

Agora, programação, edição de timbres, sequenciar, samplear : COMPUTADOR
Faz-se no computador. Toca-se no teclado.

Os arranjadores tipo o E-80 e o G-70 tem a sua função definida como os teclados ideais para música ao vivo : Você toca - é obrigado a pelo menos aprender a harmonia da música( coisa que muitos tecladistas que tocam com os abomináveis playbacks e midis não se dignam a aprender)
Segundo , como disse o amigo Hammond B3 , você pode interagir com o público e o cantor.


Abraço

alexandrespa
Veterano
# mai/07
· votar


É a banalização do que devia ser um músico instrumentista, meus caros. O cara tem grana, logo adquire a tecnologia, baixa as midise faz a mímica no palco.



=================================================

Sem dúvidas, o E-80 é excelente. Mas tb nao gosto do visual e do numerode teclas. Outra coisa que tb acho desgastante é o peso. O E-60 tem 13 kg. O E-80 deve ser bem mais pesado. A tecnologia ja devia ter diminuido o peso desses arranjadores.

Mauro Lacerda
Veterano
# mai/07
· votar


alexandrespa


Acho que vc exagerou um pouco... Tem muitos músicos que ganham a vida assim, e recursos para quem precisa disso para trabalhar nunca é demais. Eu não uso nada disso, toco apenas os sons dos intrumentos, nada de ritmos, sequencer, nada nada... Mas sei que tem gente que usa, acho que é questão de gosto e/ou necessidade...

Em relação ao peso que você falou, me lembrei de um tecladinho que está sendo muito comentado por aqui, que é levinho, tão levinho que parece brinquedo... Um tal de X50, que quem testou desceu o cacete nele... Acho que tem que ter um meio termo, porque senão também fica frágil demais.

E eu também não gostei do visual do E-80...



Abraços.

alexandrespa
Veterano
# mai/07 · Editado por: alexandrespa
· votar


Mauro Lacerda
Tem muitos músicos que ganham a vida assim, e recursos para quem precisa disso para trabalhar nunca é demais. Eu não uso nada disso, toco apenas os sons dos intrumentos, nada de ritmos, sequencer, nada nada... Mas sei que tem gente que usa, acho que é questão de gosto e/ou necessidade...
Concordo com vc. Estão ganhando a vida, trabalhando e tal... Mas fazendo mímica, muitos deles. Conheço diversos que mal sabem fazer um Dó, mas como cantam bem e não tem banda, compram um teclado e ganham a vida na noite. Fazendo mímica. Como tb tem os mímicos mesmo. Estão trabalhando, ganhando a vida. Não acho errado usar os recursos. Mas não os vejo como músicos, principalmente pq muitos não sabem nada ou quase nada de teoria, nem sabem formar acordes de maneira mais complexa(pq nesses teclados basta apertar uma ou 2 teclas que os acordes se formam), nem tocam de ouvido. São cantores que sabem manusear, programar teclados, masnao realmente tocar.

me lembrei de um tecladinho que está sendo muito comentado por aqui, que é levinho, tão levinho que parece brinquedo... Um tal de X50, que quem testou desceu o cacete nele... Acho que tem que ter um meio termo, porque senão também fica frágil demais.
Verdade.

Abração.

Rick Pac
Veterano
# mai/07 · Editado por: Rick Pac
· votar


alexandrespa
Conheço diversos que mal sabem fazer um Dó, mas como cantam bem e não tem banda, compram um teclado e ganham a vida na noite. Fazendo mímica. Como tb tem os mímicos mesmo. Estão trabalhando, ganhando a vida. Não acho errado usar os recursos.

Ahhh, diletíssimo amigo, você não precisa de música para pagar suas contas, senão não estaria falando esta barbaridade.

Não acha errado um cantor enganar o público , tirando o emprego de um tecladista?

Dos tecladistas profissionais que conheço tocando com Arrangers, TODOS sabem harmonia. Não conheço nenhum que toca fazendo acordes com um ou 2 dedos( one finger mode).

Barbaridade...

Arcor
Veterano
# abr/10
· votar


Olá pessoal,
nao sei se estou no sitio certo para perguntar isto, mas ai vai,
tenho um Roland E-60, e trabalho com ritmos, mas gostava de saber se é possivel, enquanto se esta a tocar e a cantar, meter assim uns sons, tipo um "cavalo a rinchar" ou uma "cabra" sei lá vento, agua etc, o roland tem alguns sons mas poucos ou seja, nao os que eu para agora precisava, se for possivel, gravar em memoria externa ou assim, gostava que alguem que soubesse me pudesse ajudar, como fazer e como utilizar.
Muito Obrigado

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Novo Roland E-80

291.288 tópicos 7.598.510 posts
Fórum Cifra Club © 2001-2014 Studio Sol Comunicação Digital