Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Você tem um Korg TR, ou Triton Le?

      Autor Mensagem
      fábio_soul
      Veterano
      # jan/07 · Editado por: fábio_soul


      Olá, amigos.

      Criei este tópico, de forma especial, para nós, que somos usuários destes dois modelos de teclado, já que os dois são muito parecidos (idênticos, eu diria), principalmente na maneira de operá-los. Isso não impede, obviamente, que usuários de outros teclados também deixem suas opiniões, primeiro, porque eu não sou dono do Fórum e não posso impedir ninguém de participar do tópico que quiser, e, segundo, porque toda ajuda, ou mesmo dúvida, será bem vinda. Espero que este tópico seja útil para todos.

      Antes de mais nada, eu tenho um TR 61.

      Então, para "inaugurar" o tópico, vou lançar um tema: Quero que vocês me ajudem com relação a memória RAM do meu teclado e quanto à questão de jogar novos samples dentro dele. O TR já vem com alguma memória RAM de fábrica? De quantos Megabytes na memória RAM eu preciso para rodar um timbre? Ainda existe memória SIMM de 72 pinos (que é a do TR) nova para vender? E se alguém puder me enviar alguns samples, principalmente de piano acústico, meu e-mail é <fabiorodrigogarcia@hotmail.com>.

      Um abraço a todos.

      AUTOBOT
      Veterano
      # jan/07
      · votar


      Eu tive um LE que comprei muito impulsionado pelos excelentes lances eletrônicos dele e,na época, não me adaptei, por burro mesmo (tocava em banda e queria melhores pianos, mas achava muito complicado todo o lance do sampleamento). Hoje penso em comprar um TR, pois quero utilizá-lo em músicas instrumentais, e para isso ele é excelente (o LE já era). Fico na dúvida do tal novo piano, mas se continuar não sendo bom, desta vez vou samplear um.

      fábio_soul
      Veterano
      # jan/07
      · votar


      Como eu disse, eu tenho um TR 61. Então... este piano sampleado em estéreo não é tudo isso que falam, não. Nele, falta bastante de uma coisa que eu chamo de "consistência", ou seja, ele não tem muito peso. Vou te falar de um geral de pianos do TR: no banco ROM, tem dois pianos. Um deles é o do M1, que eu achei ridículo. Além dos defeitos de sampleamento, ele tem um timbre muito ruim, nada realístico; O outro é um timbre normal, que não é aquele sampleado em estéreo, mas é o que eu mais uso. Ele tem mais defeitos de sampleamento, mas, em contrapartida, tem bem mais peso que o sampleado em estéreo. Quanto aos defeitos de sampleamento, dá para resolvê-los, em parte, no modo COMBI (a gente pode falar sobre isso quando você tiver o seu TR) Este é o piano que eu mais uso no TR, e já recebi vários elogios com relação a este timbre. Só lembrando, que neste timbre, você vai ter que "derreter seu cérebro" para consertar (tem que jogar no COMBI, dividir, etc.), a não ser que você me peça para te enviar a COMBI que eu fiz isso, aí você não precisa gastar toda a sua massa encefálica. Nunca enviei nada disso para ninguém, nem tenho verteza de como se faz, mas, se você quiser eu posso tentar fazer alguma coisa, mas não garanto nada. Voltando aos pianos do TR, ainda tem um último, no banco EX, que é o sampleado em estéreo. O timbre dele é bem diferenciado dos outros dois, contendo menos defeitos de sampleamento. Dá para ser um pouco ousado e dizer que ele lembra, um pouco, o timbre do Stage Piano, dos Kurzweil da linha SP (sei que vou ser muito criticado por ter dito isso, mas é o que eu acho), mas ele é menos, digamos, acústico do que o outro timbre do banco ROM. É importante lembrar que eu sou o primeiro tecladista do mundo a ter esta opinião com relação ao piano sampleado em estéreo do TR, ou seja, todos os outros acham o contrário de mim. Não sei qual vai ser a sua posição. Espero ver você sendo o segundo tecladista do mundo a aderir a essa opinião. Ok? Se tiver mais dúvidas com relação ao TR, é só perguntar.
      Um abraço.

      AUTOBOT
      Veterano
      # jan/07 · Editado por: AUTOBOT
      · votar


      fábio_soul
      É importante lembrar que eu sou o primeiro tecladista do mundo a ter esta opinião com relação ao piano sampleado em estéreo do TR, ou seja, todos os outros acham o contrário de mim. Não sei qual vai ser a sua posição. Espero ver você sendo o segundo tecladista do mundo a aderir a essa opinião.

      Bom, acho que primeiro não seria exatamente a palavra certa...

      pianos are just great, i have no idea why people complain about korg pianos, maybe coz the TR is a new keyboard and have some new sounds nobody tried it yet. personally i love layering the "attack piano" with the "mezzodark piano" and increase the Hi-mid EQ.. great piano sound.

      The sounds are first-rate. The pianos and organs are just fabulous, and it wouldn't take much fiddling to create a full orchestra.

      Out of the box there are some great AC Pianos and Rhodes.

      Piano's are very good, Rhodes and Wurlitzers killer, they blow all the Yamaha S90 piano's out of the water,

      "StereoPiano mf/f" patch is exceptional at any price, once you undo the punchy effects in the factory setup. That's easy to do (e.g. flatten the 7-band EQ, disable the "keyboard" auto HF boost, raise the velocity switch level, and bring both filter shelving frequencies a bit closer together). This results in a stunning grand piano sound for classical or jazz, on par with some of the best pro stage pianos. Yes hard to believe for me too.
      For rock or pop however you'd want more punch, closer to the factory setup. To its credit, this little board can cover the whole range of piano tone quality.
      (este é um depoimento do X50, que compartilha os timbres do TR).

      Isso que estes são depoimentos do Harmony-Central... Existem muitos outros em outros sites endossando os pianos do TR. Mas que bom que você está entre eles.

      Você já usou a conexão USB no computador? Ela atua de que maneira (programação, baixa amsotras...)?

      Abraço. [i][/i]

      fábio_soul
      Veterano
      # jan/07
      · votar


      AUTOBOT

      Que pena que eu não sei ler inglês e, portanto, não faço a menor idéia do que esteja escrito lá. Se você achar que é importante, pode traduzir, ou fazer uma síntese de tudo aquilo?

      Obs.: também não sei o significado de "endossar". Por acaso, seria jogar açúcar, portanto, um sinônimo de "adoçar"?

      huahuahuahuahuahuahuaha

      Com relação à conxão tecladoXcomputador via USB, eu nunca fiz, até porque meu computador não tem entrada USB, mas confesso que tenho muita vontade de testar. As pessoas dizem que dá para fazer de tudo, trocar com o computador os arquivos em .PCG (PROG's, COMBI's, GLOBAL, etc.), em .SNG (que são os sequences),..., e, inclusive, samples, mas nunca fiz nada disso, e não tenho certeza de nada. Se você tiver um computador com entrada USB, é só comprar um cabo, que custa uns R$15,00, ligar o seu teclado nele, instalar algum programa, que eu acho que vem num CD-ROM, junto com o TR, e se aventurar. Mas para mim, ainda é mais prático e "entendível" o modo usando o SD Card, embora, por este modo você tenha que comprar um cartão SD, que é meio caro. Não sei se você tem pesquisado preços, mas ouvi dizer que o de 1Gb, aqui no Brasil, custa de R$150,00 a R$200,00. Mas um amigo meu foi para o Paraguai e comprou um por R$70,00.

      Eder Muchiutti
      Veterano
      # jan/07
      · votar


      Infelizmente não posso enriquecer o tópico, mas fica minha indignação: pq raios a Korg faz teclas expansíveis com essas memórias pré-históricas em pleno ano de 2006??? Não tem algum jeito melhor?

      fábio_soul
      Veterano
      # jan/07
      · votar


      Eder Muchiutti

      Pois é, meu amigo... Ontem eu estive pesquisando no site da Roland do Brasil sobre alguns Workstations, mais especificamente, sobre o Fantom X8 e o JUNO G, e vi que as expansões para eles são todas do tipo DIMM, que, além de mais fáceis de encontrar para comprar, são muito mais "potentes" do que as SIMM (eu acho que chegam a 256Mb, ou 512Mb por slot!). Porém, são mais caras. Já as memórias SIMM, apesar de todas as desvantagens, eu achei uma, no mercado livre, de 32Mb (que é o máximo dela) por R$40,00. Está certo, que nem se compara 32Mb com 512Mb, mas para quem não tem tanto dinheiro (como eu), já está de bom tamanho.

      Leo KB
      Veterano
      # jan/07
      · votar


      Pessoal...aí vai uma dúvida minha! Será que vcs poderiam me ajudar? Criei um tópico para isso, mas o nosso amigo fábio_soul já havia criado. Então... vamos lá!
      Ontem instalei dois pentes de 16MB para que pudesse ler samplers q baixei da net. Consegui visualizar os arquivos no SD e após isso carreguei-os (creio eu de forma correta). Demorei um tempão para descobrir para onde eles tinham ido, e quando descobri onde estavam, os sons não saiam. Estavam lá, com o nome e tudo, mas não conseguia ouvir. E para completar, eles foram gravados sobre PROGS e COMBIS existentes.
      Agora vêm as perguntas: será que executei o processo de forma equivocada? Toda vez que eu carregar um timrbe ele ficará gravado na memória interna?
      Vamos lá...aguardo explicações.


      fábio_soul
      Acho q vc msm me passou esse link http://www.somemorias.com.br/pd-edo.php Aqui vc encontra sa memórias pro TR por R$15,00 cada de 32Mb. No site tá dizendo R$30,00, mas mandei um email pra lá e eles me informaram o valor de R$15,00. Com o frete para minha cidade ficou em R$ 50,00 as 2 memorias com frete incluso.
      Eu já dei meu jeito...tinha um Pentium 166 MMX perdido aqui em casa com 2 memorias SIMM de 16Mb cada. Pô cara... tá funcionando! Só não consigo ouvir o som (dúvida postada acima). E a transferência dos dados fiz com o Mini SD do meu celular... joguei os dados no mini SD, coloquei o adaptador e coloquei no TR... funcionou!
      Com relação a USB, um dia desses escrevi para a Korg e fui informado q o cabo serve SOMENTE para transmissão de dados MIDI, infelizmente.

      fábio_soul
      Veterano
      # jan/07
      · votar


      Leo KB

      Quando você entrou em contato com a loja? Até segunda-feira, o preço do site era R$15,00 mesmo, mas estava na promoção. Já, na terça-feira, pelo menos na página do site, as memórias não estavam mais na promoção, só por R$30,00 mesmo. Bem, depois que elas saíram da promoção ainda não entrei em contato com o pessoal de lá, mas acho que vou mandar outro e-mail para verificar certinho isso aí.

      Leo KB
      Veterano
      # jan/07
      · votar


      fábio_soul
      Pô cara...será q vc poderia dar um help no problem q eu expus anteriormente?

      fábio_soul
      Veterano
      # jan/07
      · votar


      Leo KB

      Infelizmente, por enquanto não vou poder ajudar, pois ainda estou na fase de comprar as memórias SIMM para o TR, para depois jogar os samples para dentro dele. Ainda não tive nenhuma experiência do tipo. Acho que vou pedir para um amigo meu comprar aquelas memórias em São Paulo, aí ele vai me trazer no Carnaval. Só então que vou iniciar as experiências com samples.

      Um abraço.

      Leo KB
      Veterano
      # fev/07
      · votar


      Amigos...vamos animar esse tópico!
      Estou com uma dúvida... tenho uns sons sampleados no meu SD. Após carrega-lo, escolho um timbre na msm "linha" dele. (por ex.: se carreguei um órgão, escolho um orgão tb no teclado). Vou no MENU e troco para RAM...aí não sai som nenhum!!!!
      Já tinha até desistido...fui tentar mexer num timbre de batera lá no GLOBAL. Aí selecionei um timbre de bumbo...mexendo daqui e de lá, tb escolhi RAM para o "bumbo" e para minha suspresa o som do órgão apareceu!!!! É claro que somente na tecla que eu estava mexendo.
      O que aconteceu??? To errando aonde no processo...????
      Outra coisa, como carrego um PROG para o modo SEQ com os efeitos, visto que não tenho a opção LOAD FROM PROG (from COMBI existe!).
      Aguardo ajuda!

      AUTOBOT
      Veterano
      # fev/07
      · votar


      Leo KB
      fábio_soul

      Já está lá no tópico de vídeos, mas se vocês não viram, vejam a programação legal deste cara (ele tem outros vídeos) num Triton LE, emulando timbres do Jean Michel Jarre:



      tecladomax
      Veterano
      # fev/07
      · votar


      Olá galera

      to de volta

      Video legal

      eu tenho um Triton Le 76

      e gosto mito dele

      ele me da qualquer timbre

      estou com ele a 2 anos e não penso em vendelo tão cedo

      abraços!

      jardel braga
      Veterano
      # abr/07
      · votar


      Estou procurando os timbres do Triton, xp 80 ou fanton, quem tiver eles, e quiser trocar por mais de 1gb de samples (metais, acordeons, violões, guitarras, pianos e muito mais) e programas para rodá-los (VSampler e Kontakt) ou Sonar 4, me passa um e-mail que conversamos.
      No aguardo,
      jardelbraga@yahoo.com.br

      korgman
      Veterano
      # abr/07
      · votar


      Caro Léo.

      Com certeza o timbre de orgão que usou possui no parametro BASIC programas com variação de sensibilidade, isto significa que um timbre irá soar apenas quando você pressionar a tecla forte e o outro quando pressionar a tecla com dinamica mais LEVE.

      Afinal se usou o sampler no drum Kit e ele pode ser audível, a única maneira de não ser audível no program é por causa dos ajustes que eu falei.

      Tente procurar um outo program... um strings por exemplo..

      Deixe o programa que escolheu na opção SINGLE, e selecione amostra sampler em todas as quatro opções do modo BASIC., quando for audivél, deixe exatamente no parametro selecionado.

      A seguir desative os efeitos e os re-edite, para o audio não ficar com o ajuste de efeitos do programa onde hospedou a amostra.


      valeu

      Áureo

      fábio_soul
      Veterano
      # abr/07
      · votar


      Aproveitando o assunto do tópico, também estou com problemas nesse sentido:

      Aqui no Fórum, não lembro quem, mas alguém disse que eu tinha que converter os samples que eu quisesse colocar no TR para formato .kmp. Então fiz isso, mas o que aconteceu foi que quando eu carregava o sample do SD para a memória do teclado, ele pedia alguma coisa relacionada a formato .ksf, que, como estava em inglês, não consegui identificar muito bem, de modo que eu não consegui concluir o processo. Então, quando saía do modo MEDIA e ia para o PROG, verifiquei que o nome do sample constava na memória RAM, entretanto, não saiu o som. O que devo fazer?

      korgman
      Veterano
      # abr/07
      · votar


      Caro Fabio,

      O Arquivo KMP, que é o arquivo onde o multisample está acondicionado, necessita dos arquivos KSF, que são as amostras própriamente ditas e que normalmente devem estar acondicionadas em uma pasta.

      Localize esta pasta com as amostras exporte-as para o SD juntamente com o KMP e voce conseguirá carregar "a famila toda" com sucesso.

      Áureo Galli - Suporte SAc Korg
      Bio - www.geocities.com/aureo59/menat.htm

      fábio_soul
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      Valeu, Áureo, era isso que eu estava tentando descobrir.

      korgman
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      Ok Fabio,

      Lembre-se... Dúvidas Korg.. korg@pridemusic.com.br..

      Abraços

      Áureo Galli - Suporte SAC Korg
      http://www.geocities.com/bandarockshow/samp.htm

      fábio_soul
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      korgman

      Bom, eu dei uma mexida no Awave, agora durante a tarde, e cheguei a algumas conclusões (óbvias a princípio, mas, para mim, foi um grande passo para entender o Awave):

      Quando se converte um sample para o formato .kmp, automaticamente, o Awave cria uma pasta com os arquivos convertidos para .ksf, e a coloca no mesmo diretório ao que foi direcionado o arquivo em .kmp, o problema é que eu não tinha entendido o motivo disso até hoje. Bom, agora, é só mandar para o SD e colocar no TR para ver se vai dar certo mesmo.

      Outra coisa, Áureo, agora eu estou sem acesso a e-mail em casa. Devido a problemas no meu computador, não consigo mais abrir nada na net que precise de senha, como e-mail, orkut, msn, etc. (com exceção do Fórum, ainda bem!), por isso que estou postando todas as minhas dúvidas, ultimamente, aqui no fórum, sendo que muitas delas seriam resolvidas mais facil e rapdamente se eu te mandasse um e-mail, mas... fazer o quê? Me viro com o que posso...

      Obrigado pela disponibilidade.

      Um abraço.

      korgman
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      Olá Fabio,

      Acertou na mosca mano!!! Ksf é Korg Sample File.. sem sample files não há samplers ok?? e sem o KMP não há o gerenciamento das amostras nas teclas que editou...

      Quanto a postar as questões por aqui, não ha problema algum..

      Abraços

      Korgman

      fábio_soul
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      Só mais uma coisa para sanar todas as minhas dúvidas atuais a respeito:

      Como que eu faço para saber o espaço que cada sample vai me "custar" dentro dos 64Mb do TR? É só ver a soma dos tamanhos dos arquivos em .kmp e .ksf, ou não é isso?

      korgman
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      Fabio,

      Click com o botão direito do mouse por sobre a pasta Ksf. some o valor de todas as pastas que possui e saberá o resultado.

      Simples.. pura matemática.

      valeu

      Korgman

      fábio_soul
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      Beleza, foi mais ou menos o que eu imaginei.

      Valeu.

      Um abraço.

      fábio_soul
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      Permitam-me postar uma dúvida:

      Quando eu vou selecionar algum controle para camandar um parâmetro (em tempo real), aparecem muitas opções, entre elas: knobs 1, 2, 3 e 4, knobs 1[+], 2[+]... SW1 e 2, Note no., damper, etc.

      Gostaria de saber duas coisas a respeito disso:

      - Qual a diferença entre os controles de Knob "normais" e o knob [+]?

      - O comando Note no. serve para quê?

      Obrigado.

      fábio_soul
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      hein?!

      korgman
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      Olá Fábio,

      quando quiser urgencia, envie um e-mail para mim atyravés do e-mail Korg@pridemusic.com.br

      Como geralmente este tipo de ajuste é efetuado para utilizar um dos Knobs de tempo real para controlar a inteisidade do efeito WET/DRY.

      Vou explicar como estes Knbos funcionam nos dois tipos de ajustes, semelhantes na opeação.. diferentes na ação...

      Kb1#17 (Knob Mod1: CC#17)
      Kb2#19 (Knob Mod2: CC#19)
      Kb3#20 (Knob Mod3: CC#20)
      Kb4#21 (Knob Mod4: CC#21)

      Para os controles acima quando selecionados um dos Knobs para ese ajuste, oque acontece é que quando aumentar almentar au máximo ou diminuir ao máximo o citado knob em tempo real, a intenside do efeito irá de 0 até o máximo sem impedimentos.

      Kb1[+] (Knob Mod1: CC#17 [+] )
      Kb2[+] (Knob Mod2: CC#19 [+] )
      Kb3[+] (Knob Mod3: CC#20 [+] )
      Kb4[+] (Knob Mod4: CC#21 [+] )

      Se escolher quaiquer uma das opções (+) acina, o que acontece no esmmo exemplo é que voc~e poderá aumentar a intensidade acima do normal ajustado originalmente, mas não poderá zerár oefeito em relação ao ajustado originalmente dentro do Comb, prog e seq.

      Espero que tenha entendido.

      abraços

      Korgman
      bio - www.geocities.com/aureo59/menat.htm


      odulação totalmente independente da intensidade original editada para aquele efeito.

      fábio_soul
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      Valeu, Áureo, eu entendi sim, mas e a outra questão que coloquei, a do "Note no." (acho que é isso aí), para que serve?

      fábio_soul
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      A propósito, alguém aqui lembra em qual tópico o korgman postou a forma de identificar a freqüência de resposta de médios do amplificador por meio do master equalizador do TR/Le/X50/Tritons...?

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Você tem um Korg TR, ou Triton Le?

      303.709 tópicos 7.859.274 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital