Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Bateria eletrônica substitui bateria acústica?

      Autor Mensagem
      El_Cabong
      Veterano
      # jun/14


      No futuro certamente as baterias eletrônicas conseguiram substituir a altura uma bateria acústica,
      Mas na minha opinião, hoje em dia isso ainda está muito longe !!!!

      Creio que uma bateria eletrônica teria que ter todos estes samples para substituir uma bateira acústica a altura:
      - Sample de toque no bumbo (toque suave)
      - Sample de toque no bumbo (toque médio)
      - Sample de toque no bumbo (toque forte)
      - Sample de toque no tom tom agudo (toque suave)
      - Sample de toque no tom tom agudo (toque médio)
      - Sample de toque no tom tom agudo (toque forte)
      - Sample de toque no tom tom grave (toque suave)
      - Sample de toque no tom tom grave (toque médio)
      - Sample de toque no tom tom grave (toque forte)
      - Sample de toque no surdo (toque suave)
      - Sample de toque no surdo (toque médio)
      - Sample de toque no surdo (toque forte)
      - Sample de toque no meio da pele da caixa (toque suave)
      - Sample de toque no meio da pele da caixa (toque médio)
      - Sample de toque no meio da pele da caixa (toque forte)
      - Sample de toque na lateral da pele da caixa (toque suave)
      - Sample de toque na lateral da pele da caixa (toque médio)
      - Sample de toque na lateral da pele da caixa (toque forte)
      - Sample de toque na borda da caixa (toque suave)
      - Sample de toque na borda da caixa (toque médio)
      - Sample de toque na borda da caixa (toque forte)
      - Sample de toque na cúpula do prato de condução (toque suave)
      - Sample de toque na cúpula do prato de condução (toque médio)
      - Sample de toque na cúpula do prato de condução (toque forte)
      - Sample de toque no meio do prato de condução (toque suave)
      - Sample de toque no meio do prato de condução (toque médio)
      - Sample de toque no meio do prato de condução (toque forte)
      - Sample de toque na borda do prato de condução (toque suave)
      - Sample de toque na borda do prato de condução (toque médio)
      - Sample de toque na borda do prato de condução (toque forte)
      - Sample de toque na cúpula do prato de ataque (toque suave)
      - Sample de toque na cúpula do prato de ataque (toque médio)
      - Sample de toque na cúpula do prato de ataque (toque forte)
      - Sample de toque no meio do prato de ataque (toque suave)
      - Sample de toque no meio do prato de ataque (toque médio)
      - Sample de toque no meio do prato de ataque (toque forte)
      - Sample de toque na borda do prato de ataque (toque suave)
      - Sample de toque na borda do prato de ataque (toque médio)
      - Sample de toque na borda do prato de ataque (toque forte)
      - Sample de toque na cúpula do chimbal fechado (toque suave)
      - Sample de toque na cúpula do chimbal fechado (toque médio)
      - Sample de toque na cúpula do chimbal fechado (toque forte)
      - Sample de toque no meio do chimbal fechado (toque suave)
      - Sample de toque no meio do chimbal fechado (toque médio)
      - Sample de toque no meio do chimbal fechado (toque forte)
      - Sample de toque na borda do chimbal fechado (toque suave)
      - Sample de toque na borda do chimbal fechado (toque médio)
      - Sample de toque na borda do chimbal fechado (toque forte)
      - Sample de toque na cúpula do chimbal um pouquinho aberto (toque suave)
      - Sample de toque na cúpula do chimbal um pouquinho aberto (toque médio)
      - Sample de toque na cúpula do chimbal um pouquinho aberto (toque forte)
      - Sample de toque no meio do chimbal um pouquinho aberto (toque suave)
      - Sample de toque no meio do chimbal um pouquinho aberto (toque médio)
      - Sample de toque no meio do chimbal um pouquinho aberto (toque forte)
      - Sample de toque na borda do chimbal um pouquinho aberto (toque suave)
      - Sample de toque na borda do chimbal um pouquinho aberto (toque médio)
      - Sample de toque na borda do chimbal um pouquinho aberto (toque forte)
      - Sample de toque na cúpula do chimbal medianamente aberto (toque suave)
      - Sample de toque na cúpula do chimbal medianamente aberto (toque médio)
      - Sample de toque na cúpula do chimbal medianamente aberto (toque forte)
      - Sample de toque no meio do chimbal medianamente aberto (toque suave)
      - Sample de toque no meio do chimbal medianamente aberto (toque médio)
      - Sample de toque no meio do chimbal medianamente aberto (toque forte)
      - Sample de toque na borda do chimbal medianamente aberto (toque suave)
      - Sample de toque na borda do chimbal medianamente aberto (toque médio)
      - Sample de toque na borda do chimbal medianamente aberto (toque forte)
      - Sample de toque na cúpula do chimbal totalmente aberto (toque suave)
      - Sample de toque na cúpula do chimbal totalmente aberto (toque médio)
      - Sample de toque na cúpula do chimbal totalmente aberto (toque forte)
      - Sample de toque no meio do chimbal totalmente aberto (toque suave)
      - Sample de toque no meio do chimbal totalmente aberto (toque médio)
      - Sample de toque no meio do chimbal totalmente aberto (toque forte)
      - Sample de toque na borda do chimbal totalmente aberto (toque suave)
      - Sample de toque na borda do chimbal totalmente aberto (toque médio)
      - Sample de toque na borda do chimbal totalmente aberto (toque forte)
      - Sample de fechamento do chimbal com o pedal (fechamento suave)
      - Sample de fechamento do chimbal com o pedal (fechamento médio)
      - Sample de fechamento do chimbal com o pedal (fechamento forte)

      Nossa !! 78 samples !!

      E os pratos e peles teriam que ter sensores no meio, na periferia em volta do meio, e na borda.
      E os pratos teriam que ter um sensor embaixo, para que quando segurados com a mão, o som deles cessem imediatamente.

      makumbator
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      El_Cabong
      Creio que uma bateria eletrônica teria que ter todos estes samples para substituir uma bateira acústica a altura:

      Muitas baterias sampleadas tem muito mais do que isso mapeado. O lance é que não é apenas a quantidade de samplers que define a qualidade e o realismo do instrumento, pois há inúmeros outros fatores (round-robin, vazamento do som de uma peça em outra, etc...).

      Evidentemente esse lance de substituição a meu ver é uma questão meio falsa, pois há vários estilos em que a bateria sintetizada é a verdadeira origem e base (como na música eletrônica), então varia muito do gênero e da intenção que se quer dar ao som.

      Lelo Mig
      Membro
      # jun/14 · Editado por: Lelo Mig
      · votar


      El_Cabong

      " Sample de toque no bumbo (toque suave)
      - Sample de toque no bumbo (toque médio)
      - Sample de toque no bumbo (toque forte)"


      Cara, isso é o equivalente a "sensibilidade ao toque" de um teclado....qualquer bateria eletrônica razoável possuem muito mais que apenas 3 intensidades, não só no bumbo, mas em em qualquer uma de suas peças.

      Borda de caixa e de pratos, que também são sensíveis ao toque, são absolutamente comuns.

      Segurar os pratos para cessar o som também.... e etc.

      Acho que você está meio por fora das baterias eletrônicas atuais.

      (Obs: Escolhi este cover porque têm muita dinâmica, bordas, cúpulas de pratos e tudo mais onde essa sensibilidade é necessária)




      Die Kunst der Fuge
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Bom, além de bateria eletrônica ter tudo isso e muito mais do que você citou, com uma delas ainda é possível controlar praticamente qualquer instrumento virtual de percussão.

      Por exemplo, você pode ter à sua disposição timbres de bateria acústica, eletrônica e ainda um Thunder Ensemble da Storm Drums, sem contar que fica mais simples e barato pra gravar, com qualidade excelente.

      Ismah
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      O único contra HOJE é o preço igual a uma acústica top de linha.

      Casper
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Eu penso exatamente o contrário:

      Bateria acústica substitui bateria eletrônica?




      TG Aoshi
      Veterano
      # jun/14 · Editado por: TG Aoshi
      · votar


      É a mesma história do piano. Melhor é pensar nos dois como instrumentos diferentes, com aplicações e possibilidades diferentes.

      Como já disseram, uma boa bateria eletrônica traz inúmeras facilidades. Além da questão de poder usar samples de qualquer tipo de percussão, da possibilidade de explorar timbres mais experimentais, também elimina a necessidade de microfonação e de um bom projeto acústico da sala.

      Do outro lado – aliás, acho que isso serve pra todos os instrumentos acústicos em geral – os músicos hoje em dia, especialmente em música popular (mas longe de ser exclusivamente), estão muito pouco atentos (ou nem fazem noção) das possibilidades sonoras do próprio instrumento. Além do que o Lelo Mig já disse, timbre não depende só de dinâmica; pra um mesmo nível de dinâmica existem infinitas sonoridades possíveis dependendo de como você faz o ataque, como você controla o sustain, etc. (Lógico que dependendo da aplicação, isso pode ter relevância quase nula) Por mais que as eletrônicas top tentem simular alguns desses toques, não tem comparação com uma boa bateria acústica.

      Fora a resposta que só o acústico proporciona ao instrumentista. Parece até romantismo, mas tem uma resposta tátil ao toque, você "sente" o que está tocando e com tempo acaba construindo um tipo de relação (muito valiosa) com o acústico.

      Cada caso é um caso e tem soluções diferentes, mas pra alguém que estuda bateria almejando alto nível, acho impensável usar uma eletrônica como substituto. Pra quem tem um home studio simples, pode ser uma solução bem atraente.

      Ismah
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      TG Aoshi

      Aí entra um quesito interessante... No ao vivo, o maior problema no PA, é o som que vaza do palco - seja do retorno, seja da bateria... Sem falar no som que vaza dos instrumentos nos mics...

      Um palco todo com fones, e uma bateria digital é um silêncio incrível, o som vem semelhante a um estúdio...

      Quanto ao que vc se refere a relação com o instrumento é verdade. Mas se como músico vc pensar sempre no resultado final - e não no desenvolvimento individual - vai ver que o acústico a nível médio é dispensável, porque é comprimido, e equalizado até o talo. E o resultado final é bem distante do natural (vide bandas de forró, onde isso é BEM evidente).

      TG Aoshi
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Ismah
      Yep! Cada caso é um "causo". Pra muitas aplicações a diferença vai tender ao nulo e a eletrônica vai acabar trazendo muito mais facilidade. Se dizem que microfonar um piano já é complicado, nem imagino o quão difícil é microfonar uma bateria.

      Talvez seja questão mais de gosto, mas imagino que um solo, ou um som mais orgânico (tipo um jazz mais tradicional) torna mais relevante uma acústica.

      Aliás, você me lembrou que também tem a questão do gosto do baterista. hueheh

      Ismah
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      TG Aoshi

      Cara, banda pro quem manda é o operador de áudio. O cara chega no músico e diz como vai ser a captação. Cansei de ver cara tocando com valvuladão atrás de si e som em linha.

      Não é difícil microfonar a bateria e o piano muito menos. Desde que individuais é facílimo.

      O contra da bateria é os vazamentos entre as peças (OH captam até o pensamento do batera, e não tem gate que resolva, só HPF em 6~8KHz) e como hoje ela é tratada - contrastando com o som de 70~80, a dinâmica não existe.

      O piano é dois condensadores, um no meio para a direita, e outro na borda do lado agudo. Eu prefiro os cápsula larga, que já dão desempenho maior nos graves naturalmente. O resto é equalizador.

      Lelo Mig
      Membro
      # jun/14
      · votar


      TG Aoshi

      Não sou baterista, apesar de tê-los aturado a vida toda....hehehe.

      Concordo com vc, são instrumentos diferentes, com aplicações e possibilidades diferentes.

      Mas, a maior colaboração que posso dar, é observando a experiência de meu filho, que é baterista, e só têm 13 anos. Então, não esta infectado/contaminado por G.A.S ou Grifes. Pelo contrário, ele não se ligou muito nisso ainda, conhece menos marcas de bateras e equipos de percussão que eu.

      Ele têm uma eletrônica. Por questões óbvias: Falta de espaço, problemas com vizinhos, problemas dentro da própria casa e etc. Vida de baterista é um inferno se não tiver ambiente isolado acusticamente.

      A batera dele é boa, bom som, bons recursos e tecnologia.

      Mas, ele têm mais "tesão" e toca melhor, quando toca uma acústica.

      Creio que a "aura" ou "campo de força" criado pela pressão sonora, deslocamento do ar, ondas sonoras e etc. ao redor do músico, sejam únicas.

      E toda essa "magia" têm vantagens, principalmente quando o baterista quer "descer o braço" e desvantagens, principalmente quando o baterista não pode e não deve "descer o braço"!

      El_Cabong
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Lelo Mig
      Obs: Escolhi este cover porque têm muita dinâmica, bordas, cúpulas de pratos e tudo mais onde essa sensibilidade é necessária

      Não consigo abrir vídeos aqui no serviço. Em casa eu vejo !!

      Ismah
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Lelo Mig

      Me sinto um bebê nessas horas...

      Enfim, verdade vc diz. Mas por questões práticas ora convém uma acústica, hora uma digital.

      Casper
      Veterano
      # jun/14
      · votar


      Caro Lelo Mig:

      Meu filho toca bateria também, eletrônica, em casa
      (pelos mesmos motivos). Na escola é acústica, e ele
      também prefere a acústica.

      Penso que ao vivo, a tendência é usar eletrônica de vez,
      porque elimina a questão dos microfones, que
      é um fator complicador.

      L-Lucas
      Membro Novato
      # 26/abr/18 11:56 · Editado por: L-Lucas
      · votar


      Na minha igreja tinha bateria acústica e substituiram pela Eletrônica. Foi quase a morte para os bateristas rsrs.

      Sou guitarrista e também prefiro a acústica (é outra coisa. 2 universos diferentes. Concordo que se diga que são 2 instrumentos diferentes.), mas na atual "situação acústica" da igreja com certeza a bateria eletrônica é a melhor opção.

      Roland TK-9

      fernando tecladista
      Veterano
      # 26/abr/18 20:30
      · votar


      L-Lucas

      toco em uma nada de eventos, e tem uma eletrônica, se não for esse modelo mesmo, é algum outro da mesma serie
      não sei para o baterista se ele sente muita

      mas para o resto da banda, desde sonorização, retorno, não precisa microfonar, agora só vai com uma mesa de 16 canais, mais otras variações de timbres eu acho lindo

      como não toco bateria, o que disse não sei o que o bateria se vira
      mas eu tenho uma sanfona digital
      e mesma coisa não tem comparação, como não nasci tocando sanfona acústica, não sinto grande diferença e entra no quesito de microfonação, mais timbres, não dar microfonia, (as acústicas são doida pra isso)
      agora eu me escuto, porque tecnico de PA fica com medo de abrir demais para evitar microfonia

      fernando tecladista
      Veterano
      # 26/abr/18 20:31
      · votar


      Sample de toque no bumbo (toque suave)
      - Sample de toque no bumbo (toque médio)
      - Sample de toque
      ...
      sério que digitou tudo isso!

      ferraz bass
      Veterano
      # 18/mai/18 09:29
      · votar


      Toco contra baixo, mas bateria eletrônica? me desculpem, mas nunca chegará aos pés da acústica. Por N motivos, talvez o principal motivo seja o orgânico. Como assim? é simples, é muito mais emocionante, a sensação é muito melhor, você realmente sente parte do instrumento musical, tocando em uma bateria acústica, além de outras vantagens. Mas é logico que uma bateria eletrônica também tem suas vantagens, por exemplo, tocar em casa, estudar ou ensaiar para não atrapalhar os vizinhos, tocar na igreja, tocar em barzinhos ou lugares pequenos, nestes casos até acho interessante a bateria eletrônica. Bom essa é minha opinião

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Bateria eletrônica substitui bateria acústica?

      305.249 tópicos 7.886.997 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital