Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      【FIXO】 Produção Musical! Definitivo!

      Autor Mensagem
      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05 · Editado por: DaRk SlaYeR


      Primeiramente gostaria de esclarecer que estes textos não são de autoria minha.. apenas reuni eles de forma a ajudar a todos do forum.
      Postem aqui materiais, dicas e coisas assim.. pra ajudar a quem precisa e pra reuni informações legais..
      Perguntas são bem vindas.

      Moderadores: se puderem fixar o topico seria legal..vlw =]

      Obrigado.

      Pré Produção. O que é? Algumas dicas de como fazer...

      Imagine o que era ter uma banda 15 anos atrás. Imagine o que era
      gravar com essa banda, mesmo que uma simples fita demo. As coisas
      eram bem mais difíceis e custava uma boa grana. Poucos estúdios,
      escassez de equipamentos, pouca gente especializada e principalmente
      pouca informação técnica. Hoje em dia, nem precisamos imaginar nada.
      Está tudo a disposição, bem na nossa frente. Apenas continuamos
      precisando da mesma boa grana.

      Atualmente, se por um lado, as facilidades são maiores, a
      concorrência também aumentou demais. A quantidade de bandas e
      estilos é indiretamente proporcional as chances dadas pela mídia e
      pelas gravadoras. Isso traz a tona um processo que mesmo
      instintivamente é obrigatório: a pré produção. Muito se fala nisso.
      Para as bandas e para os músicos não é assim tão novidade. Mas saber
      fazer produção pode ser decisivo para quem quer chegar lá.

      O Produtor

      Começar a pré produzir na hora de compor é fundamental. Ganha-se
      tempo e mesmo que no início seja feito apenas pela banda, direciona
      melhor o trabalho. A auto produção funciona bem quando a banda já
      tem muita experiência e muita estrada. Ser imparcial com você mesmo
      não é tarefa fácil. O produtor é figura importante. Não é
      imprescindível ser músico, mas a grande maioria toca algum
      instrumento.

      Como escolher? Geralmente a indicação e o currículo são as melhores
      referências. Produtores são versáteis, mas cada estilo pede um
      especialista. Imagine o Rick Rubin produzindo a Jennifer Lopes, ou
      Quincy Jones produzindo o Slayer. O que fazer para produzir? Óbvio
      que muita estrada e muita música. Saber timbre, saber tecnologia,
      ter psicologia, saber o que não deve fazer...
      O produtor pode participar da estruturação das músicas. Mas opinar
      na composição é um território perigoso para o ego dos músicos. Não é
      fácil mudar um Riff ou dizer que o solo de guitarra está fora do
      contexto. Mas é importante para ambos: saber dizer e saber ouvir. O
      produtor deve ter conhecimento de áudio, microfonação, acústica e
      eletrônica. Quando falamos de conhecimento, não é saber tudo ou
      dominar o estúdio inteiro. Basta saber o básico e ter iniciativa
      para estar sempre pesquisando e estudando. Os cursos de áudio são
      importantes, a experimentação também e os instintos mais ainda.
      Como é pago um produtor? Por hora, por período, por música ou
      fechando um pacote. Alguns cobram acrescentando os royalties sobre a
      vendagem.


      O Estúdio

      Tanto para gravar o CD demo ou o CD oficial. Há envolvimento de pré
      produção. No caso de um CD demo, é importante porque será como um
      cartão de visita, uma apresentação do trabalho. Não importa a
      quantidade de músicas, é um resumo do que a banda faz e é capaz de
      fazer. Se essa amostra estiver mal produzida provavelmente não
      despertará interesse algum.
      Geralmente o produtor tem um estúdio preferencial. Mas o bom
      profissional não escolhe muito, ou seja, trabalha em qualquer
      situação e tem a capacidade de se moldar rapidamente. O mínimo de
      condição técnica é desejável, mas saber trabalhar em condições
      adversas estimula a criatividade e o senso de improvisação.

      O que o estúdio tem que oferecer? Equipamentos, periféricos,
      microfones, salas, técnicos qualificados e bom ambiente. O cu$to é
      importante. Fazer um pacote é muito comum, mas nem sempre é legal
      fechar um preço fixo sem levar o tempo em consideração. Ou fixar um
      valor por quantidade de músicas. Provavelmente, vai virar correria
      em detrimento da qualidade sonora. Pagar por hora pode soar
      dispendioso, mas entrar no estúdio com uma pré produção bem feita,
      na maioria das vezes é mais ligeiro e sem "stress" para todos.

      Os Instrumentos

      O segredo está na regulagem e no ajuste tonal. No início o produtor
      deve começar analisando o tipo de instrumento com o estilo musical.
      Para haver compatibilidade em relação a timbre. Mas por outro lado,
      fugir do padrão pode ser arrojado, ou não. Comprometendo todo o
      trabalho.

      Antes de entrar no estúdio para gravar, cada instrumento deve estar
      bem ajustado com a "pegada" do músico. Isso significa conforto na
      execução do instrumento. Nada de cordas velhas, peles de bateria
      arregaçadas, cabos podres de baixa qualidade e mau contato na parte
      elétrica do instrumento. Levar o equipamento antes da gravação para
      um luthier ou técnico é tão importante quanto respirar. A timbragem
      pode ser feita antes da gravação, aliás é detalhe muito importante.
      Muitos guitarristas timbram durante a gravação. Mas basta chegar com
      um padrão definido. O equipamento deve ser sempre timbrado em volume
      real. É importante trabalhar as texturas sonoras. Discriminar o que
      vai ser grave, médio ou agudo. Como serão utilizados os timbres
      dentro de um estilo e conceito. Ao produtor cabe mapear cada ajuste
      e questionar timbres e texturas sonoras.

      Amplificadores O grande lance é levar o que a banda precisa. Nem
      todo estúdio tem equipamento adequado para cada estilo. Uma banda de
      heavy metal precisa de cabeçotes e caixas grandes para gravar bases
      pesadas e encorpadas. Para os solos, amplificadores pequenos são
      melhores em termos de definição. Mas normalmente a mistura dos dois
      tipos é mais legal na hora da mixagem. Na impossibilidade de levar
      vários tipos, nada melhor que levar um simulador de amps. Outro
      segredo é na hora de microfonar a caixa. Aliás, saber posicionar um
      microfone é a arte da experimentação.

      Dicas de pré produção

      - Afinação
      Regular os instrumentos para obter boa entonação dos mesmos.
      Procurar variar as tonalidades das músicas.
      - Estar presente nos ensaios.
      Observar acentuação, andamento e interpretação.
      - Mudar tudo que tenha se tornado um hábito ou vício como:
      ordem de músicas, sala de ensaio (eventualmente experimentar outras
      sala ) e timbre dos instrumentos.
      - Gravar as músicas para analisar o conteúdo global.
      Pode ser um gravador portátil multi pistas, um computador com
      software de gravação ou uma mesa digital(workstation). O importante
      não é a qualidade sonora, mas a dinâmica das músicas.
      - Fazer a banda tocar o instrumental sem o vocal.
      - Fazer eventualmente voz e violão ( isso "aumenta" o alcance
      vocal).
      - Forçar a banda a tocar com click eletrônico ou metrônomo.
      - Antes da gravação, nos ensaios derradeiros, limpar o som tirando
      efeitos como delay e reverb. Fazer a banda tocar com um som mais
      básico e simples.
      - Listar todo o equipamento para a gravação e procurar checar tudo
      com boa antecedência.
      - Procurar e mostrar trabalhos musicais de outras bandas com sons
      similares ou baseados no mesmo conceito para analisar seu próprio
      trabalho.
      - Promover atividades fora do contexto musical para descontrair os
      músicos.

      Hoje em dia, a pré produção é o melhor caminho para chegar seguro no
      estúdio, principalmente para gravar. Chegando consciente e fazendo o
      trabalho render bem mais. Imaginar que muita coisa mudou de tempos
      em tempos, mas que cada vez mais, surgem novos caminhos e novos
      protagonistas.

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Produção no Estúdio - Os mistérios da gravação

      Já falamos anteriormente em pré-produção. Dando continuidade ao
      trabalho, vamos falar de produção.

      A banda já está no estúdio escolhido e pronto para as gravações. O
      produtor começa definindo a base da música, ou seja, a espinha
      dorsal que sustenta a música. Os instrumentos são gravados um a um,
      separadamente e será necessário adotar conduta e postura
      diferenciada em relação a aspectos técnicos e musicais.

      Normalmente, a bateria é o primeiro instrumento a ser gravado. Para
      tal, é necessário gravar uma guia, ou um playback para que o
      baterista tenha a referência para tocar, ou acompanhar. A guia pode
      ser uma guitarra plugada direto na mesa, sem a preocupação com o
      timbre, apenas para tocar a música.

      Primeiro tempo

      Bateria
      Iniciamos montando a bateria, e de preferência em sala viva (sala de
      pedra, sala de madeira). O teto alto e placas refletoras podem
      ajudar na ambientação e devem ser manipuladas durante a timbragem.
      Utilizar muito tempo para "arrumar" a bateria é normal,
      principalmente quando o baterista leva o seu próprio instrumento.
      Para microfonar é desejável que o produtor utilize microfones
      específicos para as peças da bateria. É mais desejável ainda usar
      pratos específicos para gravação. Tem de saber afinar as peles e
      certificar se não há vazamentos excessivos nos microfones (som de um
      microfone vazando em outro). Aliás, o produtor deve escutar o timbre
      de cada peça e o balanço geral da bateria. Efeitos, camadas de
      timbre e dobras podem ser adicionados depois na mixagem. Depende da
      forma como vai ser editada a bateria, as possibilidades, por
      exemplo, com o Pro-Tools são imensas. Bateristas de primeira viagem
      ( em estúdio) costumam ficar "nervosos" por começarem antes de
      todos. Geralmente, eles engrenam na segunda ou terceira música.
      Refazer a primeira, no final, é uma boa dica.

      Baixo
      O próximo na gravação é o contrabaixo, assim definimos a dupla
      rítmica, a "cozinha" ou o esqueleto da base (acompanhamento).
      Gravar em linha ( quando o contrabaixo é plugado direto na mesa de
      gravação) é um expediente corriqueiro mas nada animador. Dependendo
      do estilo pode até soar correto, mas para som pesado é pouco
      provável que fique bom.

      Caso seja gravação em linha, um simulador de amplificadores e um
      emulador de caixas (falantes) são imprescindíveis. Mas o ideal é
      microfonar um autêntico amp de contrabaixo que valorize o peso e
      encorpe o som. Outra boa idéia é gravar com microfones e
      simultaneamente gravar em linha usando simuladores, boosters ou um
      simples direct-box. Basta depois juntar as duas vias gravadas na
      mixagem para obter um timbre híbrido e diferenciado. Fica muito bom
      trabalhar dessa maneira.
      O contrabaixo deve estar bem regulado e cuidado com as afinações
      baixas. O músico pode optar por um instrumento de 5 ou 6 cordas, mas
      convém transportar a digitação do que abaixar a afinação. Isso para
      que as cordas não fiquem muito moles, sem tensão, principalmente as
      mais grossas, devido a afinação baixa.
      Na gravação, evite efeitos de eco (reverb, chorus, delay), grave
      seco, no máximo um equalizador ou de leve uma compressão bem sutil.
      O produtor deve utilizar microfones dinâmicos e cuidar para que as
      freqüências baixas (graves) não embolem, nem percam definição.

      Guitarras
      Com a cozinha definida, iniciamos a guitarra base.
      Preferencialmente, no plural, ou melhor: guitarras rítmicas.
      É necessário: guitarras bem ajustadas, cordas novas, variedade de
      amplificadores, efeitos e cabos de boa qualidade de comprimento
      curto. A sala viva é a ideal, além de boa quantidade de microfones
      específicos para a gravação das guitarras, tanto microfones
      condensadores como os dinâmicos. Escolhemos os timbres,
      descriminamos o que é grave, médio e agudo no amplificador.
      Verificamos a relação de sinal/ruído e pode ser necessário o uso de
      um redutor de ruídos, devidamente ajustado.
      Posicione a caixa do amplificador na sala. Lembre que para sonzeira
      pesada para bases, o aconselhável é usar amps do tipo stack (
      trambolho mesmo..., aqueles com cabeçote e caixas separados) . As
      caixas com 4 falantes são as mais legais por produzir timbres
      encorpados e extra-pesados. Para microfonar, o produtor tem muitos
      desenhos e combinações:
      Na tela ou na grade :
      O microfone dinâmico com padrão cardióide (que capta o som pela
      frente e um pouco pelo lado) é colocado próximo ao falante da caixa
      e direcionado para o cone, e não ao eixo central do falante.
      Perto e longe:
      Outro microfone do tipo condensado e cardióide pode ser posicionado
      a distância para captar a ambientação produzida pelo fluxo de som na
      sala de gravação. Na mixagem, o técnico mistura os dois timbres, em
      quantidades não necessariamente iguais. Depende do timbre desejado.
      Um na frente e outro atrás:
      Muitos utilizam um microfone dinâmico e cardióide na traseira do
      amp, combinado com o microfone posicionado na frente. Neste caso, o
      produtor deve prestar atenção para que não haja cancelamento de fase
      dos microfones, consequentemente um deles soa agudo, magro com som
      de varal. Basta pedir ao técnico de som que faça a conversão correta
      da fase.
      Dobras e camadas sonoras:
      Para que se tenha muita massa sonora, é importante fazer dobras de
      guitarra. Ou seja , dobrar a gravação das bases em várias pistas
      para que depois na mixagem obtenhamos um som "grande" de guitarra.
      Tocar a mesma base várias vezes já não é necessário, plugue a
      guitarra no seletor de vias ou seletor de linha, toque uma vez, e
      grave com 3 amplificadores em salas diferentes. Use 2 microfones em
      cada sala. Some 3 com 2 e obtenha 5 camadas com a mesma acentuação,
      mas com timbres diferentes. Edite ou escolha na mixagem os sons mais
      legais. Se aumentar a quantidade de tomadas de gravação ( músico
      tocando), ou aumentar na edição, o som da guitarra ficará grande e
      pesado.
      A gravação da guitarra base deve ser bem seca, sem efeitos de
      modulação ou delay, apenas saturação ou distorção. Os efeitos devem
      ser adicionados na mixagem. Os simuladores de amplificadores são bem
      vindos na gravação das bases de guitarra.

      Segundo tempo

      Nesta etapa, não há necessidade de seguir uma ordem ou seqüência
      específica. Cabe ao produtor ir definindo cada instrumento seguindo
      um critério técnico ou pessoal. Alguns produtores eventualmente
      separam a gravação da base com essa segunda etapa, com um bom
      intervalo de tempo. Assim, trabalham e definem a base primeiro, para
      depois começar a gravar os solos, vocais e outros...

      Solos de guitarra

      Para os guitarristas, o solo na música pode ser supremo,
      corriqueiro, indiferente ou até ausente. Depende de cada músico, de
      estilo e "vibe". Aliás, para muitos produtores, os guitarristas são
      seres extremamente difíceis de trabalhar. Já os guitarristas,
      "fáceis de lidar", estão cada vez mais em extinção. Sobram
      poucos...muito poucos....
      Muitos músicos já trazem o solo pronto e definido, bastando algumas
      tomadas e emendas para finalizar. Outros gostam de improvisar no
      estúdio, em clima de espontaneidade e inspiração. Deixando para
      escolher os "melhores momentos" no final. O produtor vai montando o
      solo a partir de vários fraseados gravados até conseguir o resultado
      esperado. Importante, o solo de guitarra deve ser como uma história
      de começo, meio e fim.
      O produtor pode sugerir um caminho bem legal, que seria justamente
      mesclar alguns padrões de melodia previamente definidos, com a
      espontaneidade de uma improvisação no momento da gravação.
      Os solos de guitarra podem ser gravados a partir de amplificadores
      combo (que têm o tamanho menor, quando o cabeçote e caixa estão no
      mesmo gabinete ) que possuam melhor definição de agudos, presença,
      com menos graves. Efeitos sutis de ambientação podem ser adicionados
      antes da gravação, mas devem ser bem econômicos. As guitarras devem
      estar bem reguladas, principalmente a entonação nas casas mais
      agudas do instrumento (ajuste de oitavas).

      Teclas

      Já os teclados em geral, devem ser previamente programados e
      timbrados. Os pianos acústicos e órgãos eletrônicos devem ser
      microfonados. Já os teclados e sintetizadores digitais são gravados
      em linha. (plugados direto na mesa). Alguns timbres específicos de
      teclado já têm muita ambientação e não necessitam passar por efeitos
      como reverb ou delay. Hoje em dia, os teclados fazem muita diferença
      em termos de versatilidade. Muitas bandas de metal, que querem
      texturas de som próximas a orquestrações grandiosas e sinfônicas,
      apelam para teclados inteligentes com timbres absolutamente reais.
      Pra quê então, levar uma orquestra inteira para o estúdio? Se a
      tecladeira digital resolve a contento, é tudo muito conveniente,
      prático e barato.

      Vocais

      Tanto o vocal principal como os vocais de fundo devem ser gravados
      em cabines forradas ou em ambiente morto ( que é uma sala morta, ou
      sala com elemento de absorção do som, revestidas de material como
      espuma, forração ou tecido especial ). A voz não pode reverberar e
      deve soar limpa. A gravação é seca e os efeitos ( do tipo para criar
      ambientação, como reverb ou delay) devem apenas ser adicionados na
      mixagem. Os microfones são importantes para captação correta da voz.
      Assim como os periféricos específicos para vocalizações
      (compressores e pré-amplificadores) , de uso tanto prévio ou
      posterior a gravação. Quanto aos microfones, a variedade de tipos e
      modelos é desejável. A maioria dos utilizados para vocais em estúdio
      tem muita sensibilidade técnica e custo alto. Condensados são mais
      caros e manipuláveis de forma mais extrema. Os dinâmicos tem um
      custo mais baixo, porém de uso mais restrito em situações não tão
      corriqueiras.
      O aquecimento das cordas vocais é primordial para o cantor e também
      muito cuidado com ar condicionado no estúdio e a fumaça de cigarro
      na sala de espera. Intercalar as gravações dos vocais com a de
      outros instrumentos, é uma boa dica para o vocalista manter a voz
      estável, sem estafa. Mas isso depende de pessoa a pessoa, não chega
      a ser uma regra. Uma sessão muito l

      Fritz_mkvl
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      opa.

      Homem Cueca
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Mto bom!!!

      Seria uma boa fixar esse tópico que eh de grande utilidade para todos!!

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      longa de gravação de vocal pode
      não ser boa para alguns e pode nem afetar a outros. O produtor deve
      observar sempre na gravação a dicção, interpretação, afinação,
      respiração e a "vibe" da vocalização.

      Ser Produtor é...
      Saber escolher o estúdio é algo vital para quem quer ser um bom
      produtor. Não tanto pela qualidade ou a quantidade dos equipamentos.
      Por que isso não significa necessariamente que o estúdio seja bom ou
      adequado . O que importa é a capacidade profissional de quem está lá
      dentro, tirando o melhor rendimento. Um estúdio high tech com tudo
      do bom e do melhor, pode não render nada nas mãos de quem está de
      mal humor ou não tem o domínio técnico. Já um estúdio com
      equipamento simples, mesmo sendo limitado e com uma parafernália
      antiga, pode surpreender quando pilotado por gente que sabe o que
      faz.
      O produtor não é apenas um profissional que trabalha com a noção
      exata do objetivo a ser cumprido. Deve também estar preparado para o
      fator surpresa, para as adversidades técnicas, saber reverter o
      demérito em mérito. O produtor deve saber lidar com temperamentos,
      personalidades e egos.
      O produtor é o quarto, quinto, sexto, sétimo...integrante da banda.

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05 · Editado por: DaRk SlaYeR
      · votar


      so lembrando... quem quizer por mais dicas e coisas do tipo
      é so botar aeeeeeeeee
      flw aii e espero ter ajudado a todos ;p

      edu_alenkar
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Muito bom o texto cara ....... :)

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      o/

      lobz
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Muito bom o texto cara 2

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Se Alguem tiverr aii mais dicas de mixagem fala aii pq eh bem intereçante..
      =]

      22222 oirartnoc oa
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Mt bom o texto

      Manticore
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Muito esquematizado...ta tudo errado...é por isso que hoje em dia tu ouve um cd e nunca sente a impressão de ouvir pessoas tocando...tudo montadinho...cortado...parece que o computador dominou geral...e isso é uma merda!!! Foda-se toda essa esquematização...quanto mais natural melhor

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Manticore

      Cada um com suas opiniões e gostos. A ideia é ajudar a quem precisa
      e não discutir gostos ;p
      flw ae

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      http://www.nics.unicamp.br/~andre/html/background.htm

      mais um site em que contem informações legais sobre o assunto...

      lula_molusco
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Esse merece stick...serião!

      Renkar
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Muito bom o texto cara (3)

      Esse merece stick...serião! (2)

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05 · Editado por: DaRk SlaYeR
      · votar


      http://www.homestudio.com.br/Artigos/Index.htm

      Ai gurizada.. nec site ai tem coisas bem interessantes
      =]

      teuabreu
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Parabens, muito bom mesmo esse texto!

      DeFaCe_
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Muito bom.
      Stick!

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      up

      Moiséshendrix
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Isso ae cara, o testo ficou muito bom, e tá ajudando muita gente que curte gravar em casa mesmo, e até quem tá começando no mundo da produção, começa na brincadeira mesmo, depois sem agente perceber já tá sério. valew !!!

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      eh eu sei o qto foi dificil axa informações aiii
      mas tpow to postando o q to axando pq sei ki tem uma gurizada
      catando isso na net i pq nao reunir num topico so td?
      a ideia eh essa kem tive coisa pra posta sobre o assunto ta liberado
      o topic eh pra isso..
      i peço pros moderadores si puderem dar um stick aii pq o assunto eh intereçante pra gurizada.. ;p

      flw aee

      Guitar_L
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Stick aew moderação!!!! Mto legal msm...

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      up

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      =]

      Belloni
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Up again... curti.

      Pedroppl2
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      Stick no topicO!
      DaRk SlaYeR
      Legal os links q tu postou cara! A parte da equalizaçao é boazona!

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # dez/05
      · votar


      eh bem interessante msm..
      to procurando mais pra posta aki ;p
      =]

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # jan/06
      · votar


      up de 2006 o/

      DaRk SlaYeR
      Veterano
      # jan/06
      · votar


      =]

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a 【FIXO】 Produção Musical! Definitivo!

      302.584 tópicos 7.833.005 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital