✟✟✟ Obituário 2020 ✟✟✟

Autor Mensagem
Donnergott
Membro Novato
# 12/jan/20 20:44
· votar


JJJ

Eu coloquei a tradução nas legendas agora.

Não, não me referi a isso, meu inglês dá pro gasto. Tive que ler três vezes pra entender que o Neil Peart morreu. Lá pelos anos 80 me caiu na mão uma revista com várias páginas de entrevista com o Neil, quem tem ideia de como o cara era, já imagina que a entrevista era um workshop de bateria, sem intimidade ou coisa pessoal, só técnicas, equipos, coisa assim. Eu estava engatinhando nas baquetas e ouvir Rush após ler a matéria do Neil Peart me deixou animado pacaraio. Um dos pouco vinis que eu ouço sem dó - agora inclusive - é Hemispheres. A batida dele sempre me estimulou (essa frase ficou estranha!), mas na boa, o cara É e continuará sendo O CARA!
Parabéns pelo cover. Tem que estar atento para perceber que é cover.

JJJ
Veterano
# 12/jan/20 22:47
· votar


Donnergott
Ah, entendi... demorou pra cair a ficha. Foi uma porrada mesmo.

Parabéns pelo cover.
Valeu, cara. Extensivo ao makumba, ao tito lemos e ao edujazz. Com essas feras fica até fácil.

Beto Guitar Player
Veterano
# 13/jan/20 07:50
· votar


JJJ

Puts, eu estava dando uma olhada no youtube quando me deparei com seu vídeo. Foi através dele que eu soube da morte do Neil, até então eu não sabia...

Já tinha ouvido a versão de vocês aqui no cifra, mas eu tinha esquecido em como a qualidade do cover ficou excepcional.

Mesmo eu não sendo um grande conhecedor de Rush, eu tinha o Neil como o melhor baterista do mundo, referência unânime do instrumento para qualquer músico. Triste perda.

Senti a perda dele, tal como quando o Jon Lord se foi.

megiddo
Membro
# 13/jan/20 07:56 · Editado por: megiddo
· votar


entamoeba
Roger Scruton, 75 anos.

Não é da música


https://en.wikipedia.org/wiki/Violet_(opera)

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 13/jan/20 11:22
· votar


https://www.youtube.com/watch?v=S8PBKoE5RP4

Lelo Mig
Membro
# 13/jan/20 13:40
· votar


Mauricio Luiz Bertola

Uma vez, há muito tempo, vi uma entrevista onde o Geddy Lee explicava porque eles, realmente, se davam bem e conseguiam conviver bem.

Disse algo assim:

"O formato trio muda a forma como a democracia funciona, porque dois contra um é absolutamente injusto. Então, quase nunca recorremos ao expediente de conseguir o apoio de um ou do outro, procuramos outro meio o que acaba, realmente, em um ato democrático."

Achei muito interessante, mesmo que em outras palavras, nunca me esqueci disso.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 13/jan/20 13:44
· votar


Lelo Mig
Concordo.
Mas creio que isso tenha à ver com a própria personalidade deles, com sua formação, educação formal e informal (principalmente esta), índole e assim por diante...
Lee, Lifeson & Peart SEMPRE foram caras diferenciados dentro do mundo do Rock.
Abç

Lelo Mig
Membro
# 13/jan/20 14:43
· votar


Mauricio Luiz Bertola

"Mas creio que isso tenha à ver com a própria personalidade deles..."

Sim, concordo com você. Mas, salientei essa colocação dele, justamente pelo fato que a "ideia de democracia" do Lee, vai muito além do conceito simplório de "decisão da maioria" e demonstra o nível deles.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 13/jan/20 15:41
· votar


Lelo Mig
Concordo.
Abç

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 13/jan/20 15:41
· votar


Lelo Mig
Concordo.
Abç

Julia Hardy
Veterano
# 16/jan/20 17:21
· votar


Só esperando a gravadora começar a lançar discos com raridades da banda, solos de bateria gravados no quintal da casa do Neil Peart, etc.

Lelo Mig
Membro
# 16/jan/20 17:37
· votar


Julia Hardy

"Só esperando a gravadora começar a lançar discos com raridades da banda, solos de bateria gravados no quintal da casa do Neil Peart, etc."

Não é impossível... Mas também não me parece tão fácil. O Rush é uma das poucas bandas que mantém um controle sobre seu material bem acima da média, eles sempre foram "bem chatos" com isso.

E Geddy e Lifeson não me parecem os tipos que tão afim de ganhar uma grana às custas da morte do amigo... a relação deles era bem forte.

Mas... de uma gravadora tudo pode se esperar.

TendTudo
Membro Novato
# sexta às 11:17
· votar


Pra mim, suas ideias era de esquerdalha
Tavam nem aí pra ciência mesmo sendo os caras, ateus.

Ramsay
Veterano
# sexta às 23:43
· votar


O grande cantor e compositor Luis Vieira morreu ontem de parada cardíaca aos 91 anos.
Seu maior sucesso foi “Prelúdio Para Ninar Gente Grande (Menino passarinho)”.

https://observatoriodemusica.bol.uol.com.br/noticia/2020/01/famoso-can tor-e-compositor-luiz-vieira-morre-apos-parada-cardiaca

Que descanse em paz...

Lelo Mig
Membro
# sábado às 00:18 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Ramsay

"Os olhinhos do menino marejou
Quando seu pai viajou
Os olhinhos do menino marejou
Quando seu pai viajou

Quando seu pai viajou, não avisou
a seu filho quando iria voltar
Mamãe disse que foi Jesus quem levou
O papai prá passear

Jesus Cristo sempre sabe o que faz
O menino ouviu isso e se calou
Debruçou-se num cantinho, o pobrezinho
Ai, Deus meu, ai... e os olhinhos do menino marejou

Marejou, marejou"


Luiz Vieira

Quando eu era menino, ainda que achasse triste prá caraio, adorava essa música.

Descanse em paz!

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# ontem às 14:50
· votar


Ramsay
Lamentável!!!

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a ✟✟✟ Obituário 2020 ✟✟✟