1969, o ano de Woodstock.

Autor Mensagem
Velvete
Veterano
# 22/ago/19 11:37
· votar


EduJazz

O cara estava dormindo numa barraca, eu acho.

No meio do entulho, o trator não deve nem ter notado uma pessoa ali.

renatocaster
Moderador
# 22/ago/19 12:45
· votar


Del-Rei

https://www.buzzfeed.com/br/gabrielsanchez/woodstock-fotos-realidade

Rsrs


Algumas fotos parecem até de um campo de concentração, bizarro.

Del-Rei
Veterano
# 22/ago/19 12:47 · Editado por: Del-Rei
· votar


Mauricio Luiz Bertola: 1971 - Festival de Cambé/ES

Um colega comentou do festival de Aguas Claras, mesma coisa. No final parecia cenário de guerra.


Lelo Mig: Essa geração paunocu mimimi, sem um McDonalds na esquina, morre de fome.

E tem que ser o McLight, porque a galera tá com muita intolerância ao glúten, leite....


EduJazz: MORRENDO ATROPELADO POR UM TRATOR

Se duvidar, nem sentiu. Devia estar dormindo chapado...


renatocaster: Algumas fotos parecem até de um campo de concentração, bizarro.

Parece mesmo, rs. Mas creio que a maioria delas iria novamente se pudessem voltar no tempo, hehe.

Um aceno de longe!!!

Lelo Mig
Membro
# 22/ago/19 13:03
· votar


EduJazz

"Eu não consigo nem imaginar o cara, no meio de meio milhão de pessoas, MORRENDO ATROPELADO POR UM TRATOR.

É pecado rir? É. Mas eu ri."


Pelo que lembro da história (não fui googlear), o cara, obviamente chapado de coisas light como LSD, Chá de Cogumelo, Marijuana e etc., se afastou da multidão (não havia circulação de veículos onde rolava os shows e o palco era bastante afastado da sede e edificações da fazenda) e foi dormir bem longe. Deitou ou capotou perto de um local de circulação de trabalho, junto a montes de feno, algo assim.

Pode rir... é engraçado mesmo e se houver céu ou inferno, onde quer que o maluco esteja, não sabe o que aconteceu até hoje.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 22/ago/19 23:15
· votar


Del-Rei
O Festival de Águas Claras, em 1975 (não fui pois tinha 13 anos, óbvio...), foi o que, dessa fase dos anos 70, teve mais sucesso e repercussão. Parece que vai "rolar" um documentário sobre esse Festival (e os sucedâneos na mesma cidade).
Abç

Ismah
Veterano
# 23/ago/19 13:54
· votar


JJJ
não esperavam nem metade do tanto que apareceu de gente.

Se considerar os dados mais conservadores, portanto os mais próximo dos reais, com 300 mil pessoas no evento, foram já 3 vezes o esperado.
Dali, não nasceram só crianças, mas outros eventos, em vários outros segmentos da arte, e coisas assim...
Do meu lado, é o marco zero para sistemas de PA de grande porte. O sistema "Wall of sound" do Grateful Dead, é ainda influente nos sistemas atuais, e nunca deve deixar de ser. Era tudo, menos bom e prático, mas um laboratório incrível.

Lelo Mig

Fora seu preconceito, tente ser realista, a geração atual não faz porra nenhuma... É sério! Dos que tenho feito, se consome muito pouco álcool, cerveja em doses homeopáticas, cigarro quase nada... A galera tem uma pira maior em coisas pesadas, como ácido, MD, ecstasy, e demais... Mas é água, água e água... Troço super estranho...
As reclamações de assédio, geralmente são muito... Digamos "estranhas". Desde a pinta que reclama que fulano passou a mão na bunda, até histórias que não batem, ou não tem um criminoso real (vi um que ela apontou 6 culpados, em questão de 20 min, entre eles um dos policiais)...
Existem casos de assédio real...? Existem, mas são bastante pontuais...

renatocaster
Moderador
# 23/ago/19 14:11
· votar


Del-Rei

Mas creio que a maioria delas iria novamente se pudessem voltar no tempo, hehe.

Com certeza, foi uma experiência única na vida daquelas pessoas.

Se não me engano, fizeram duas reedições do festival nos anos 90. Mas obviamente não teve a mesma repercussão como a edição de 1969. O mundo já era outro completamente diferente, acho que usaram o nome "Woodstock" só para explorar comercialmente a marca.

MatheusMX
Veterano
# 23/ago/19 14:14
· votar


Dos que tenho feito, se consome muito pouco álcool, cerveja em doses homeopáticas, cigarro quase nada... A galera tem uma pira maior em coisas pesadas, como ácido, MD, ecstasy, e demais... Mas é água, água e água... Troço super estranho...

Lei seca... o cara que cai na blitz chapado de alucinógeno não cai no bafômetro, rs

BrotherCrow
Membro Novato
# 23/ago/19 14:19
· votar


Ismah
Dos que tenho feito, se consome muito pouco álcool, cerveja em doses homeopáticas, cigarro quase nada... A galera tem uma pira maior em coisas pesadas, como ácido, MD, ecstasy, e demais... Mas é água, água e água... Troço super estranho...
As reclamações de assédio, geralmente são muito... Digamos "estranhas". Desde a pinta que reclama que fulano passou a mão na bunda, até histórias que não batem, ou não tem um criminoso real (vi um que ela apontou 6 culpados, em questão de 20 min, entre eles um dos policiais)...

Hoje em dia vou em show de metal e vejo muita gente usando vape. No mais, água mesmo. Será que é por causa do preço da cerveja? Pessoalmente, sou fã de lugar onde dá pra ver o show do bar. Mas aí é porque já estou mais perto dos 40 que dos 30... chego lá, entro no mosh uns dez minutos, canso e vou pro bar.
Sobre assédio... cara, uma vez fui num show do Wander Wildner num lugar aberto (era uma feira agrícola, não lembro direito) e uma menina na plateia invocou que alguém estava passando a mão na bunda dela. O que a anta fez? Spray de pimenta. Acertou uma meia dúzia de pessoas em cheio, e mais um monte de gente ficou com olho lacrimejando em volta. Abriu uma rodinha!

MMI
Veterano
# 23/ago/19 14:36
· votar


Del-Rei

Mas creio que a maioria delas iria novamente se pudessem voltar no tempo, hehe.

Com certeza. Ás vezes se cruza na rua com um ou outro que ainda não se deu conta que acabou, não é que iria novamente... Acham que ainda estão por lá. kkkkkkkkk

HortaRates
Membro
# 23/ago/19 14:44
· votar


BrotherCrow
Hoje em dia vou em show de metal e vejo muita gente usando vape. No mais, água mesmo. Será que é por causa do preço da cerveja?
Como o cara de cima disse... É culpa da lei seca. Qualquer gota de álcool é 3k de multa e perde a carteira. Não vale a pena arriscar. Não que eu não concorde com a lei seca, veja bem...

Dos que tenho feito, se consome muito pouco álcool, cerveja em doses homeopáticas, cigarro quase nada... A galera tem uma pira maior em coisas pesadas, como ácido, MD, ecstasy, e demais... Mas é água, água e água... Troço super estranho
Ismah
Você já visitou Belo Horizonte? Hahahaha
Em BH é outros 500, são todos "alcoólatras sociais". Melhor cidade!
No mais, minha geração tem, no geral, menos preconceito com drogas mais "pesadas" do que a dos meus pais, por exemplo. Álcool é bom, mas é caro, te deixa de ressaca, causa dependência... Outras drogas são mais baratas porque dão uma onda muito forte, muito mais duradoura, ressaca free.

Buja
Veterano
# 23/ago/19 14:50
· votar


Em BH é outros 500, são todos "alcoólatras sociais". Melhor cidade!

Em BH quando algume diz que nao bebe, quer dizer que bebe socialmente.
Pra dizer que nao bebe mesmo, tem que falar 2 vezes.

Del-Rei
Veterano
# 23/ago/19 15:29
· votar


renatocaster
MMI
O mundo era outro mesmo.
O conceito de conforto que temos hoje é diferente. Creio que naquela época as pessoas eram naturalmente mais roots.
E certamente, alguns que estão vivos até hoje, devem estar mais pra lá do que pra cá, haha.

MatheusMX: Lei seca... o cara que cai na blitz chapado de alucinógeno não cai no bafômetro, rs
HortaRates: Qualquer gota de álcool é 3k de multa e perde a carteira.

Hoje a Lei Seca está mais pesada ainda. O cara pode até ser preso. Bem mais seguro usar um LSD, rs.

Um aceno de longe!!!

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 23/ago/19 15:37
· votar


HortaRates
Mineiro gosta mesmo da "marvada"...
Kkkkkkkk...
Abç

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 23/ago/19 15:37 · Editado por: Mauricio Luiz Bertola
· votar


duplo

makumbator
Veterano
# 23/ago/19 15:41
· votar


Buja
Mauricio Luiz Bertola

Em BH todo mundo bebe porque lá tem alta proporção de mulher feia. Fazem isso pra poder encarar. E nem adianta discutir, pois isso é um fato científico. Já comprovei tal fato visitando a cidade várias vezes ao longo de muitos anos. Não quer dizer que não tenha mulher bonita, mas a proporção é desfavorável aos apreciadores da estética feminina.

Em Juiz de Fora é o oposto, tem muito mais mulher bonita que feia. E não sou nascido aqui, portanto sou isento pra falar. Dou meu selo de Imetro nessa constatação.

HortaRates
Membro
# 23/ago/19 16:35
· votar


makumbator
Rapaz, geralmente isso é papo de nego feio que não tem lábia pra chegar nas meninas.
- "E ae Makumba, como foi a festa? Pegou mulher?"
- "Nah, sabe como é, só tinha mulher feia..."

Pode saber que isso é papo de quem não se garante.

makumbator
Veterano
# 23/ago/19 16:47 · Editado por: makumbator
· votar


HortaRates
Rapaz, geralmente isso é papo de nego feio que não tem lábia pra chegar nas meninas.

Nem é. Eu ouvi isso de amigos logo que cheguei em Juiz de Fora na adolescência. Aí visitei BH e constatei a verdade. Não tem nada de pegar ou não pegar (até poque sempre que ia a BH era não era em situação de festa, pegação, férias ou nada parecido). Claro que tem uma dose de exagero, mas tem também um fundo de verdade na afirmação.

Eu gosto de BH, mas observei esse fato depois que me apontaram tal característica. Sinto muito se eu acabei concordando (ao menos em parte)...não era minha intenção ofender o pessoal de BH. Tem mulher bonita na cidade, mas a proporção é menor que em outras que visitei (e já andei pelo Brasil todo e morei no nordeste, centro oeste e sudeste).

HortaRates
Membro
# 23/ago/19 17:06
· votar


makumbator
Não ofendeu, eu também só entrei na trollagem hahaha
Mas sinceramente acho que você frequentou a região errada da cidade. Mudei de BH pra SP e eu acho que as mulheres de BH não tem nem comparação com as de sampa, mesmo comparando regiões "equivalentes", ex : Savassi e Vila Madalena. BH tá muito na frente hahaha

makumbator
Veterano
# 23/ago/19 17:16
· votar


HortaRates
Mas sinceramente acho que você frequentou a região errada da cidade.

Pode ser.

Mudei de BH pra SP e eu acho que as mulheres de BH não tem nem comparação com as de sampa, mesmo comparando regiões "equivalentes", ex : Savassi e Vila Madalena. BH tá muito na frente hahaha

Veja só o que você fez, agora eu vou achar que só tem bruaca em SP!

Buja
Veterano
# 23/ago/19 17:32
· votar


makumbator

Aqui em BH tem 3 proporções:
Mulher bonita 25%
Mulher feia 25%
Mona 50%

Por isso voce acha que tem tanto mulher feia.

Del-Rei
Veterano
# 23/ago/19 17:36
· votar


Buja
Mona 50%

???

Um aceno de longe!!!

Lelo Mig
Membro
# 23/ago/19 17:38
· votar


Mano, hoje em dia, não toma Mandrix, não fuma Marijuana, não cheira cola, não bebe chá de cogumelo...

... mas toma Itaipava! Vai entender.

Buja
Veterano
# 23/ago/19 17:39 · Editado por: Buja
· votar


Del-Rei

É so dar uma rolê pelo alto da afonso pena, ou no bairro califonia, ou na praça da cemig. Acho que nessas regiões a proporção de mona é muito maior, beirando a 100%.

HortaRates
Membro
# 23/ago/19 17:49
· votar


Lelo Mig
Tu tá falando de outra geração. A que vem depois de você e a antes de mim, a geração dos meus pais.

Porque hoje não tem ninguém que não droppa um de vez em quando hahaha

Del-Rei
Veterano
# 23/ago/19 17:49
· votar


Buja
Mas o que é mona...?
Traveco?

Um aceno de longe!!!

Buja
Veterano
# 23/ago/19 17:50
· votar


Del-Rei

Mona é mano que se acha mina.

Ismah
Veterano
# 24/ago/19 01:51
· votar


BrotherCrow
No mais, água mesmo.

Uma das formas de consumir as drogas citas, e tantas outras semelhantes, é diluir na água. Assim, a chance de errar na dose é muito menor, já que se vai ingerindo em doses homeopáticas...

Estimulantes, todos trazem consigo uma necessidade enorme de consumir água, ou dá pra dar PT por desidratação. E reza a lenda que dá uma ressaca fortíssima, se não.

Logo... Esse é outro fator para a galera mais jovem, consumir tanta água nas baladas. Não que todos sejam drogados, mas há uma preocupação com saúde nas gerações que hoje tem 20. Vejo um puta degrau de mim, para quem tem 5 anos menos... Da alimentação, até a academia.

Como bem colocado, dura muito o efeito dos sintéticos, e deixa pouca consequência. Diferente das mais tradicionais, que deixam o cheiro, a larica, a fissura, a ausência de fome, as marcas das picadas, dor de cabeça no dia seguinte...

Mesmo assim a galera tá numa dosagem cavalar, tenho relatos de pessoas que tomam 5 a 10 balas (ecstasy) num sábado pra domingo, dando risada...

O mesmo com a bebida, a coisa tá osso! Algo que está muito popular em PoA desde o Carnaval, é o tal Corote, com o preparado Sabores*. Uma mistura de "vodka" e essência (lembra os KiSuco)... Basta servir tudo num copo com gelo, e tá pronto o drink...
Fui tentar acompanhar uma turma de seus ~18 anos, e o "véio" tava chamando o Hugo (vômito). na segunda ou terceira... Dor de cabeça num nível absurdo, que só ficou suportável com o 3º par de Engov...

* https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/03/bebida-de-r-3-corote-rep agina-marca-e-vira-atracao-entre-universitarios.shtml

HortaRates

Não conheço BH, mas não creio que haja um consumo maior de álcool que aqui, dado a colonização ítalo-alemã. Vale lembrar, que boa parte dessa região é colonizada por migrantes sulistas, o que nos torna primos distantes, de certa forma...

Não sei o que se consome ali, aqui a cerveja ainda tem seu espaço. O rock anda de mãos dadas com a cerveja. Então do que posso falar melhor, são os festivais de cerveja artesanal e semelhantes.
Seguido de drinks e destilados puros, com energético, chá, suco, refrigerante... E água... MUUUUUUUUUIIITAAAAAAA água... rs

Alguém um pouco bêbado, faz merda. Alguém muito bêbado, não faz nada - se facilitar, nem fica de pé... Agora, quem tu acha que tem mais chances para assediar outrem?

Sei que de fato, há o tal machismo, mais intenso ali. Aqui ele se reduziu ao interior, na cidade tá todo mundo "de good vibes"... Não por nada a D'Ávilla casou com um gaúcho... rs

Ramsay
Veterano
# 24/ago/19 02:34
· votar


Falaram de tudo nesse tópico, com exceção da "ALMA de WOODSTOCK" que foi a performance histórica e inesquecível do JIMMY HENDRIX.

Julia Hardy
Veterano
# 24/ago/19 18:40 · Editado por: Julia Hardy
· votar


O melho de woodstrock foi o Sha Na Na.




Existem casos de assédio real...? Existem, mas são bastante pontuais...

Não, não são.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a 1969, o ano de Woodstock.