Jabá, uma prática nociva

Autor Mensagem
Del-Rei
Veterano
# 17/jul/19 21:02 · Editado por: Del-Rei
· votar


renatocaster
Eu devo ser um ponto fora da curva mesmo, porque tem anos que não acompanho nenhum portal de notícias. Primeiro, porque só tem notícia ruim. Segundo, porque nenhuma mídia é imparcial. Então desisti. Não faz sentido ficar vendo essas bostas. TV só ligo pra assistir Netflix ou qualquer outro serviço por demanda.

Lembro num réveillon que passei na casa de uns amigos, e passou um tal "virada da globo" (algo assim) na TV, com uns cantores fazendo apresentações. Eu não conhecia a maioria esmagadora das músicas e dos artistas, e ainda achei tudo uma bosta. Mas o que me impressionou foi ver todo mundo cantando sendo que eu nunca tinha ouvido falar.

Mauricio Luiz Bertola
Faça um acordo "por baixo dos panos" com o Kondzilla... Ele vai te pagar um jabá para promover o MC Kevinho...

Pra eu promover funk, tem que pagar MUITO bem, rs.

Um aceno de longe!!!

makumbator
Veterano
# 17/jul/19 21:16 · Editado por: makumbator
· votar


Mauricio Luiz Bertola
"robôs" digitais ajudaram a eleger um presidente no Brasil e nos EUA... Isso já está provado...
Quem paga por esse programas de manipulação de algorítmicos?
Alguns a gente já sabe quem são...


Claro! mas está aberto a todo mundo. A coligação do Haddad por exemplo foi condenada recentemente por práticas semelhantes nessas últimas eleições (pagar quase 90 mil reais por impulsionamento contra o Biroliro, segundo comprovariam documentos do próprio Google). E obviamente o Bolso fez o mesmo (a campanha e seus apoiadores, de maneira independente). Eu acho errado esse tipo de coisa ser considerada crime eleitoral. Tinha que ser totalmente livre.

Observe inclusive que a legislação brasileira nesse campo é ainda mais retardada, pois os legisladores tentam controlar e definir prazos pra propaganda em uma rede online internacional e tentam impedir também propaganda feita por usuários "comuns". Nunca vai dar certo. Os caras pensam com cabeça do séc XX.

Vejo o jabá da mesma maneira.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 21:35
· votar


makumbator
mas está aberto a todo mundo
Anh! Como assim?
Eu não posso pagar por isso cara... Você pode?
Abç

Silspiders
Membro Novato
# 17/jul/19 21:44 · Editado por: Silspiders
· votar


Deixa quieto... Nem quero discutir essas coisas.

makumbator
Veterano
# 17/jul/19 21:47
· votar


Mauricio Luiz Bertola
Eu não posso pagar por isso cara... Você pode?
Abç


Aberto a todo mundo que pode pagar, obviamente.
E os partidinhos brazucas podem pagar sim por impulsionamentos, robôs online, hackers, jabás e o que mais quiserem. Só de fundo partidário já dá uma grana boa pra fazer muita propaganda (legal e ilegal). Amém a todos eles.

Del-Rei
Veterano
# 17/jul/19 21:49
· votar


makumbator
Observe inclusive que a legislação brasileira nesse campo é ainda mais retardada

A legislação vai estar sempre muito atrás, tentando alcançar a tecnologia. É uma tarefa inviável controlar tudo que rola online. A internet abriu um buraco negro, virtual, onde é humanamente impossível ter ciência de tudo que existe, até porque a cada segundo milhares de novas informações são geradas.

Em épocas eleitorais a fiscalização virtual é feita dentro do mínimo possível... O Ministério Público tenta ficar de olhos nos "peixes grandes", mas boa parte da fiscalização acaba sendo feita pelos próprios candidatos (ou seus eleitores), que ficam monitorando as atividades dos adversários pra dedurar.

Mauricio Luiz Bertola
Anh! Como assim?
Eu não posso pagar por isso cara... Você pode?


Mas você não estava participando das eleições, rs. Quem paga a conta da campanha não é o candidato, é o partido. Fundo Partidário (nosso dindin, tributos) e doações.

No caso, os dois lados utilizaram a mesma estratégia. Obviamente o custo desse serviço não foi declarado na prestação de contas dos candidatos.

Um aceno de longe!!!

Synth-Men
Veterano
# 17/jul/19 22:23
· votar


Uns são a favor;
Outros contra;
Uns acham normal;
Outros anormal;
Uns tudo haver;
Outros nada haver.

Mas JABÁ que é JABÁ, tem que ter carne-seca.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 22:26
· votar


Del-Rei
Cara, eu só citei a questão das eleições como ilustração, mas o jabá funciona de forma análoga...
Synth-Men
Pódiscrê!
Girimum com jabá "ruleia"!!!
Abçs

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 22:30
· votar


makumbator
Aberto a todo mundo que pode pagar, obviamente.
Então não é todo mundo...
O que não é pra todo mundo gera desigualdade, e quem se beneficia da desigualdade é ladrão...
Ladrão, ao te roubar, ou seja, pratica um ato básico de desigualdade, que apropria-se do que é seu para ele apenas...
Quem pode pagar não é todo mundo, são alguns, que beneficiam-se de uma prática ilegal. O que essas pessoas são?
Abç

Del-Rei
Veterano
# 17/jul/19 22:41
· votar


Synth-Men
Mas JABÁ que é JABÁ, tem que ter carne-seca.

Aí sim, hehe.

Mauricio Luiz Bertola
e quem se beneficia da desigualdade é ladrão

Aí você forçou.
Mas forçou muito.
Caraca... Mas forçou tanto, que não vou prosseguir na argumentação.

Um aceno de longe!!!

T-Rodman
Veterano
# 17/jul/19 23:26
· votar


só vai ver quem que abre vaquinha pra pagar advogado, pagar multa, etc, e recebe a grana em 1/2 dias, lol.
ui

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 23:28
· votar


Del-Rei
E não é?

makumbator
Veterano
# 17/jul/19 23:55
· votar


Mauricio Luiz Bertola
Ladrão, ao te roubar, ou seja, pratica um ato básico de desigualdade, que apropria-se do que é seu para ele apenas...

Definiu o Estado.

Obrigado por concordar comigo!!!

Del-Rei
Veterano
# 18/jul/19 00:01 · Editado por: Del-Rei
· votar


Mauricio Luiz Bertola
Você sabe que quem define crime é a lei, não?
Não é porque alguém fere sua convicção ideológica que você pode chamar de ladrão/criminoso. Aliás, se você fizer isso, é você quem está cometendo crime contra a honra.

Um aceno de longe!!!

Beto Guitar Player
Veterano
# 18/jul/19 08:13
· votar


Não sei porque, mas lembrei disso aqui...




renatocaster
Moderador
# 18/jul/19 08:32
· votar


T-Rodman

ou é só chamada de marketing?
nunca notou no youtube antes de começar um vídeo de vez em quando entra um trailer, um spot de alguma música, de algum grupo ou banda nova, disco novo de alguém famoso? Isso é o que? rs


Então tudo é marketing e nada é jabá? Fica aí o questionamento, rs!

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 18/jul/19 08:53 · Editado por: Mauricio Luiz Bertola
· votar


makumbator
Percebeu que eu usei o termo individual... O ladrão rouba por vantagem individual. Estado não é uma pessoa. Ao dizer que o "Estado rouba com os impostos", um dístico ancap que compara laranja com cebola, há um erro conceitual...
Del-Rei
Jabá está definido como crime. Prevaricação é crime, concussão é crime. Todos esses crimes definem-se por vantagens indevidas, coisa que o jabá faz.
Agora eu quero que você me diga porque eu teria incorrido contra a honra de alguém (crime de injúria ou difamação) nesse tópico aqui. Eu chamei alguma pessoa específica aqui de ladrão?
Agora, se você chama "motivo ideológico" ser contra vantagens indevidas, manipulação, exploração e abuso do poder econômico (que são crimes previstos em lei...), aí... é outra história.

Você não pode enviar mensagens, pois este tópico está fechado.
 

Tópicos relacionados a Jabá, uma prática nociva