Banda Sinistra, já ouviram?

Autor Mensagem
BrotherCrow
Membro Novato
# 05/set/19 10:58
· votar


Beto Guitar Player
Nem é power metal e nem genérico.
Você não achou genérico? Eu acho que eles tem um vocalista que lembra muito o Dio, e tocam um som que lembra Black Sabbath da época do Dehumanizer ou Dio da época do Strange Highways/Angry Machines. Pra mim tá bem genérico, independente de ser bom ou ruim (acho que fizeram com muita competência).

Nada contra pô, adoro um genérico. Mesma coisa com o Greta Van Fleet. Eles não são "taxados de cópia do Led": eles SÃO cópia do Led. Copiam o som, o visual, a presença de palco. A banda capitaliza em cima disso, apesar de não admitir. Não tem nada de errado nisso, eu sou fã do Gaslight Anthem, que copia Bruce Springteen na cara dura.

Beto Guitar Player
Veterano
# 05/set/19 11:06
· votar


BrotherCrow

Com base nessa premissa, então eu pergunto: o que não é genérico?
O que é realmente autentico?

Tudo que é novo se parece com algo já criado, isso é inevitável.

BrotherCrow
Membro Novato
# 05/set/19 11:26
· votar


Beto Guitar Player
Com base nessa premissa, então eu pergunto: o que não é genérico?
Isso é um ponto válido, cara. No caso do Greta, ninguém vai negar que eles chupam descaradamente. No caso do Sinistra é bem mais sutil mas a influência ainda é clara. No caso de, digamos, Mastodon, não é totalmente original mas as influências são bem mais diversas e é difícil apontar e falar "ah, eles são tipo tal banda". Então, há níveis diferentes. Sei lá. Mas repito que não acho que ser genérico seja necessariamente ruim. Sildenafila funciona tão bem quanto Viagra (um amigo meu me disse hahaha).

Lelo Mig
Membro
# 05/set/19 12:23 · Editado por: Lelo Mig
· votar


BrotherCrow

"Sildenafila funciona tão bem quanto Viagra (um amigo meu me disse hahaha)."

Viagra nunca usei. Apesar dos 57 anos, ainda que não seja mais como nos 16, que ficava duro até jogando dominó com o tio avô, felizmente ainda tá beleza, funciona a contento.

Mas, quando tive o infarto, o médico me usou para um experimento e tomei Ciallis (Tadalafila) por um tempo. Mano, aprovei o baguio... por mim tomava no café da manhã todo dia... mas o médico mandou parar alegando que eu não precisava.

Precisar não preciso, mas que é melhor com... não nego...kkk

Meu Led Zep fica assim, tipo um Slayer...

Don Investments
Membro Novato
Esse post foi marcado como inapropriado mostrar
O autor recebeu uma advertência por publicar conteúdo contra as regras do fórum.

05/set/19 16:45

Conhecem a gravadora MENACE REC?

https://www.youtube.com/watch?v=5xBDKFs0D-U

Beto Guitar Player
Veterano
# 05/set/19 17:08
· votar


Don Investments

Nossa, mano, quantos tópicos você vai usar para fazer flood?
É contra as regras do fórum.

-Dan
Veterano
# 05/set/19 17:11
· votar


O problema não é mesmo a letra ser em português.

O problema é a letra ser ridícula dando a impressão de ter sido feito ou por um adolescente de 12 anos, ou por ter sido feito por um catado de frases rasas aleatorias. Rimar verbo no infinitivo atras de verbo no infinitivo é extremamente pobre. São as poesias que eu fazia na quarta serie.

E esse é um problema do metal como um todo. Creio que pros falantes de lingua inglesa, as letras do tipo "hail to the king, kill your hate", e outros jargões bestas também devem ser intragáveis pro povão.

Uma prova que dá pra fazer som pesado em português tá aqui.



Segue a letra. Me emociona

Se a raiva se esvai em vão
Sem laço, sem chão, sem voz
Marcha veloz rumo ao abismo

Se a vida atropela, então
O que há de melhor em nós
Um passo atrás talvez revele outro caminho

Escreve a frase no espelho
Pra que se confunda com teu próprio rosto
E cada olhar sobre si mesmo traga à boca o gosto
Não esquecer!

Um corpo que cai do penhasco, engana-se como convém
Ao longo da queda, repete pra si: Até aqui tudo bem

Lá, onde dorme a chama
Quero ir lá, onde cala a voz

Por baixo das máscaras, do peso que esmaga
Mesmo desfigurada a vida ainda pulsa e estende o braço
Abra espaço!

Não há solução dentro do teu conforto!
Não há solução sem um passo atrás!

Vela a passagem do tempo
Pesa o que se desperdiça
O que se fez do teu canto
Que já não mais expressa espanto
E cala conivente enquanto a vida grita

Abre o sentido da angústia
Ao drama da dor coletiva
Sopro da chama que acende
Em meio à farsa não se rende
Um aviso de incêndio indica uma saída

Desce até a origem das coisas
Encara a ferida que liga a desgraça a você
Tece, com raiva e paciência
As tramas da fuga pra além dos pulmões do poder
Jura vingança ao massacre
Cultiva a recusa e abraça aqueles que estão sempre a contravento em contramão

Beto Guitar Player
Veterano
# 06/set/19 19:18
· votar


-Dan

Cara, me desculpa, mas, primeiro essa banda está mais para hardcore do que metal e letras rápidas com pegada hip hop fica bem em qualquer língua. O cara podia ter metido um monte de coisa sem sentido que funcionaria de qualquer jeito para esse estilo. Poderia até ser em coreano que teria o mesmo efeito.

Melodicamente essa música é muito inferior a do Sinistra, mesmo que a letra não tenha a "profundidade" que você mencionou, e na verdade, nem caberia dentro da música do Sinistra uma letra complexa como essa, já que o heavy metal tradicional costuma ter uma melodia com notas mais pausadas.

De qualquer maneira, gosto é algo bem particular e eu nem quero ficar fazendo comparações aqui. Na minha opinião, a música do Sinistra funciona muito bem, tem pegada, tem timbre pesado, tem melodia e a letra é boa.

Lembrando que grande parte das músicas em inglês tem letras absurdas e pobres, mas são tidas como excepcionais pelos brasileiros, mesmo muitos nem entendendo o que tal letra quer dizer (isso quando diz alguma coisa).

Beto Guitar Player
Veterano
# 06/set/19 19:19 · Editado por: Beto Guitar Player
· votar


Duplo.

Julia Hardy
Veterano
# 06/set/19 20:20
· votar


Parecido e cópia são coisas diferentes.

Quem vai tocar rock/metal, fatalmente, vai soar parecido com algo feito há décadas. Se não gosta, vai ouvir outra coisa. Iron Maiden foi influenciado por Thin Lizzy, mas, eu não lembro de ouvir nenhum plágio de TL nas músicas deles.

BrotherCrow
Membro Novato
# 06/set/19 20:45
· votar


-Dan
Que banda massa, na parte dos 2:00 me lembrou muito o Pain of Salvation. Vou procurar os discos. Muito boa mesmo a letra. Acho que nunca tinha ouvido uma banda parecida no Brasil.

makumbator
Veterano
# 06/set/19 20:55
· votar


BrotherCrow

Também achei a música legal (e a letra melhor ainda). Valeu ao Dan pela indicação. Nunca tinha ouvido falar.

Kywes
Membro Novato
# 06/set/19 21:24
· votar


Bem interessante as letras da banda -Dan

BrotherCrow
Membro Novato
# 06/set/19 21:56
· votar


Beto Guitar Player
Cara, me desculpa, mas, primeiro essa banda está mais para hardcore do que metal e letras rápidas com pegada hip hop fica bem em qualquer língua. O cara podia ter metido um monte de coisa sem sentido que funcionaria de qualquer jeito para esse estilo. Poderia até ser em coreano que teria o mesmo efeito.
Essa El Efecto me lembrou mais prog metal do que hardcore (como eu disse, vi um pouco de Pain of Salvation nas quebradas de ritmo), só que sem fritação. Letras rápidas com pegada hip hop? Não achei isso não... e, mesmo se fosse, acho que o hip hop tradicionalmente aposta bem mais na qualidade das letras do que o metal.

Melodicamente essa música é muito inferior a do Sinistra
Questão de gosto. Achei a do El Efecto bem mais complexa na composição, mas menos pirotécnica na execução.

Pra mim, tudo no Sinistra está muito bom, menos a letra. E o problema definitivamente não é o idioma. Se você curtiu, legal, vai fundo. Ardanuy pra mim é o melhor guitarrista de hard rock/metal que o Brasil já teve. Só por isso já tá valendo.

Julia Hardy
Iron Maiden foi influenciado por Thin Lizzy, mas, eu não lembro de ouvir nenhum plágio de TL nas músicas deles.
Pois é. Iron Maiden tem muita coisa na mistura: Thin Lizzy, Uriah Heep, Judas Priest, UFO, etc... Esse Sinistra pra mim é basicamente Dio e Sabbath da época do Dio nos anos 90.

-Dan
Veterano
# 08/set/19 13:30
· votar


Beto Guitar Player

Salve Beto! Bão demais? Não sei se você teve saco pra ouvir a música toda, pq aquele inicio hardcore realmente espanta um pouco, com aquele riff dissonante bizarro. Mas pra mim só o quarteto de cordas lá pro meio já é melodicamente mais rico e original (superior não acho uma palavra adequada) do que esse heavymetal chupinhado da gringa repetidas vezes por mais de 30 anos.

E tipo, não tem melhor nem pior pra mim. Adoro um heavy classico. Mas quando estou a fim de ouvir um clássico, vou aos clássicos mesmo e não às cópias genéricas criados por músicas fantásticos (como é o caso da Sinistra, na minha opiniao).

Mas o que me arrepia mesmo são as coisas novas e originais. E o El Efecto traz isso de uma maneira que gosto muito, pois mira o canhão criativo para música brasileira, música contemporânea e música clássica.

Vou trazer uns exemplos pra você e para os colegas darem uma avaliada. Eu classifico como música progressiva, com letras que apresentam reflexão e questionamento, e não aquele bobeira genérica de "kill your mind, destroy your soul, etc"


Isso é um frevo maracatu metal com letra de cordel?


Isso daqui é um samba metal partido alto? Dream Theater meets Zeca Pagodinho?



Não sei definir isso. Rock progressivo? tchaikovisky ao final ficou muito bonito com os ritmos brasileiros no meio. Tema: revolução cafeeira


Julia Hardy
Veterano
# 09/set/19 23:11
· votar


Falta um rostinho bonito na banda.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Banda Sinistra, já ouviram?