Montando setup de 2 teclados (88 + 61 teclas)

    Autor Mensagem
    junior.teclado
    Veterano
    # out/12


    Olá Pessoal, sou novo no fórum, pesquisei e os tópicos próximo do que estou precisando são muito velhos e o que preciso mesmo seria a combinação de 88 + 61 teclas. Se aconselharem ressurgir algum me avisem.
    Preciso da ajuda e experiência de vocês para me auxiliarem em um setup de 2 teclados considerando que eu toco em banda (variados estilos) e também toco em cerimônia de casamento.
    Eu acredito não precisar de um mega teclado como um MOTIF, pois tenho um XP-80 desde a época que ele ainda estava em produção e o que mais usei nele foi a parte de Sintetizador e quase nada de um Workstation. Com isso pensei em ter um teclado menos portátil de 88 teclas e outro portátil de 61 teclas para a maioria dos trabalhos.
    88 teclas: Estava pensando em um piano digital, com foco em piano onde eu poderia estudar em casa e também ter teclas mais fiéis ao piano. Devido a uma boa oportunidade peguei o MOX 8 e acabei ficando feliz por ser próximo do que eu pretendia e além disso é portátil (comparando com os outros 88 de mercado e também é apenas 3kg a mais do que o XP80) e tem todos os timbre o que um piano digital não teria.
    61 teclas: Estou a vender meu XP-80 para ter esse teclado mais portátil se não eu ficaria com o XP. Estava pensando em pegar um Korg ou Roland para fazer dupla com o Yamaha MOX 8 e os que andei pesquisando são os Rolands: Juno Di, Juno Gi e Korg M-50 61.
    Gostaria que comentassem e me ajudassem a definir uma combinação de teclado 88 + 61 com um bom custo beneficio mesmo considerando a venda do MOX se for para melhorar sem mudar muito o valor do setup.
    Abraços e desde já obrigado pela ajuda.
    Junior

    J.Dionatan
    Veterano
    # out/12
    · votar


    P105 para piano digital
    Korg Krome 61 para teclado portátil.

    Pesquisa sobre os 2 e verá que set poderoso.
    Porém não acho que vaila a pena vender o Mox 8 não, fica com ele e escolha um Mid level de 61 teclas.

    Thallyz
    Veterano
    # out/12
    · votar


    Porém não acho que vaila a pena vender o Mox 8 não, fica com ele e escolha um Mid level de 61 teclas. (2)

    KORG M50 61 ou, se tiver paciência para esperar, KORG KROME 61.
    Esse set ficaria PODEROSO...

    Eu, se tivesse na mesma situação que vc, principalmente por causa do MOX que é um excelente teclado, esperaria pelo KROME.

    Tears Of Fire
    Veterano
    # out/12 · Editado por: Tears Of Fire
    · votar


    mas cara, quer gastar quanto em cada? até onde sei, o CP1 ganha do p105... e você ainda pode pegar um Nord Stage de 61 teclas!

    bravo57
    Veterano
    # out/12
    · votar


    junior.teclado
    Bem, vc deixou bem claro que não se importa com Workstation, o que vc preza mais é timbres... entÃo vamos lá.

    MOX8 - Alem de teclas pesadas tem ótimos timbres e ainda assim é um sintetizador Workstation . Acho que não tem nenhuma necessidade de trocar ele. Ele já tem pianos bons, e sendo sintetizador vc ainda pode melhora-los e deixar ao seu gosto.

    Synth 61 teclas - Desses que vc falou eu acho mais jogo um Korg M50 - Tem bons timbres, dá pra dar uma melhorada nos pianos (piano é gosto, não tem como discutir), nos órgãos, leads, orchestras, metais, EPs.... não tem do que falar 9 entre 10 tecladistas adoram esse timbres da Korg. Fora que o som é uma porrada.

    Então tá aeh: Yamaha MOX 8 + M50. Pra quem se preocupa mais com timbres do que recursos esses formam um set excelente e sem redundancia de timbres pois Yamaha e Korg tem timbres distinto, lhe permitindo muita diversidade. Mas ambos possuem muitissimos recursos alem de bons timbres.

    bravo57
    Veterano
    # out/12
    · votar


    Ah, lembrando que o M50 tbm é Workstation... e tem mais presença nos timbres do que os Junos Gi e Di.

    Maestron
    Veterano
    # out/12
    · votar


    Eu ficaria com Mox8 e M-50 sem pestanejar... Um set variado e versátil...

    junior.teclado
    Veterano
    # out/12
    · votar


    Obrigado pessoal pelos comentários!

    J.Dionatan e Thallyz

    Valeu pela Dica, não tinha visto ainda o Krome. Talvez eu até tenha visto antes mais achei que era o Kronos e acabei nem procurando mais informações, pois já estaria muito acima das minhas condições. Sem falar que esses Top de linha mesmo os 61 teclas são pesados e não tão compactos assim..rs

    Acabei de Olhar muito rapidamente no forum sobre o lançamento do Krome e vi que ainda não se sabe o valor do teclado no brasil, certo? Vi que na teclacenter esta indisponivel, porém pesquisando no google fui parar em um link dessa mesma loja já na fase de calcular frete e estava aparecendo R$ 5.000,00 para esse produto.
    É uma boa opção mesmo para ir investigando, afinal não estou com tanta urgência porque preciso vender o meu XP.


    Thallyz

    Então, não quero fugir muito do valor que já tenho (XP 80 + MOX 8). Eu ia vender o XP antes de trocar mais acabei fazendo loucura pra não perder o negócio do MOX.
    A ideia seria vender o XP e acrescentar mais uns 2 mil no máximo. Considerando a venda do MOX seria o valor dos dois teclados + 2mil.


    bravo57

    Isso mesmo, me importo mais com os timbres, facilidade de manusea-los ao vivo (mudança de som sem corte, expressões, controles ao vivo (exemplo: controles no timbre de orgão, megavoices na sensibilidade da tecla ou em botões no teclado como tem no Juno e MOX), DBEAN eu achei legal no Juno, facil manuseio nos timbres de Lead - alteração de cutoff, filtros.. etc), fácil e grande capacidade de split/layers (A ideia é que esse tenha 128 de polifonia, pra compensar a falta no MOX que é 64).
    Achei legal a parte de sequencer no Juno Gi, mais como comentei seria uma função que provavelmente eu não usaria... se o que eu comprar tiver sequencer legal, mais não é o principal na minha escolha.

    Legal você dizer sobre a presença. Faz um bom tempo que não vou em Expomusic ou em grandes lojas para testar os teclados atuais. O MOX acabei comprando só no que li aqui no fórum, pois comprei um com 7 meses de uso em uma cidade visinha direto com o proprietario, então não pude comparar com outros teclados de 88. Pra esse segundo teclado estou pensando em definir uns 2 modelos e senti-los antes de fechar.

    Maestron

    É estou vendo que Korg M50 esta liderando Juno. Ele era minha primeira opção e estava começando a ter uma queda pelo Juno Gi.. mais vou tomar cuidado com essa queda rsrsrs.
    É isso mesmo que procuro, um set bem versátil, de inicio eu pensei na versatilidade no teclado de 61 (com bons órgãos) pra tocar metais, sanfona, leads... etc .. e o de 88 seria mais pro lado que mais gosto (piano, piano elétrico, ficando o orgão no 61). O Lado bom do MOX é que tenho um bom piano já sem perder os outros timbres.

    Tears Of Fire
    Veterano
    # out/12 · Editado por: Tears Of Fire
    · votar


    junior.teclado
    já pensou em um controller? ai da mais dinheiro para você comprar um teclado com melhores timbres!
    --
    um 76 HA contaria? http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-438531865-nord-electro-3-hp-73- teclas-novo-e-impecavel-tagsgigbag-_JM

    junior.teclado
    Veterano
    # out/12
    · votar


    Tears Of Fire

    Desculpe, no meu último comentário coloquei uma resposta para você só que deixei o nome do Thallyz.
    Então, já pensei em controladores. Sou um pouco leigo e meio que desencanei disso quando aconteceu um problema comigo:
    Uma vez fui tocar em um casamento e levei o meu XP-80 + FAST TRACK PRO + Notebook (com Reason). A Fast estava ligada via USB (não tenho fonte e deixo a alimentação pelo USB mesmo). Estava fazendo sala normal com os timbres do Reason.. Quando foi pra começar a 1°musica o notebook deixou de reconhecer a FAST. Não sei se aconteceu um pico de energia e perdeu o contato, mais ambos estavam ligados porém não tinha mas som (Já aconteceu em casa de apagar uma luz que deu um pico em casa e cortou a conexão como nesse casamento). Sorte que eu deixei o teclado ligado via P10 e na hora mudei para o XP. Mais esses imprevistos me dão medo rsrsrs. Eu teria que ter um notebook dedicado e um controlador e estudar como essa coisas não acontecerem.

    bravo57
    Veterano
    # out/12
    · votar


    junior.teclado
    Pra mim, ter um instrumento organico (o teclado em si) é mais seguro que trabalhar ao vivo com Vsts e Controller. Sei que é dificil acontecer com equipamentos de ba qualidade, só que eu tbm não acho legal carregar tralhada. Gosto de um instrumento pronto. Ligar e tocar. Minha opinião.

    junior.teclado
    Veterano
    # out/12
    · votar


    Eu também concordo com você bravo57, talvez por não dominar esse mundo VST. Bom eu vou aguardar um pouco e ver o Krome ao vivo. Andei olhando alguns videos e gostei dele.
    Acho que vou seguir esse caminho mesmo, manter o MOX8 e assim vender o XP vou investigar melhor os 3 modelos: M50, Krome e Juno.

    Obrigado a todos pelas dicas.
    Abs

    MFSTOLL 08
    Veterano
    # out/12
    · votar


    junior.teclado Se precisar para agora pegue o M50 se não espere o Krome... Eu tava na dúvida entre Juno Gi - M50 - Mox6 ... Fui testar e nossa o Juno Gi NA MINHA OPINIÃO é 100 vezes mais inferior aos outros dois... Se conseguir o Mox8 + M50 ou Krome vai ter uma Set Poderoso demais Heheheh...

    Tears Of Fire
    Veterano
    # out/12
    · votar


    junior.teclado
    Uma vez fui tocar em um casamento e levei o meu XP-80 + FAST TRACK PRO + Notebook (com Reason). A Fast estava ligada via USB (não tenho fonte e deixo a alimentação pelo USB mesmo). Estava fazendo sala normal com os timbres do Reason.. Quando foi pra começar a 1°musica o notebook deixou de reconhecer a FAST. Não sei se aconteceu um pico de energia e perdeu o contato, mais ambos estavam ligados porém não tinha mas som (Já aconteceu em casa de apagar uma luz que deu um pico em casa e cortou a conexão como nesse casamento)
    carai!!

    já pensei em controladores. Sou um pouco leigo e meio que desencanei disso quando aconteceu um problema comigo:
    bem cara... o Windows é um S.O. bem complexo, há boatos de que não se sabe ao certo quantos protocolos há nele... e como se pode ver, assim como qualquer aparelho digital, ele é sujeito a bugs... mas eu duvido que esses problemas aconteçam quando se conecta um controller em um outro key... vai na fé!

    bravo57
    Pra mim, ter um instrumento organico (o teclado em si) é mais seguro que trabalhar ao vivo com Vsts
    concordo!

    junior.teclado

    vou aguardar um pouco e ver o Krome ao vivo.
    ai sim em! esse Krome me parece ser um Key ótimo para um MID lvl (o que me preocupa também...)...

    junior.teclado
    Veterano
    # nov/12
    · votar


    MFSTOLL 08
    Nossa sério? Eu nunca toquei em nenhum desses, mas os videos do Juno Gi devem enganar porque estavam me enganando.. achei que eram bem próximos .. rs
    Então, estão me propondo o XP60 na troca do XP80 onde anunciei. Apesar de eu gostar da linha XP vou tentar vender mesmo e esperar um pouco mais pra analisar o Krome. Vamos ver o que vai dar.. rs

    Tears Of Fire
    Hehe.. então aconteceu isso em casa uma vez também. Não sei se o certo é ligar a FAST TRACK PRO em uma fonte ao invés de usar a alimentação USB.
    Usar um Controlador junto a outro teclado acho que é interessante, só que sempre precisarei levar o teclado de 88 junto, a ideia é justamente ter o 61 para carregar sozinho na maioria das vezes.. rs ..

    esse Krome me parece ser um Key ótimo para um MID lvl (o que me preocupa também...)...
    Porque te preocupa?

    Tears Of Fire
    Veterano
    # nov/12
    · votar


    preço, meu amigo, preço...
    apareceu uma prevenda na teclacenter dele... 61 teclas 5k!

    Guiller_Fernandes91
    Veterano
    # dez/12
    · votar


    junior.teclado
    já fiquei na mão diversas vezes com vst....placa que não reconhece ou tela azul são frequentes com Windows...reza a lenda que com o Mac iOS não aconteça isso, porém já vi acontecer de reiniciar o Macbook no meio de uma música...realmente é complicado configurar tudo e ter segurança

    keyboarder10
    Veterano
    # mar/13
    · votar


    junior.teclado

    A Fast estava ligada via USB (não tenho fonte e deixo a alimentação pelo USB mesmo).

    Acredito que vc deveria usar uma fonte na Fast Track, quando eu passei a usar uma fonte na minha a estabilidade melhorou muito. Falando de windows, programas pirata tbm atrapalham, todos vem cheios de bugs e coisa e tal, não se foi o seu caso, mas comigo foi assim, quando passei a comprar alguns plugins eu ganhei no quesito estabilidade.

    Guiller_Fernandes91

    reza a lenda que com o Mac iOS não aconteça isso

    É verdade, MAC também trava.
    Enfim eu desisti de windows e parti pra MAC, estou com ele a mais ou menos 1 ano, até agora nunca travou e nem engasgou. Mas acontece sim, já vi isso antes.

    bravo57

    só que eu tbm não acho legal carregar tralhada.

    Kra depende, vou te dar meu exemplo, eu uso 2 setups diferentes um setup simples pra fazer gig, e outro mais maior pra tocar com minha banda. O mais simples é notebook(peso normal)+interface(Focusrite é um pouco pesadinha)+controlador61(Roland A-800 q acho muito leve). Carrego tudo em uma mochila + a bag do teclado, não acho que seja tralhada se fosse tocar só com um teclado eu levaria a bag dele mais uma mochila pra carregar cabos, fonte, pedais e etc, eu só aumento um pouco o peso da mochila. Quando eu estou afim eu até levo minha pedaleira MIDI(FCB1010) e controlo a troca de sons pelo pé, é uma maravilha, mas ai já são 3 bolsas.

    Tears Of Fire
    mas eu duvido que esses problemas aconteçam quando se conecta um controller em um outro key... vai na fé!

    Acho que vc vai estar trocando um problema por outro. Pq ai vc vai ter q mexer na estrutura dos canais MIDI de seu teclado principal, pra poder direcionar o controle entre um teclado e outro. Dá pra fazer!!! Mas vai ralar muito pra entender o funcionamento do seu "módulo"!!! Pq a principal desvantagem desse tipo de sistema, na minha opinião, é a falta de padrão de comunicação que existe entre os sistemas MIDI saca? Cada um vem com um tipo de configuração e um tipo de linguagem diferente, particularidades que variam de teclado para teclado, e cabe a vc identificar isso e aprender a sincronizar os equipos corretamente.

    Enfim

    junior.teclado

    Já deu pra perceber que eu sou defensor dos Notebooks + Vsts né?!?!?! rsrsrsrsr

    A principal vantagem, a meu ver, é o custo benefício. Com meu note+controlador, eu consigo qualidade sonora a nível de korg kronos, Roland Fanton(já comprovei na expomusic) isso aliado a uma boa interface de áudio de preferência firewire e com um bom pré, vc chega nuns resultados MUITO legais, eu alcancei isso quando eu vendi a M-audio e comprei uma Focusrite. Eu uso um kontakt com o Alicia´s Keys instalado, coisa linda demais, eu uso tbm o korg legacy(pois sou fã da korg) e fico misturando com os sintetizadores do Kontakt e do próprio Logic e consigo umas texturas bem interessantes. E isso gastando por volta de 7k, vcs sabem que num kronos eu gastaria 12k fácil.

    Pra vc ver como sou fã eu tenho um korg triton le (que eu amo demais), fiquei com ele uns tempos parado pois ele pegou um transiente de tensão e queimou a placa mãe, enfim troquei por uma placa de Korg TR, gastei uma graninha, fiz um frankstein mas o bixo funciona maravilhosamente, inclusive uso ele na minha banda, eu só iria me desfazer do triton le se fosse pra pegar o triton extreme que ainda hj usado custa por volta de 9k. Ai já não é a questão de qualidade sonora nem modernidade, é meu som que está ali saca? Pra korg voltar a fabricar um teclado com aquele nipe sonoro vai demorar por volta de 20 anos.

    Espero ter ajudado, e desculpem-me caso eu tenha falado alguma besteira mas falei baseado nas minhas experiências.

    Abçs

    junior.teclado
    Veterano
    # mar/13
    · votar


    keyboarder10

    Cara, muito obrigado pelas dicas!!
    Eu não sou um cara tão fução, como musica não é o meu trabalho acabo dedicando pouco tempo pra estudar e alterar os programas dos teclados. Eu acabei comprando o M50 pra ficar como par do MOX8 pois não estava com condições de colocar mais dinheiro no meu setup.
    Hoje eu acho que talvez a melhor opção seria um controlador + VSTs e um piano digital, porém eu iria ter um bom trabalho inicial pra deixar o controlador todo configurado com o PC e tal pra conseguir fazer trabalhos só com ele e como não domino tanto essa área (mesmo tendo varios vsts em casa) fico meio receioso de arriscar.
    Estou feliz com meu setup, mais acho que daria pra melhorar com a mesma grana que ele vale.
    O MOX + M50 pra mim acabam se completando, porém quando isolados fico meio triste com eles.. hehe..
    MOX 8 - Gostei bastante dos sons, dos pianos eletricos, porém achei que tem poucos pianos acusticos e pianos com pad, mais vou tentar resolver isso com uns proramas que o pessoal acabou disponibilizando. O que me incomoda nesse teclado é que ele tem muitos bancos e não é pratico mudar os sons entre os bancos a não ser que eu jogue tudo pro user os que mais gosto.
    M50 - Achei ele mais pratico de usar devido ao visor ser grande e Touch. Porém prefiro os sons do MOX no geral.
    Acho que seu eu me dedicasse um pouco aos VSTs e migrasse para o setup piano digital + controlador eu iria ter um resultado melhor.

    Até hoje apenas usei teclados normais como controladores e apenas usando o som que defini na hora. Poderia me dar uma dica, ou me indicar videos que exemplificam a praticidade de configurar um controlador?exemplo:
    > Como fazer para que o controlador/teclado mude os sons no Kontakt e se por exemplo eu conseguiria criar 2 BANCOS cada um com 128 sons como em um teclado comum e mudar os sons e bancos de forma pratica.
    > O controlador tem muitos botões, quão facil é mapea-los para fazer o que deseja com eles?

    Desde ja, muito obrigado pela ajuda!! é que esse lance de Controlador ainda é mto novo pra mim e além disso tem muitos controladores e hospedeiros de VST.
    Abs

    El_Cabong
    Veterano
    # mar/13 · Editado por: El_Cabong
    · votar


    Acho que o jeito mais barato de montar um bom setup com dois teclados (88 + 61 teclas) seria comprar um workstation TOP de 61 teclas, por exemplo um Yamaha Motif XF6 ou então um Korg Kronos 61.

    E depois compra um controlador midi de 88 teclas como por exemplo o M-Audio Keystation 88es, que é bem barato.
    produto.mercadolivre.com.br/MLB-470585634-m-audio-keystation-88 es-88-teclas-semi-pesadas-loja--_JM

    Liga em MIDI este controlador MIDI com o workstation, e joga um timbre TOP de piano acústico, ou EP, ou ... deste workstation para o Controlador MIDI de 88 teclas.

    Pleyel
    Veterano
    # mar/13
    · votar


    junior.teclado
    Caso você queira realmente um piano digital portátil, dê uma olhada no piano Yamaha NP-30, ele possui 76 teclas e pesa, salvo melhor juízo, 5 kg.

    abs.

    manasses.ss
    Veterano
    # mar/13
    · votar


    Pleyel

    Esse NP 30/31, na minha opinão é um dos melhores custobenefícios de 2 anos pra cá: Bonito, leve, e timbres de piano AC que não são pesados, mas dá pau em teclados até mais caros do que ele, digo isso com base nos demos que eu ví, me corrija se estiver errado. Aonde você vai comprar um teclado em torno de 1200,00 com essa qualidade de timbres.

    Pleyel
    Veterano
    # mar/13
    · votar


    manasses.ss
    Pois é, já vi algumas pessoas criticando esses modelos da Yamaha, mas não existe no mercado melhor custo benefício.
    Digo isso pois tenho um Yamaha NP 30, que comprei nos EUA na época do seu lançamento e posso dizer que comparado aos preços praticados aqui, com relação a instrumentos musicais, ele saiu de graça. Paguei algo em torno de 600 dólares. (se eu não estiver enganado)
    Além do que não é só o preço, como você bem disse, ele faz simulação de piano acústico e o som, na minha opinião, é muito bom, além de ser MUITO leve e portátil, ou seja, quem tem banda e precisa fazer um som de piano e não quer transportar um "trambolho" de 20 e tanto kilos essa é a melhor opção.

    abs.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Montando setup de 2 teclados (88 + 61 teclas)