Piano digital - Qual o melhor?

Autor Mensagem
Skullo
Veterano
# abr/12
· votar


Olá galera!

Queria agradecer as dicas de vcs.

Eu testei o RD 300 e até que gostei do som som dele e das teclas, na loja que eu fui não tinha muitos modelos, só o RD 300 só que ele é um pouco caro pra mim e tinha mais dois modelos que eu esqueci, porém não gostei muito das teclas, eu ainda vou testar o P 155, dai eu deixo depois a minha opinião, vlw

Skullo
Veterano
# abr/12
· votar


E ai galera blz??

Ontem eu dei umas pesquisadas mais profunda nos pianos e testei o P95, P155 e novamente o RD 300 e mais alguns modelos da Korg e Casio.

De cara já dispensei os Casio por causa das teclas, os Korg até que gostei um pouco dos pianos, mas os Yamaha e o Roland foi os que me agradaram mais, o P95 achei muito limitado e com pouco timbre, o P155 os pianos são melhores e as teclas um pouco melhores, porém o RD 300NX (não consegui achar o 300GX) é mais caro 5.350, mas ele foi o que mais gostei, os pianos dele são bons, as teclas tbm e com ele da pra fazer bastante coisa e ele nao é limitado como os outros, o que eu nao gostei dele é por que ele não tem falante embutido, mas ele é o melhor pra tocar ao vivo o que me interessou bastante, pois toco todo domingo na igreja.

Resumindo tudo, eu gostei mais do RD300, se eu tiver um pouco de paciência eu compro ele, ja tenho 3.500 guardado e em relação aos falantes, como o amigo falou, posso usar fones de ouvido e ainda posso usar ele no som da minha casa já que ele tem entrada L/R, já fiz isso com um Judo-D e ficou perfeito, o vendedor disse que se eu desse pelo menos 2.500 de entrada e pagasse o resto no cartão, ele fazia um desconto e me vendia por 5.000 e ainda parcelava o resto em 12X sem juros.

E então galera vale a pena fazer isso??

silvG8
Veterano
# abr/12
· votar


Skullo
Cara, por R$5000 ele não está muito caro e a forma de pagamento está ótima!

Eu acho que vale muito mais a pena você pegar uma coisa do seu gosto e ficar com ela do que trocar de teclado toda hora. Uma das coisas que mais faz diferença nos pianos digitais são as teclas, e tenho certeza de que as do RD são melhores que as dos demais. Quanto ao falante, compre um bom fone!!

Quanto estava o P155?

Skullo
Veterano
# abr/12
· votar


Cara, o P155 só achei na Playtech e lá tava 4.850.

E mais uma vez vlw pela dica.

silvG8
Veterano
# abr/12
· votar


Skullo
Cara, sendo assim, é sem dúvidas!

Eu vi o RD300NX mais barato na TeclaCenter… a vista, está por 4500, mas a prazo sai por 5300. Achei esse preço que você encontrou muito bom! Negocia com o cara pra ver se sai um pedal de sustain de graça pra você.

Precisando de qualquer ajuda é só postar por aqui...

kokada
Veterano
# mai/12 · Editado por: kokada
· votar


O RD700GX tem um timbre bom de CP80 que eu encontro nos teclados da Yamaha?

Alias, qual a diferença entre os timbres nomeados de CP70, 1979, 80, etc? Esse timbre é exclusivo da Yamaha? No MOX por ex. vem como CP70 e CP1979. A linha CP da Yamaha é por causa desse timbre?

E comentei do RD700GX pq não sei se foi impressão mas curti mais o modelo antigo do que o novo NX, tanto as teclas quanto o timbre que não encontrei no NX, que era um tal de NY Grand, bem parecido com o do Fantom G.

O dia que eu comprar um piano digital, queria que tivesse o timbre desse NY Grand do RD700GX(ou do Fantom G), e o CP? dos Yamaha ou que já vi nos Kurzweil.

O RD300NX achei as teclas uma nhaca, parece que elas não "afundam" muito, ou sei lá como se diz isso.

E o Nord, é melhor que um RD700GX?

Rafael Bevilacqua
Veterano
# set/12
· votar


eai Galera!!

sou novo aqui ... meu nome é Rafael
to precisando de uma ajuda!!
to quenrendo comprar um piano digital até uns 2,5K
eu to um pouco por fora..... tocava quando era mais novo tinha um yamaha prs 620!! tem quase 20 anos!! rsrs
entao mais eu gosto de tocar musica classica... entao queria um com um bom som de piano e teclas bons.... só isso... nada de milhoes de recursos....
sera que vcs podem me ajudar???
vlw
abs

r.souza
Membro Novato
# nov/14
· votar


Bom dia, galera!
Por favor, gostaria de pedir uma ajuda..
Quero comprar um piano digital, mas nas lojas de onde eu moro os que sao mais em conta tem um som muito parecido com o de teclado. Os que tem o som mais parecido com o de piano, tem o preço a partir de R$3500,00.
Achei pela internet o "Piano Digital Casio Cdp-220 Com 88 Teclas Sensitivas 48 Notas de Polifonia 700 Timbres por R$1750,00.
Algum de vocês conhecem essa marca e podem me falar se vai ter o som do tipo que eu quero? Ou me indicar algum outro?

Desde já, muito obrigado!

Keyboardman2
Veterano
# nov/14
· votar


Se seu interesse é apenas timbre de piano, pode ir de CASIO sem medo, que além de teclas excelentes tem também ótimo timbre de piano acustico. Alguns tem preconceito dos pianos da casio, mas ele bate concorrentes com o triplo de do preço.

basstecladistaosled
Membro Novato
# mar/15
· votar


Keyboardman2
Veterano compro o casio px 5s ou o px 350?

Dangriz
Membro Novato
# mar/15
· votar


Mano, compra logo esse px5-s. É piano digital, sintetizador e top de linha da casio, além de ser um excelente controlador!

Pleyel
Veterano
# mar/15
· votar


Da Casio pode comprar a Linha Celviano, pois é uma linha que foi pensada para o pianista, e como disse o colega ai em cima, esqueça estes preconceitos que fazem com a Casio, pois o peso das teclas e o som de piano desta linha se aproximam em muito dos acústicos. Além do que esteticamente são muito bonitos e o principal é que o preço é super acessível.

abs.

Kevin S.
Membro Novato
# mai/15
· votar


Olá gostaria de saber qual desses modelos é o melhor em relação ao o som mais próximo do piano acústico e de sugestões de outros instrumentos nessa faixa de preço 2000 á 2700

Kevin S.
Membro Novato
# mai/15
· votar


AP 250 CASIO
Ou
P45 YAMAHA

BlackDemon
Membro Novato
# mai/15
· votar


Estou querendo comprar um piano digital estou em dúvida, compro um p105 ou algum da linha YDP ambos da yamaha; No entanto quero saber sem tem outros melhores na faixa de preço de 3500 a 4500 ? Quero mesmo um piano que simule bem o som de piano ... aceito sugestões ?

Coning
Membro Novato
# ago/17
· votar


Daí galera, também estou na dúvida de qual comprar. Me formei em teclado e agora faço piano, estudo em um Essenfelder vertical mas não disponho de grana para um desses então optei por um digital. Mas gostaria de um que o peso das teclas posse o mais próximo possível do vertical, quem sabe até o som, o que acho difícil. Meu orçamento é no máximo dos máximos 5 mil. Pesquisei e vi os modelos Casio Ap 460, e Yamaha YPD 103. Alguém pode me dar uma luz?

soruji
Veterano
# ago/17
· votar


Linha P tem o 155 que já tem um mecanismos de teclas bem mais próximo.
Poderia dar uma olhada na linha PX da Casio também.
Fora esses, tem a linha RD da Roland.

Todos esses são abaixo do preço teto que você mencionou.

FlaCoach
Membro Novato
# ago/17
· votar


Galera, priorizo o peso das teclas e os timbres de piano, mas gosto de instrumento com funções de sintetizador. Andei dando uma pesquisada no prívia pro px 5s, no px 560, em alguns pianos da Roland e da Yamaha, mas não tenho muita noção dos timbres. Já tive um px 410 r e gostava muito dos graves. A intenção, com o tempo, é também começar a gravar em casa mesmo. Disponho de mais ou menos 5 mil. O que vocês sugerem?
Obrigada!

Thiago V. Colares
Veterano
# ago/17
· votar


FlaCoach

O meu penúltimo piano foi um PX5S. Quando comprei ele, tinha saído de um Kurzweil SP4-7 (teclas leves), portanto achei as teclas maravilhosas... Mas com o tempo, tocando em outros pianos, comecei a implicar com as teclas dele e não consegui aguentar. Hoje tenho um Yamaha P115 que, apesar de ter BEM MENOS timbres e não ser um sintetizador, tem teclas que me agradam muito e timbres (principalmente piano acústico e rhodes) que me agradam muito mais que os do PX5S.

Abraço

Keyboardman2
Veterano
# ago/17
· votar


O PX5S , além de piano , é controlador e sintetizador, tem praticamente os mesmos presets do PX560, porém possui maior poder de edição. Já o 560, como falei tem menor poder de edição, mas em compensação tem uma tela touch grande e mais amigável, além de contar com entrada de pedal de expressão. Como eu gosto muito de editar os timbres, prefiro o PX5S, mas o PX 560 também é uma ótima opção.

UserGuest novo piano
Membro Novato
# 04/jul/20 12:21
· votar


Entao eu tenho essa duvida tambem

johnxx3
Membro Novato
# 04/jul/20 21:46 · Editado por: johnxx3
· votar


Atualizando pra 2020 (com o pobre real com dolar a quase R$ 6...), vai absolutamente depender do bolso, da grana do interessado, pois os melhores de todas as marcas, passam dos R$ 20mil e ate 30mil. Isso pra tops, pois todos esses citados desde o inicio deste tópico em 2007, apesar de velhinhos, ainda dao conta e hoje talvez mais baratos ou menos da metade do preço da época. Pros riquinhos com mais de 20 "pilas" no bolso, pode ir de tops de todas as marcas hoje todos sampleados, a partir de pianos perfeitos gravados dentro deles como Steinway, Bosendorfer, Yamaha CFX, etc, pianos na faixa de mais de 1 milhao nesse dolar, e com muitissimos outros samples (SP: Stage Piano), como o belíssimo Kurzweil SP6, Nord Stage 3 ou piano com biblioteca de samples pra baixar, ou os Yamaha serie CP1 ou 88, maravilhosos com o piano CFX entre muitos timbres (falo dos SP tops, aqui pergunta dos melhores, mas poderia citar os sinths Montage, ModX), além dos perfeitos Roland como o incrivel V-Piano (caríssimo) e o belo RD2000 cheio de timbres sampleados Supernatural (ou RD800) e com modelagem interna de samples ( sample modeling), uma perfeição sobre as outras marcas, além do belo SP da Korg com samples como o SV2 (só citei SP tops), apesar que os Kronos e Krome tem tudo isso também.

Tai a atualização pra 2020. Mas 99,99999% do povo está muuuuito longe desses tops, só no sonho (e preço) como eu pra ter um desses. Vamos procurar nos velhinhos e usados que AINDA há coisa boa, nada de samples reais de fabrica neles mas eu me contentaria com um P95 de pouco mais de R$ 1500 e de boas teclas pesadas. Quem nao tem cao, caça com gato (ou rato....). Que criem tópico de SP baratos e bons, nao de tops como aqui.

paulohrv
Veterano
# 16/dez/20 20:48
· votar


Nunca comentei no fórum, mas penso que tenho a obrigação de fazer isso agora, pois em minhas pesquisas para comprar um stage piano, a falta de informações sobre o Artis é um fator que atrapalhou bastante, principalmente em relação às teclas.
Bem, então sem mais delongas, inicio minhas impressões registrando que tive o privilégio recente de ter dois stage-pianos da Kurzweil, o SP6, que foi o primeiro e o Artis, este adquirido esta semana, em troca que fiz com uma loja de São Paulo e que recebeu o SP6 na negociação.
Até o ano de 2013 eu usava um Roland X8 e um Korg Karma. Me desfiz destes dois e se arrependimento matasse, eu não estaria mais aqui.
Desde então não toquei mais, por causa da minha carreira. Não sou músico profissional, mas isso me fez muito mal, então parti para comprar um teclado que fosse o máximo parecido com meu Roland X8, em relação às teclas. Eu não usei nem 1/10 das funções do X8, então pensei em adquirir um teclado que não fosse top de linha.
Dessa forma, em 2018 comecei uma pesquisa e sempre ouvia falar da fama da Kurzweil. Ótimos timbres, principalmente de pianos, pianos elétricos, strings, órgãos e ótimas teclas. Tive a oportunidade de experimentar um K2600 tempos atrás e as teclas eram bem pesadas, além do chassis do teclado ser bem sólido, parecia um tanque de guerra, por isso decidi comprar um teclado Kurzweil.
Após as minhas poucas pesquisas, comprei o SP6 e a minha surpresa foi ver que o melhor stage piano da Kurzweil, hoje, vendido pela Hasbro no país, é todo de plástico.
Me decepcionei demais, pois era acostumado com teclados, cujos materiais empregados eram de ótima qualidade, com alumínio e outros componentes mais nobres.
A estrutura do SP6 é toda de plástico e a parte de cima, onde ficam os botões e demais controles é, também, de plástico, o qual imita um alumínio escovado nas fotos (fator que me fez decidir por comprar).
Apesar do ponto positivo difundido pela Kurzweil, de que o SP6 é um teclado leve e que pode ser transportado com muita facilidade, ela abriu mão de uma coisa primordial, a qualidade de construção.
O SP6 rangia todo, mesmo em cima do suporte, e no momento em que eu tocava, as partes de plástico rangiam e o peso do martelo da tecla reverberava na caixa oca da carcaça emitindo um som, como se a pessoa tivesse batendo as pontas dos dedos na superfície de plástico.
Isso me incomodava bastante, porque eu toco em volume baixo, pratico dentro do meu quarto e para não incomodar os familiares, não posso aumentar o som do teclado.
Em relação às teclas, no momento em que adquiri o SP6, a única coisa que pesquisei foi se ele vinha com teclas pesadas, não tinha noção de que os mecanismos mudavam entre um modelo e outro.
Apesar disso, as teclas não eram ruins, o sistema usado pela Kurzweil é o Medeli K6, apesar de a Hasbro, várias vezes, ter respondido usuários no youtube de que o sistema usado no SP6 seria o Fatar TP 100 LR, não sei se de má-fé ou puro desconhecimento de quem respondeu as perguntas, aposto na primeira opção.
Pois bem, o sistema Medeli K6 é honesto, mas desde que a pessoa não compare com a ação de martelo do Fatar TP 100 LR, usado no Artis.
Li muita coisa, mas muita coisa mesmo na internet, principalmente de fóruns gringos, donde se extraem maiores informações, sobre o sistema de teclas Medeli K6 e do Fatar TP 100 LR. Várias pessoas falando que o Medeli K6 era melhor, ou que eram pau-a-pau, ou mesmo que o Fatar TP 100 LR ganharia por pouco.
Já conhecia a ação de martelo Medeli K6, uma vez que essa é a usada no SP6 e já estava rezando para que o Fatar TP 100 LR fosse, ao menos, parecido com as teclas do meu SP6. Preocupação que surgiu sem necessidade. Adiantando logo o assunto, o sistema de teclas Fatar TP 100 LR do Artis é bem melhor do que o Medeli K6 do SP6.
Não sei se inconscientemente, por terem experimentado uma ação de teclas ainda melhor ou mais pesada da Fatar, e depois comparado com o TP 100 LR, ou para querer defender seu próprio peixe, mas algumas pessoas elogiaram o sistema Medeli K6, ao passo que li algumas críticas em relação ao sistema usado no Artis.
Muita gente justificava dizendo que gosto é subjetivo. Ocorre que, consigo tecer alguns comentários bem objetivos sobre os dois sistemas.
Primeiro, quanto ao peso, o Medeli K6 é ligeiramente mais leve, principalmente em relação às teclas pretas.
Segundo, ao apertar as teclas, percebi que as do SP6 iam mais fundo. As teclas Fatar TP 100 LR do Artis tem uma curva um pouco menor (se é que posso chamar de curva, não sei a expressão certa), o martelo percorre um trajeto mais curto, por assim dizer, o que achei muito bom, pois os dedos não travam quando toco algo mais rápido. No Sp6 meus dedos tropeçavam, às vezes, justamente porque as teclas tem esse “curso” maior, no mais, isso não tira o peso da tecla, apenas você precisará se acostumar com a dinâmica das teclas Medeli K6, contudo, se você apertar bem rápido as teclas, como um golpe rápido, você vai sentir o contrapeso do martelo, como se ele estivesse solto. Acho que deve ser em decorrência desse curso longo das teclas.
Terceira coisa que chamou minha atenção é que as teclas do SP6 (Medeli K6) pareciam soltas. Ao executar as músicas, eu sentia um pouco de insegurança. Nesse ponto não tem como perdoar. A qualidade de construção do sistema Fatar TP 100 LR do Artis é muito superior. As teclas do Artis são justas, passam uma sensação de solidez, de segurança, de que o jogo de teclas foi produzido com muito esmero, com muito cuidado. É muito profissional.
Ao passar a mão no jogo de teclas, elas ficam firmes, seguras, não ficam balançando, como acontece no Sp6, que parece que foi construído às pressas e olha que o meu SP6 eu comprei novo, enquanto que o Artis, eu adquiri semi-novo, tudo bem que tive muita sorte, até o plástico do visor ainda estava intacto no teclado, então ele estava muito bem conservado, sem qualquer detalhe, realmente novo.
O quarto ponto eu adiantei em linhas anteriores, mas vou repeti-lo, apesar de não ser uma qualidade exclusiva das teclas analisadas, mas sim do conjunto da obra. As teclas Medeli K6 no chassis de plástico do SP6 fazem muito barulho, pois a estrutura do teclado é oca, toda em plástico, enquanto que ao tocar nas teclas do Artis, eu senti o quão importante é, as marcas empregarem bons materiais nos seus teclados, pois a qualidade de construção, acabamento e nobreza do material, repercute no todo. Em razão disso, não se escuta tanto barulho, pois a estrutura do Artis é de alumínio, com exceção das laterais, que são de um plástico de muito boa qualidade e que servem para dar um estilo muito bonito ao teclado.
Quanto ao Artis, especificamente, é um teclado que tem estrutura de teclado profissional, ótimas teclas, como disse acima, os botões de acesso têm ótima qualidade, o teclado é todo em alumínio, com exceção das laterais. Aliás, a faixa de alumínio escovado entre as teclas e o painel é de muito bom gosto.
Finalizo dizendo que a troca que fiz foi muito, mas muito feliz. Troquei um teclado de plástico por um teclado Kurzweil de verdade.
Para não dizerem que estou sendo muito duro com o SP6, informo que ele tem ótimos timbres, os sons de piano são bons, apesar de eu ter achado o concert piano (o primeiro timbre) um pouco abafado, nesse ponto, eu também gostei muito mais dos sons do Artis.
Realmente, fiz um belo de um upgrade no meu setup.
Agora, o único teclado que tenho, cujo acabamento é um pouco mais fraco é o MODX 7 (também todo de plástico), mas compensa pelos ótimos timbres e funcionalidades.
Os demais, (Korg Krome EX e Roland Jupiter 80) tem um ótimo acabamento, principalmente o Jupiter 80. Acabamento nota 10, timbres nota 10 e teclas semi-pesadas nota 10. O Artis vem completar meu setup com muita qualidade.

LeandroP
Moderador
# 17/dez/20 08:56
· votar


paulohrv

Legal, man!
Poste um review, se puder ;)

fernando tecladista
Veterano
# 17/dez/20 10:30
· votar


paulohrv

bacana isso dos mecanismos, eu achava que a medeli pegava as teclas de outro fabricante no estilo da fatar

das pessoas que conheço algumas torcem o nariz quando escutam medeli, na verdade é mesmo que acontece com a casio, tem teclado para iniciantes desde uns 300,00 500,00...
com isso julgam a linha toda da empresa

porem a medeli faz peças para as grandes marcas conhecidas
alias ultimamente teclado por dentro é uma mistura de empresas que eu nem faço ideia porque o povo ainda briga pela internet

eu sempre gostei dos mecanismos dos kawai, a série MP desde que surgiu é lindo, hoje a kawai está colocando teclas no nord grand ...

lembro de testar os kurzweil em umas das ultimas expomusic, não me lembro se foi o Forte ou o Artis
a série KA da kurzweil, na verdade tem os modelos da medeli

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Piano digital - Qual o melhor?