Pedais Revv G3 e G4 - Melhores pedais de distorção pesada de todos os tempos?

    Autor Mensagem
    Felipe Stathopoulos
    Membro Novato
    # 25/abr/19 09:34


    Fuçando no YouTube fiquei impressionado com esses pedais da Revv, o G3 e o G4.

    Ambos os pedais são baseados nos canais 3 e 4 (respectivamente) do amplificador Revv Generator 120, carro-chefe da marca canadense Revv.

    O G3 parece ser um overdrive com toneladas de ganho e uma definição inacreditável. Acho que pode funcionar bem para empurrar distorções.

    Já o G4 em minha opinião é uma distorção para ser usada em amps limpos. É a coisa mais pesada e ao mesmo tempo definida que já ouvi em termos de pedal.

    Achei a definição com altos níveis de ganho, em ambos os pedais, algo de impressionante; nunca tinha visto isso num pedal.

    O que não gostei: o preço de 230 verdinhas... Aqui no Brasil, com o dólar a 4 mangos, ficaria impraticável.

    O que acham?











    Gabezorx
    Membro Novato
    # 25/abr/19 12:28
    · votar


    Felipe Stathopoulos

    O produto deles parece muito bom mesmo, mas o hype também é grande.

    Stauffenberg
    Membro Novato
    # 28/abr/19 00:45
    · votar


    Só o preço que de fato é muito caro....

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 28/abr/19 09:50
    · votar


    Pagar pequenas fortunas em pedais tá mais por fora que umbigo de vedete...
    Abçs

    rafael_cpu
    Veterano
    # 28/abr/19 19:29
    · votar


    Felipe Stathopoulos

    Nunca cheguei perto. Já tinha assistido, entretanto, a alguns reviews no YT.
    Caro demais para um pedal, como vocês já disseram :(

    T+

    Felipe Stathopoulos
    Membro Novato
    # 30/abr/19 11:25 · Editado por: Felipe Stathopoulos
    · votar


    A GAS bateu foda e eu encomendei um Revv G3 com um camarada que vai pro USA.

    Chegando, posto aqui minhas impressões.

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 30/abr/19 12:24
    · votar


    Felipe Stathopoulos
    Cara... é caro, mas se é o que você curte, vai fundo. Eu não uso esse tipo de distorção, mas já gastei perto disso com um Crystal Dagger da Blackout Effectors hehehe.

    Felipe Stathopoulos
    Membro Novato
    # 30/abr/19 12:50
    · votar


    BrotherCrow

    É, então, eu quero testar ele, principalmente empurrando a distorção do meu amp. Se der certo, fico com ele; senão, vendo por aqui mesmo e é capaz de ainda sair no lucro rsrs.

    Gabezorx
    Membro Novato
    # 30/abr/19 17:13
    · votar


    Felipe Stathopoulos
    Pior que hoje mesmo vi um clone do G3 feito pela Joyfx por menos de 700 dinheiros, but...

    rafael_cpu
    Veterano
    # 01/mai/19 07:45
    · votar


    Felipe Stathopoulos
    A GAS bateu foda e eu encomendei um Revv G3 com um camarada que vai pro USA.Chegando, posto aqui minhas impressões.

    Opa, show!
    Aguardando o review :)

    T+

    Felipe Stathopoulos
    Membro Novato
    # há 22 horas
    · votar


    Pessoal, meu pedal chegou e estou passando para dar minha opinião sobre o Revv G3. Vou tentar deixar de lado a emoção para passar o review da forma mais objetiva possível.

    A primeira coisa que impressiona é a beleza do pedal. Ele é simplesmente lindo, e se destaca no pedalboard. Vem numa caixinha de papel cartão rígido linda, cheia de adesivos, endereço para registro, garantia, um breve histórico da empresa e etc. O pedal é surpreendentemente leve, embora a carcaça seja de aço.

    Uma coisa que eu não gostei foi que não vem manual de instrução e/ou notas técnicas alguma. Pode ser preciosismo meu e, claro, é só um pedal (basta ligar), mas eu sou do tempo em que qualquer aparelho eletro-eletrônico vinha com manual, e eu gosto de ter um manual à disposição. O único ponto negativo que vi foi esse.

    Falando do som em si, comprei ele pensando principalmente em usá-lo para empurrar a distorção do meu Mesa Boogie DC-3. Eu queria uma distorção pesada única e moderna, fugindo um pouco da combinação amp + TS-9 que venho usando já faz um tempo. Isso porque o G3 é, no fundo, um overdrive. Mas um overdrive com mil e uma possibilidades e toneladas e toneladas de ganho extra. Pra empurrar a distorção do meu amp ele funcionou maravilhosamente bem: com o ganho zerado ele define a distorção do amp e elimina o "mud" de forma muitíssimo mais eficiente que o TS-9, dando um brilho e um timbre único: pesado, definido e moderno.

    Ele é a emulação do canal 3 do amplificador valvulado da Revv. Possui 3 estágios de ganho, que se altera com uma chavinha "agression" no centro do pedal. No meio temos o estágio "menos sujo", para cima um pouco mais de "agressão" e para baixo o inferno, as trevas e todos os seus demônios rsrs.

    No nível 1 ele funciona até mesmo para tocar um blues, com bastante brilho, lembrando um pouco o Boss Bluesdriver (só que tem que zerar o ganho). No nível 2 fica algo bem hard rock/meta tradicional, e no nível 3, aí sim, a coisa fica tenebrosa, e dependendo da quantidade de ganho fica um negócio trevoso, mesmo sem empurrar a distorção, ou seja, mesmo ligando no canal clean do amp, com o ganho em 3 horas.

    Ele tem 3 parâmetros de equalização, agudo, médio e grave, e todos respondem de forma muito satisfatória. É muito fácil achar o sweet spot da equalização dele, na verdade ele flat já soa maravilhosamente bem. No entanto senti que o grave a partir das 12 horas não dá tanta diferença assim, e tive que tirar bastante médio e um pouco do agudo pra encaixar no timbre que eu procurava. O agudo dele é potente pacas, se forçar no agudo dói até o ouvido.

    Uma palavra acho que define a distorção dele: "APERTADA"! É uma distorção "apertada", definida ao extremo do extremo; de fato, nunca tinha visto uma distorção tão definida como ela. Não sobra nada daquela "lama gorda" que tanto incomoda quem toca metal moderno extremo. É também uma distorção muito moderna, bem puxada pro thrash mais recente. Um amigo que ouviu também disse que lembra bastante Queens of The Stone Age em estúdio, mas mais pesado e ainda mais definido.

    Um detalhe interessante: o pedal é extremamente responsivo quanto à dinâmica. Na real, ele funciona como um amplificador valvulado de verdade, ou seja, com o volume da guitarra dá pra se cortar ganho sem perder o som na totalidade. E isso mesmo num solid state!

    Ontem ensaiei com ele num Hiwatt (solid state), com minhas duas bandas, uma de rock clássico e uma de thrash. Ficou simplesmente maravilhoso. Levei também meu TS-9 e meu ML-2 Metal Core, mas acabei só usando o G3, pra ambas as bandas e todas as músicas! A única coisa que mudei foi a chave de nível de ganho e o botão do ganho em si: pro rock clássico usei agressão 1 com o ganho em 9 horas, e pro thrash usei agressão 3 com o ganho em 3 horas. Senti que nos contextos das bandas ele cortou maravilhosamente bem. Nunca tinha escutado tão bem minha guitarra.

    Enfim, caras, é um pedal caro, acabei pagando tudo R$ 1.066 por ele, mas valeu cada mísero centavo. Na real a GAS bateu tão forte, mas tão forte, que estou até cogitando em torrar mais milão e mandar buscar o G4, que emula o canal 4 do Revv, nem que seja só pra matar a curiosidade.

    Abraços.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Pedais Revv G3 e G4 - Melhores pedais de distorção pesada de todos os tempos?