Qual a guitarra dos seus sonhos????

Autor Mensagem
Tiago Metal
Veterano
# nov/05
· votar


Max The Iceman
Valeu pelas dicas

bassbart
Veterano
# nov/05
· votar


jackson soloist slh2

sena
Veterano
# nov/05
· votar


Tinkertrain
Valeu pela dica :]

Johnmayer45acp
Membro Novato
# 30/mai/20 16:51
· votar


Revivendo o tópico, a minha guitarra dos sonhos teria um corpo inteiriço, em mogno, escala em maple, tampo em jacarandá da Bahia, Floyd rose gotoh, tarraxas gotoh, trastes Jumbo Dunlop, captadores Seymour Duncan jb, pintada em sunburst, com defasadores.

Delson
Veterano
# 01/jun/20 10:45 · Editado por: Delson
· votar


Gibson Les Paul Standard 1959 (original)

Se não for possível (o que é praticamente certo), uma R9 de 2013 pra cá. Ou uma R9 VOS.

Sushi_music
Membro Novato
# 16/jul/20 16:57 · Editado por: Sushi_music
· votar


Fender stratocaster japonesa 1982/84, serial JV.
Obs.: Eu só não disse uma american pré CBS, pq aí não seria sonho, e sim delírio. rsrs.

Gabriel Castro
Membro Novato
# 16/jul/20 18:09 · Editado por: Gabriel Castro
· votar


Um sonho possivel:
Tunar minha guitarra com hh777 na ponte,custom blues no meio e custom dallas no braço,blindagem,pots novos,bloco de aço na ponte,trastes jumbo inox

Um sonho não tão possivel assim:
Fender USA de Corona,com os Noiseless
Gibson Les Paul Tribute goldtop 2018
Ibanez RG prestige
Prs Core Custom 24 ou SingleCut
Music Maker LPS Rhoads Tribute(LP custom do Randy Rhoads)

Possivel Amp:
Boss Katana MK II 100

Amp dos sonhos:
Pedrone Super Clean Reverb(Twin Reverb)
Pedrone Pegasus(JCM 800/Plexi)
Orange Dark Terror - Hi-gain 15w
Gabinete 1x12 com Celestions pra casa
2 Gabinetes 4×12 com Celestions pra shows

instrumentista
Membro Novato
# 16/jul/20 20:18
· votar


Revivendo o tópico, a minha guitarra dos sonhos teria um corpo inteiriço, em mogno, escala em maple, tampo em jacarandá da Bahia, Floyd rose gotoh, tarraxas gotoh, trastes Jumbo Dunlop, captadores Seymour Duncan jb, pintada em sunburst, com defasadores.
Pow não é um sonho tão distante assim então ein cara, achando alguém pra fazer pra você sai até que "acessível" pros padrões do Brasil.

T-Rodman
Veterano
# 17/jul/20 11:24
· votar


Mandar fazer uma guitarra no Brasil hoje, comparado com uma Fender mexicana ou americana, meio até que tá compensando.
Essa aqui é da cidade que moro, rs. acho que fica na faixa a partir dos R$ 6k. O que vai encarecer mais ela são ferragens importadas, mas sendo madeira nacional, marfim, ébano, jacarandá... isso é daqui mesmo, não dos EUA.



(por exemplo, o que ficaria caro numa guitarra montada aqui é importar ash)
(da mesma marca eu já tenho uma telecaster, uma jazzmaster e um baixo precision, rs)

felipe bento pereira
Membro Novato
# 17/jul/20 13:58
· votar


peavey extreme 23
squier classic vibe
epiphone lp top gold

BrotherCrow
Membro Novato
# 17/jul/20 15:36
· votar


Quando me mudei da última vez, o fato de eu ter uma dúzia de guitarras começou a ser um problema. Cogitei vender tudo e comprar a "guitarra dos sonhos", então pra mim essa questão era bem real. Fiquei em dúvida entre comprar uma Gretsch White Falcon ou a Telecaster mais perfeita possível... mas aí na prática vi que vender as minhas guitarras por um preço minimamente justo seria uma dor de cabeça. Acabei ficando com as que eu tenho. Mas ainda hoje cogito vender tudo na próxima mudança e comprar "A" guitarra.

T-Rodman
Veterano
# 17/jul/20 16:45
· votar


é soda.
meu sonho era ter uma Fender americana. Daí comprei a tal Fender USA Stratocaster Deluxe HSS, com noiseless, que era o que queria.
ok, agora uma Tele... ou uma lespa, hum, até fui na loja e testei a lespa e não curti.
SG, blz. proxima...
hum tem fim, rs.
Meio que 'do sonho' a gente imagina e nunca tem, mas se coloca como objetivo, a hora que alcança vc abre um novo objetivo tb, rs.

Ficar 'só' com 1 strato, 1 tele, 1 LP, 1 SG, 1 semihollow, 1 Jaguar... o negócio vai chegar nas 12 preferidas de qq forma - fora as moda da ultima semana como 'roasted maple', braços com curvaturas diferentes... raio menor com niquel médio, raio flat com jumbo inox...

no final, se vc só toca, ok, escolha a melhor que conseguir pagar e boa, mas se o hobby vira colecionar guitarra, fudeu, rs.

Buja
Veterano
# 17/jul/20 17:06
· votar


Mas ainda hoje cogito vender tudo na próxima mudança e comprar "A" guitarra.

Eu falo por experiencia propria. Ja comprei e vendi tanta guita que perdi as contas.
Cheguei a conclusões pessoais, para o meu caso, mas compartilho aqui:

1 - Não tem boa venda. Sempre se perde dinheiro e muito e se tem apego emocional ao instrumento ainda é de dilacerar.
Nunca consegui vender um instrumento por mais da metade do valor que eu comprei, sendo instrumento super bem novinho regulado e etc.
Ao vender, espere perder grana, e perder muito.

2 - "A" guitarra não existe. Não porque ela nao exista de fato, mas ela nao existe pra gente. Um dia na sua mao ela deixará de ser "A" guitarra, e sempre haverá outra dos sonhos. Um dia ela deixa de te atender e de te satisfazer, seja no timbre, na estetica, ou até no gosto musical.
A busca nunca acaba, e quanto mais cara e rara for a guitarra, mais dificil de vender, mesmo perdendo dinheiro.
Chega uma hora que ou você encalha com ela, ou dá praticamente de graça.

3 - Muitas guitarras não tras muita satisfação. Melhor ter 1 ou 2 dos semi-sonhos, e trocar quando mudar os ventos, do que ter varias.
No meu caso, agradou mais ter um que sempre quis, e ficar até enjoar, e trocar por outra que sempre quis.
Voce nao toca as varias, mesmo que ache que precise de 1 strato, 1 tele, 1 lespa, 1 semi, 1 floyd, nao toca.
Dai por te-las fica se forçando a tocar com elas. E começa a achar defeito em uma que a outra nao tem.
Dai começa a passar muito tempo regulando, trocando cordas, pensando em upgrades, mudanças,
e no fim, acaba vendendo, barato ainda, pra alegria de outro. No meu caso não achei prazeroso.

4 - Num dado momento, voce começa a tocar sempre a guitarra que ta fora do case/bag. É é justamente aquela
guitarrinha xula que voce menos gosta. Ela so fica fora do case porque voce nao se importa com ela mesmo.
E como ela ta ali, voce passa a mao nela e toca nela mesmo.
Quando vai tocar em outra das suas, fica pensando que quer conservar ela, que vai tocar ela quando aparecer
um gig bacana, um video legal, um casamento pra tocar. Voce nao usa ela, e fica esperando a ocasião acontecer.
É como ter vinhos tops e sempre beber chapinha pra não gastar o vinho top.

Hoje tenho só uma guitarra, que eu mesmo montei aos meus specs.
Penso em vender ela, sim, um dia, por micharia, so pra montar outra.
Mas isso vai ser quando eu cansar dela, desapegar.

HortaRates
Membro
# 17/jul/20 17:20
· votar


Hoje eu to quase satisfeito com as guitarras que eu tenho. Não é grande coisa, tenho uma Gibson LP Studio com uns captadores mais fortes, que uso pra tocar coisas com mais distorção e mais pesadas, e uma Squier Standard SSS, pra ter o timbre de strato que tava sentindo falta. As vezes fico com vontade de ter uma superstrato com floyd rose, ou outra guitarra pra deixar em uma afinação mais baixa, mas eu sei que é algo que vou usar pouquíssimo no fim das contas.

Buja
1 - Não tem boa venda. Sempre se perde dinheiro e muito e se tem apego emocional ao instrumento ainda é de dilacerar.
Nunca consegui vender um instrumento por mais da metade do valor que eu comprei, sendo instrumento super bem novinho regulado e etc.
Ao vender, espere perder grana, e perder muito.


Cara, eu diria que quase nunca perdi dinheiro em compra e venda de instrumentos. Me ferrei uma vez que me roubaram meu setup inteiro, mas isso não vem ao caso. Eu conheço bem os preços do mercado de usado, então só compro quando tá barato, e costumo vender pelo preço "justo". Normalmente acabo "ganhando" dinheiro, na verdade.
Se você não comprar instrumento de loja e procurar bem no mercado de usado, dá pra fazer ótimos negócios.
Ano passado peguei um violão de nylon da Michael por 150 reais, praticamente zerado, com capa, sem um arranhão. Peguei também um baixo Condor bx-12 por 280 reais. O instrumento está um pouco "gasto", mas acredito que valha bem mais.

Quando a GAS bater, quero muito uma Ibanez Prestige ou uma ESP japonesa.

T-Rodman
Veterano
# 17/jul/20 17:38
· votar


4 - Num dado momento, voce começa a tocar sempre a guitarra que ta fora do case/bag. É é justamente aquela
guitarrinha xula que voce menos gosta. Ela so fica fora do case porque voce nao se importa com ela mesmo.
E como ela ta ali, voce passa a mao nela e toca nela mesmo.

é bem isso mesmo. atualmente eu deixo todas guardadas no case e de vez em quando troco alguma da rotação.
Hoje as guitarras e violão que estão em fácil acesso são esses:
https://photos.app.goo.gl/9cDJ8VudgtSQfeM88
quando dá na telha, eu guardo um, e coloco outro no lugar, rs.
é assim que dá pra rotacionar as guitarras, e, atualmente, eu até que tô sussa em gas para adquirir novos instrumentos, rs.

Buja
Veterano
# 17/jul/20 17:50
· votar


HortaRates

Voce deve ser o cara que comprava minhas guitarras hahahahha.
Eu sempre comprei guitarra por digamos, 1000, ficava com ela 1 ano, 1 ano e meio,
quase nao tocando, e anunciava por digamos 800, ainda com os plasticos, mas
reguladinha e cordas novas.

A venda ficava encalhada até o anuncio expirar. Dai eu abaixava pra 700, 650, 600,
e no fim, quando eu ja estava desistindo de vender, aparece um cara balançando 500 conto,
e ela ia embora. Perdia mais da metade do valor, porque so de regulagem, cordas, ups, bag
etc, já passava dos 1000 que eu tinha investido facil.

So perdia dinheiro.

Lembro de ter comprado uma 7 cordas por 1800, zerinha de loja.
Fiquei com ela 6 meses apenas, e me apareceu uma walkzak draco, proposta de troca.
Como o acara disse que nao a venderia por menos de 2300, negociamos em dar a 7 cordas,
mais uma cort x1, que já valia coisa de 800 reais.
Estaria perdendo 300. Tudo bem foi pouco.
(Sem contar as regulagens e trocas de corda que dei
nas duas antes de vender)

Peguei a walkzak, completamente desregulada e cheia de marcas de uso pesadas.
Peguei ela somente por causa do apelo dos capts EMG 81-85.
Mandei no luthier, deixei mais 400 barões la (eletrica, trastes, cordas, regulagem, limpeza)
E ainda nao fiquei satisfeito porque a guita tinha uns lascados pesados.
Mais fui levando assim mesmo. Ja havia entao gasto entao coisa de 700 reais, so nessa troca.

Fiquei 4 meses com ela, arrependi.
A floyd nao era o que eu imaginava que seria, apesar de ser gotoh.
Os capts tinham som de peido. Bom pra djent.
Anunciei pra vender rapido: 1500,00
Ja estava perdendo ai por volta de 1000 reais!

Ela encalhou, nao vendia nem a pal.
Fui levando, levando, levando, anunciei pra todo lado,
ofereci pra muita gente, até pra loja de consignado deixei.

Um dia, aparece um cara chorando 1200 nela.
Titubiei, ele forçou, pediu 1000, aceitei pela insistencia.
Ele foi em casa testar, testou, testou, testou, agradou.

Tirou 700 conto do bolso e disse: É tudo que meu pai me deu.
Sua guitarra é um sonho. Pelamor de Deus, me vende ela.
Fiquei irado (pra nao falar outra coisa), o cara ligou pro pai,
chorou, implorou, pai dele me pediu minha conta, transferiu
100 reaiszinhos. Fechei por 800.
Uma guitarra que comprei por 2300.

Juro que tenho mais de 10 historias de perda de dinheiro dessas pra contar.
Minha semi acustica condor jc501. Comprei por 1650, vendi por 500.
Meu baixo peavey. Comprei novo por 1900 no boletão. Vendi por 600 de 6x.
100 realzinho por mes pra uma criança de 10 anos de idade chorona;

Depois disso, nunca mais. Compro so o que eu realmente quero, e se um dia
der de vender, já sei que vai quase de graça mesmo. Talvez nem venda mais,
talvez eu dou de presente mesmo. Talvez vai me dar muita mais alegria do que
vender por 150 + 1 celular android + 2 par de tenis usado.

Buja
Veterano
# 17/jul/20 18:05
· votar


Hoje as guitarras e violão que estão em fácil acesso são esses:
https://photos.app.goo.gl/9cDJ8VudgtSQfeM88


Linda teleca! Linda.
Gostei do escudo.

BrotherCrow
Membro Novato
# 17/jul/20 18:16
· votar


A parada é que eu tenho esse tanto de guitarra porque acabo não vendendo nada. Tenho as minhas guitarras boas lado a lado com guitarras baratas do tempo que eu estava começando. Tem uma Squier Stratocaster Affinity que tá comigo há mais de 20 anos. Hoje eu tenho strato da Fender, podia ter vendido essa Squier, mas ia pegar tão pouco que não valia a pena.

Tenho uma Shelter que comprei quando a minha esposa quis aprender, e era literalmente a guitarra mais barata do mercado na época. Podia ter vendido, mas preferi ficar com ela e tentar melhorar: regulei, troquei nut, troquei captador... aí acabo não vendendo. E tá lá no porão, junto com Gretsch, PRS, Fender...

Pra piorar, até hoje compro guitarra barata. A última que eu comprei foi uma Squier Bullet! É vício, não tem muito o que fazer...

Tenho umas guitarras que até valem mais do que eu paguei e poderiam render um lucrinho... mas aí essas são as que eu não quero vender! Entendem o dilema? Mas eu acredito realmente que eu ficaria de boa com uma Telecaster e um Twin (putz, tem os amps ainda, ocupando espaço aqui!). Mas se fosse assim, seria uma odisséia: testar um milhão de Teles atuais e vintage, e comprar só quando tivesse certeza.

Buja
Veterano
# 17/jul/20 18:36
· votar


BrotherCrow

Sei o que é isso.
Cheguei num momento a ter 17 guitarras!!!!!! ao mesmo tempo. 17 !!!!!!!!!!
Pode parecer pouco pra um colecionador, ou talvez até pra voce.
Mais eu morava com meus pais, e meu quarto tinha 3,5m x 4m.
Nao dava mais pra andar no quarto.

Eu sempre fui assim. Comprava 1, comprava 2, 3, vendia 1.
vendia mais 2, comprava 1. Sempre perdendo dinheiro.
Foi quando casei que realmente vendi TUDO.
Tudo mesmo, fiquei 3 anos sem nem mesmo uma gaita.
Nada. Até os pedais, que nao eram poucos, foram todos
pro saco. Cada behringela foi-se por 50tinha.

Me desintoxiquei por completo.

Nao recomendo ficar 3 anos sem instrumento nenhum.
Mas se me perguntarem se recomendo dar uma limpada corajosa no set,
sim, recomendo. É como dar um reset na mente. Voce passa uma agua
sanitaria nos pensamentos, muda os gostos, ve outras prioridades.
Continua amando instrumentos, mas começa a ter um certo foco,
a gas nao incomoda tanto. Voce fica mais a procura do seu gosto.
Nenhuma loja de instrumento interessa mais.

Nesse ponto, que eu cheguei e continuo, voce fica pensando assim:
Como será que ficaria um baixo de madeira de demolição?
Nossa como eu queria um baixolão feito por um profissional de archtop!
Nossa é se eu pegasse o corpo daquela tagima ali, e botasse naquele
braço warmoth que eu vi?

Sei la, comigo deu nisso. Nao acho mais graça nos instrumentos de vitrine.
Até o dia quem sabe, que eu topar com uma ESP-DV-8R pela frente e queimar
minha lingua totalmente!

Sub_Zero
Veterano
# 17/jul/20 21:02
· votar


Estou me vendo em vários comentários rsrsrs
Estou nesse fórum ha muitos anos, me lembro como se fosse ontem, a minha Memphis strato e um cubo meteoro. Quanta coisa mudou nesses vários anos.
Hoje eu tenho quase tudo aquilo que sonhei em equip (não sonho tão alto assim), mas me falta o principal, tempo pra poder curtir tudo que tenho (4 guitarras, 3 amps e uma penca de pedais). Minha média de tempo semanal me permite tocar em torno de 1 hora e meia, nem dá pra manter muito da técnica.
As vezes penso em vender boa parte do que tenho e manter o básico, pelo menos nos últimos anos eu parei de comprar equips e comecei a negociar e fazer trocas (ou vender e usar o dinheiro pra comprar outros equips).

Paulo Heineken
Veterano
# 18/jul/20 12:35
· votar


A minha era uma jp6 mystic dream e hj tenho ela hahaha

antes dela, tive a jp6 candy red e a Blackstealth e uma jp12 sugar red

mas sempre sonhava com a mystic dream...puta frescura do caralho, mas é isso!

Edmarcio
Membro Novato
# 18/jul/20 15:30
· votar


Me sinto até mais normal ao ler esses depoimentos.

Não perdi dinheiro com guitarra e amp porque sempre comprei usados até ter a oportunidade de comprar novo fora do país.

Comprando novo aqui no Brasil não tem como não perder dinheiro ao revender. Tem que pensar que usou e aproveitou aquele valor que desvalorizou na revenda.

Preciso me desfazer de duas guitarras, pena que aqui na tem sessão de compra e venda.

acabaramosnicks
Membro Novato
# 18/jul/20 19:36
· votar


Porra, eu acho que se tu não é profissional, é difícil justificar para si mesmo ter mais de dez guitarras. Na boa mano, strato, tele, LP, superstrato, se vc tiver duas de cada, são 8. Coloque aí mais duas menos comuns, flying V ou estilo PRS, dá dez. Quer ter mais guitas incomuns, venda uma das tradicionais. E na boa, ficar fazendo manutenção de dez guita não é pra qualquer um.
Hoje eu tenho uma strato com singles e uma schecter que é tipo uma superstrato mas não é, e penso em ter no máximo mais duas guita, uma com floyd rose e uma teleca. O que vc tem que se perguntar antes de comprar um equipo, e mesmo depois de ter comprado é: eu preciso mesmo disso? Eu não preciso, mas vale mesmo a pena ter isso? To usando? Vou usar? Quando foi a ultima vez que usei? Será que com a grana disso eu não poderia ter aquela outra coisa mais importante?

Amp. Pega aí um mais hi gain do teu gosto, mais um low gain, e cabou! Pega os dois sendo heads, e como o falante faz muita diferença, digamos que tu tenha duas 4x12 mais duas 2x12 e uma 1x12. É uma gama grande de falantes para se escolher, e com dois amplis diferentes tu tira uma infinidade de timbres. Novamente tem a manutenção. Ainda que sendo um eletrônico (mesmo valvulado é um equipo eletrônico), volta e meia alguma coisa tem que fazer manutenção.
Eu tenho hoje um head valvulado e uma 2x12. Eu teria no máximo isso citado acima, mas é tão pouca prioridade que sinto que nunca terei tudo isso.

Pedal. Mano, tu já tem dois amps, várias caixas, guitarra pra todo lado, vai querer se entupir de pedais? Pára com isso que é doença! Vá se tratar! Eu tenho aqui UM drive só pra empurrar do drive do amp, um EQ no loop, e um gate no início de tudo. Eu penso há tempos em pegar um drop da digitech e uma G1 dessas novas pra efeitos, e acabou.
Eu entendo que cada delay tem sua textura, cada reberb soa diferente, que existem zilhões de drives e efeitos cada um de um jeito... mas mano, cê pega lá um pedal e gosta dele, usa ele e pronto! No máximo pega mais um do mesmo tipo sobrando pra variar de vez em quando e tá feito! Não tá te satisfazendo 100%, troque. Pra quê tu vai ter 4 delays, 8 reverbs, 9 distirções, além de todo o resto das parafernálias que vc já tem?

Se vc é profissional, trabalha com música, talvez tu até tenha aval pra ter mais equipos, mas ainda assim, tudo tem limite. Aqui em casa a gente têm meio que uma regra que é: não usou em um mês, guarda mais fundo. Não usou em um semestre, talvez tu não precise. Tente usar e ver se o negócio ainda presta. Não usou em um ano? Que caralhas isso tá fazendo aqui ainda? Vai pro lixo, pra doação, ou vai virar dinheiro porque tem coisas mais úteis aguardando recursos para posterior compra. E isso vale não só para os meus equipos, mas para tudo.

BrotherCrow
Membro Novato
# 18/jul/20 23:41
· votar


acabaramosnicks
Na boa mano, strato, tele, LP, superstrato, se vc tiver duas de cada, são 8. Coloque aí mais duas menos comuns, flying V ou estilo PRS, dá dez.
Cara, você tem razão. Mas veja: tenho 3 stratos (SSS, HSH e HSS), uma tele, uma jazzmaster, uma mustang, duas LP (uma com humbucker e outra com P90) uma SG (com 3 humbuckers, pra diferenciar das LP), uma PRS, uma semiacústica da Gretsch e uma Danelectro. Não tem duas guitarras na minha coleção que sejam similares. Eu sei que é basicamente burrice ter esse tanto de guitarra, só tô dizendo que não é redundante. Engraçado que superstrato não faço questão.

E na boa, ficar fazendo manutenção de dez guita não é pra qualquer um.
Verdade. Por isso aprendi a fazer quase tudo em casa, sem depender de luthier. Além do que a maioria dos "luthiers" que conheço são picaretas...

Pedal. Mano, tu já tem dois amps, várias caixas, guitarra pra todo lado, vai querer se entupir de pedais?
Prefiro ter mais pedal e menos amp. Um bom amp que responda bem com pedais garante mais variedade sem ocupar tanto espaço. Mais fácil usar um pedal estilo Marshall num amp da Fender do que ter os dois amps.

No fim das contas, é hobby. Enquanto não faltar espaço nem dinheiro, vou mantendo. Apesar de ser amador, eu efetivamente USO todos esses equipamentos: pratico todo dia, gravo minhas músicas variando de guitarra e pedais, nada fica encostado. Um dia ainda faço uma limpa e boto as tralhas no eBay, mas por enquanto é algo que me traz alegria.

Sub_Zero
Veterano
# 19/jul/20 09:10
· votar


BrotherCrow
Cara, você tem razão. Mas veja: tenho 3 stratos (SSS, HSH e HSS), uma tele, uma jazzmaster, uma mustang, duas LP (uma com humbucker e outra com P90) uma SG (com 3 humbuckers, pra diferenciar das LP), uma PRS, uma semiacústica da Gretsch e uma Danelectro. Não tem duas guitarras na minha coleção que sejam similares. Eu sei que é basicamente burrice ter esse tanto de guitarra, só tô dizendo que não é redundante. Engraçado que superstrato não faço questão.

Caramba! Muito massa uma coleção dessas! Não acho burrice ter esse monte de guitarra, cada uma com um som diferente, muito legal. Eu tenho 3 stratos (SSS) e 1 telecaster, e já estou praticamente certo que vou vender 1 strato. Sempre achei les paul muito legal, mas não consigo me acostumar com a pegada, acho o braço plano demais, gosto muito do raio 7,25" das fender. O ideal pra mim seria uma les paul (com todas as características sonoras de uma boa les paul) com uma pegada mais próxima com as stratos.

felipe bento pereira
Membro Novato
# 19/jul/20 16:11
· votar


Ainda bem que até hoje eu tenho só duas guitarras, sendo que uma está na luthieria desde janeiro, até hoje todas as que eu tive foram usadas, e quando eu penso em fazer upgrade, coloco na ponta da caneta se fica muito caro ou não!
A última que dispensei foi dessa forma, e a que eu estou vendendo agora também, lá no topo eu disse que gostaria de ter uma squier classic vibe ou uma epiphone custom ou então uma peavey extreme 23!
Mas o que eu queria mesmo era fugir de instrumentos usados!
A sensação boa de ter uma que é só levar pra fazer uma regulagem básica não tem preço!!
Espero nunca ter a "necessidade" de ter mais de 2 instrumentos!! kkkkkk

MatheusMX
Veterano
# 20/jul/20 19:46
· votar


MatheusMX
Veterano # fev/05
citar

uma Ibanez Chrome Boy


Credo, kkkkk

MatheusMX
Veterano
# 20/jul/20 19:51
· votar


acabaramosnicks
Porra, eu acho que se tu não é profissional, é difícil justificar para si mesmo ter mais de dez guitarras.

Cara, eu sou mais colecionador do que guitarrista, de fato.
Atualmente tenho 8, das quais 4 são strato, que é meu modelo preferido.
E já tive 12, sendo 6 strato.
Foi muito difícil fazer essa redução, e das que tenho hoje não vejo a menor margem pra reduzir mais. Eu simplesmente gosto de tê-las por aqui, e vez ou outra tocar umas músicas, apreciar o timbre, o conforto, e as características peculiares de cada uma delas.

T-Rodman
Veterano
# 20/jul/20 21:30
· votar


bom, por saber que vou ficar revoltado se tentasse vender dessa forma, o que valeria abaixo de 1000, eu dou pra alguém que goste, que vá fazer bem com ela, rs. prefiro tacar fogo e gravar do que passar essa raiva, rs.
Só pra descontrair eu tinha uma Schecter Stephani Morgan que não queria mais. Então dei pra um amigo que tinha uma banda que tocava 'vulgar hard rock', rs. Dia que tocou a primeira vez com a guita, eu filmei, rs.
https://www.youtube.com/watch?v=BtJX2Z53bwQ

De outro lado, parei de comprar, rs. afinal já tenho várias dos que achava que era possível ter: Fender Strato Am Dlx HSS, Gibson SG, G&L Comanche, Hofner Violin Bass CT, Fender Jaguar MIJ, Brian May Red Special, Carrozza Tele, Carrozza Jazzmaster, Tagima Tele HH, Fender Strato MIM, Gretch Jet (minha LP, rs), uma partscaster telecaster que faz anos que tento montar, e algumas outras menores, outros baixos, outros violões, cavaco, viola, ukulele, etc.
nessas eu já me considero mais colecionador do que guitarrista, tb. rs

amplexos

T.

felipe bento pereira
Membro Novato
# 21/jul/20 09:54
· votar


alguém poderia me doar uma??? kkkkkkkkkk

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Qual a guitarra dos seus sonhos????