Vale a pena Tunar uma Ibanez RG 220?

    Autor Mensagem
    GlauberSp
    Veterano
    # 14/dez/20 20:15


    Pessoal, tenho duas guitarras antigas aqui, uma Ibanez RG 220 e uma Tagima zero (modelo antigo), estava pensando em tunar a Ibanez, gosto dela pelo conforto, sonoridade etc...
    Inicialmente estava querendo colocar uma Floyd da Gotoh nela, a floyd dela é antiga daquelas que ainda nem tinham trava nos saddles somente no nut, futuramente trocar os caps também, enfim, na opinião de vcs vale a pena embarcar em um investimento destes nesta guitarra? Obrigado

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 14/dez/20 22:48
    · votar


    GlauberSp
    Depende...
    Se vc conseguir as peças barato...
    Abç

    Schelb
    Veterano
    # 15/dez/20 15:08
    · votar


    Eu tenho uma rg 220 tunada .. haha .. eu amo essa guitarra. O braço é muito gostoso, no caso a minha foi escalopada, com trastes jumbo .. muito bom. Preciso fazer upgrade de ponte, mas até hj não foi nada tão necessário, uso pouco alavanca então ainda não fiz. Agora, a primeira coisa a se fazer nessa guitarra é trocar os caps .. eu coloquei caps da malagoli (no meu caso um par de hh777) e virou outra guitarra .. foi um upgrade relativamente barato e nem se compara a qualidade.

    LeandroP
    Moderador
    # 15/dez/20 15:27
    · votar


    Se você gosta dela...

    Drinho
    Veterano
    # 15/dez/20 19:37
    · votar


    GlauberSp


    Cara eu acho que se fosse essas ibanez de ponte fixa dava pra fazer um esquema bem legal com pouco dinheiro, caps nacionais.

    Mas floyd gotoh tá uma faca no fígado, acho que já passou dos 1000,00, aí sei lá, eu não faria não.

    fontes_rio
    Veterano
    # 16/dez/20 16:53
    · votar


    Bem, se você vai ficar com a guitarra vale a pena sim. Porém, se pensa em um dia vendê-la não compensa. Eu tenho uma Yamaha Pacífica 112 VCX. Já gastei uma grana nela. Botei captadores Seymour, tarraxa Gotoh, bloco Manara, e agora estou trocando os trastes. Dei essa tunada para usá-la na rua. Essa vai ser minha guitarra para ser usada na noite.

    Perdo
    Veterano
    # 16/dez/20 20:30
    · votar


    Concordo com o pessoal. Depende do que acha dessa guitarra. Em relação a valores não vai mudar muito entre tunar uma nova baratinha ou pegar uma usada "melhor".
    Eu mesmo comprei uma Sx strato e estou tunando.. Não penso em vendê-la e nem quero 2 guitarras

    guizimm
    Veterano
    # 17/dez/20 20:33
    · votar


    Será que o segredo não tão na mão mano?

    Ramsay
    Veterano
    # 19/dez/20 00:13
    · votar


    GlauberSp
    Não vale a pena tunar, essa guitarra parou de ser fabricada há 21 anos atrás, tem o braço de maple feito de 1 só peça e uma ponte flutuante de baixa qualidade.
    O som dela é estridente demais o que denota a baixa qualidade não só do basswood do corpo, mas, como os dos outros elementos utilizados nela.
    É uma guitarra de iniciante e nada mais que isso.

    Schelb
    Veterano
    # 19/dez/20 11:19 · Editado por: Schelb
    · votar


    Preciso descordar do colega de cima. O fato da guitarra ter parado de ser fabricada eu não entendo que diferença possa fazer. O braço, pelo menos da minha, nunca empenou, rachou ou qualquer coisa do tipo, no meu caso a madeira da escala é diferente da do braço, ainda que eu não saiba dizer quais são, mas o tensor funciona muito bem pra qualquer ajuste. Meu luthier diz que minha guitarra é excelente, que as madeiras e a construção são boas (aqui tem um porém, que é que eu comprei essa guitarra de segunda mão há uns 15 anos, com o braço escalopado, o dono antigo já tinha mexido nele, mas com certeza é o braço original). A ponte realmente não é das melhores, sendo uma das possibilidades de upgrade, mas como eu já disse, pro meu uso, não faz a menor diferença, já que uso pouco a alavanca (e caso queira trocar, tem outras boas opções fora as gotoh, mais em conta). O som estridente se dá puramente por conta da captação original dela que é bem ruinzinha mesmo, mas com bons captadores o timbre fica matador e temos excelentes captadores nacionais por preço justo pra fazer isso. A minha tem um som encorpado e sem sobras, da pra tocar de tudo e eu acho a guitarra extremamente confortável. O corpo pode não ser da madeira mais nobre porém é maciço, próximo de muitas outras guitarras.
    Ou seja, você pode optar por trocar a guitarra inteira? Pode .. pode ver outros modelos ou outra Ibanez que ja venha mais pronta. Tomaria essa opção se tiver outras coisas na guitarra que te desagrade, como a pegada do braço, a estética do corpo, sei lá. Porém você pode tunar ela sem problemas se você, assim como eu, gosta muito da guitarra e como já falaram por aí, não pensa em vender. A minha mesmo vai morrer comigo aqui .. não tenho porque vender ela.

    Edit.: Vou completar aqui com uma experiência pessoal. Eu comprei essa guitarra numa época que eu curtia metal , queria tocar coisas pesadas e tal. Hoje o modelo dela já não faz mais tanto sentido pra mim, já que toco mais rock clássico, blues, mpb e jazz. No entanto, até hoje na minha vida eu nunca toquei numa outra guitarra que me agrade tanto como a minha (o que pode ser por falta de experiência, quanto por questão de hábito, porém é um fato). Eu tenho além da ibanez uma strato, que uso pra um propósito diferente. Pretendo ter umas guitarras mais pra frente, mas de toda forma, não me imagino me desfazendo da Ibanez. Então, no meu caso, os upgrades da guitarra se justificaram completamente, e possivelmente ainda troco a ponte dela um dia.. hehe.

    Luiz_RibeiroSP
    Veterano
    # 20/dez/20 01:42
    · votar


    Schelb
    Muito pessoal, se o que vai gastar com peças e mão de obra for mais do que a guitarra vale, não compensa. Se gosta dela e quer fazer porque, gosta dela, o valer a pena vai além de dinheiro.
    Vou falar de uma squier 1997 que tenho, não vale 400$, ao menos eu nunca compraria uma dessa por este valor, gastei 700 para trocar os trastes que ja estavam tão baixos que a guitarra tava fretless. Mas por que gastar 700$ numa guitarra que eu não pagaria 400$? porque foi a primeira guitarra que eu tive, trabalhei catando entulho, juntei moedinhas, deixei de sair, passei fome na escola, para aos 17 anos comprar após alguns meses. fui comprar ela com minha tia que não tenho mais, ela me ajudou com um dinheirinho também.
    Foi com ela que eu toquei num palco a primeira vez, gravei a primeira vez, e tive muitos momentos bons, tocando em bares de garagem e praças, tudo improvisado com aqueles amplificadores de anunciar promoção no açougue.
    Por isso pra mim valeu porque vou ter ela tocável por mais 20 anos, tento deixar o mais original possível e troco só o que quebra, porque com ela eu posso voltar no tempo e lembrar de pessoas e momentos bons.
    Agora é com você fazer essa analise, não precisa comprar as peças mais caras, mas pode colocar umas melhores do que ela tem, ou deixar assim se esta funcionando.

    vintagentleman
    Veterano
    # 10/jan/21 22:32
    · votar


    Eu adoro pegar guitarra barata e mexer, acabo me apegando a esses projetos que eu julgo personalizados e únicos. Da última vez fiz isso com uma Waldman de trezentos reais... Dá pra literalmente levantar o instrumento. Essas IBZ RG tem boa estrutura. Dependendo da captação original pode já vir legal (captação INF), mas novas tarraxas e ponte são tacadas certeiras na minha opinião. Antes de pensar em trocar captadores acho interessante tentar trocar a eletrônica com pots CTS, novo cabeamento, chaves de qualidade que vão "abrir" o maior potencial de timbre da guitarra...

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Vale a pena Tunar uma Ibanez RG 220?